História A Feel is more important than listening (Camren). - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Exibições 336
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Orange
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.

(Vale lembrar que, se você segue uma religião e querer debater um assunto que haverá aqui, não cause problemas por nada, apenas contestando o que realmente há. Lembrando eu respeito todas religiões, antes que falem algo sem argumentos)

Capítulo 17 - Não ouse.


Camila Pov.


1 mês se passou eu e Lauren estamos namorando, bom não rolou pedido mas eu acho que é temporario até depois que a avó dela for embora isso de fato está precionando ela, bom tem 2 dias que a mesma chegou e eu diria que a Lolo está nervosa com isso tudo. Ela disse que não iria contar nada para não gerar brigas, e eu sei que seria injusto da minha parte querer que ela falasse aliás me coloquei ao lugar da mesma.

Eu estou tentando, na verdade fazendo de tudo para que ela fique despreocupada com isso tudo, mas é meio que impossível  por mais que nós façamos as palhaçadas de sempre ela acaba soltando um riso mas logo volta pro clima tenso onde ela vive, ou seja seu mundo hoje.

Mas pensando por outro lado não seria errado encoraja-la lhe dizendo para dizer o que precisar e não ficar assim aliás ela não está fazendo nada de errado, do meu ponto de vista é claro.

Eu só quero passar confiança pra ela e que apesar de tudo eu sempre vou está ao lado dela, seja lá o que disserem pra ela. Eu sei que ela é forte e vai passar nisso como um estalo de dedos.

Vero Pov.


3 semanas que eu não faço mínima ideia de onde Lucy está, eu cheguei a pensar que ela não estava indo pra escola, mas Dj e Lauren disseram que viram ela aqui na escola. Então ela só poderia está me evitando, o que é bem a cara dela, depois do que aconteceu ela nunca mais dirigiu sequer um olhar.

O que eu de fato estou tentando entender aliás combinamos que nosso relacionamento seria digamos mais que aberto, ela estava disposta com todas as propostas aliás a mesma que impôs ela. Então não teria cabimento ela me evitar pelo que aconteceu comigo e a Bianca, ou porque essa foi a primeira vez que ela me viu com outra garota.-Meus pensamentos insistem em se fazer presente enquanto caminho por esse corredor longo e largo em direção a porta.

Mas uma coisa eu não posso negar, eu gosto dela porém sei que é impossível namora-la sabendo que ela poderia me trair a qualquer hora e isso nem é fato de que eu não confio nela, eu confio portanto namorar alguém sabendo que ela vai para as baladas e fica com umas 4 pessoas diferentes é meio preocupante. Imaginar-se em um ambiente no qual ela estaria indo pra uma festa da empresa e ela me pedisse pra ir meus pensamentos não seria um dos melhores e isso me faz com que eu esteja um pouco paranóica, com coisas inexistentes.

Lauren Pov.


Sei que estou tentando ecitar chegar em casa aliás hoje é segunda e eu fui pra escola, minha avó está em casa e quando eu chegar lá provavelmente ouvirei perguntas que eu vou querer responde-las de forma ao contrário. Eu estou precionada com isto tudo, deve ser porque ela sempre me disse que ser homossexual é errado e eu esteja me sentindo como estivesse fazendo algo errado da minha vida. Mas é só hoje por incrível que pareça.

Depois de deixar Camz na casa dela, a mesma insistiu para que ficasse porém quero evitar questionários, sabemos como esses idosos são. Prometi pra mesma que iria vê-la a noite, é o que eu pelo menos espero.

Meus pensamentos ainda rodeando minha cabeça me permite estacionar o carro quase automaticamente, e fazer as coisas no modo auto, até entrar e encontrar a senhora lendo uma revista ou pelo menos é o que parece. Num ato jogo a chave do carro em cima da mesa central, e continuo a caminhar em direção ao meu quarto, eu e ela sabemos de fato de quem é a verdadeira culpa de estarmos assim uma com a outra. Quando eu era menor minha vó era tipo minha confidente, contava de tudo pra ela, porém fui crescendo e tomando conhecimento de mim mesma só então percebi que ela não era quem aparentava ser quando eu era menorzinha.

Assim que entro em meu quarto, duas batidas na porta são suficientes para que eu a mande entrar. A senhora com a aparencia calma permite entrar e se sentar ao meu lado na cama, seus olhos não tem a mesma confiança que eu tenho, eles parecem arrependidos ou pelo menos o que está tentando mostrar.

-Então como foi na escola?

-Normal, nenhuma novidade.

-Certo, olha Lauren sei que nossa última conversa não foi lá uma das melhores aliás nossas conversas só eram boas quando você era criança e não tinha noção desse mundo no qual vive, contudo sei que me evitar não é uma de suas opções está fazendo isso por você mesma.

-Vó, antes que comece, pensa comigo quando os pais descobrem o sexo de um bebê, colocando como exemplo uma menina, eles compram tudo rosa, tudo com florzinha isso e aquilo, pintam o quarto de rosa, berço rosa, tudo rosa. Tá isso foi o que a sociedade impôs, isso não vai condizer que que irei amar rosa, aliás eu odeio rosa. A mesma coisa acontece com o que eu sou hoje, se você está pedindo pra eu se colocar no seu lugar como Vó e quem quer o melhor pra mim, quem vai se colocar no meu? Quem vai defender minhas causas? Quem vai dizer que eu estou feliz assim como sou?. Sabemos que somos de épocas diferentes, porém a senhora não nasceu no tempo das cavernas, pode ser até dificíl aceitar, como é meio normal, mas insistir nisso por mais de 3 anos é injusto comigo.

-Lauren está escrito na bíblia....

-Vale lembrar que o mesmo livro da Bíblia (Levítico) que condena os homossexuais condena quem corta cabelo, quem faz a barba, condena mulheres que não ficam reclusas durante o período menstrual, condena quem come carne de porco e outras. Conclusão: de acordo com a bíblia todo mundo vai pro inferno.

Ela apenas ficou quieta e saiu, por fora eu tô tipo séria, mas por dentro eu estou dançando, dançando por uma única vez deixa-la sem palavras sem muitos gritos como da última vez.

Notas Finais


:) Thank youu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...