História A falsa amizade de Cellbit - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~BezongaahLange

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange
Personagens Felps, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Youtube
Visualizações 20
Palavras 248
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Crossover, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - 4 Dias uma esperança


Fanfic / Fanfiction A falsa amizade de Cellbit - Capítulo 3 - 4 Dias uma esperança

Depois de reconhecer a voz, Felps falou:

-Affonso! Reconhecia sua voz.

-Hahaha....Todos idiotas, nem você que é esperto reconheceu o psicopata, mais procurado no pais?..Ou meu nome real. Roberto.....Hahaha....Tonto mesmo - Roberto diz com uma felicidade muito estranha.

-Ro....Roberto?!...... - Felps diz com muito medo do que ele pode fazer com o Cellbit.

Depois que Felps falou aquilo, o celular desligou. Felps viu oque era. A bateria acabou. Na quele momento Felps, conecta o celular rapidamente no computador, para carregar o celular e tenta procurar o local que a ligação foi feita. Estava mostrando "A ultima ligação feita em: São josé do rio preto", e mostrava as coordenadas no local, em quanto Felps estava colocando coordenadas no celular do Cellbit que estava com a bateria completa. Ele tomo um susto, quando o seu celular que estava sem bateria, tocou. Ele atendeu, alguma voz falava "4 dias uma esperança". Quando Felps ouviu aquilo, deixou seu celular cair no chão, percebendo na hora, que Cellbit tinha apenas 4 dias de vida, e ele iria demorar 3 dia para chegar até o local, depois de uns segundos pensando do que vai acontecer, ele parou de pensar e começou a agir. Correu direto pro carro que estava estacionado perto do hotel. Entrou, ligou o carro, colocou as coordenadas no celular do Cellbit, sem pensar duas vezes acelerou no máximo que podia, e foi para São josé do rio preto. Mesmo que era do outro lado do estado, ele não pedia a fé.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...