História A escolhida - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Álcool, Licantropia, Manicómio, Sasusaku
Exibições 400
Palavras 902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom voltei o mais rápido que eu imaginava. Mas como eu estou com um bom tempo e criatividade postei logo😂❤😘
Obg pelos favoritos e comentários❤❤
NOTA: alguns trechos destacados são de uma música e deixarei o link 👑👑
https://youtu.be/vPk-N8_D_V8

Boa leitura!!!

Capítulo 2 - Dúvidas...


-------Capitulo II------

-Calma só quero conversar... Disse eu a ele tocando seu ombro gentilmente foi quando...
Seus olhos foram de encontro aos meus me paralizando. Minha mão sobre seu ombro árdia como ácido "ele estava incrivelmente quente" .
Palavras faltavam. Como alguém poderia estar tão quente sem ter uma convulsão?
-Sakura? Está me ouvindo?
Kiba me chamava a uns cinco minutos e eu não me importava. Realmente não sei o que me aconteceu, minha mão foi insistivamente ao seu rosto passeando pelas extremidades quadradas daquele homem. Ao meu toque ele grunhuia e fechava os olhos. "Era lindo..." .
Sentia que ele também me observava tão mais atento do que eu. 
Foi quando ele susurrou;
-Saia daqui... Por favor! Ele abaixou a cabeça deixando os cabelos tomarem seu rosto pálido.
-Primeiro me diga o que sente você está ardendo em febre! Sakura ajoelhou-se pegando seus estetoscópio e pondo no coração do homem.
Kiba chamou-me mais uma vez tomando minha atenção.
-Sakura ninguém sabe o que esse homem tem... Nenhum exame foi capaz de diagnosticar nada, entende a gravidade da situação?.
-Sim entendo... Por isso quero primeiramente que o tirem desse lugar e o ponham em um quarto mais confortável.
-A senhora quem manda! Respondeu dando-se por vencido o homem chamando outros enfermeiros.
Ele suava como se fizesse algum esforço mental. Sua boca sibilava algo até que ele aumentou o tom de sua voz;
- Você não vai querer saber o que eu tenho. Disse o homem respirando fundo ainda de cabeça baixa. Suas mãos fechadas em punho estavam ao lado de seu corpo e seu peito nu tinha marcas de unhas recentes.
-Pode acreditar que quero sim... Respondeu a rosada ajudando o a se levantar.
-Não! disse o homem empurrando a médica. Em Seguida levantou-se e foi para o outro lado da cela como um animal selvagem. Sakura perdeu o equilíbrio caindo sentada. Sua respiração também oscilava e ela não iria sossegar enquanto não descobrisse o que estava acontecendo a ele... Por segundos pode notar que sobre as costas nuas dele havia algo como uma tatuagem que brilhava em escarlate e posteriormente notou que ele a olhava temeroso. Nada parecia bater... O que aquela cicatriz significava?
Kiba e outros enfermeiros logo chegaram e foram em direção a ele. Colocaram uma camisa de força no mesmo levando -o para o outro lado do hospital onde ele se debatia.  Talvez ele se acalmaria em um lugar menos assombroso.
Passei junto aos enfermeiros rapidamente pelo corredor até um quarto mais iluminado. Kiba prestava atenção em mim e isso me pertubava.
-Algo de errado senhor Kiba?
-Não... Nada doutora e só que...
-Sim prossiga! Sakura não perdia o foco e ao mesmo tempo que caminhava escrevia algo no prontuário de Sasuke.

Você consegue me sentir respirando no seu pescoço? Você é apenas um perfeito pedaço de resto humano Mas eu gosto de você

-A senhora e a primeira dos poucos psiquiatras que passaram por aqui a ter coragem de ir até a cela deste homem...
-Quer dizer que nenhum foi até ele? Sakura parecia mais supresa do que nunca, mas escutava atentamente ao que o enfermeiro dizia.
-Tsunade nunca permitiu...
--------------
Alguns anos atrás...

-Logo ela despertará interesse Kurenai... E não será algo que você possa impedir.
Talvez já conheça a lenda. Bom! É real não é?.

-Sim... Aconteceu com minha mãe e comigo e agora ela... Dizia a morena com as mãos sobre os olhos.

-Ja tem alguma noção de qual criatura seja? Sabes que ela é diferente...

-Não não... Primeiro as crianças da noite depois nephilins e agora? Kurenai mordiscava um palito enquanto a outra mulher a sua frente a observa absoleta.

Você consegue me sentir respirando no seu pescoço? Você é apenas um perfeito pedaço de resto humano Mas eu gosto de você

-O clã lyncan... Respondeu a mulher com um grande sorriso nos lábios. Este clã é o único que não foi progredido assim como a lenda.

-Mas os únicos restantes foram dizimados por ele...
-Sim! Ele é o único sobrevivente... E possivelmente o assassino também.

-Minha filha e um monstro?! Disse Kurenai com lágrimas aos olhos.
-Ela é a criança da lenda Kurenai... Tenho certeza!.
-Como pode saber disso?  Kurenai olhava-a apreensiva.
-Ele chama por ela todas as noites constantemente... Porém assim como ela ele não sabe da história completa, e esconde muito bem a criatura desde aquele tempo... Por isso permita-me ajudar Kurenai! Não sou uma simples guardiã...

------------------

-Precisa se acalmar senhor!!!! Dizia Sakura enquanto os enfermeiros tentavam de todas as formas controla-lo. Era uma força quase sobre humana... Três enfermeiros não estavam segurando um homem com uma camisa de força.
-Injetarei 1,5 de calmante nele rapazes! Continuem segurando-o. Sakura segurava a agulha com o líquido. Aproximou-se sendo seguida por seus olhos furiosos. Tocou o braço do mesmo injetando o líquido observando seus sentidos amolecerem. Os enfermeiros se afastaram e ela pode ver seus olhos... Não eram mais negros, suas pupilas estavam no mesmo vermelho da cicatriz de suas costas.

-O que quer de mim Sakura??



Como ele sabia seu nome? Por que ele tinha aquele força sobre humana? Por que seus olhos e sua tatuagem tinham a cor de puro sangue?. Um rubor tomava minha espinha e já não sabia em que terreno eu estava pisando....

Você consegue me sentir respirando no seu pescoço? Você é apenas um perfeito pedaço de resto humano Mas eu gosto de você

Continua....


Notas Finais


Comentários movimentam a fic❤ estejam a vontade para prever o futuro kkkk beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...