História A estrada até aqui( 1 e 2 temporada). - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Brinquedo Assassino, Christine, Psicose, Supernatural
Personagens Bobby Singer, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Garth Fitzgerald IV, Hannah, Jody Mills, John Winchester, Lúcifer, Miguel, Sam Winchester
Tags Bobby Singer, Castiel, Chucky Shurley, Crossover, Dean Winchester, Fanfic, Lucifer, Romance, Sam Winchester, Sobrenatural, Songfic, Supernatural
Visualizações 185
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Consegui revisar antes e adiantei o capítulo.

Capítulo 11 - Cão do inferno


Fanfic / Fanfiction A estrada até aqui( 1 e 2 temporada). - Capítulo 11 - Cão do inferno

Palo Alto, Califórnia.


-Yuko meu amor-Adam chorava com as mãos no rosto-sinto muito mais ele vai  atrás de mim e me arrastar para o inferno.

-Que loucura é essa?

-eu fiz um pacto dez anos atrás

-não entendo….

-eu dei em troca minha alma.


(...)


-não acredito que era dentista-tomei um gole de café-foi assim que virou caçador?

-matei a fada do dente-falou orgulhoso batendo no peito me fazendo gargalhar.

-Não podia pedir um parceiro melhor…

-melhor que Dean winchester?

-Dean ja tem o parceiro dele-falei sorrindo.

-parece que a Califórnia nos persegue-falou arregalando os olhos.

-pois é Yuko minha amiga da faculdade me mandou uma mensagem estranha,disse que o marido dela fez um pacto na encruzilhada..que estava assustado.

-ela sabe que você?

-não,acho que ela confidenciou por ainda termos contato.

-e o que sabemos desse Adam?

-ele é mais velho e na época que namoravam ele já era professor..quando ela se formou se casaram.

-hum e o que comprova o pacto?não vi nada extraordinário-falou gesticulando.

-ok gênio...Adam é super conceituado,reconhecido e cheio da grana…

-aposto que isso aconteceu a 10 anos atrás..


(...)


Sentamos de frente para a fonte da Universidade ao qual tinha a inscrição 1934,esperava pela minha amiga.

Observava as pessoas indo e vindo e por um momento me vi entre eles.

Eu sabia que tudo que eu sacrifiquei valeu a pena,que caçando eu era mais útil.

Yuko chegou abatida,abri os braços e ela chorou abraçada comigo.

-Julie ele está louco-falava entre um soluço e outro.

-calma estou aqui-ainda abraçava ela.

-onde Adam está?

-em casa…

-certo vamos vê-lo,yuko esse é Garth meu amigo e colega de trabalho.


(...)


Quase pulei em cima de minha amiga quando chegamos na casa de yuko e lá estavam os winchesters sentados com Adam.

Sam  muito concentrado nas coisas que Adam falava e Dean entretido comendo doces que estavam na mesa.

Quando entramos todos nos olharam

Dean ainda estava com a boca cheia e quase deixou cair na roupa,nos olhou e veio ao meu encontro me beijando e me sujando de glacê.

Desde que contei sobre quem eu era..fiquei algum tempo sem ver os dois.

Adam e a esposa se entreolham,Sam ficou sem jeito olhando para as mãos.

-uma grande surpresa Sam disse sem jeito beijando yuko-quero te apresentar meu irmão Dean.


(...)


-como assim -falou histérica sentando na mesa da cozinha servindo café para nós duas-o loiro sensual de olhos verdes e todo fortão é irmão do Sam..ai Julie você é minha heroína,depois do que ele te fez foi bem merecido

-não foi bem assim eu não sabia que eles eram irmãos..só descobri quando Sam chegou e me pegou tomando banho-falei corando

-que carma hein!

-nem me fale-bebericou o café-vocês são um casal?

-sim e não-falei triste- ele vai viajar.

-vai com ele

-para onde ele vai não tem volta….ele não pode levar acompanhante-sorri tristemente-aliás o que eles fazem aqui?

-Adam surtou e ligou para Sam-deu de ombros-nem sabia que eles tinham contato.

-pelo menos você está mais calma

-agora que está aqui


(...)


Garth encarava Dean com os olhos serrados.

-parece que o amigo de vocês está em apuros- Dean falou devolvendo a encarada de Garth.

-me pareceu tão normal-Garth devolveu.

-acreditem ele não está normal..-falei buscando apoio em Sam

-concordo!-Sam falou sorrindo e depois fechando a cara-ele está tenso e olhando todos os lados esperando…

-o que vocês sugerem?-Dean perguntou olhando para mim e depois para Sam.

-vamos nós dois falar com ele- Sam falou me olhando e eu concordei com a cabeça.



(....)


Adam sentou atrás da escrivaninha e apoiou o rosto nas mãos.

Nos olhava despreocupado ou tentando não mostrar todo seu nervosismo.

Sentamos de frente para ele.

-então-olhou para Sam e depois para mim-o que acontece?

-Yuko falou sobre bem..seu pacto-Sam falou sério.

-queremos saber como isso aconteceu.

-não acham que sou louco?-falou desconfiado.

-não…-Sam sorriu o tranquilizando-viemos ajudar Adam,sei que é loucura agora mas acreditamos em você.

-nos conte tudo,sem julgamentos…-falei calma

Adam olhou para nós e começou:

-Dez anos atrás minha mãe me chamou para uma conversa e contou do pacto que meu pai tinha feito..da forma que morreu.

-como aconteceu?-Sam parecia curioso.

-minha mãe disse que viu dois olhos vermelhos enormes e depois meu pai foi dilacerado,na verdade ela só viu os olhos ...por que na noite ela saiu de casa e encontrou ele no outro dia...mas ela viu os olhos...e eu fiz o pacto em uma encruzilhada...do jeito que meu pai disse que.. que disse para minha mãe.

Ele parou limpando a garganta e olhando para mim.

-que mais…?

-ele apareceu e disse que tinha dez anos,disse que precisava de um beijo para selar e que voltaria para me buscar em dez anos.

-por isso estava apreensivo?-olhei nos olhos dele-o que você pediu?

- pedi fama,dinheiro ...sucesso-falou envergonhado.

-quando completa estes dez anos? -Falei sabendo a resposta.

-hoje a meia-noite.


(....)


Convencer Yuko a sair aquela noite de casa foi fácil difícil foi deixar Adam mais calmo.

Adam disse que faria uma noite dos meninos.

Eles pegaram o sal necessário e espalharam em cada janela e porta da casa.

-aqui estão as barras de ferro-Garth me alcançou uma.

Adam estava encolhido no sofá da sala.

-ei Adam-sorri para ele-você não vai morrer,não essa noite eu prometo.

-sinto muito-murmurou

-todos nós erramos

-eu sei Julie…

-cinco para meia noite-Dean alertou ficamos a postos.

-logo estará aqui..-falei sussurrando-cão do inferno...

-morte ao cão do inferno-Garth falou sobre os olhares de reprovação de Dean

-acho que seu namorado me odeia-sussurrou.

-o que seria esse cão?-Adam perguntou

-ele é um ceifador que recolhe as almas dos condenados-olhei para o chão-mas vamos salvar você.

Ouvimos rosnados e barulhos na porta da frente.

Algumas janelas tremiam inteiras como se fossem ser derrubadas e vimos olhos vermelhos enormes observando pela janela.

Dean estava do meu lado e sussurrou no meu ouvido :

-quando ele estiver aqui por mim quero estar sozinho...não quero que me veja morrer..

Engoli um seco estava impotente.

A janela explodiu e senti Dean me puxar para o escritório.Senti o perigo algo invisível em nosso encalço e sabia que não tinha saída.

“Por favor Deus,não nos abandone agora...sei que me escuta nesse momento ...chucky me mostre uma saída”

Garth batia no ar com a barra de ferro o  cão uivava pela dor causada e parecia mais assassino a cada momento.

Adam permanecia atrás de Sam em choque.

Entrei em transe no momento que o cão conseguiu entrar e senti como se ele se deitasse aos meus pés..passei a mão devagar sentindo a satisfação do animal.

Todos olhavam em silêncio.

-não se mova cãozinho bom...até eu voltar.

Senti uma luz me levando...


(...)


O corredor era enorme feito de madeira envernizada,caminhei lentamente e meus sapatos faziam um barulho irritante batendo contra a madeira.

Era tão escuro.

Quando fui me aproximando vi a luz da lareira refletindo enormes sombras e várias mulheres e homens ajoelhados me olhando com um brilho intenso no olhar.

O outro homem estava sentado em uma poltrona de couro vermelho e em seus pés tinha um tapete felpudo preto.Ele mexia sua bebida com os dedos e sorria.

Quando me aproximei ele também se curvou,ajoelhando nos meus pés.

-bem vinda princesa!-ele falou e todos os presentes repetiram.

-quem é o responsável aqui?-falei observando o homem.Não era muito alto e tinha olhos vermelhos,barba preta e cabelo curto.

-sou eu majestade-ele sorriu-sou um rei entre todos da encruzilhada.

-quem?

-Crowley-fez uma reverência.

-quero falar com você a sós.

Ele fez um sinal com a mão e todos se retiraram.

-quem tem o contrato de Adam Wayne?

-eu mesmo-falou orgulhoso-minha menina está nesse momento...

-quero que pare-falei séria.

-mas majestade…-tentou protestar.

-sei que tem planos grandes crowley e posso ser útil-falei séria-quero que deixe ele em paz desconsidere o contrato.Quando chegar sua hora estarei do seu lado,prometo.

-eu…

-a partir de agora sou a única responsável pela alma de Adam Wayne

Ele assentiu a contragosto.

-ah -levantei o dedo-me diga...você possui o de Dean winchester?

Ele me olhou negando com a cabeça.

-quem tem?

-não sei,ninguém sabe senhora.

-descubra-falei em tom áspero.

-farei o possível-ele se aproximou passando a palma da mão nas minhas bochechas-estamos a muito esperando que volte e assuma seu lugar.

-tenho outros planos…


(...)


Quando voltei estava no mesmo lugar e eu com as mãos acariciando o cão.

Todos me olhavam confusos “não volte mais”sussurrei e ele se foi.

-Adam,tudo okay!-fui até ele-não sinta medo ele não vai voltar.

-como fez isso?-Sam estava incrédulo

-não sei-menti

-diga a sua esposa que você está a salvo-Dean apontou o dedo para ele-e não brinque mais com isso.






Notas Finais


Espero ter agradado.
Sugestões e comentários não são obrigatórios mas bem vindos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...