História A Filha da Viúva (Uma História Romanogers) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agent Carter, Agents of S.H.I.E.L.D., Capitão América, Demolidor (Daredevil), Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Homem-Formiga, O Incrível Hulk, Os Vingadores (The Avengers), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Dra. Helen Cho, Howard Stark, James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Jane Foster, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Peggy Carter, Personagens Originais, Phillip Coulson, Sam Wilson (Falcão)
Tags Capitão América, Captasha, Guerra Civil, Homem De Ferro, Natasha Romanoff, Romanogers, Stasha, Steve Rogers, Steven Grant Rogers, Thor, Tony Stark, Viuva Negra
Exibições 210
Palavras 1.346
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Sci-Fi, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, voltei! Boa Leitura e até daqui a pouco.

Capítulo 2 - Bailarinas


Fanfic / Fanfiction A Filha da Viúva (Uma História Romanogers) - Capítulo 2 - Bailarinas

P.O.V Natasha 
Quando chegamos em minha casa Agnes já estava dormindo no colo do Steve, que ficou reclamando durante meia hora o por que de não ter contado à ele sobre minha casa, apenas o acompanhei até o quarto que os filhos de Clint ficam quando vem fazer alguma consulta médica (a única exceção para eles virem a cidade). Era um quarto unissex com detalhes em amarelo, algumas pelúcias e brinquedos, a cama era branca e tinha uma grade já que os filhos de Clint são pequenos e Francis só veio aqui quando era muito mais novo.

Nat: Pode deixar ela nessa cama, e não, não está sujo, esses dias eu tive que trocar esse lençol... tem algumas roupas e acessórios da Lila na cômoda... Se você quiser pode pegar para ela.

Ste: Obrigado. Amanhã é meu dia de folga, acho que vou sair um pouco com ela, quem sabe levar ela para ver as meninas e destrair um pouco.

Rogers diz ligando o abajur do quarto e encostando a porta do mesmo. Paro no corredor com ele na minha frente.

Nat: Okay. Vou tomar um banho, se você quiser pode ficar, tem outro quarto. Sei que você deve estar cansado da missão...

Ste: Natasha... desculpa mas eu... Eu não... Não... posso... tenho que... fazer uma coisa em casa...

O Steve envergonhado fica tão fofo... adoro dar em cima dele só pra ver ele envergonhado e vermelho igual a um tomate.

Nat: que isso soldado! Eu não mordo... Pode ficar a vontade, toma um banho... Relaxa Cap!

Ste: Natasha...

Nat: É sério Rogers. Se essa garota acordar eu tô fudida... Não tenho o menor jeito com crianças...

O que é verídico, sou um desastre com crianças...

Ste: Okay. Eu fico.

Depois da nossa conversa deixei ele no outro quarto, falei para ele tomar um banho e deitar, dei alguns livros e filmes para ele assistir e uma coberta. Minha casa não era muito grande, tinha três quartos (o meu era Suíte até porque sou a dona da casa) e um Banheiro no andar de cima, no de baixo tinha uma cozinha , uma sala e um lavabo, tinha um pequeno jardim com uma casinha na árvore feita por Clint pra destrair as crianças enquanto estavam aqui... isso tudo para não precisarem saírem da casa.
Tomei meu banho e resolvi descer para tomar um copo de água, passei na frente dos dois quartos e vi que Steve estava lendo o livro que eu dei... ele é realmente muito fofo, uma sorte pra mulher que ele gosta, além de ser um gato, o cara é o Capitão América... me explica quem não ficaria com ele? Tirando eu , afinal eu sou uma Viúva Negra, assassina , obviamente ele não ficaria comigo...
Dormi muito bem, melhor do que o normal , inclusive não tive nenhum pesadelo com as memórias da KGB, nem com nada, provavelmente se estivesse sozinha iria dormir até duas horas da tarde, mas Agnes acordou de madrugada, o que foi um saco, já que eu tenho um sono leve e ela abriu o bocão e começou a chorar... eu tentei ignorar mais foi impossível ela chorava mais alto a cada instante, estava torcendo para algum milagre acontecer e ela parar... mas nada, o jeito foi levantar, vesti um BabyDool e fui para o quarto que ela estava, quando me viu ela parou de chorar e veio correndo até mim , abraçando as minhas pernas, fiquei paralisada , as únicas crianças que eu lidava era os filhos do Clint, mesmo assim peguei ela no colo , era melhor do que ela começar a chorar novamente.

Nat: Cosa è successo? Vuoi qualcosa? (O que aconteceu? Você quer alguma coisa?)

Agnes: Non , incubi (não, pesadelos)

Nat: Ho anche incubi (eu também tenho pesadelos)

Agnes: Non voglio essere da solo (Eu não quero estar sozinha)

Nat: nessun problema, capisco la tua paura (nenhum problema , eu entendo seu medo)

Talvez o Steve não saiba , mas eu senti quando ele tinha chegado, logo quando peguei Agnes no colo, sabia que ele estava lá me observando , mas não me virei, queria ver o que ele ia fazer, tambem não vou ficar mostrando minhas habilidades assim... até que ele falou.

Ste: olha só quem disse que estaria "ferrada" se Agnes acordasse...

Nat: Eu usei outra expressão Rogers - digo me virando - você fez isso de proposito não é?

Ste: O que que eu fiz de proposito?

Nat: Ignorou ela chorando, para que eu me levantar...

Ste: não adianta mentir pra você né? - fiz que sim com a cabeça - sim... queria ver o que você ia fazer, tinha quase certeza de que você viria. E veio...

Sinto os braços de Agnes desgrudando do meu pescoço indo em direção á Steve.

Agnes: Gosto de vocês...

Ste: Nós também gostamos de você - ele a pega no colo e lhe da um beijo na testa

...Quase vomitei sério, que melação danada...

Depois dessa cena toda, eu e Steve não conseguimos mais dormir porque tinha uma criança muito agitada, talvez com uma energia dez vezes maior que a de uma criança normal, bendito soro... Eu não tinha olhado as horas quando Agnes acordou , mas segundo o Steve era umas quatro horas. Ela corria fazendo passos de ballet e ginastica juntos, pulava no Steve (que ainda dava corda)e tentava me fazer tirar a bunda do sofá, o que foi em vão...

Quando eram sete horas da manhã , ela parou, pra comer, depois de horas pulando que nem cabrita tinha que comer mesmo... o problema era que, bem , eu nunca como aqui.

Agnes: Eu estou com fome...

Ste: Natasha? ... Nat?

Nat: OI? ah... não tenho comida aqui...

Ste: Como assim você não tem comida na sua propia casa ?

Nat: Eu nunca como aqui, sempre almoço na S.H.I.E.L.D , lá é de graça...

O Steve talvez tenha ficado um pouco indignado , por não ter comida na minha casa, então ele saiu para comprar alguma coisa... o que eu não ia fazer de jeito nenhum... então eu fiquei em casa com a pestinha.

Nat: Ei! Eu tenho uma coisa pra você!

Agnes me olha com curiosidade nos olhos.

Agnes: O que é?

Nat: uma coisa que eu amo desde pequena , e que você deve conhecer.

Agnes: onde está?

Nat : Vem, eu vou pegar pra você.

Ela desce do sofá e me segue até o meu quarto. Pego a cadeira da minha penteadeira e subo em cima dela para alcançar a caixa. Se o Steve estivesse aqui ia ser de grande ajuda... Quando consigo pegar a caixa , ela está toda empoeirada , coloco a caixa no chão e sento junto com Agnes no carpete. 
Quanto tempo em caixinha....
Agnes nem espera e abre a caixa dando de cara com uma roupa e sapatilhas de ballet.

Agnes: Eu tenho uma dessa...

Nat: Essas eram minhas quando tinha sua idade...

Eu ainda não sei o por que de ter guardado essa caixa... eu não tenho apego a sentimentos, essa roupa foi o último presente que minha mãe me deu, mas logo depois ela me entregou para Ivan... Não gosto dessas lembranças.

Nat: Você gostou?

Agnes: Sim! Quero vestir!

Nat: Tá bom, vem cá deixa eu prender seu cabelo.

Depois , ela mesma vestiu a roupa e ficou rodando igual a um mosquito tonto.
Só depois ela calçou os sapatos...

Nat: Você sabe dançar alguma música?

Agnes : Non. 

Nat: Então, espera aqui que eu vou pegar uma coisinha...

Deixei ela sentada na minha cama olhando para os pés e fui buscar minhas sapatilhas, era umas das poucas coisas que conseguia me destrair um pouco... e talvez não seria tão ruim assim ficar de babá e professora de Ballet por um tempo... talvez eu possa até esquecer e voltar a dormir tranquila... por um tempo

Voltei ao quarto e não vi Agnes... meu senhor, se eu perder essa menina o Fury vai me matar...

Nat: AGNES?

Ando pelo quarto atrás dela mas nada de Agnes

onde essa menina se meteu...

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, obrigada pelos comentários e favoritos. Beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...