História A Escola Deveria Ser Normal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Jikook, Namjin, Taegi, Taekok, Treta, Yoonseok
Exibições 18
Palavras 2.819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey! Minha primeira fic yaoi e minha primeira vez aqui. ( Peguem leve nas críticas ;_; )

Capítulo 1 - O Segredo


Era um dia de chuva em Seul, a chuva forte fazia com que os moradores não quisessem sair de casa... Mas um ser decidiu fazer uma vista a um "amigo".
 

- JUNGKOOK DESGRAÇA 'TÁ CHOVENDO E 'TÁ FRIO! - Tae que chamava por Jungkook do lado de fora estava tremendo de frio, tentando se esquentar sem sucesso em sua jaqueta preta.

 

- Hyung? - Ao abrir a porta Tae entrou todo ensopado e foi em disparada para o banheiro. - Ei!

 

Olhou para seu híbrido que estava assustado porém suas orelhas estavam em pé. Jeon suspirou e subiu procurando por Tae que já saia do banheiro com uma toalha na cintura, fazendo assim o rosto de Kook esquentar.

 

- Tae! - Desviou o olhar indo para o quarto. - Vem vestir alguma coisa!

 

Ao chegar procurou algo no guarda roupas e logo jogou qualquer peça de moletom que tinha ali. Todas as roupas de Jungkook era do tamanho de todos seus amigos pois eram duas vezes maiores que ele, menos Jimin já que é o menor. Desceu as escadas vendo o híbrido ainda no sofá com uma cara confusa, sentou-se ao lado dele e inclinou a cabeça, deixando-a cair no ombro ao lado.

 

- Nem me pergunte o que ele veio fazer aqui. - Jimin nada disse.

 

- Hey! - Duas cabeças se direcionaram para o Hyung que descia as escadas indo de encontro com eles. - Hoje é a maratona de filmes! C' esqueceram?

 

- TaeHyung veio na chuva para a maratona ou para cuidar de Jimin? - Indagou Jimin manhoso.

 

- O Hyung não se importa com o Jimin, só o Kookie. - Mentiu Jungkook rindo, foi questão de segundos para Jimin começar a chorar feito criança. - Oh Baby venha aqui. - Jimin sentou no colo de Jungkook que caiu na gargalhada colocando os braços na cintura do mesmo enquanto Tae ficou emburrado no sofá ao lado.

 

- Isso não é verdade Jimin! Kook deixa de ser mal!

 

- Jimin quer ficar com Kookie... - O híbrido agarrou o suéter de seu dono ainda chorando. Tudo o que Jungkook fazia era rir.

 

- Coloca o filme Tae. - "Ordenou" Jeon recuperando a postura.

 

- Eu não vou colocar enquanto você não falar a verdade pro Jimin!

 

- Ok, Jimin entrelaça as pernas na minha cintura como eu te ensinei antes. -Jimin parou de chorar ainda acompanhado de algumas fungadas fez o que o dono pediu. Jeon foi até a tv, colocou um filme de terror e voltou para o assento.

 

- Pera... " Como eu te ensinei? " JEON!

 

Tae notou o que Jungkook disse depois de alguns minutos arrancando pequenas risadas dele e fez Jimin ficar vermelho. O filme passou normalmente, Jimin dormiu quase metade do filme ainda daquele jeito, enquanto Tae devorava um balde de pipocas sendo ele mesmo. Quando o filme acabou Jimin tinha o rosto sereno, os olhos fechados e os braços no pescoço do dono.

 

- Não é eu reclamando de passar o dia com ele, mas por que você não o coloca  naquela escola de híbridos?

 

- Eu não confiaria, sem contar com o fato de que eles ensinam os híbridos a serem empregados e o Jimin não nasceu pra isso. Ele tentou fritar um ovo e o resultado foi uma cozinha suja/cheia de louça suja/ele todo sujo! - Tae riu. - Isso é porque você o mima desde pequeno! - Tae fez um bico adorável o qual Jungkook beijou com outro bico deixando o mesmo vermelho e sem jeito enquanto ria. -Idiota!- Deu um soco fraco no ombro de Jeon que não se mexeu.

 

- Hyung dorme aqui hoje... - Pediu se aproximando para mais um beijo, mas no fim foi só um selinho.

 

- Não dá Kookie amanhã cedo temos trabalho. Mas voltando ao assunto da escola...! - Começou a cutucar o ombro do moreno que soltou Jimin e colocou o dedos nas têmporas massageando o local.

 

- Af Tae, certo eu vejo isso amanhã.

 

- Mas amanhã tem faculdade e você também tem que me ajudar no trabalho de manhã. - Começou a apertar. - Para com isso ou você vai prender o sangue!

 

- Quê?

 

- Deixa. Então?

 

- TÁ BOM! Você faz a droga da matrícula com ele enquanto estou na faculdade! Mas eu não quero chegar em casa e ver...

 

- Qual é Kookie! Já está na hora de Jimin aprender a ajudar em alguma coisa não? E não xinga na frente dele! - Deu um forte tapa, recebendo uma carranca.

 

- O que foi...? - Sem perceber o tom de voz que estavam usando, eles o acordaram. Ele coçou os olhinhos e vendo Kookie deixou um beijinho na boca do moreno. - Bom dia Kookie...

 

- Ei! Eu estou aqui! - Indagou Hyung.

 

- Ah você ainda está aqui...? - Tae colocou uma das mãos no peito fingindo ter sido atingido.

 

- Respeite seu Hyung Jimin! - Reclamou Jungkook fazendo o híbrido se encolher. Virou para Tae e repetiu o ato.

 

- Bom dia Tae...

 

- Não é dia Baby, venha vamos dormir, já está tarde.Apertou a cintura do menor se levantando. Tae foi embora logo depois dizendo que estava todo cágado de medo e que se demorasse mais não conseguiria dormir, portanto se despediu e foi embora. Kook fechou as portas e levou Jimin até o quarto, o deitou na cama, já sentindo as unhas do mesmo apertarem seu abdômen quando se deitou ao seu lado.

 

- Aí Jimin! - O híbrido não se importou e deu um leve selar no dono, isso era normal, desde pequenos que desfrutam de tal contato e Tae não se importava contanto que ganhasse também. - Vai com calma.

 

- O Kookie foi malvado com Jimin!

 

- O que Kook fez?

 

- Escolheu um filme que Jimin não gosta!

 

E o apertou mais, Jungkook já previa que isso iria ficar roxo e que seu namorado vai mata-lo no dia seguinte, Tae diz que não se importa com Beijos e carícias, mas nada de mãos bobas ou relações sexuais, caso contrário iria terminar e pegar a guarda do bichinho,  nunca se sabe né? Jimin além de fofo é atraente e isto ninguém pode negar. Jungkook já estava pensando o que diria amanhã.

 

- Perdoa o Hyung sim? - Observou Jimin e lhe deu um selar.

 

- Só se o Hyung disser o que o Tae queria que Kookie explicasse pro Jimin... - Kook sorriu e segurou a face de Jimin com ambas mãos fazendo-lhe carinho e depositando outros selares em seus lábios.

 

- Ele queria... - Mais um selinho. - Que o Hyung. - E mais um fazendo Jimin sorrir e seus olhos desaparecerem com o ato. - Dissesse que. - Roubou outro. - O TaeHyung.

 

- Não! Fala de uma vez! - Repreendeu-oAntes que lhe desse outro, porém isso não adiantou muito pois ele o fez mesmo assim. - Yah! - A reação do híbrido fez leves risadas saírem dos lábios de Kook.

 

- TaeHyung Gosta muito de você, veio para ver o filme e ficar com você, mas o Jimin ficou fazendo birra e não falou com o Hyung direito.

 

- E por que o Kookie não disse antes? - Perguntou já com os olhinhos marejados.

 

- Shh. - Jungkook beijou seus lábios. - Kookie quer Jimin só para ele ok...?

 

- Kookie quer Jimin só para Kookie? - Jeon teve que rir da inocência do híbrido. - Jimin disse algo engraçado?

 

- Não amor, não. Mas vamos dormir sim? - Ele assentiu. - Certo... - E agarrou o híbrido,  o envolvendo com os braços mais ou menos musculosos, nada demais.

 

- Jimin é só de Kookie e Kookie é só de Jimin. Né Kookie?

 

- Sim Jimin, sou só seu e voce é só meu...  - E assim dormiram. Jungkook trabalhava pela manhã e ia para a faculdade quando saia do mesmo, agradecia todos os dias a Tae por ficar com seu bichinho, as vezes Tae fazia algumas caretas quando estava com ele e não entendia o porquê daquilo. Já o híbrido adorava ficar com Tae pois ele sempre lhes dava carinho nas orelhas e brincava seja do que for com ele quando o dono não estava.

 

Os primeiros raios de sol invadiram o quarto de Jeon que abriu os olhos vendo Jimin abraçado a si. Soltou-se devagar para não acorda-lo e se dirigiu ao banheiro tomando um banho quente e relaxante, saiu com uma toalha na cintura indo para o closet e vestindo o uniforme de trabalho, desceu e fez café para ambos : Uma xícara de café para si, uma de leite paraO gatinho adormecido e dois pães com ovo para ele

( Não me julgue, julgue o pão com ovo por ser a combinação mais divina do mundo. ).

 

Logo viu o gatinho engatilhando para sua cadeira com uma blusa branca social que foram suas vestes desde que dormiu ontem e uma boxer preta, seus cabelos estavam totalmente bagunçados e seus olhos não focavam em nada, mesmo se quisesse. Espreguiçou-se abrindo a boca e bocejando em seguida.

 

- Bom dia Kookie... - Cobriu a boca com a longa manga da camisa fazendo uma cara fofa.

 

- Bom dia Jiminie... - Terminou seu café e lavou a louça, depois colocou para secar. Estava terminando de lavar as mãos quando sentiu um corpo pequeno se encostar ao seu. - Gato carente... - Disse sorridente.

 

- Kookie precisa ir...? - Assentiu. - Jimin quer que Kookie fique e faça carinho... - Colocou mais força no abraço que Jungkook facilmente conseguiu se soltar virando para o mais baixo.

 

- Quando eu voltar vou estar com um presente para você e vou te dar muito carinho o que acha? - Agachou-se ficando de sua altura.

 

- Jiminie quer mais uma coisa.

 

- Hum?

 

- Um beijo. - Kook sorriu e deu um breve Beijo no bichano. - Yah! Não é assim!

 

- Como então? - Sua feição era de pura confusão.

 

- Como o Kookie da no tio TaeHyung... - Passou os braços pelo pescoço de Jungkook.

 

- Vo-você viu a gente se beijando? - Assentiu. - Quando?

 

- O tio TaeHyung, puxou o Kookie pra' cozinha e vocês se beijaram,acho que foi à três dias. Jimin viu e ficou com vontade... Jeon tentou se soltar mas era tarde demais, Jimin tomou seus lábios e tentou reproduzir a cena, porém seu plano falhou e deu num beijo horrível e desengonçado. Jungkook já não aguentando e querendo se livrar, envolveu a cintura de Jimin com um dos braços e o beijou normalmente como uma pessoa normal e não como alguém sedento por sexo como estavam naquele dia, tomando o controle do beijo. Se separou dos lábios de Jimin os vendo vermelhinhos e sorriu em seguida.

 

- Jimin gostou... Jimin gosta do sorriso de Kookie e se Kookie sorriu é porque gostou também né Kookie?

 

- Humrum. - Jimin lhe roubou um outro beijo. - Eu tenho que trabalhar Jimin.

 

- Não! - Jungkook arrumou a postura sentindo sua nuca queimar com os braços do híbrido, seus pés nem tocavam o chão. - Hyung! Eu vou cair! - Colocou as pernas na cintura de Kook o jogando contra a pia fazendo o mesmo soltar um gemido de dor. - De-desculpa o Jimin Kookie! Doeu...?

 

- Daí me paciência G-Dragon porque se tu me der forças vai ter um híbrido a menos no mundo. - Suspirou. - Jimin eu tenho que ir agora, senão vou me atrasar.

 

- T-tá o Jimin deixa... - Desceu do colo do dono mas segurou sua roupa com força. - Da só mais um no Jimin? - Revirou os olhos.

 

- O último do dia ouviu? 

 

Assentiu ansioso pela ação do mais velho. Jungkook fez uma menção para Jiminie fechar os olhos e quando ele o obedeceu apenas encostou os lábios no do gato e saiu correndo em seguida ouvindo resmungos vindo da cozinha, pegou suas na sala mas sentiu uma mão segurar sua blusa, se abaixou novamente então antes do híbrido falar algo Kook se pronunciou.

 

- Jimin o TaeHyung vai vir hoje para sair com você, escute bem o que vou dizer, tem uma lista de coisas que quero que você faça quando eu não estiver presente hoje ouviu? Primeiro : Não solte a mão de Tae em momento algum. Segundo : não fale com estranhos. Terceiro : não saia de perto do Tae. E Quarto : todas as coisas que disse antes entendeu?

 

- Jimin entendeu.

 

- O que Jimin tem que fazer?

 

- Jimin tem que obedecer a lista de coisas que o Jungkook pediu para o Jimin fazer.

 

- E quais são essas coisas? - Quando Jimin abriu a boca para falar a fechou rápido e abriu um sorriso. - Jimin?

 

- Deixa o Jimin Kookie! - Era Tae, ele deu um peteleco na cabeça de Jungkook que foi para frente com o ato e acabou tocando os lábios de Jimin. - OPA!

 

- Para com isso idiota. - Disse se afastando e dando um tapa no peitoral do mais velho. - Dê bom dia para o Tae Jiminie.

 

- Bom dia TaeHyung. - O híbrido deu um selar nos lábios do mais alto que sorriu segurando a mão de Jeon em seguida.

 

- Vamos? - Assentiu. - Tranca tudo Jimin. - Essa foi a vez do gatinho que sorriu e fez o que Tae pediu. - Bom dia amor... - O Hyung envolveu os braços no pescoço do moreno iniciando um beijo inocente e cheio de amor, pediu passagem com a língua que foi interrompida pelo outro separando na hora. Tae o olhou bravo e com um bico nos lábios o qual foi beijado por Jungkook e um sorriso.

 

- Vamos nos atrasar, melhor irmos sim?- Certo!

 

Começaram a caminhar para o trabalho que não era Tão longe, na verdade é só a seis quadras dali, conversaram entre si algumas vezes, dentre estas conversas saiu aquelas tão famosas " mãos bobas ". Quando chegaram perceberam que o restaurante estava cheio, sim trabalhavam de garçons e foi nesta lanchonete que se conheceram. Jeon não pode conter um pesado suspiro quando entrou para deixar seus materiais escolares e colocar a gravata. Saiu e se pôs a atender as mesas.

 

Já eram três da tarde e o turno de Tae acabou, ele já teria ido na casa de Jungkook para pegar Jimin ( que de fato estava bem vestido. ) e saíram juntos diretamente para a escola, pegaram um ônibus e depois de quatro paradas no centro de Seul, desceram e deram de cara com a escola.

 

Jimin ficou boquiaberta pois o prédio era enorme, tinha algumas salas que possuíam janelas de vidro e outras nem janelas tinham, aquele lugar tinha em média três andares, alguns se usavam escadas e outras elevador, na entrada vira um enorme jardim no qual tinha híbridos aproveitando o sol e outros tirando um cochilo no colo de um amigo ao lado.

 

- Jiminie acorda! - Tae estalou os dedos duas vezes nos olhos de Jimin. - Temos que fazer sua matrícula rápido!

 

Ele Assentiu e os dois entraram, Jimin ficou babando por toda a escola e sim eles estavam de mãos dadas como Jeon mandou, mas Jimin pediu para ficar do lado de fora esperando a conversa de "adultos" acabarem já que Tae tinha 27 e a diretora 30.

 

- Você é o novo estudante? - Perguntou um garoto de cabelos pretos, alto e musculoso.Jimin teve que levantar os olhos para observar o enorme híbrido à sua frente.

 

- Ah Jimin ainda não sabe...

 

- QUE FOFO! ELE FALA NA TERCEIRA PESSOA! - O estranho se virou para um grupo de meninos e meninas que estavam atrás de si. - GENTE ALÉM DE FOFO FISICAMENTE ELE É FOFO NA FALA! - De repente várias pessoas cercavam Jimin que ficou corado com o contato sem entender nada.

 

- Jimin va- Tae se interrompeu quando viu a situação em que Jimin se encontrava. - Hey! Já fez amigos!?

 

- H-hyung! - O híbrido menor correu e se agarrou ao segundo "dono". - O kookie disse para Jimin não falar com ninguém! Mas o Jimin falou! - Ele olhou para Tae com os olhinhos cheios de lágrimas. - Jiminie vai ser punido? - Tae riu.

 

- ATAQUE DE FOFURA NÍVEL 1000%! - Gritou o grupo que achou Jimin o híbrido mais lindo/maravilhoso/divino/fofo do mundo.

 

- Não se o Kookie não souber. - Se abaixou ficando da mesma altura. - Vai ser o nosso segredinho...                                                                                                                                                                                                                              Voltaram para casa em silêncio, o híbrido não se sentia bem, era seu primeiro segredo, como esconderia isto de seu dono cimento? Como não iria contar sobre as pessoas que o acharam incrível? Mas aguentaria tudo isso em silêncio, pois foi um pedido de seu segundo " Dono " E sabia que Kook iria arrancar sua cauda... E Jimin gostava muito de sua cauda...


Notas Finais


Até >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...