História A escolha - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 10
Palavras 1.772
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei. Desculpem a demora. Eu tentei fazer um capítulo melhor. Saiu isso aqui ,não sei Se está bom. Cabe a vocês dizer.

Boa leitura.

Capítulo 5 - Inebriante


Fanfic / Fanfiction A escolha - Capítulo 5 - Inebriante

"O tempo corre como quem não quer nada, e quando você menos espera, o tempo passa em sua frente dizendo que não voltará mais" 



 O despertador tocava incansávelmente, o som incômodo fez com que Yoongi arremessasse o pequeno objeto em direção á parede, numa tentativa falha de fazer o som parar. Se remexeu na cama apertando o travesseiro contra seu corpo ,resmungou alguma coisa após ter percebido que o despertador ainda tocava, mesmo que um pouco mais baixo do que antes. Sentiu um peso do seu lado e se assustou ao ouvir uma voz atrás de si. 


 -aish hyung ,não precisava tê-lo quebrado , tinha acabado de comprar poxa-  namjoon reclamou levantando da cama.

 Yoongi abriu rapidamente os olhos não acreditando no que via ali.


 Era realmente ele? 


 Não poderia ser verdade. Como?


 -N-Namjoon? É você?- perguntou com a voz falha sentindo seus olhos arderem. O moreno riu ainda de costas, arrumava algo em seu guarda-roupa , Yoongi não se importou em ver o que era. Apenas queria saber o que o mesmo fazia ali. 


 -É claro que sou eu, quem mais seria Yoongi?- respondeu se virando se costas para poder encara-lo. Quase caiu no chão quando teve seu corpo puxado de maneira forte por longos braços que se prenderam a sua cintura. Yoongi deixou seu rosto afundar no pescoço alheio inalando o cheiro de flores que só seu moreno tinha.

 Namjoon tinha um semblante preocupado,porém apenas envolveu seus braços em torno do pescoço de yoongi o abraçando na mesma intensidade. Sentia as lágrimas descerem, estava tão feliz, tudo não passará de um sonho. 

Não era apenas um sonho. Pelo menos preferiu acreditar que fosse. 

 -o que houve Yoongi hyung? Por que está assim?- Sua voz saía de maneira baixa, estava realmente preocupado com o baixinho ,sentia algo molhado em sua pele o deixando assustado. 

Yoongi estava chorando. -E-eu não acredito que está aqui…. -está me assustando…. -me desculpe, não é nada importante meu amor- Yoongi o soltou limpando suas lágrimas que desciam por sua face rosada. Um sorriso tomou conta de seus lábios quando enfim olhou atentamente para o rosto de namjoon. 


Era realmente ele. 


 -como não? Você estava chorando e…. Foi calado por um beijo afoito. Mal teve tempo de reagir ou ao menos tentar para-lo, Yoongi tomou seus lábios para si com tanta intensidade ,como se fosse o primeiro beijo deles. Yoongi o levou até a cama à passos lentos enquanto saboreava a boca pequena de Namjoon que se encaixava perfeitamente com a sua. Estavam tão quentes naquele momento que nem mesmo o ar-condicionado fazia efeito sobre seus corpos.

 Yoongi pediu passagem, ao mesmo tempo o deitou na cama com cuidado como se tivesse receio que se fizesse qualquer movimento brusco, acabaria o quebrando. Namjoon pôs suas mãos por debaixo de sua camisa de tecido branco, sua pele estava fria porém um pouco arrepiada pelo toque quente do moreno.

 A esse ponto ,a língua de ambos travava uma batalha por mais espaço, queriam explorar um ao outro ,não havia ao certo um vencedor. Apenas dois ganhadores. Quando enfim o ar fez falta em seus pulmões, os dois se afastaram, ainda assim com as testas coladas sorrindo como dois bobos. E realmente eram. 

 -hyung….acabamos de acordar…-disse ofegante enquanto yoongi sorria inocentemente pendendo a cabeça para o lado como sinal de dúvida. 

 -mas eu não fiz nada…o seu amiguinho que já está acordado, o meu ainda está calmo dentro da calça- sorriu sacana fazendo o moreno rir de maneira sádica. Adorava despertar o lado malicioso em namjoon que geralmente não demonstrava com muita facilidade. 

 -ainda não? Vamos ver se continuará assim. Mudou as posições empurrando yoongi para que o mesmo deitasse. Suas costas foram de encontro ao colchão macio fazendo um leve som que quase foi imperceptível. Namjoon sentou-se em seu colo bem em cima do membro de yoongi que realmente, ainda não estava desperto.

 -hyung…você gosta quando eu rebolo assim?- pôs suas mãos no ando nem de yoongi dando pequenas reboladas sobre o membro do mais velho que por sua vez apenas se contentava em morder seus próprios lábios afim de não gemer ou omitir qualquer som de prazer. Não queria cair no jogo de namjoon. Pelo menos não agora. 

 -não…nem um pouco….- respondeu entre pausas, não queria gaguejar mas apenas o ato de falar já lhe causava sérias dificuldades. 

 - e quando eu faço isso? - o moreno se abaixou pondo seu rosto perigosamente próximo ao pênis de yoongi que -infelizmente- ainda estava coberto pelo short preto que usava. Não se conteve e acabou gemendo ao sentir a mão do mais novo acariciado-o ,dessa vez passando por debaixo de sua cueca. Namjoon apertou seu falo que já se encontrava um pouco melado pelo pré-gozo e apertou com o polegar á glande inchada de yoongi.

 -namjoon…. -Eu te dou duas opções hyung, eu posso te chupar agora, ou você pode me fuder o quanto quiser. 


 -não posso escolher os dois? 


-Não. Yoongi franziu o cenho. Era lá uma pergunta para se pensar muito bem. Poderia ter a honra de sentir a boca quente de namjoon engolindo seu pau que já latejava e doía como o inferno, ou poderia sentir seu interior quente e fode-lo em todas as posições possíveis até que o mesmo não consseguisse andar por uma semana.

 Qual escolher? 


 -seu tempo está passando…..- saiu do colo alheio tirando suas roupas como forma de provocação. Jogou peça por peça no chão até estar totalmente nu na frente de yoongi. O loiro se deliciou ao ver o corpo bronzeado de seu moreno, ele era uma perdição. Sem dúvidas. Ele iria fode-lo. 

 -vem cá bebê,rebola no meu colo, vai pagar por me deixar exitado dessa maneira- tirou o short juntamente a cueca sorrindo malicioso ao ver o mesmo sentar em seu colo posicionando seu pênis em sua nadega.  

-no seco? 

 -sim.

 -mas vai doer 

 - eu sei, você merece- apertou sua cintura o fazendo descer rapidamente o estocando uma única vez com força e maestria. O gemido rouco de namjoon ecoou pelo quarto, Yoongi se sentiu nas nuvens ao ter seu pênis esmagado pela pressão feita em torno de seu pau que agora era acolhido pelo interior do mais novo. 

Era quente e fodidamente delicioso estar dentro dele. 


Parecia um sonho.


 Um sonho. 

 Isso o fazia lembrar de algo. Só não sabia o quê. Se concentrou apenas na mistura prazerosa que era os seus gemidos misturados aos do moreno que a cada estocada, gritava ou gemia seu nome pedindo para ir mais rápido. Parecia uma puta. Sua puta.

 Suas estocadas eram fortes, tinha achado um ponto sensível de Namjoon e agora apenas se concentrava em acertar aquele ponto em especial , queria o dar prazer para que o mesmo soubesse que ninguém naquele mundo iria conseguir o foder tão bem quanto Yoongi. Seus olhos de deliciavam com a visão extraordinária que era ve-lo com os cabelos grudados na testa por conta do suor , os olhos fechados, ainda assim pareciam duas bolinhas de gude quicando de um lado para o outro , estava imerso em seu próprio prazer, sua boca entre aberta com os lábios vermelhos, emitiam belos sons que mais pareciam música aos ouvidos do loiro. Sua respiração descompassada. Tudo causado por apenas uma pessoa.

 Sentiu o orgasmo se aproximar cada vez mais e por isso diminuiu a velocidade com que o estocava recebendo um grunhido descontente em resposta. 

 -calma namie, vamos mudar de posição.- o deitou ficando entre suas pernas ,ergueu as pernas do mais novo apertando as coxas belas e fartas tendo uma visão perfeita de sua nadega pedindo pela companhia de seu pau. 

Sorriu em êxtase voltando a se posicionar o penetrando sem dó. Seus corpos mexiam-se em sincronia, o som do choque entre os dois era alto ,conseguia ser ouvido até pelos vizinhos que por acaso deveriam estar bem irritados por acordarem dessa maneira. Suas mãos foram em direção ao membro de Namjoon o masturbando quase que na mesma velocidade. Sabia que o moreno nunca demorava para gozar então acabaria por fazê-lo antes mesmo que chegasse ao seu próprio ápice. O mais novo gemeu quase sem voz quando sentiu um formigamento em seu baixo ventre indicando o que estava por vir Namjoon enlaçou suas pernas em torno do quadril de yoongi o puxando para um beijo calmo. 

 -Yoongi…. 

 -uhm?

 - eu vou gozar…. 

- eu também.

  Aumentou a velocidade indo mais bruscamente no interior no mesmo acertando sua próstata, Namjoon gozou soltando todo seu líquido nas mãos do mais velho que não demorou em provar seu gosto. Corou violentamente com a visão da qual viu, o loiro as vezes era um desgraçado as vezes, fazia de propósito para o deixar envergonhado. Yoongi sorriu e gemeu alto quando enfim chegou ao ápice.

 Se debruçou no corpo do menor sem sair do mesmo o beijando levemente descendo seus beijos até o pescoço do moreno deixando ali um chupão. Adorava o marcar. Queria que todos soubessem que era seu. Apenas seu

 -você é pesado hyung, vai me esmagar!- riu ao ver a careta de yoongi ,recebeu um tapa na bunda um pouco forte ao mesmo tempo que era abandonado pelo pau de yoongi. Os dois se deitaram um de frente para o outro se encarando por breves segundos. Namjoon sorriu doce passando sua mão pelo rosto de Yoongi que apenas fechou os olhos. Adorava o toque macio que lhe era recebido a todo momento. Amava-o com todas as suas forças. 

 -nem parece real. 

 -porque não é. Yoongi abriu os olhos assustado, seu semblante mudou radicalmente para um assustado e confuso. Namjoon continuava calmo.

 -o que quer dizer? 



 "Acorde" 




 - que você precisa acordar. 


 "Por favor acorde"




 -Namjoon. Tudo parecia desmoronar. Sua casa, seus móveis , tudo começava a desaparecer. Se desesperou quando tudo virou um esboço branco e que agora namjoon parecia estar sumindo aos poucos.

 Começou a chorar desesperado, o moreno estava desaparecendo em sua frente e não podia fazer nada para evitar.



 "Acorde"



 -NAMJOON. gritou uma última vez dando seu último beijo no mais novo. Sua última sensação forá os lábios macios e quentes abandonando os seus. 


 "Você precisa acordar" 


 Acordou novamente. Dessa vez não estava em seu quarto. Na verdade ainda estava na mesma ponte sendo amparado pelo mesmo menino que o havia salvo. Estavam no que parecia uma ambulância. 


 -o que aconteceu? 

 -você desmaiou quando estávamos chegando na minha casa. Por sorte consegui chamar ajuda. 

 -o senhor se sente bem? -um homem de meia idade perguntou enquanto chegava o soro que estava em meu braço. 

 -se dissesse que sim, estaria mentindo. Encarou o teto branco e fechou os olhos. 


 Rezou para não acordar nunca mais.    


Notas Finais


Vai demorar pra chegar o próximo. Me desculpem pelos possíveis erros que deve ter.

Até mais~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...