História A Escolha - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Jeon Jungkook, Jikook, Kim Namjoon, Kim Taehyung, Lali Esposito, Maria Del Cerro, Park Jimin, Vmin
Visualizações 4
Palavras 2.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Obrigada pelos favoritos.
Jeon,Tae e Lali escondem muitos segredos.
Espero que gostem,boa leitura.

Capítulo 7 - 6-Crise


Fanfic / Fanfiction A Escolha - Capítulo 7 - 6-Crise

Jeon Pov'


-Que?-Perguntei tenso.

-Sun-ho,você sabe que ele está aqui?-Perguntou sério.

-Não sabia não porque?-Perguntei tentando esconder o nervosismo.

-Ele esteve no escritório hoje quando fomos  almoçar.

-Ele deve estar querendo te ver,você deveria chama-lo de pai Jimin.

-Não,ele perdeu esse direito à partir do momento em que tentou invadir minha privacidade.-Falou nervoso.

-Eu queria entender o que aconteceu entre vocês dois porque até agora não entendo.

-Quer saber mesmo?-Perguntou rindo sarcástico.

-Sim quero saber.

-Meu pai desconfiava que eu era gay por isso me levou até uma psicóloga quando eu tinha dezoito anos e queria que ela falasse se eu era porque ele não queria isso.Você sabe que  isso seria uma vergonha para minha família porque os Park's são conhecidos por sua virilidade e essas bobagens todas.-Disse revirando os olhos.

-Você é gay? 

-Não,na verdade sou bi mas ele não sabe ou pelo menos não tem certeza e  me irrita que ele queira se meter nas minhas escolhas. 

-Ah Minnie ele pode quer arrumar um casamento pra você já pensou nisso?-Perguntei preocupado.

-Se for isso eu não vou aceitar já saí de perto dele pra viver minha vida e isso não vai mudar.

-Te entendo eu também saí da Coréia por isso meus pais  são bem chatos por blusa causa da cultura.

-Obrigado Kookie pelo apoio mas agora preciso voltar ao meu trabalho nos falamos mais tarde.

-Ok até mais Minnie.


A tarde passou rapidamente arrumei minhas coisas e fui até o banheiro.Quando estava quase saindo a  última cabine se abriu  me virei pra porta mas ele foi mais rápido e segurou meu braço.

-Você iria mesmo fugir de mim? -Perguntou me encarando.

-Se soubesse que estava aqui não  teria entrado nesse banheiro.-Disse puxando meu braço e me soltando.

-Precisamos conversar querido.-Disse me prensando contra a porta e seu corpo.

-Tudo que tínhamos pra conversar já conversamos então vai embora.-Disse nervoso.

-Porque você quer o Jimin?Hein? Não sou o suficiente pra você?Porque fugiu de mim?-Perguntou me pressionando contra a porta.

-Você  prefere o Taehyung não é mesmo? Prefere uma puta barata.Cansei e o Jimin é muito melhor que você,ele tem uma presença forte,um cheiro maravilhoso e aqueles lábios? Tudo nele me atrai não quero mais ser a terceira opção.Sempre em primeiro lugar vem sua família depois Taehyung e depois o idiota do Jungkook.Então me esquece aproveita e vai atrás do Tae então ,porque se ele não se casou com a Taeyeon deve ser por você.

-Ah para com esse drama Jeon.O Taehyung não é uma puta barata e você não é terceira opção.Entenda que eu só não posso assumir nada com um homem pela minha reputação.

-Eu te dei minha virgindade isso não vale pra você?-Perguntei morrendo de vontade de bater naquele idiota.

-Olha eu fiquei muito feliz com isso mas infelizmente não  posso assumir um compromisso com você nem com nenhum outro homem entenda que não posso.-Disse tentando me convencer.

-Você já deu em cima da secretária do Jimin?Não minta pra mim.

-Que?Óbvio que não aliás você sabe que prefiro você bebê.-Disse sorrindo e acariciando meu rosto.

-Mentiroso!Chega você pensa mesmo que vai me convencer a voltar?De jeito nenhum!Preciso ir e você  sabe que o Minnie não vai gostar se te ver me encurralando no banheiro do escritório dele.

-Sério mesmo Jeon?Porque minha vontade é de te foder aqui mesmo.-Disse sorrindo maliciosamente.

-Não vai rolar querido.-Disse sorrindo e mordendo meu lábio inferior.

-Só estamos nós dois e o Jimin aqui os outros funcionários já foram embora se você não gemer alto podemos dar uma rapidinha.-Sussurrou em meu ouvido passando suas mãos por meu corpo e apertando meu membro.

-Você não presta.-Disse sorrindo.

-E você adora isso.-Disse mordendo meu ombro por cima da blusa.

-Sim adoro sua pose de pai de família,sabe me excita como você finge tão bem.Você é tão gostoso que eu te quero muito vem me foder daddy.-Falei manhoso.

-Ah Jeon gosto tanto da sua audácia.-Disse beijando meu pescoço.

Esse filho da puta vai me pagar caro por sempre me deixar de lado.Ele começou a descer beijos pelo meu pescoço enquanto abri o zíper de sua calça e iniciei uma masturbação lenta sentindo seu membro ficar duro conforme fui aumentando a velocidade ele já estava quase  gozando enquanto ele estava com os olhos fechados e distraído abri a porta e num movimento saí do banheiro ouvindo ele gritar nervoso.

Voltei pra minha sala encontrando Minnie me esperando.

-Onde estava?-Perguntou desconfiado.

-No banheiro,então vamos?-Perguntei disfarçando com um sorriso.

-Ok então vamos.-Saímos do escritório e somos até o hotel em que estava hospedado paguei minha conta e peguei minhas malas.

Não demorou muito para chegarmos  até sua casa,Jimin me ajudou a levar as malas até  a sala.

-Jeon preciso te contar uma coisa.-Disse sério.

-Tudo bem pode falar.-Respondi curioso.

-Eu estou noivo.-Disse tirando uma aliança do bolso da calça e colocando no dedo para me mostrar.

-Ah sério?-Perguntei surpreso.

-Sim aliás,amor vem cá.-Disse mais alto e logo Taehyung saiu da cozinha sorrindo e assim que me viu seu sorriso se desfez.Droga!Porque ele sempre está no meu caminho Taehyung.Que ódio não entendo o que ele tem que eu não  tenho.

-Oh!Taehyung?-Fingi surpresa mas queria mesmo era dizer o quão sujo ele era.

-Sim desculpe não ter contado antes amor mas o Jeon vai passar um tempo aqui conosco.-Disse e  eu sorri.

-Ah tudo bem Minnie.-Respondeu Tae sorrindo.O jantar se passou rapidamente depois Jimin me mostrou o quarto em que eu ficaria.

Taehyung que me aguarde dessa vez ele não  vai ganhar.

    

           Park Pov'


Taehyung não gostou da notícia que Jeon passaria uns dias conosco mas preferiu ficar calado na frente dele.Droga!Estava tudo tão bem mas tenho que estragar tudo.Depois de ajudar Jeon a se acomodar em um dos quartos de hóspedes fui pro meu quarto encontrando Tae tirando a roupa.

-Amor eu sei que está incomodado.-Disse tocando seu ombro.

-Podia ter me avisado né? -Respondeu tirando minha mão de seu ombro e entrando no closet.

-Desculpa Tae mas fiquei com dó dele.Poxa o menino estava sozinho em um hotel.-Disse o seguindo.

-Menino?Me poupe Park reparou que ele está maior que você?Jeon já não é mais um menino à muito tempo ele é um homem e muito gostoso por sinal.-Disse me encarando.

-Gostoso?Sério?Tae você está sentindo desejo por ele?-Perguntei enciumado.

-Não,e você?-Perguntou cruzando os braços e me encarando com uma sobrancelha arqueada.

-Que?Tá  doido ele é uma criança Taehyung.-Respondi incrédulo com a possibilidade de sentir algo por Jeon ele era muito lindo sim me surpreendeu ver como ele mudou mas jamais ficaria com ele.

-Chega!Ele não é uma criança e só não  te mando pra outro quarto porque não quero que ele veja que brigamos.-Disse pegando um pijama e uma cueca e indo pro banheiro o segui tentando conversar mas ele bateu a porta do banheiro na minha cara.

Desisti de conversar e me joguei na cama estava tão cansado que logo dormi.

  

      Dois meses depois 


            Tae Pov'


Yoongi,Hoseok e Jin não demoraram pra chegarem na cidade Jeon  estava me irritando de uma forma que minha vontade era jogar ele da sacada.Sempre colado no Jimin e o idiota nem percebia que ele estava tentando o conquistar,nosso relacionamento está cada vez pior as brigas tornaram-se constantes e algumas vezes Jeon dormiu com ele dizendo que estava tendo pesadelos e que tinha medo de dormir sozinho.Jimin é uma verdadeira anta parece até a mãe  do Jeon cuida dele como se fosse uma criança.Sun-ho não apareceu nenhuma vez e esse silêncio me incomoda.

 

-Amor eu estou saindo.-Disse se aproximando.

-Chega Jimin!Quero o Jeon hoje mesmo fora dessa casa.-Disse me afastando.

-Tae ele não tem pra onde ir.

-Ah é?Então esqueça nosso noivado.Cansei se você quer adotar um cara que está  louco pra te comer então eu vou embora.-Disse nervoso jogando a verdade em sua cara.

-Tae você está louco?O Jeon é como um irmão mais novo pra mim.Eu te amo muito não seja tão ciumento.-Disse tentando se aproximar.

-Ah é?Irmão  né?Então tá.-Disse pegando um vaso em cima da mesinha de centro e arremessando contra ele.

-Está  louco?Você poderia ter me machucado.-Disse assustado depois de desviar rapidamente do vaso que se quebrou na parede.

-Estou louco sim e digo mais estou indo embora hoje mesmo e está  tudo acabado entre nós  não  me procure mais pois agora não quero voltar mais.-Disse nervoso.

-Por favor fica comigo?Eu não quero que vá embora novamente.-Disse triste.

-Olha eu quero um tempo.

-Que?-Perguntou surpreso.

-Eu vou te dar um tempo pra se livrar do Jeon mas se você não fizer eu vou embora.

-Tá bom eu vou dar um jeito.-Disse me abraçando.-Te amo seu louco.-Falou sorrindo. 

-Te amo Minnie.-Disse sorrindo e lhe dando um beijo.

-Preciso ir depois conversamos.-Disse findando o beijo e saindo.

Fui pra cozinha e quando  a campainha tocou  sorri Jimin sempre esquecia a chave então  abri a porta sem olhar antes e me arrependi quando vi aquele ser nojento sorrindo.

-Taehyung quanto tempo não é mesmo?Estava com saudades querido.-Disse sorrindo maliciosamente.

-Não  não não!Saí não encosta em mim!-Gritei sentindo meu corpo perder as forças e cai no chão sentindo falta de ar como se estivesse sufocando,minha cabeça doía muito e meu corpo tremia e suava sem controle já não sabia mais o que estava acontecendo  tudo estava girando em minha frente e a garganta fechando foi então que tudo escureceu enquanto sentia meu coração bater acelerado.


            Jeon Pov'


A  manhã passou rapidamente quando o horário do almoço chegou fui pra casa do Jimin pois tinha esquecido alguns documentos quando cheguei e abri a porta encontrei Tae caído no chão fiquei assustado então corri até ele me abaixando e tentando acorda-lo o que aconteceu alguns minutos depois.

-Por favor não faça  nada te imploro!Não faz isso comigo.-Disse desesperado.

-Calma sou eu Jungkook.-Disse tentando acalma-lo estava muito assustado nunca tinha visto Taehyung tão frágil alguma coisa muito séria estava acontecendo.-O que aconteceu?Você está muito assustado.

-N-Nada.-Disse desviando o olhar desconfortável.

-Taehyung eu não sou idiota e algo muito sério está  acontecendo.-Falei intrigado.

-Jeon não quero falar contigo.-Disse tentando se  levantar.

-Eu te ajudo.-Disse segurando seu braço e o erguendo.

-Obrigado pode deixar que eu me viro agora.-Disse cambaleando.

-Não seja orgulhoso  estou vendo que não está bem.-Disse lhe segurando.-Acho que está precisando de um banho.-Disse lhe pegando no colo e o levando até o  banheiro.

Tae estava  em silêncio como se sua mente não tivesse ali mas quando abri sua camisa ele encolheu seus ombros e o abracei sentindo suas lágrimas caírem em meu ombro molhando minha camisa e cada vez mais tinha certeza que algo estava errado mas ele estava muito abalado para falar sobre o assunto então tentei o confortar com o abraço que prontamente foi retribuído e senti suas mãos apertarem minha camisa com toda suas forças.

-Quer que eu chame o Jimin?-Perguntei preocupado talvez tivesse sido precipitado em meu julgamento e Taehyung não fosse a pessoa que eu pensava.

-Não,por favor não fala nada pra ele.-Disse em um sussurro.

-Ok mas vou ficar com você até  que se sinta melhor.Consegue tomar  sozinho ou posso te ajudar?Temos que limpar seus joelhos pois estão machucados e pode infeccionar-Falei preocupado.

-Nenhum banho vai limpar minha impureza Jeon.Minha alma está suja nunca vou ser limpo.

-Que?Então me fale porque você é impuro.

-Quer saber mesmo?Existem histórias que são melhores nem ser lembradas e a minha é assim.

-Você precisa desabafar ficar remoendo isso não vai te fazer bem.Sei que talvez não confie em mim mas não vou expor nada pra ninguém. 

-Tá bom vou falar.-Disse limpando suas  lágrimas e respirando fundo.

-Estou pronto pra ouvir.

-Tudo começou quando eu tinha 15 anos estava na casa do Jimin em Busan ele estava dormindo e eu fui beber água só não imaginei que...


           Lali Pov'


Estava distraída lendo a agenda do meu chefe quando Sun-ho chegou.

-Aí que susto!-Disse assustada.

-Olá pra você também.-Disse sorrindo.

-Isso na sua camisa é sangue?-Perguntei preocupada.

-Ah acho que sim.-Disse dando de ombros.

-Nem precisa me falar o que aconteceu prefiro ficar fora dos seus negócios.

-Já almoçou? 

-Não porque?-Perguntei desconfiada.

-Vim te buscar pra almoçarmos juntos.

-E se o Jimin nos ver juntos?-Perguntei nervosa.

-Fica tranquila eu esperei ele sair pra entrar e vamos pra minha casa.Ele está com o Namjoon.

-Nossa anda seguindo seu filho?Virou agente do FBI?-Perguntei sendo irônica.

-Eu sempre sei o que quero.Vamos?Tenho notícias do Enri.-Disse sorrindo.

-Que?Você está falando sério?-Perguntei ansiosa.

-Sim é sério mas pra saber você vai ter que  ir até minha casa.-Disse sorrindo maliciosamente.

-Ok então vamos.

Se tem uma coisa que  aprendi é que quando seu inimigo é mais poderoso que você é  preciso entrar no jogo dele mas se Sun-ho está pensando que vai me controlar está muito enganado.

Depois de  alguns minutos chegamos em sua mansão em um bairro bem luxuoso se tem uma coisa que  não  falta pra ele é dinheiro.Ele estacionou o carro na porta da frente e saium dando a volta no mesmo e abrindo a porta do passageirro me estendendo a mão sorri e aceitei sua ajuda.Entramos na casa e a sala era enome com uma decoração moderna e um quadro enorme com uma foto da família na foto estavam Sun-ho abraçado à  sua esposa os dois sorrindo  Jimin ao lado do pai e seu irmão ao de sua mãe.Fiquei olhando a foto e nem percebi quando ele parou ao meu lado.

-Jimin odeia fotos em família.-Disse observando a foto.

-Nossa não  parece.-Comentei vendo que na foto ele estava sorridente abraçando pai de um lado e o irmão do outro lado assim deixando os pais no meio dos dois.

-Essa foi a última quando ele ainda morava  conosco.Depois que ele  veio pra cá mudou muito ficou rebelde e decidiu não voltar mais pra casa.

-Nossa então ele tem o gênio do pai.-Disse gargalhando.

-Tá bom chega de brincadeira,vou preparar nosso almoço.

-Sério?Achei que  você não sabia cozinhar.

-Tem muitas coisas que você não sabe sobre mim princesa.

-Ah é?Então porque  você não me conta?-Disse me aproximando e o puxando por sua camisa.

-Você é bem abusada né?-Disse sorrindo.

-Você ainda não viu nada querido.-Respondi mordendo meu lábio inferior.

-Acho que esqueceu o Enri muito rápido não é mesmo? 

-Te conheço o suficiente pra saber que você quer algo em troca.Fala Sun-ho o que você quer pra me falar do Enri?

-Sério mesmo?Não vai resistir nem um pouco às minhas propostas indecentes?

-Não,peça  e  eu aceito.

-Ok sabe estou tão sozinho ...

-Tá você quer?Vamos ser diretos.-Disse o interrompendo.

-Quero que você me faça companhia.

-Ok.

-Vou fazer nosso almoço.-Disse saindo da sala.

Fiquei sentada no sofá enquanto Sun-ho fazia o almoço.



                   [...]


-Pronto está  entregue.-Disse sorrindo.

-Até  amanhã.

-Até amanhã linda.-Disse me roubando um selinho.Sai do carro e andei mais umas quadras até  chegar no prédio e quando estava no elevador distraída com meu celular alguém entrou.

-Vejo que o almoço foi bom.-Disse me encarando.

-Ah sim foi ótimo.-Disse sorrindo e pensando em como Jimin e Sun-ho eram parecidos na maneira de se portar sempre passando a mão no cabelo,tinham lábios lindos e pelo porte de Jimin concerteza o corpo dele era maravilhoso.Fiquei tanto tempo o olhando que ele percebeu.

-Você poderia parar de me olhar já  estou com medo de ser abusado por uma maníaca.-Disse e  acabamos gargalhando nossa relação tinha melhorado muito no último mês e Jimin tinha se tornado uma pessoa muito alegre e bricalhona.Percebi que meu chefe era muito diferente do que as pessoas pensavam ele se escondia através de uma máscara de durão mas na verdade era uma ótima pessoa algumas vezes almoçamos juntos e nos conhecemos um pouco melhor.

-Bobo.-Disse sorrindo quando a porta do elevador se abriu saímos e voltamos para o trabalho.

A tarde passou rapidamente e logo já estava me arrumando pra ir pra casa.

-Lali quer uma carona?Posso te levar.

-Não precisa se incomodar posso ir sozinha.

-Faço questão de te levar.-Disse  sério.

-Ok então aceito.





Notas Finais


Tadinho do Tae pra mim ele é o que tem o pior passado.Me perdoem por não revelar o passado dele agora mas ele,Lali e Jeon vão ter seus passados revelados aos poucos.
Acho que já deu pra perceber um pouco do que aconteceu com o Tae.Mas se vocês ainda não entenderam fiquem tranquilos logo as coisas vão se esclarecer.
Sun-ho é esperto e vai infernizar muito ainda.
Espero que tenham gostado e se quiserem comentar o que estão achando ou algo que eu possa melhorar vou ficar feliz em falar com vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...