História A escolha - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!namjoon, Top!yoongi
Exibições 46
Palavras 1.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Quarto


Fanfic / Fanfiction A escolha - Capítulo 4 - Quarto

Há dois meses Yoongi começou a cogitar a ideia de que namjoon não fosse acordar, quis diversas vezes ter o poder de saber se o outro ainda lutava para sobreviver ou se havia desistido a tempos e estivesse agora implorando por sua morte iminente. 


Yoongi tinha perdido a direção de seus próprios pensamentos se esquecendo de que mesmo que tudo que mais temia fosse verdade e que o estivesse perdendo para o tempo, ainda assim não poderia deixar de lutar por aquele que amava. 


Porém tudo o que acontecia levava-o a querer desmoronar mais cedo do que o esperado, os pulmões do Kim começavam a apresentar falha sendo obrigado a respirar obrigatoriamente por meio de aparelhos. A máscara de oxigênio havia sido substituída pelo fino tubo que se estendia por sua narina. Houve então um dia em que um apagão se estendeu por toda a cidade. O hospital ficou sem luz e todos os aparelhos foram desligados instantaneamente, ligaram os geradores secundários porem naquele mesmo instante seus pulmões se encheram de água não conseguindo respirar. 


Yoongi estava no banheiro quando ouviu o monitor apitar mais rápido que o normal. Saiu apressado notando que o peito do moreno já não subia muito menos descia. Gritou tão alto que metade do hospital se assustou com o barulho estrondoso que o Min emitiu, estava tao despertado ate aquele momento que nem ligou apenas se pôs a chorar por ajuda enquanto segurava o mais novo em seus braços pedindo a deus para que não morresse .Os paramédicos entraram anunciando para que Yoongi se afastasse e mesmo que não quisesse sair dali tinha que obedecer já que naquele segundo a vida do moreno estava por um triz.


Saiu do quarto apenas observando as ações que os outros faziam. Eles andavam de um lado ao outro exaltados, algo estava errado o Min sentia isso .


"-O pulso dele esta fraco demais"


"-Ele vai ter uma parada cardíaca"


"-Droga não podemos perde-lo, ele e muito novo para morrer"


Yoongi acompanhou todo o dialogo ate que sua mente simplesmente parou com uma só palavra.


                                                                    Morrer.


                                                  E se essa fosse a solução?


                                      Não não poderia pensar dessa maneira


                                                   Ou sera que estava certo?



"-Vamos,aguente firme"


O medico juntou as mãos as pressionando contra o peito do moreno algumas vezes dando um intervalo de três minutos para repetir o mesmo processo.


"-Batimentos estabilizados, parabéns sr.Wang conseguiu salva-lo"


Yoongi suspirou aliviado quando tudo finalmente acabou, deveria estar feliz certo? Porem não estava. Continuou confuso pensando que talvez deixar namjoon morrer não fosse algo tao precipitado. Talvez o moreno estivesse sofrendo e isso com certeza era a última coisa que Yoongi iria querer.


Com o tempo suas esperanças iam se perdendo como as folhas mortas de outono, o céu começava a se tornar nublado em sua mente todo o mundo parecia ser pintado de preto e branco. Nenhuma cor,nenhuma alegria,nenhuma vida. Percebeu que quem estava realmente morto era ele mesmo. 


Naquele período apenas ignorou todas as mensagens de Seokjin que lhe pedia incansavelmente para que parasse de se machucar tanto, o comparou diversas vezes com um jardim, havia beleza em si mas se não começasse a cuidar de si mesmo acabaria perdendo para as pragas que lhe infestar iam. Mal sabia ele que Yoongi já estava coberto com todas as pragas que havia mencionado.Mandou que parasse pois daquilo nada ajudaria Yoongi com seu atual problema o único que poderia mudar sua mente estava ali a sua frente dormindo.







                                                                    Sexta-feira 17:12



O céu estava estava de um tom acinzentado ,pequenas gotas de chuva caiam do seu molhando a janela de vidro que refletia um pouco da cidade de busan . Yoongi estava em frente a cama parado em pe segurando a mao fria de Namjoon.


Tinha uma ideia em sua cabeça e estava prestes a cumpri-la porém tinha que se despidir uma ultima vez.


-eu sei que talvez você não esteja me ouvindo e que muito provavelmente não vá acordar, só queria que soubesse que meu amor nunca acabou e sempre vai existir e, quanto eu viver- sorriu fraco levando a mão fria de seu amado ate seu peito onde seu coração batia acelerado.


- sente? E isso que você causa em mim. Eu me odeio tanto por ser fraco e por ter desistido tao rápido eu…eu te amo e essa e minha maior fraqueza, eu não aguento te ver se perdendo aos poucos eu apenas quero provar de seus labios uma ultima vez, sentir o gosto da minha doce perdição, eu estou caindo em um abismo e pelo menos quero que minha ultima sensação seja o toque doce de sua boca - se aproximou devagar se inclinando sobre o corpo frágil do menor. Sua mao direita acariciava sua bochecha com o polegar apenas sentindo sentindo sua pele e se deliciando com o seu ultimo toque. Deixou que seus lábios se aproximassem do ouvido do menor sussurrando uma última vez.


-eu te amo - subiu novamente ate os lábios alheios os tocando. Era estranho não ser retribuído e mais estranho ainda tocar aqueles lábios tao sem vida .Moveu sua boca levemente apenas dando um demorado selar. Se gastou com os olhos marejados sorrindo enquanto se afastava da cama eu direção a porta.


-adeus….








                                                                        […]









A chuva molhava seus trajes leves tocando em sua pele branca. Andava pela calçada ouvindo o som dos carros que circulavam rápidos na estrada. Conseguia ouvir o som da correnteza batendo contra algumas pedras. O rio abaixo de si era fundo e estreito algumas pessoas já tinham morrido ali apos terem a brilhante ideia de se aventurar sobre as águas fortes caindo nos redemoinhos grandes armadilhas da natureza.


Yoongi olhou para o lado passando sua mão pelas hastes brancas que faziam um leve estalo com o toque do anel que passava rapidamente seguindo a velocidade dos passos do Min. Admirou a água cristalina ,era tao bela e delicada, era um mal que se escondia pelos caminhos do bem. Parou se encostando no paredão branco apenas para pensar um pouco.


A chuva parecia não cessar ate aquele momento , o céu se tornava cada vez mais negro e yoongi sentia seus olhos arderem um pouco tentou piscar algumas vezes evitando o choro que viria. ora ou outra.


Tantas duvidas rodeavam sua cabeça ,aquilo não teria volta ,se ele fosse não iria voltar. Porém pensou que a dor que sentiria enquanto tivesse seu corpo afundando na água , não seria maior do que a dor que sentia ao ver todos os dias seu menino morrendo naquele quarto. 



                                                         Iria se suicidar então?



                                                        Não teria outra opção?



Pelo menos na sua cabeça aquilo era o mais certo a fazer. Tirou os sapatos e sentou-se na beirada balançando seus pés contra o vento forte ,segurou-se forte na haste para que não caísse antes da hora.

  Antes que pudesse se jogar em direção a morte, sentiu seu celular cobrar, o toque da sua música preferida que a muito tempo não ouvia.

Preferiu ignorar mais foi vencido pela curiosidade atendendo alguns minutos depois.


"Alô" sua voz saia de forma roupa e triste, tudo o que mais queria era encerrar aquela ligação e morrer de uma vez.


"Ele acordou" 


A voz ecoava na mente de mim , seu coração parou momentâneamente e todo o ar de seus pulmões sumiu.


A ligação foi encerrada, Yoongi encostou seus pés no chão.


Dessa vez correndo em direção ao hospital.




Notas Finais


Aceito chutes e pedradas.

~le corre

Ate a próxima

~le cai de cara no chão


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...