História A escola Secreta - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Colegial, Drama, Romance, Yaoi, Yuri
Exibições 10
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Super Sentai, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Mais um capitulo quentinho.

O que será que a Andreza vai fazer?

Só lendo pra ver

bjos

Capítulo 5 - O encontro


Fanfic / Fanfiction A escola Secreta - Capítulo 5 - O encontro

 

 

Victor Hugo on

Tirei a minha mão de cima da dela e por um encanto ficou normal, a Andreza vendo isso se encheu de raiva e gritou:

 - Ela é uma Aquala, não se você sabe (Grita e me encara o tipo da pessoa)

- você é muito ciumenta, chata, ignorante, calculista mas eu não sai gritando(E eu estava gritando agora!).

Maria Vitória on

Interrompo a discussão bem de boas, olho pra Andreza (Bom só de olhar pra Andreza me dá muito medo, imagina a seguinte cena clichê - adolescente o casal está brigando e do nada vem uma pessoa que está sendo o pivô da briga e diz):

- Bom deixa eu me apresentar;

  Meu nome é Maria Vitória Fagundes, sou do Brasil, mas vim com os meus pais pra Rússia pra mudar ou aumentar a nossa renda familiar.

- Chataaa (Rivirá os olhos)

- Continuando fui infectada tomando banho mais os sintomas só apareceram depois de 3 dias, fizeram uma analise e descobriram que eu era Aquala porque eu já não me alimentava mais de comidas sólidas mais só de água. Separaram-me da minha família e me jogaram na Escola Aquala fiz um teste e me tornei líder e agora estou aqui.

Andreza On

Que fofo, quase chorei com a sua história emocionante!

Mas eu e agora meu marido infelizmente vamos ter que ir vem Victor

Victor vem.

Eu não queria perceber mais o olhar dele pra ela era gritante.

Não sou ciumenta mais de todos os foquarianos ele é o mais bonito, eu quero ele mesmo que eu mate alguém.

Como sou uma pessoa elegante dei meia-volta e fui pro carro que estava nos esperando.

Victor Hugo On

Ouvi a Andreza mi chamar, mais eu estava paralizado com a sua doçura, porque lá na escola só tem pessoas com poder quente mais coração frio.

- Victor vem (Me olha incrédula)

Por que a gente se arrepende depois que faz o erro.

O ser humano não se contenta com absolutamente nada exemplo: Se está frio ta frio demais se está quente, está quente demais, se chove quer sol e se tem sol quer chuva.

Percebo agora que mesmo mudando o meu jentinho de ser, eu vou ser o mesmo. Nada muda em mim.

O poder de ser um foquala é uma benção, mais também é uma maldição.

Paro de pensar quando aquela linda e doce voz fala rindo:

- Você vai ficar assim por muito tempo a Andreza já foi (Ela fala sorrindo e chegando perto de mim).

Eu já estou indo também prazer em te conhecer.

- O prazer é todo meu e obrigada por mi ajudar no lance da mão (Ela fala meio tímida e olha pro chão)

Eu não pude me conter e dei um beijo na bochecha dela e saiu correndo (Nossa sou criança agora kkk)

Entro no carro e percebo que ela não expressa nenhuma expressão (# Só não me mata com essa cara de morta)

Quando chegamos no colégio percebo que ela não fala com ninguém e sob para o quarto. Eu subo também mais a porta do quarto já estava fechada bato três vezes e nada Andreza quando falo isso ela abre a porta em uma fração de se3gundo e fala: - O que foi olho para o quarto parece normal percorro o olho na cama que está cheia de sangue e falo apontando para cama e toco no braço dela e que está cheio de sangue e ela grita – aí (E caí uma lagrima de sangue no chão e fala em meio - soluços):

Em outra vida podia-mos ser felizes mais eu não sinto amor por ti e você também. Né?

- Sim (Falo olhando pro chão, porque quando uma mulher pede pra você concordar é porque a situação está difícil)

Ela retruca falando:

- Eu tenho um sentimento por ti de ódio misturado com ciúmes e um pouco de

Paixão, (Tira uma pequena faca do bolso e me alcança)

- Você estava se cortando (Olho incrédulo)

-Sim, (Olha rindo olhando para o vazio do quarto)

- Por que não me chamou? (Beijo ela)

- Porque você estava pensando nela (Fala irritada)

Percebo que a situação está critica e me aproximo do ouvido dela e falo – mas você sabe que eu sinto prazer na dor principalmente na minha dor (Olho pra ela rindo)

Ela pega a faca das minhas mãos e me olha e tira a minha blusa e diz:

- você que sentir dor (Ela fala impurrando - me pra cama e tirando a blusa dela e o sutiã)

- Sempre com você (Falo mordendo a língua com as minhas pressas a minha boca começa a sangrar)

Ela pega a faca e começa a cortar bem de vagar a minha bochecha, por incrível que pareça sinto prazer nisso por causa do poder.

Maria Vitória On

Bate o sinal pra jantar e eu ainda não terminei de fazer o tema da escola que legal!

O João bate na porta e diz:

- Fazendo tema nessa hora que vergonha moçinha (Fala vindo na minha direção e me dando um beijo)

- Vem vamos jantar (Saindo quase do quarto)

- Já vou amor (Falo olhando para a lua cheia que queria me dizer alguma coisa)

Descendo as escadas vejo a Mariana Lippert uma pessoa a busca de carinho que tenta se esconder atrás de uma imagem fria e grossa, e é bom deixar bem claro que ela ficou mordida porque eu consegui ficar com o 1º Lugar em Aquala.

- Você sabe que ela nunca vai ser uma rainha para Aquala, porque ela é muito fraca hoje deu pra ver ela não conseguiu se defender de um ataque porque não estava esperando. ELA É FRACA E EU SOU FORTE.

Escuto mais fico calada, passo pelo corredor e vejo as pessoas falando de mim e a minha atitude para com evento. Abro a porta e saiu correndo quando vejo a fronteira avisando que dali não era mais o meu reino.

Do nada tropeço e caiu no chão olho para os lados e não vejo ninguém percebo que estou na floresta que divide os dois reinos em constantes conflitos. Me sento no lado de uma árvore e começo a chorar.

- Quando escudo uma voz dizendo:
              Quebrou - se o som de sua voz

Vai lutando contra o vento

Já não perca tempo

Não tenho que ser o que querem ver

Mas em minhas ações está a resposta

E isso te incomoda

Porque tudo de mim faz quebrar sua consciência

Tudo de você me fez perder a inocência

Atire em mim, não duvide mais,

Desta vez você não pode comigo

De tanto falar já não me lembro o que pensa

De criticar hoje se alimenta sua ausência

Girando no ar está sua vida dando voltas

Chega de falar e falar

Pare de mentir e magoar

Se tudo volta como um boomerang

Fala de mim para escapar

Atirando-me, você pode me ferir

Mas não se sentira melhor com isso

Eu estou aqui e sempre vou voltar

Olho para a escuridão da floresta e vejo um vulto que me olhava com os olhos vermelhos 

CONTINUA....

   


Notas Finais


Obrigada por ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...