História A escolta do Uchiha(SasuSaku) - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kurama (Kyuubi), Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikaku Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Suigetsu Hozuki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Yamato
Tags Amor, Drama, Magia, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 124
Palavras 1.394
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nosso grupo do wpp https://chat.whatsapp.com/GYi3wD1XmJq0gfL3JC0dT0
Espero que gostem!
Desculpa pelo erros.
Boa leitura!
~Ella-_-Uchiha

Capítulo 28 - Humana


Fanfic / Fanfiction A escolta do Uchiha(SasuSaku) - Capítulo 28 - Humana

Sakura estava exausta. Não parou de dirigir um minuto se quer e nem dormiu ou comeu durante esse tempo. Já estava de noite e ela estava dirigindo,paramos em um posto de gasolina. Havia apenas nós e uns adolescentes em uma picape.

- Preciso ir ao banheiro. - ela desceu e antes de fechar a porta falou. - Não saia daqui. - então foi até o porta malas e pegou uma mochila.

Os meninos olharam Sakura passar até o banheiro e começaram a rir com as cervejas na mão.

- Idiotas. - sussurrei.

A cada momento as paranóias batiam na minha cabeça. Sakura teria mesmo morrido? Eu devia confiar nela com essa coisa de "Akatsuki amiga"? Era seguro eu ir direito para a casa do assassino?

Soltei um suspiro que preencheu a solidão do carro e olhei pela janela. Sakura estava conversando com os meninos e agora com roupas diferentes, pretas para não perder o costume. Um deles puxou Haruno pela cintura para mais perto.

- Ei. - eu disse descendo do carro a passos precisos. 

Sakura me fuzilou com o olhar como alguém que queria dizer "Eu sei o que estou fazendo." Ela logo olhou para o menino que tinha seu corpo colado no dela e lhe deu uma cabeça que o fez cambalear um pouco e ir para trás.

- Me passem as chaves do carro. - ela estendeu a mão. - Se vocês forem espertos e inteligente eu vou seu boazinha e não vou matar vocês. É uma proposta um tanto quanto intrigante, não acham? - ergueu uma sobrancelha.

- Não vamos entregar nada para você. - um garoto que estava escorado na porta da picape disse um pouco inseguro.

Sakura virou a cabeça lentamente para ele. - Mesmo? - ela chutou sua perna de apoio o que fez o mesmo cair no chão e logo um chute na barriga. Fazendo-o gemer de dor. - Eu não quero ter que quebrar o braço ou a perna de ninguém, então ,sejam bonzinhos com a tia.

O que teve a barriga chutada foi rápido e tirou a chaves do carro do bolso e a jogou para ela que logo pegou.

- Menino esperto. - Sakura piscou e abriu a porta. - Entra. - ela moveu a cabeça para porta se referindo a mim. E foi para o porta malas mais uma vez e eu a segui.

- Por que estamos roubando o carro daqueles meninos? - perguntei apontando para eles deitados no chão.

- Não roubamos. - disse abrindo o porta malas. - Estamos pegando emprestado e que não vamos devolver. - ali dentro estava cheio de armas, pistolas, metralhadoras, granadas,armas brancas e até a Katana de Sakura e a minha. - Toma. - ela me entregando a minha. - Caso precise.

- Por que estamos trocando de carro? - eu dissee enquanto ajudava ela a colocar as armas em bolsas e carregando até a picape.

- Aqueles filhos da puta colocaram um rastreador no carro quando bateram na traseira. E estão vindo para cá. - Então ela se encostou no carro,me olhou e cruzou os braços. - Quer motivo melhor, gatinho?

- Não mesmo. - eu disse e lhe roubei um beijo.

Ela corou por uns segundos e ficou séria. - Vá para o carro agora mesmo. - eu fui de boa vontade. Ela foi direto para as mangueiras de gasolina e encharcou nosso antigo carro de gasolina e logo foi para a picape. Abriu a porta e logo jogou um isqueiro acesso no carro. Entrou e acelerou.

Olhei para o retrovisor,os meninos correram do posto e o mesmo explodiu.

- Por que você tem que explodir tudo? - perguntei com um tom de graça na voz.

Logo me olhou e completou. - Eu gosto de esquentar o clima. E por que você tem que fazer tantas perguntas? 

Sorri baixo e logo ela me acompanhou.


[...]


Depois que Sakura tinha dirigido por algumas horas,trocamos de lugares. Então eu estava dirigindo e ela dormindo no meu ombro. O dia estava amanhecendo,o céu tinha tonalidade de azul e um rosa claro. Sakura dormia tão serena no meu ombro que nem parecia que estava no meio de um caos.

Ouvimos um barulho na parte de trás da picape. E logo um braço atravessou a pequena janela que tinha perto de Sakura. Ela abriu as bagas verdes e em um piscar de olhos ela tinha quebrado o braço daquela coisa.

Olhei pelo o retrovisor e o carro preto estava logo atrás de nós e três integrantes estavam na parte de trás da picape.

- Continue dirigindo. - Haruno disse enquanto colocava a arma na cintura e saia pela janela.

- Como quiser, sensei. - pisquei pra ela que riu de canto.

Pov's Sakura

Subi no teto do carro e lá estava três dos quatro enquanto o quarto dirigia.Pulei na parte de trás e logo eles me atacaram,os três de uma única vez. 

O primeiro ia me dar um soco no abdômen,mas bloqueei com meu anti braço. E com minha mão livre peguei seu braço girei o mesmo e lhe dei um soco no rosto fazendo o mesmo cair para fora do carro.

- Dois. - sussurrei.

Ouvi um barulho alto e logo senti uma coisa queimar no meu ombro e em minha coxa. Não dei ouvidos para isso. Corri com dificuldades para o segundo dando- lhe uma rasteira. Ele segurou meu ombro e apertou me fazendo dar um grito agonizante,estava tudo queimando e doendo. Ele se ergueu e nós nos encaramos. Em um único movimento subi em suas costas,prendi minhas pernas na sua cintura e quebrei seu pescoço e o joguei para fora do carro.

- Um. - sussurrei mais uma vez.

Em um deslize ele me pegou pelo pescoço e aproximou minha cabeça da roda da picape. O ar me faltava e eu via seu rosto todo embaçado.

- Haruno. - Sasuke gritou de dentro e eu voltei a consciência.

Encarei o inimigo.

- Agora que nós sabemos que você é só uma humana,vamos te matar. - ele disse apertando mais o meu pescoço!

Segurei o pulso dele e quebrei,ele afrouxou o aperto no meu pescoço e logo me soltei.Ficamos de pé. 

- Eu não sou uma humana.- eu disse dando um soco na boca do seu estômago.

Ele gemeu e veio com tudo me dar um soco na orelha. Segurei seu braço e o encarei desafiadora. (Foto de capa)

- Eu sou uma bruxa. - falei com todas as letras. - SHANNARO. - Dei o soco mais forte que pude com o ombro machucado. Ele voou em direção ao carro fazendo ele se afundar no para-choque e o carro para.

Peguei a arma na cintura e atirei contra o motorista e o homem que eu tinha acertado que estava desacordado.Voltei com a mão no ombro para o carro.

- Sakura. - Sasuke disse quando me sentei. - Você tomou dois tiros.

- O que? - disse baixo confusa.

- Olha seu ombro e sua coxa.

Quando olhei percebi o motivo da queimação e da dor. Dois tiros. E agora? Meu byakugou não poderia ajudar.

- Encosta. - falei pro Sasuke e ele fez isso. Procurei algo no porta luvas e achei uma garrafa de whisky. - Me ajude a tirar a camiseta.

- Não,eu vou te levar para um hospital, Sakura. - ele disse indo com a mão para o volante e eu a segurei fazendo ele olhar diretamente nos meus olhos.

- Eu não vou a lugar nenhum a não ser para a Washington,e duas balas não vão me derrubar.Agora me ajuda a tirar a droga da minha camiseta. - soltei seu braço e ele deu um suspiro me ajudando a tirar a camiseta me deixando de sutiã.

- E agora...o que vai fazer? - Me olhou preocupado.

Enrolei a camiseta e coloquei na boca. Cravei minha unha no buraco da bala.Meus gritos de dor saiam abafados. Tomei coragem e tirei a bala do ombro. E fiz o mesmo na coxa. Peguei a garrafa de whisky e abri. Joguei nos ferjmen que ardiam como a brasa do fogo.

- Comece a dirigir,estamos quase chegando. - eu disse rasgando a camisa e pegando duas partes. Uma amarrei na coxa e a outra no ombro.

- Você está bem? - ele me perguntou.

- Bom,estou viva. - eu disse rindo tentando amenizar a tenção.

- Hm .- ele olhou sobre o ombro para o pequeno banco de trás da picape e revirou algumas coisas. - Vista, não pode sair por aí de sutiã. - Disse me dando um casaco azul escuro.

- Obrigada...- sussurrei..

Eu poderia agora ser praticamente uma humana.Mas eles tinha que se esforçar mais para me derrubar.


Notas Finais


Beijos e arigatõ ❤❤
~Ella-_-Uchiha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...