História A Escolha - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Lemon, Namjin, Vhope, Yaoi, Yoonseok
Exibições 52
Palavras 4.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi galeraaaa do meu coração.
SIM eu estou postando mais cedo, vai chover granizo senhooooooo.
Espero que gostem desse capítulo, eu fiz com carinho( como todos que eu faço).
Beijão
Boa leitura...

Capítulo 10 - Ta dificiul saber o que é certo e o que é errado.


Ele estava tenso,dava pra perceber em sua voz.E também estava com medo....o que será que aquela praga fez meu deus.

- O que tem o hope?

- Ele se meteu em confusão hyung, está aqui arranjando briga com um cara e não sei o que fazer. -Ele suspirou cansado, eu sabia que depois que eu desligase ele iria chora descontroladamente.Por mais que ele diga que não sente nada pelo hoseok, ele ainda se importa e muito.Não era a primeira vez que hope tinha se metido em confusão quando estava bêbado e também não era a primeira vez que Taehyung chorava por causa disso.- Só tente chegar o mais rápido possivel.Eu sei que é meio longe, mas corra hyung.

- Ok ja estou indo pra ai. Fique de olho nele.

- Tabom....

Foram suas palavras antes de desligar. Eu estava muito preocupado, eu sabia que hope iria fazer alguma merda hoje,mas a voz do Tae era muito séria como se ele tivesse feito algo muito grave.
Levantei de minha cama e fui correndo no quarda-roupa pegar algo para vestir e logo em seguida fui dessendo as escadas.Já eram meia noite e meia.

- Aonde você pensa que vai a essa hora garoto?- A sério que minha mãe ainda está acordada.Ai meu pau

- Mãe é uma emergência, na hora em que eu chegar eu te explico.

- O que?Que emergência? Jimin volta pra cá. JIMIN

Ela nem terminou de falar e eu ja tinha ido embora. Sabia que ia levar um puta esporão dela a hora que chegase,mas não tava nem ai agora.

Enquanto caminhava, pensei em algo muito importante....se eu fosse pra la sozinho eu ia ter que enfrentar o cara sozinho.E se o cara for uma marmanjo todo bombado? Eu ia apanhar pra caralho.Então resolvi pedir ajuda, mas a única pessoa que pensei era em Jungkook. Meti o foda-se e liguei pra ele.

- Alô Kookie?

- Jimin, o que foi? Já são meia noite e quarenta, estava dormindo.

- Desculpa te acorda, é que é uma emergência.

- O que ouve?

- Não da explica por telefone, mas preciso que você me encontre agora.

- Ok, mas aonde você está?

- Estou na lanchonete perto da escola.-Estou surpreso como consegui chegar la tão rápido.

- Tabom, me espere ai que ja estou indo.

Desliguei a ligação.

Eu sabia que não era pra mim ficar aqui enrolando, só que eu ia precisar de ajuda e não tinha outra opção. Tentei me destrair olhando para as estrelas e tentando fingindo por alguns segundos que nada disso estava acontecendo. Mas, não adiatava eu ainda estava muito preocupado e curioso.

Para minha felicidade, olhei para o meu lado esquerdo e vi Jungkook se aproximando.

  - Vamos rápido, temos que ir até o Vex no caminho eu explico.- Fui falando com ele enquanto caminhava para frente.

Expliquei para ele o que estava havendo e ele entendeu tudo. E disse que eu tinha a razão de ter chamado ele para ir junto. Pois ele não queria que ninguém me machuca-se e ainda disse brincando que o único que podia bater em mim era ele. O que ele quis dizer com isso? Mais que dongsaeng atrevido. Rimos juntos naquele momento, foi bom aqueles minutos de brincadeira.Parece que tudo ao lado de Jungkook se tornava especial, não sabia explicar direito.

Finalmente chegamos ao Vex que estava uma bagunça( mais do que a normal), tinha muitas pessoas brigando e outras observando.Fiquei surpreso por a Polícia não ter chegado ainda e colocado todo mundo pra correr. O Vex podia ser um lugar isolado, mas quando havia uma confusão como essa a Polícia chegava e metia o loko em geral.
Olhei com olhos de águia para tentar achar Taehyung em algum lugar ou hoseok.
Avistei um monte de gente perto da pista de dança em rodinha. Olhei bem atentamente e vi Taehyung ali. Sai correndo com Jungkook logo atrás de mim.

- Você viu eles?

- Sim os vi, vem rápido!!!

Quando chegamos la eu vi a visão do inferno. Hoseok estava muito machucado e com suas roupas rasgadas e ainda cambaleando. O homem que o batia não tinha nenhum arranhão. E mesmo todo fodido ele ainda tentava bater no cara. Como a minha teoria estava certa, o cara era forte e se eu viese sozinho eu ia tomar muito no cu.Taehyung quando me viu, correu desesperadamente para minha direção chorando.

- Hyung pelo amor de Deus tira ele dali.-Ele disse implorando e em prantos.
Olhei para Kookie que estava no mesmo estado que eu e fiz um sinal que dizia para ele ficar com o cara que eu pegava o hoseok. Ele acentiu com a cabeça e saiu correndo até o cara.E eu saí em disparada e segurei hoseok firme e não o soltei.Quando ele me viu faze aquilo começou a se debater querendo sair.

- Hyung por favor para de se debater chega de briga ja deu olha o seu estado.

- Saia daqui Jimin ninguém pediu sua ajuda deixa eu quebrar a cara desse troxa ai que tentou pegar meu homem.-Disse todo tonto.Agora algumas coisas estavam se encaixando, hope podia ter feito essa merda toda só por causa do Taehyung? Aish sério.
Do outro lado havia Kookie tentando segurar o cara ao máximo e falando com ele para tenta acalma-lo.Ele dizia para o homem pra para de brigar pois hope estava bêbado e carente.O cara no começou não deu ouvidos, mas depois de um tempo resolveu desistir.
Eu tirei hope, afastei ele daquele lugar para que não fize-se mais merda do que ja fez e Kookie ficou com Taehyung depois que o cara foi embora.

- Hyung porque fez isso? Porque puxou briga com aquele cara?-Disse sentando ele em uma bancadinha.

- Porque? Porque ele estava dando em cima do meu homem.Aquele filho da puta.-Falou todo tonto.

- Que homem?

- Puta que pariu Jimin, que você é meio lerdo eu ja sabia só que isso é meio de mais.

A fala sério.

- Se ta falando do Taehyung?

- Não papai Noel seu imbecil.
Revirei os olhos, eu tinha até esquecido que quando ele bebe fica insuportável, parecia um velho ranzinza.Me lembrei de que algumas horas atrás o Namjoom disse que iria ficar aqui com ele, então...aonde ele está?

- Hope aonde é que está o Namjoon?

- Ele foi embora, eu pedi pra ele ir embora.

- Porque fez isso?

- Porque eu quis não sou criança pra ficar com babá. Ele queria fica mais eu não deixei. 

Ai meu deus do céu eu não tô com paciência agora. Eu não ia aguentar ficar muito tempo perto dele por mais que seja meu amigo não tenho muita paciência quando ele está bêbado.E eu estava muito puto com ele por ter expulsado Namjoon e comigo por ter deixado eles aqui sozinhos.
Então vi Jungkook se aproximando.

- Jimin , Taehyung precisa de você.

- Não posso ir agora, estou aqui o hope.-Ele sorriu.
- Pode ir eu fico em ele.

- Tem certeza? Quando fica bêbado.....Hope costuma ser insuportável e ranzinza.

- Nao se preocupa eu levo ele pra casa e cuido dele se precisar.

- Ok mas, você sabe aonde ele mora?

- Sim, antes de vir até você perguntei para Taehyung e ele me disse.Agora vai, Tae está precisando de você.

- Ok. A e Jungkook...

- Hm?

- Obrigado por ter me ajudado.-Sorri pra ele envergonhado e ele fez o mesmo.
E então, sai de perto e fui na direção de Taehyung que estava um pouco mais calmo.

- Você está bem?-Perguntei na inocencia, mas sabia que não estava bem.
- Não.

- Quer desabafar? E aproveita e me conta o que aconteceu.

- Quero, então aconteceu o seguinte....
- Não, para.-Intorrompi ele antes de falar.Lá estava um barulho do caralho.Provavelmente não ia entende nada.

- O que foi?

- Vamos sair daqui primeiro.

- Porque?

- Porque eu acho que esse lugar não é o melhor pra falar de sentimentos e outras coisas sentimentais.-Obvio.

- Tabom, então vamos pra minha casa.

- Ok
Peguei em sua mão e fui me afastando da multidão.Ele deu "tchau" para sua amigas e me seguiu.Fiquei olhando pros lados a procura de Jungkook, só que ele não estava mais la aonde tinha deixado com hope.Devem ter indo para casa dele.
Como ele era fofo, ele sacrificou seu tempo e paciência pra me ajudar com essa confusão, isso não é qualquer pessoa que faz. Por um tempo dei um sorriso de leve, Taehyung percebeu o que eu fiz e ficou sem entender o porque eu estava sorrindo com toda essa treta.
Ja estávamos na saída do Vex, percebi que quando saímos de la ele tinha ficado bem mais calmo que antes.Também, aquele lugar pesava mais que qualquer coisa, você só se sente confortável la quando está bêbado ou quando está fodase pra tudo e só quer curtir, ai sim o Vex é um lugar bom.
Fomos caminhando pra longe, quanto mais rápido saímos de la, mais rápido eu fico sabendo do porque dessa merda toda.
Caminhávamos em silêncio.Eu não estava afim de falar em nem ele, isso era bom. Era tudo do que eu precisava naquele momento, paz e silêncio mesmo que fosse só por alguns segundos.










Estávamos perto de nossas casas e então resolvi ir na casa de Taehyung primeiro.Depois eu me explico com minha Omma, ela vai entender.
Caminhamos até sua porta, Taehyung tirou a chave do seu bolso e abriu a porta.Fiquei surpreso por ele estar sozinho em casa, raramente a mãe dele sai e fica muito tempo sem voltar ou nem volta.

  - Onde está sua mãe Tae?

  - Ela está com meu Appa, eles estão em uma noite romântica,é que hoje é niver do casamento deles. Fofo não é?- Ele sorriu, eu sabia que era um sorriso um tanto forçado, mas tinha certeza que ele estava feliz pelo seus pais.Entramos em sua casa e ja fomos direto pro seu quarto.
  Chegando la eu sentei em sua cama e cruzei as pernas e me apoiei em meu braços parecendo uma criança ansiosa pro pai ou a mãe lhe conta uma história de conto de fadas. Logo em seguida, Taehyung sentou com a cabeça baixa,levantou sua cabeça e começou a falar.

  - Eu estava na minha dançando e me divertindo, eu ja tinha percebido a presença de hope ali só não dei muita importância. Ele estava bêbado e ridiculamente estranho. Do nada chegou aquele cara que nem eu sei quem é e entrou na pista de dança, eu via que o cara estava me sencando. As meninas disseram que ele tinha uma faminha boa por lá, só que não da pra confia naquelas rapariga- Sorri com o seu comentario-Eu não estava ligando muito, porque tava querendo só dança sem compromisso.E também vi que hope não parava de me olhar, um segundo se quer.Aquele cara começou a se aproxima de mim, e ficava me olhando e sorrindo.Eu estava ficando um pouco assustado com aquilo, então resolvi parar de dançar e sentar em algum lugar próximo.O tal cara, vendo minha ação saiu atrás de mim e sentou no meu lado.Ele começou a conversar comigo,mas eu nem dava bola. Até que ele me agarrou... eu consegui me solta, só que quando vi, hope ja estava la falando pro cara me deixa em paz.Ele logo se afastou, mas hope começou a provoca-lo querendo briga. Ele ficava incomodado o cara pra ele brigar, e eu gritando pra ele para com isso que o cara ja estava indo embora......e foi ai que começou Hyung, ele começou a apanha, apanha e apanha, eu tentei fazer de tudo pra ajuda só que não consegui. Até que liguei pra você.-Taehyung colocou a mãos em seu rosto e suspirou. Eu fiquei calado, não sabia o que falava.Toda essa confusão pro ciúmes? É isso mesmo produção? Sério que hope fez essa porra toda por fuck CIÚMES. Eu não sabia que lado eu estava, porque por um lado, hope estava certo de ter "defendido" Taehyung, só que do outro ele foi um otário de querer puxar briga com um cara mais velho e mais forte que ele. 

  - Olha Taehyung isso foi até que uma coisa " Boa" a ação que ele fez.Ele tentou de defender daquele marmanjo.

  - Eu sei, eu sei.Mas, não bastava ele ter só falado pro cara sair e ficado quieto, tinha que cria esse furduncio todo por ciúmes? Afinal eu sei muito bem me cuidar, não sou criança.-Olhei-o com deboche e ele entendeu  o recado- Tabom, em alguns casos eu sou, só que nesse assunto não.

  - Eu sei que você ja grandinho e sabe se defender. Só que até eu se tivesse no lugar do Hope faria a mesma coisa. O cara era um marmanjo, imagina se você tivesse sozinho na rua, e o hope não estivese la pra te ajudar.Você iria se dar mal meu caro amigo.

  - A eu sei, mas eu tô me sentido culpado por ele ter se sacrificado por mim, e ele ainda ficou falando que eu era o homem dele. Ai Hyung......- Ele começou a chora.
Abraçei ele e dei meu ombro pra ele chora( sou um ótimo amigo).

  - Calma, ele fez isso por que gosta muito de você. Ele queria te defender, só que ele fez isso na hora errado e no estado errado.-Tae tirou sua cabeça do meu ombro e levantou.

  - Mesmo assim Hyung, mesmo ele ter feito isso por mim eu não irei ficar com ele. ~ Ai meu deus do céu mano~
  - Porque Taehyung?
  - Eu ainda não estou com a certeza de nada disso,eu ainda estou machucado Hyung tente entender isso não é fácil. Você nunca gosto de alguém profundamente. Ele me fez sofrer muito e hoje me fez sofrer mais.
  - Vocês se gostam cacete isso não basta?- Ele respirou fundo.Sabia que se continua-se a discutir com ele iria pirar.

  - Como eu havia falando senhor Park Jimin, não tão fácil quanto parece.- Ele me olhou com olhar de víbora e eu entendi que o assunto estava encerrado.





Agora o clima estava menos tenso, Tae estava deitado no meu colo e eu fazendo cafuné em seus cabelos castanhos escuros. Ficamos conversando até que ele adormeceu. Arrumei-o na cama e sai do quarto fechando a porta lentamente.
Eu estava pronto pra ir pra casa e escutar alguns sermos da minha mãe até que meu celular começou a tocar. Imaginei que fosse minha mãe me ligando e nem vi o número.

  - Alô Omma, ja estou indo pra casa.

  - Jimin, aqui é o Kookie.
  ~ puta merda, tomara que sejam notícias boas.~
  - A olá Kookie, desculpa achei que fosse minha mãe.

  - Não tudo bem.

  - E então como esta o hope?- Ele ficou em silêncio por alguns segundos.

  - Então.....é.....como eu posso falar....Hoseok sumiu.- Não acredito no que meus ouvidos acabaram de escutar.

  - O QUE????-Soltei um grito alto.Tapei minha boca depois de ter feito isso.- Perai rapidinho.- Disse para Kookie.
Fiquei com medo de ter acordado Taehyung  com esse grito extremo. Não queria de jeito nenhum que ele acorda-se e muito menos que ele soubesse que hope sumiu. Foi até seu quarto e abri a porta lentamente. Graças aos céus, Taehyung tinha seu sono pesado e nem se mexeu em sua cama. Suspirei aliviado e foi para a sala novamente.

  - Como assim hope sumiu Kookie?

  - A eu não sei, eu tava cuidando dele normal. Dei banho nele e tals só que eu fui pegar uma caixa de remédios no banheiro e deixei-o no quarto, quando voutei ele não estava mais la.
  - Ai meu deus do céu, fica ai na casa dele que ja to indo.

  - Tabom.

Desliguei o telefone e sai da casa de Taehyung. Eu tava ficando irritado, era um negócio de vai de vem que olha não sei como minhas perna aguentaram ou vão aguenta. Agora mesmo que eu estava preocupado, hope não estava muito sobriu.
Então lá vamos nós de novo, anda por essa cidade.






Chegei na casa de hope como um raio. Entrei e vi Kookie la sentado no sofá.
  - Ta agora me conta certo o que aconteceu.
  - Bom, a gente saiu do Vex e viemos pra cá. Eu cheguei e fiquei conversando com ele ja que ele estava muito alterado. E ele me disse que queria tomar um banho e relaxa ou até pensar um pouco na vida. E então ajudei ele, só que na hora que terminou e eu fui curar seus machucados ele tinha sumido.
  - Ai Jesus aonde esse cara pode estar.- Bufei cansado e coloquei minhas mãos no meu rosto. Eu estava farto dessas merdas. Só que não podia deixar hope na mão.- Só me responde uma coisa, ele estava bêbado, sobriu ou razoável?
  - A ele estava razoável.
  - Ótimo, agora vamos procurar ele.
Saímos da casa dele e ficamos parados.Eu estava pensando.
  - Ok vamos procura-lo, mas onde?
  - Eu não sei, você é o melhor amigo dele deve saber pra onde ele iria.
Coloque minha mão em meu queixo e massagiei uma pouco. Lembrei do que o Kookie disse pra mim;- " Ele queria relaxa ou pensar um pouco na vida". Mas é claro, ele só pode estar em uma lugar.
  - Acho que sei aonde ele pode estar.Vem me segue.- Foi saindo em disparada para frente. Kookie saiu correndo pra me alcançar.
  - Me fala aonde ele está?

  - Tem um lugar onde eu e ele costumávamos ir pra pensar ou pra ficar de bobeira, um lugar só meu e dele, na verdade mais dele do que meu ja que ele ia para aquele lugar muitas vezes. É uma casa abandonada que fica perto daqui.Nem Tae sabe desse lugar.- Era o lugar mais provável que ele tivesse. Eu sabia que ele não iria muito longe. Afinal ele estava começando a ter uma ressaca.
Caminhávamos as passos largos e rápidos.
Até que chegamos no lugar. A casa era realmente abandonada;ela é praticamente aberta, não tinham muitos lugares fechados e as janelas eram todas quebradas. As únicas partes que estavam quase inteiras eram atrás da casa. E também ela quantia dois andares. Eu e hope geralmente ficávamos no segundo andar la no fundo. Ficávamos sentados em uma janela olhando a paisagem e conversando. Não sei dizer mais eu e ele temos sisma pra lugares altos, não sei mas eles te ajudam a pensar.
  - Vem vamos entrar pra ver se ele está lá.
  - Quando você disse que o lugar era abandonado não tava bricando mesmo em.-Demos risada juntos e começamos a subir.Por sorte, aquele lugar ainda tinha suas escadas então não era dificiul de chegar ao segundo andar. Chegamos la e encontramos o que eu ja imaginava, a figura de hope sentada na janela olhando pra fora.

  - Demoram mais chegaram não é meninas.- Ele disse ainda olhando pra fora.
  - Sabia que viriamos?-Disse caminhando até ele com Kookie me seguindo.
  - É claro, mal se conhecendo e ja estão grudadinhos. Agora temos o novo casal.-Hope deu uma risada sarcástica.
  - Cala-boca Hope - Eu e Kookie dissemos em uniso e envergonhados.
  - Até falam ao mesmo tempo que fofo.-Disse fazendo aegyo e com uma voz fina.
 
-Pelo visto parece que não está mais bêbado.
  - Sim não estou mais, depois que sai do Vex e voltei para casa, me senti melhor.
  -   E você se lembra de tudo.-Disse olhando para ele.Hope mudou completamente seu humor de brincalhão para um cara sério e desepcionado com sigo mesmo.
  - Sim eu me lembro.- Disse com firmeza.
  - E como esta se sentindo?-Kookie perguntou.
  - Um perfeito idiota.- Disse balançando a cabeça e olhando pra baixo.-Eu ainda não acredito que fiz toda aquela merda. E óbvio que ja tinha feito várias merda bêbado...Só que essa foi a que mais me atingiu, porque também atingiu a pessoa que gosto.- Ele abaixou mais a cabeça e suspirou. Ele estava muito mal, eu ja tinha visto hope sofrer por alguma pessoa só que dessa vez, é um sofrimento muito sincero.
  - Mas, sua intenção foi boa mesmo não dando muito certo.-Kookie tirou as palavras da minha boca.
  - Não dando muito certo?dando completamente errado você quer dizer. Mas, acho que eu ter apanhado não foi a pior parte.....e sim ver Taehyung chorando por minha causa.
  Eu queria melhorar aquela tensão toda, só que não tinha como. Então resolvi ficar em silêncio por enquanto. Só admirando aquela paisagem.Todos fizeram o mesmo
E ficamos assim, olhando pro nada por alguns segundos.

  - Olha Hope acho que você e o Tae devem conversar.Jungkook se manifestou.
  - Eu ja tentei Jungkook e não saio nada bem.
  - Realmente, mas vocês estavam estressados e confusos.-Eu disse
  - Então acho melhor vocês conversarem com calma pra tenta resolve essa situação de uma vez.
  - É vocês podem até ter razão.-Hope voltou a olhar pra frente só que dessa vez pras estrelas. Eu fiz o mesmo
  Ficamos novamente lá parados, até que eu resolvi dar uma olhada no meu celular e vi as horas.
  - Puta que pariu-Disse tirando a atenção de todos.Ja são quatro horas da manhã!!-Mostrando a tela do meu celular.-Tenho que ir para casa, minha Omma ja deve estar parindo tri-gemios de preocupação.-Todos riram do meu comentario.

  - Eu também ja vou to morrendo de sono.- Kookie disse bocejando.
  - Eu também, alguém aqui vai pra aula amanhã?-Hope perguntou.
  - Nem fudendo que eu vou pra aula- Kookie disse se levantando.
  - A eu também não vou não.-Disse me levantando também.

  - Que tal da gente sair amanhã a tarde ou melhor hoje a tarde.-Hope deu um riso fraco.
  - Eu topo-Kookie disse.

  - A eu também.E aproveito e falo pro Taehyung ir também ai vocês aproveitando e se entendem de uma vez porque isso ja ta me enchendo.- Hope concordou com a cabeça e Kookie riu baixo. Então saímos os três da casa abandonada
Fomos caminhando e contando piadas pra tirar aquela tensão que estava. Eu e Kookie deixamos hope em sua casa fomos embora.
Eu e Jungkook caminhávamos pelas ruas iluminadas de Seul. Conversamos e riamos, até que estávamos chegando perto do nosso ponto de separação e resolvi falar com ele e agradecer.
  - Jungkook-Ah obrigada de verdade por ter me ajudado com essa bagunça toda. Não é qualquer pessoa que faz isso, principalmente quando acaba de conhecer.
  - Não precisa agradecer Jimin, afinal somos amigos agora e é isso que amigos fazem cuidam um do outro.Ja tínhamos chegado ao ponto de separação, aonde eu iria para um lado e ele para o outro.
  - Valeu mesmo em Kookie.
  - Denada.
  Para nós despedir, Jungkook ofereceu um aperto de mão, só que eu não queria isso.Então abracei ele que ficou muito surpreso, mas retribuiu o abraço.
Demos adeus envergonhado e fomos cada um pro seu lado.

Eu estava feliz, não imaginava que aquela noite ou o que sobrou dela, iria acabar assim.

Estava chegando perto de casa. Pensei em passar na casa de Taehyung para ver se estava tudo bem, mas estava muito cansado só o que eu queria era a minha cama.
Cheguei em casa e me deparei com a presença da minha mãe.Óbvio ela ouviu eu abrindo a porta.

  - Agora posso saber o porque você me ignorou, me desobedeceu e me fez de boba em senhor Park Jimin?-Aiiiiii fudeu.Passei minha mão na minha nuca de leve. 

  - Como eu tinha dito era uma emergência mãe.
  - Que tipo de emergência?- Ela estava brava, minha mãe odeia esse tipo de coisa.

  - Eu tive que ir no Vex porque o hope tinha de metido em uma briga.-Derrepende minha mãe mudou sua expressão.

  - Briga? E ninguém te bateu não ne?
 
  - Não mãe eu to bem. Ai eu tive que fica com o Tae por que a briga envolvia ele também, só que ai o meu amigo que estava com o hope disse que ele tinha fugido aí fui eu procura ele. Só que agora ta tudo resolvido.

  - A entendi.- Eu sabia que minha mãe tava boiando, mas eu não tava afim de explica tudo agora. Tô com sono merda

  - Olha mãe amanhã eu te explico melhor, só que agora eu vou dormi porque to quebrado.

  - Ok filho Boa noite.- Ela me deu um gostoso beijo na testa e se afastou.

  - Boa noite Omma.-Disse ja subindo as escadas. Cheguei no meu quarto e a fui tirando meu tênis e minha blusa. Eu ia ter que colocar um uma calça mais leve pra dormi, então fiz isso com a menor vontade de todas. Depois que terminei finalmente me deitei em minha cama e fechei os olhos.....


Tomara que tudo de certo amanhã e que meus amigos consigam se resolver entre si.








Continua.....


Notas Finais


Então meu cores foi isso, espero muito que vocês tenham gostado.Desculpe se tiver algum erro.
Eu irei começar a tenta postar os capítulos mais cedo.
Vou deixar aqui embaixo as minhas redes sócias pra vocês, se vocês quiserem fazer alguma pergunta sobre a fic ou até mesmo sobre mim.

Amo vocês de verdade ❤❤❤


Facebook:
https://www.facebook.com/tacyla.costa.7



Twitter:
Confira Tácyla Costa (@TacylaCosta): https://twitter.com/TacylaCosta?s=09


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...