História A ESTRANGEIRA... Why me? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Lee Jong Suk, Park Seo-joon
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Jong Suk, Park Seo-joon, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Big Hit, Bts, Ecchi, Hentai, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimim, Romance
Visualizações 74
Palavras 2.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


🎶I wake up looking this good
And I wouldn?t
change it if I could
And you can say what you want
I?m the shit I?m the shit, I?m the shit, I?m the shit I want everyone to feel like this tonight
God damn, God damn, God damn 🎶

🎵(Eu acordo já linda assim
E eu não mudaria isso, se eu pudesse Pode falar o que quiser
Eu sou boa Eu sou boa, eu sou boa, eu sou boa
Quero que todos se sintam assim
Meu Deus! Meu Deus! Meu Deus!) 🎵

*** Flawless Beyoncé FT Nicki Minaj

Capítulo 2 - Eu? Atriz?


- ... 

- Então você já pensou em se tornar uma atriz  internacional? - falou o ‘chinês’ ansioso pela resposta.


Respirei fundo, olhei aqueles olhos por detrás dos óculos, lógico que não ia decepcionar o ser que estava esperando minha resposta tão ansiosamente.


- Então… O que te faz pensar que eu queira ser uma atriz pornô? Só porque estou exageradamente maquiada? Ou porque estou com uma roupa “justa”? Olha aqui, não sei como é lá onde você vive mais aqui o negócio é diferente, tá? Vou chamar a seguran…


Sou totalmente interrompida enquanto me levantava bruscamente para ir aos guardas do shopping.


- Mil desculpas, eu nunca disse isso! Desculpa, desculpa, por favor não me entenda mal, senhorita, eu juro que não tive a intenção de lhe ofender… -ele falava enquanto esfregava as duas mãos como se estivesse rezando, ele estava extremamente vermelho e não me olhava nos olhos. Parecia realmente nervoso.


Cara, o que esse homem tá querendo comigo? Ele parece estar realmente nervoso… Vou escutar o que ele tem para me dizer, qualquer coisa chuto onde sei que vai doer e saiu correndo.


- Tá Vou te ouvir, mais seja breve, não estou com muito tempo. - disse já me acalmando e lhe encarando esperando que falasse.…

- A... sim… Bom, primeiramente deixe me apresentar… - falou enquanto tirava um cartão do paletó e me entregando com as duas mãos. - Meu nome é Lee Eung-Bok.


E o que, cara? Lee? Book? Livro?


Peguei o cartão branco com letras pretas, que de um lado estava em inglês e do outro estava escrito em um idioma que eu não conhecia.


Hum… Japonês ou chinês? Lee devê ser chinês né? Ou japonês? Hum… não sei… Lee, deve ser tipo Maria aqui no Brasil né?


- Tá ok! Espero que não esteja esperando que eu fale meu nome né, não sou de falar meu nome a estranhos… vai saber o que vai fazer quando souber… - falei mantendo a pose de durona.


Parece que o destino ama me foder...


- ALANA CHRISTINA! Prima! Comprei blusas maravilhosas, e sabe o melhor de tudo, com 50% de desconto, 50%, dá pra acreditar, menina?


Puta que pariu! O conceito de família e que ela foi feita pra apoiar e ajudar, não é? Então, porque prima, porque?


Meus olhos estavam em chamas olhando para minha prima. Vai ser burra assim lá na ‘China’ viu! Puxei ela pelos braços e falei para que a mesma aproveitasse mais as promoções e se caso escutasse um grito meu era para correr e chamar a segurança. Ela me olhou estranho, mais conhecendo ela como eu conhecia, sabia que ela não ia perder a oportunidade de comprar mais coisas na promoção…


Com primas assim que precisa de inimigos, não é?


-  Então… Alana e o seu nome. Um nome forte… combina com você… - disse o tal do Lee que parecia envergonhado em meu lugar.


Forte? Não vou levar para o pessoal...


- Bom… infelizmente agora você já sabe. Pode falar então, o que quer comigo? - mulher é um bicho curioso demais.


- Ok! Como dito no cartão que lhe entreguei sou um diretor de TV. Bom… tenho um projeto futuro onde precisamos de uma atriz estrangeira, pois queremos abordar alguns assuntos delicados na Coréia. Você sabe alguma coisa sobre a Coréia do sul?


Coréia? Bom, deixa eu pensar… sei que fica ali na Ásia, mais isso pode ser meio óbvio … Então é melhor negar...


- Na verdade não. - respondi. 


- A sim, sem problemas. O projeto consiste em um drama, que e como as minisséries/novelas aqui no Brasil só que em um formato diferente. Não sabemos ao certo quantos episódios terá, mais… provavelmente não será muito longo. - disse todo entusiasmado sobre o tal projeto.


Atá! Tô acreditando SUPER no que você tá dizendo. Eu? Ser atriz? Ainda por cima do outro lado do mundo? Não me faça rir! Haha


- Você não parece estar acreditando no que estou lhe dizendo… - Lee disse cortando meus pensamentos.


- ... -  bingo, temos um ganhador!


- Bom não vou atrapalhar mais seu passeio, vá para sua casa, pesquise sobre mim na internet, veja alguma coisa sobre a Coréia e… Se caso… você quiser conversar sobre, ligue nesse número do cartão. Ficarei no Brasil até o fim da próxima semana. - disse logo se levantando e fazendo um tipo de reverência que entendi como um tchau.


Ok! Estou realmente curiosa… Muito curiosa. Fodei!


      _____________________


Voltamos para casa da minha tia depois de uma longa noite. Estava muito cansada, exausta mesmo, então resolvi tomar um banho e relaxar. Tirei o reboco vulgo maquiagem do meu rosto, e me pus debaixo do chuveiro com a água quente, era realmente bom.


Depois do banho, coloquei um pijama e me joguei na cama. Eu sabia que logo ia dormir, pois estava muito tarde e eu estava cansada. Mas antes decidi procurar uma certa coisa na internet…


Só para ter certeza que eu não estou enganada. Não sou de me enganar...


Lee Eung-Bok  . ENTER.



É… pela primeira vez eu estava enganada. O cara é realmente um diretor, e pelo jeito é um dos bons né? Tomei na cara!


Na página do Google tinha uma lista de dramas que ele tinha dirigido, alguns que conseguiram grandes prêmios, como um tal de Goblin e um tal de Descendants of the sun.


00:00 (segunda feira)

Parece legal, vou ver só um pouco desse Goblin. Porque sei que logo vou dormir...


00:15

O idioma é bem diferente né? Estranho de início...


00:45

Como assim? Ele tá vivo ou morto? O que ele é na verdade?


01:00

Não faz meu tipo, mas… esse Goblin e esse Ceifador são bem bonitos hein!


01:35

Esse casal principal demora para beijar né… se fosse aqui já tinha rolado uns esquenta legal…


02:15

Essa música no final é bem legal. Vou procurar quem canta depois…


03:00

Hum… vou baixar essa música. Viciei!


06:00

Não! Não tira essa espada, ele é o amor da sua vida, idiota! Não… haaaa. Porque? Volta aqui Kim Shin eu fico com você. Não se vá, Please…


08:00

Como assim você não lembra? Cara ele é inesquecível até pra mim.


10:00

Ele voltou! Eu sabia! Oh Glória!


12:00

Não acredito que já está acabando… foi tudo tão rápido...


- Alana! Almoço, sai um pouco desse quarto, nem café da manhã você quis. Tá tudo bem, querida? Nunca vi você negar comida… - disse minha tia atrás da porta.


- Tô indo tia. Estou no último capítulo. Espera aí…


Conclusão: passei a noite assistindo um drama e pesquisando sobre a Coréia do sul. Dentro dessa pequena pesquisa descobri outra coisa sobre a Coreia: Kpop.


Depois do almoço, foquei minha pesquisa no kpop. Descobri que muitos grupos fazem sucesso aqui no Brasil, mais tinha um que era realmente popular…um tal de BTS. Eram sete garotos que cantavam, faziam rap e dançavam.


Porque tanto alvoroço por eles?


Realmente não entendia toda a euforia em volta desses meninos. Fui mais a fundo na pesquisa, decidi ver um de seus MV’S ( que até então chamava de clipe) o YouTube me indicou Blood Sweat & Tears.


Conceito legal, as cores e os movimentos de câmera estão ótimos.

Oh! Eles dançam muito bem!

Que rappers fodas!

Nossa, espera... quem é esse loiro? Porque essa... língua? Que voz grossa e bonita ele tem né? Uau, e essas costas. Pera aí... Ele beijou o outro cara???

Buguei!


Fiquei o resto do dia ouvindo kpop. Não ouvi só BTS mas me propus a ouvir variados grupos, com diferentes conceitos. Grupos masculinos e femininos.


Mas sinceramente… aquele loiro do BTS não saia da minha mente. Porra! Ele estava tão sexy com aquelas marcas nas costas, queria muito cravar minhas unhas nele… com aquela pele branca… ouvi-lo gritar no meu com aquela voz...


Tá louca Alana! Osh! Você se sentindo atraída por um oriental? Hahaha. Impossível. Isso logo vai passar… e só porque tô na seca a muito tempo… tipo anos... mais.. vai passar…


       ___________________


O resto da semana passou normalmente, continuei com as minhas pesquisas e...


Porra!Porque eu sonhei todas, eu disse TODAS as noites com esse cara do BTS? E… Porque… sonhos eróticos. Hein, Porque?


Bom… Queria saber mais sobre a cultura, as pessoas e o modo de vida na Coréia. Uma coisa me chamou a atenção… dizem que os coreanos não vêem com bons olhos pessoas que não são branca. E que até os famosos sofrem com isso...


Hello! Eu não uma folha A4


E também tem um padrão muito forte relacionada a magreza. 


Haha. Não sou magra nem nos meus sonhos… E olha que ando sonhando bastante ultimamente … Mesmo sem querer… não tô dizendo que está sendo ruim, também… mas...


Bom, com tudo isso ficou a pergunta no ar…


Porque o doido do diretor me acha perfeita para o papel?


Não sou de guardar nada para mim, então peguei o cartão, e logo disquei o número…

- Alô - a voz masculina disse.

- … olá… aqui é a Alana. Lembra de mim? - perguntei um pouco tímida, lógico não é? Tinha tratado ele super mal.

- Oh, Claro que lembro! Como posso esquecer de uma pessoa com uma personalidade tão… tão… única. - respondeu simpático.

- Então né… E… tava pensando… e … tô um pouco curiosa para sobre algumas coisas… se for atrapalhar não precisa também tá, não tô implorando por nada não viu…


- Claro Vamos nos encontrar pessoalmente Alana-ssi.  - respondeu.


Ok! Ele é educado. Já ouvi esse ‘ssi’ em algum lugar… há sim, em Goblin…


Nós encontramos nos mesmo shopping da primeira vez. Na praça de alimentação (lógico não ia ficar sem comer…) pedimos um sanduíche e enquanto esperávamos comecei​ o bombardeio de perguntas.


- Porque eu? Pesquisei sobre a Coréia e… sinceramente não acho que vocês aceitem muito bem pessoas como eu… que fogem do seus "padrões". - falei mostrando que tinha feito a lição de casa.


- Infelizmente você está certa, por um lado… o preconceito existe mas, penso eu, que ele exista muito por falta de contato e conhecimento sobre outras culturas . - ele respondeu


- Irônico não é? A Coreia ganhou bastante visibilidade com o kpop, né? O que me intriga é que em pelo menos na maioria dos grupos que vi, existe no mínimo um rapper, e que também muito dos grupos começaram com uma pegada hip-hop. Que é um gênero musical americano, que muitos dos seus idols tem como base para se inspirarem. Mas você ainda não respondeu, porque eu?


- Exatamente por isso! Quando a Kim Eun-Sook ( autora de Goblin) me falou sobre esse novo projeto ela disse que queria revolucionar, e tentar mudar a concepção dos coreanos sobres os estrangeiros, já que nós somos tão nacionalistas. Você não é só perfeita fisicamente como sua personalidade me agrada muito.- respondeu sorrindo.


- Mas tem um pequeno detalhe… eu não falo coreano e… muito menos sou atriz, tenho algumas matérias de teatro no meu currículo, mais só isso . - disse ríspida


- Lembra que falei que era um projeto futuro? Bom, quando eu disse isso é porque realmente é. Daqui um ano e meio que pensamos em começar as gravações. Estou envolvido em um drama e um filme antes desse projeto… E durante esse tempo você poderá ter aula intensivas de coreano e de teatro, tem ótimos professores  aqui em São Paulo.- disse elogiando.


- Aqui? Bom… não moro aqui. Sou de outro estado. E… não sou rica para pagar isso, cara. - falei com um tom de desaprovação.


- Calma! Quem disse em pagar? Eu realmente gostei de você, tenho olho bom para isso é sei que você tem um futuro incrível pela frente. Se você aceitar, você irá participar de uma competição para o papel principal no drama...


- Espera aí. Competição? - perguntei confusa.


- Sou eu mais dois diretores trabalhando como olheiros em busca da atriz perfeita. Um dos meus colegas escolheu uma japonesa, outro uma americana e eu quero você Alana, uma brasileira.


Estava ouvindo atentamente tudo que ele dizia, mesmo que o sotaque dele viesse por alguns momentos ser extremamente engraçados, me mantive séria a todo momento..


- Irei pagar tudo Alana-ssi, mas em troca você terá que mudar seu curso para um de teatro, terá que se mudar para São Paulo e fazer um teste no final com as outras concorrentes, não te darei esperança de nada, tudo será através do seu próprio esforço. Quem irá decidir e a Kim Eun-Sook (autora), pois só ela sabe o que realmente espera da personagem e vai saber qual de vocês três e perfeita para o papel. E aí, o que me diz? Você aceita minha proposta?




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...