História A fera - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Tikki
Exibições 59
Palavras 1.870
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Magia, Poesias

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Eu..... Te amo


Fanfic / Fanfiction A fera - Capítulo 3 - Eu..... Te amo

Adrien on.


Depois q o Nino foi pro quarto dele, eu subi pro meu quarto e vi a Alya descendo as escadas, ela piscou pra mim e eu subi pro quarto. Cheguei la e abri a porta divagar, vi a mari sentada na cadeira da escrivaninha com uma blusa minha. Ela estava olhando a torre e começou a lacrimejar.


Mari- assim como a fênix renasce das cinzas, eu voltarei só inferno só pra ficar com vc..... Isso era oq ela falava..... Antes di perdela..... Eu não vou superar isso!


Ela enterrou a cabeça nas maos e começou a chorar. Ela se sentia como eu. Sozinha.  Eu cheguei perto dela e botei a mao no seu ombro, ela me olhou e eu passeia mao no seu rosto.


Adrien- pq estava chorando?


Mari- nada!


Ela se virou pra frente di cara fechada e continuou olhando a torre. Mas depois se virou pra mim e me olhou.


Mari- qual seu nome?


Eu já tinha pensado nisso soq acho q o nome ficou muito ruim.


Adrien- Chatnoir.... Pq a pergunta?


Mari- nada, só acho injusto vc saber meu nome e eu não saber o seu!


Ela é muito ignorante, oq deixa ela mais linda ainda. Di vdd, eu amo essa garota!


Chat- bom, já q seu pai mandou eu "cuidar" di vc, vc vai ter di morar aki. Tudo bem pra vc?


Mari- claro. Mas pq não tira o capuz?


Chat- bom.... Eu não tiro pq..... Vc não ia gostar di ver oq eu sou di vdd.


Ela bufou e eu ri, ela se levantou e calçou seus al stars e foi ate um canto da porta e pegou o capacete e saiu do quarto, logo depois desceo as escadas.


Chat- ela vai dar trabalho.


Sai correndo atrás dela e quando desci ela tava encostada na moto com dois capacetes.


Mari- vamo la gatinho!


Subimos na moto e colocamos os capacetes, dei partida e fomos numa velocidade, só q não a do limite. Quando chegamos na casa dela entramos la e vi q era uma casa grande. Dois quartos, uma cozinha, 2 banheiros, uma sala di estar e jantar. Entramos no quarto dela e pegamos suas coisas. Mano, ela tinha uma lista pronta!


Chat- lista pra viagem?


Eu li oq tava escrito na primeira linha.


Mari- é oras! Eu ia viajar! Problema?


Dei ombros e ri.


Chat- blusas di frio?


Mari- ok!


Chat- shorts?


Mari- ok!


Chat- blusas e regatas?


Mari- ok!


Chat- calças e vestidos?


Mari- ok!


Chat- notebook?


Mari- ok!


Chat- celular?


Mari- ok!


Chat- 7 pares di tênis?


Mari- ok!


Chat- Nutella?


Mari- ok!!!


Chat- fotos dos amigos?


Mari- ok!


Chat-  fotos dos pais?


Mari- ok!


Chat- fotos minhas?


Mari- ok! PERA!! EI!


Ela fez cara feia e eu ri. Como ela fica linda com raiva, eu a admiro por isso. Seus cabelos azulados soltos, seus lábios rosados e carnudos. Como eu queria beija la ali mesmo! Mas.... Ne?! Depois di pegarmos as coisas, fomos la pro AP e colocamos as coisas num quarto q ia ser dela.

Depois di um mês aki, eu e a mari estávamos mais próximos, Ela ainda nunca tinha me visto sem o capuz. Tínhamos acabado di chegar do shopping. Ja eram 22:47. Alya e nino q estavam dormindo um em cada sofá. Falamos pra eles subirem pros quartos e dormirem em suas camas obvio. Quando subiram, eu e mari nos jogamos no sofá q tava di frente pra TV e nos olhamos, fomos nos aproximando ate nossos lábios encostarem, não aguentei e a puxei pro meu colo e a beijei. 

Um beijo intenso e quente, q foi ficando selvagem. Seus labios tem gosto di morango com açúcar. Ela passou seus braços pelo meu pescoço e eu passei os meus pela sua cintura. Levantei um pouco da blusa dela e passei minha mao por sua barriga, causando um arrepio nela. Desci os beijos pro seu pescoço e dei um chupão q ia deixar marca no dia seguinte. Ela passou a mao por dentro do meu capuz q caiu, ela se separou e sorriu.


Mari- pra quem disse um mês atrás q eu nao ia gostar di ver quem vc é di vdd, estava errado!


Chat- então vc gostou do gatão aki ne?!


Mari- convencido!


Chat- q vc ama!


Ela corou e voltamos a nos beijar. Quando apertei um di seus seios, ela se afastou e se levantou, passou a mao nos cabelos suspirou e olhou pra mim.


Mari- esta ficando quente, melhor pararmos por aki!


Ela se aproximou e me deu um selinho demorado, q por minha causa, virou um beijo calmo e apaixonado. Ela se separou e saiu di cima di mim e se sentou do meu lado. Ficamos assistindo TV, quando percebo ela tinha dormido, peguei ela no colo estilo noiva e subi pro quarto dela e a coloquei na cama. Dei um beijo na sua testa e ia saindo quando ela segura meu pulso.


Mari- boa noite gatinho.


Chat- boa noite my princess.


Sai do quarto e fechei a porta, mas escutei um "boa noite my minou" sorri com essa frase e fui pro meu quarto e me joguei na cama.


No dia seguinte, fui falar com o Nino já q ele queria me ajudar a conquistar ela. 


Nino- escreve um poema ou constrói uma.... Sla cara! Faz alguma coisa pra ela.


Pensei por um tempo, ate ter uma ideia! Ela gosta di flores! Principalmente as rosas vermelhas! Decidi fazer uma surpresa pra ela. A mesma tinha ido pra escola então so voltava as 12:00. Fui no quarto dela com uma cesta cheia di rosas vermelhas, algumas brancas e outras pretas. Observei o quarto e vi q ela tinha mudado muitas coisas naquele quarto branco e cinza. Ela pintou as paredes di vermelho e preto, sua cama estava com lençóis verdes e brancos. Em um manequim estava um pijama. Uma blusa preta escrito Chatnoir em verde néon e um short verde com Patinhas pretas. Em cima di uma cadeira, eu vi dois gatos q pareciam ter 3 anos. Um preto di olhos verdes esmeralda e um branco di olhos safiras me olhando. Em suas coleiras estavam escrito, tikky e plagg. Sorri pra eles e comecei fazer a surpresa, peguei um barbante e amarrei algumas flores em sequência. Pretas, vermelhas e brancas. Amarrei o barbante em uma ponta na parede e outra num canto da porta, assim formando um varal. Peguei as fotos q eu e ela tiramos em alguns lugares como, shopping, parque aquático, museu do Louvre, torre Eiffel, no hotel le grand Paris e etc. Colei as fotos nos espacinhos q tinham entre as flores e tava pronto. Peguei outras flores e coloquei em um vaso. Sai do quarto e vi ela chegando.


Mari- pq estava no meu quarto?


Chat- surpresa! Vai la vê!


Quando ela entrou deu um grito di surpresa e olhou pra mim e me deu um abraço. Sorri e sai di la.


7 meses depois


A cada dia eu estava mais apaixonado por ela. Mas só tem um problema, ela estava trancada no quarto, ela não saia daquele quarto a uma semana! Oq aconteceu? Eu já tentei di tudo! Doces, bolsas, roupas e nada! Oq ela tem? Alya e Nino já tentaram falar com ela, mas sem resultado. Mas oq ela tem? Subi no quarto dela e bati na porta.


Chat- mari, abre a porta, vc ta ai trancada a uma semana sem comer ou beber!


Fiquei sem resposta


Chat- vai mari, pfv!!


Novamente sem resposta, eu me encostei na porta e suspirei ate escorregar e sentar no chão. Senti ela sentar atrás da porta tbm.


chat- oq vc tem my princess?


Sussurrei mas parece q ela escutou, pq abriu a porta pra mim entrar. Entrei e fechei a porta e me sentei do lado dela na cama.


Mari- oq foi?


Chat- como assim "oq foi?"? Vc passa uma semana trancada no quarto, sem comer ou beber. Não fala comigo e nem com a Alya ou o Nino, e agr a pergunta é simplesmente "oq foi?"! Serio mari! Eu to preocupado com vc! 


Deu pra perceber q ela não esperava por isso, ela êxitou um pouco em me contar mas depois cedeu e deu um suspiro.


Mari- eu to confusa!!


Chat- com oq?!


Ela se jogou pra trás na cama e fechou os olhos com força.


Mari- o amor é uma coisa tao confusa!!


Chat- então a senhorita ta apaixonada? Quem é o sortudo?


Mari- olha a tela do meu notebook e vc!!


Olhei pro notebook e tinha aquela foto q a gente tirou na festa quando eu ainda era humano e saquei! Ela estava dividida entre mim e Adrien. Olhei pra ela q olhava pra mim, segurei seu queixo e a beijei. Um beijo calmo, cheio di sentimento. Eu explorava cadsa canto da sua boca, nossas línguas dançavam uma valsa calma e as vezes agitada.  Mas se não fosse o maldito ar! Nos separamos e nos olhamos. Senti um brilho verde cobrir meu corpo, ela teve q fechar os olhos e eu tbm por causa da claridade do brilho. Quando terminou, abrimos os olhos e vimos q eu estava como Adrien novamente. Ela estava surpresa, mas ao mesmo tempo feliz.


Mari- a-adrien.... ADRIEN!


Ela me abraçou e eu retribui


Mari- não acredito q era vc esse tempo todo!!!! Mas.... Como?


Adrien- fui amaldiçoado my princess. Mas vc quebrou essa maldição! Obrigado!


A abracei bem apertado, depois lhe dei um beijo. E assim eu vivi feliz com a minha princesa. A minha princesa!!


Com essa maldição, eu aprendi

Q a riqueza não é tudo

Mas, tbm aprendi

Q o amor é um sentimento tao forte

Q é capaz di quebrar as barreiras q nos impedem

Di amar!

E o mais importante

Eu a amo! 

Fim


Dezembro dia 20. Aniversario da mari. 20:22.


Eu estava preparando uma surpresa pra mari, depois da minha maldição ser quebrada o Nino voltou a enxergar e ele e Alya começaram a namorar. 

Ela chegou da escola e deixei ela la no quarto pra mim preparar tudo, quando deu oito em ponto.  As amigas dela, Milene e Rose chamaram ela e a levaram pro térreo do AP. Depois a levaram pra frente do Louvre e la estava Nino com um cartaz escrito -" vamos começar uma brincadeira my princess. Estou aki na frente da sua cafeteria favorita"- ela foi pra cafeteria e la estava o Kim com outro cartaz escrito -"estou aki perto daquele parque q vc ama"- ela foi pra la e eu só observava tudo la di cima da torre Eiffel. 

Ela foi pro parque e viu o Nathaniel com outro cartaz -" vá pra frente da torre Eiffel e recebera sua recompensa por participar da brincadeira"- e la foi ela pra frente da Eiffel. Quando ela chegou, la estava eu com o ultimo cartaz. -" vc quer namorar comigo?"- seus olhos encheram di lagrimas e ela veio correndo ate mim e me abraçou. Eu  a beijei e ela retribuiu. A Alya soltou os fogos di artificio e todos q estavam em volta aplaudiram. 


Mari- sim!!! Eu quero namorar com vc!!!


Nos abraçamos mais uma vez e fomos pra casa. Agr eu não estava mais sozinho. Nunca mais estaria! Eu tinha a minha princesa comigo! Encontramos Chloé no caminho q quando mari e ela se viram sorriram e se abraçaram.


Chloe- q saudade migah!


Mari- eu q o diga!


Se separam e me olharam


Chloe- vi q vc aprendeu a amar agreste! 


Adrien- é..... Chloé....


Ela me olhou quando estava indo embora.


Adrien- obrigado!


Chloe- por nada!


Sorrimos e seguimos nosso caminho.


Autora on.


Enquanto nosso casal comemorava, Gabriel agreste precisava di uma assistente. Chloé se candidatou e foi pra empresa do agreste. Chegando la ele a insultou e foi amaldiçoado. Só q diferente do filho, ele se tornou HawkMoth. ( ceci: o poderoso tio das brabuleta!!)


Notas Finais


Acabou!

Dash: infelizmente cats.

Leitores: ah..😖😖😖😖😢😢

Sorry gente. Mas ta ai!!!

Dash: MARICHAT É VIDA!!

Mas nos falem uma coisa!

Dash: oq aprendemos com essa treeshot?

Comentem ai!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...