História A Filha De Apolo e Ártemis - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Artemis, Atena, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Eros (Cupid), Hades, Hefesto, Jason Grace, Leo Valdez, Luke Castellan, Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Piper Mclean, Poseidon, Thalia Grace, Travis Stoll, Zeus
Exibições 75
Palavras 617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpa pela demora gente! Tive alguns problemas nesses últimos 2 meses, e não deu para postar mais capítulos! :3

Capítulo 4 - Vai Começar a Provocar?


Fanfic / Fanfiction A Filha De Apolo e Ártemis - Capítulo 4 - Vai Começar a Provocar?

   Quando os Deuses foram embora, meu pai ficou para jantar conosco. Eu acho que ele estava mais era interessado na minha mãe, mas não posso dizer nada, porque até então, os dois pombinhos ficaram 13 anos sem se ver, por causa de quem? Dessa querida pessoa, chamada Helena. Não estou me culpando, longe disso. Sendo que foi por minha existência, que eles se separaram. O melhor é que Eles se divirtam, e Eu vou ser a invisível, há que fica de escanteio. Aí Vocês perguntam: "Tá Com Ciúmes Do Seu Pai Com a Sua Mãe?" E respondo: -Claro! Mas, Relaxem! Eu posso até ser Leonina, porque, geralmente, as pessoas desse signo gostam de ser o centro das atenções, mas esse não é o meu caso! Imagina... 
   Como sempre, estava eu lendo um livro no sofá da sala, enquanto meus pais, estavam tagarelando a beça na cozinha, como se fossem velhos amigos que se encontraram agora, e digamos que essa é a verdade! Guardei meu passatempo vulgo livro, na estante que tenho, e veio uma dor na barriga, pensei: "Deve Ser Fome…" Me levantei daquele tédio todo, e fui para a cozinha. Só foi pisar o pé no chão, que eu encontro os dois se beijando e tudo mais. 

-Parece que ainda podemos dar traumas da infância. -Disse Apolo brincando -Vai…Se Anima.

-É... Eu Só vim pegar uma fruta. Não quero atrapalhar o momento de vocês. -disse constrangida 

-Filha, fique! Nós queremos falar com você. -Disse Ártemis

-Aconteceu Alguma Coisa? -Perguntei

-Bom, eu conversei com seu avô sobre aquela proposta que fiz as duas sobre vim morar no Olimpo, e Zeus aceitou. Ele também quer se desculpar com você, Ártemis. -Disse Apolo

Quando ele falou isso, eu paralisei! Era como se tudo mudasse sua vida de uma Hora pra outra e que não houvesse volta. Eu aceito ou Não? Na dúvida, nós damos um voto de confiança. Minha mãe teve a reação contrária: Ela pulou de alegria! Até que fim poderia retornar ao seu lugar de origem junto a sua família. Eu, Helena, ainda não considero os Deuses como parte minha. Eles são como estranhos que conheci a pouco tempo, sem nenhuma intimidade. 

-E então, as duas estão de acordo? Já podem ir comigo hoje a noite! -Disse Apolo Como Se Fosse o Herói Do Dia

-Claro que sim, meu amor! -Disse Ártemis 

-É Hoje que eu não durmo mais... Bom, eu vou, mas só para experiência! Hoje em dia não se pode confiar em ninguém mesmo. -Disse saindo de lá com uma cara de sono

-Vai dormir Princesa. -Disse Apolo

-Não vai dizer aquela frase típica dos pais que é: "Você é a Princesinha Do Papai". -Disse Com Cara Irônica

-Não preciso! Eu já tenho princesas demais para cuidar. -Disse Apolo

-Então, vai começar uma batalha de quem dá mais fora?! Estou de acordo. -Disse Provocando.

-Com Todo Prazer! -Disse Apolo

-Pera Aí! Vocês dois não vão começar a brigar né gente! Como é que pai e filha brigam? -Perguntou Ártemis Indignada

-Nós Não estamos brigando, só percebemos que a característica de gostar de desafios, é de família. -Disse Com cara de sapeca.

-Ok, Sei... - Disse Ártemis Desconfiada

-Bom, eu vou dormir! Estou morta de cansaço! Boa noite para os dois pombinhos. -Disse Por Fim

-Não está esquecendo de nada? -Perguntou Ártemis 

-Ah Sim! -Disse dando um beijo na bochecha de minha mãe

-E eu?! Não mereço um beijo não?! -Perguntou Apolo com cara de cachorro pidão.

-Não sei... Você já recebe vários...-Disse

-Pelo menos um abraço. -Disse Apolo

-Tá Bom! -Disse

Me despedi de meus queridos pais, e fui dormir! Não aguentava mais! Aquele dia estava sendo turbulento e ao mesmo tempo intrigante. Vai entender....

 

 


Notas Finais


Curtinho, mas emocionante! ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...