História A Filha de Dean Winchester - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Exibições 13
Palavras 802
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 28 - 28


Katy- se ele mudou de lado, isso foi escolha dele agora não há nada que possamos fazer.

Se ele faz parte disso nos tb teremos que derrota-lo então.

Não podemos fraquejar.

Dean- a questão agora é oq fazemos?

Katy- nós iremos matar o castiel.

Dean- como assim matar o castiel? Ele é o nosso amigo ele faz parte da família, nos temos que tentar salva-lo.

Katy- a é e oq vc sugere?

Dean- eu não sei, mas vamos dar um jeito, matar o castiel vai ser a nossa última opção

Crowley- bom então está decidido, não vamos matar o castiel.

Katy- só estou avisando que se nois chegarmos ao ponto de matar, não poderemos exitar.

Dean- como vc pode dizer isso com tanta facilidade o castiel é o seu amigo

Katy- e vc acha que eu não sei?mas não é só o castiel que está em jogo aqui.

Dean- eu sei, mas nos Temos que fazer de tudo pra salva-lo

Katy- e até que ponto nos chegaremos só pra fazer isso?matar mais demonios,monstros, fantasmas ,anjos, pessoas a nossa alma?

Dean- vamos dar um jeito, pq se não tiver mais nada ao nosso alcance ai nos poderemos pensar em mata-lo.

Nao podemos mais perder pessoas queridas para nós.

Katy- então esta decidido.

Crowley- bom agora que nos acabamos com um problema, nos ainda temos o Lúcifer.

Dean- primeiro nos temos que saber como dete-lo.

Katy- mas pra dete-lo primeiro precisamos achar ele e depois prende-lo.

Crowley- bom eu vou procurar aqui no inferno enquanto vcs procuram lá em cima.

Ele disse e estralou os dedos.

Ai do nada nos estávamos na sala de estar.

Dean- aquele filho da mãe.

Katy- bom pelo menos agora nos sabemos os temos que fazer.

Dean- bom depois nos lidamos com isso.

Katy- agora, cadê o Sam com a nossa comida?

Dean- espero que ele não tenha esquecido a torta.

Katy- ou oq vc acha da gente fazer uma brincadeira com ele?

Dean eu gostei da ideia.

Eu e o Dean armamos um plano para pegar o Sam.

Eu fiz o Dean se vestir de palhaço psicopata.

Depois eu peguei uma câmera.

Escutamos o Sam chegar e mandei o Dean se esconder e eu liguei a camera.

Sam- cheguei.

Eu virei a cara e mandei um sinal pro Dean.

Dean- hahaha

Ele tava sorrindo que nem psicopata.

Sam- ahhhhhhh!!

Dean- eu vou te pegar.

Sam- sai de perto de mim.

E eu lá segurando a risada mais do que nunca, aposto que o Sam já ta infartando.

Asuna- kkkkkk!! Vc kkk caio kkkk direitinho.

Eu começei a gargalhar.

A cara dele era muito engraçada.

Ele tava morrendo de medo do Dean.

Dean- kkkk! Eu sabia que vc ainda tinha medo de palhaços Sammy.

Sammy- katy ,Dean isso não tem graça.

Katy- sim tem graça pq é com vc.

Dean- katy me ajuda a tirar isso daqui

Eu estralei os dedos e a roupa dele voltou ao normal.

Katy- Agora cadê a nossa comida e a torta.

Sam- eu trouxe quatro  hamburgueres, com batatas fritas, dois milk shakes e duas tortas de limão.

E pra mim um suco e um sanduíche natural.

Dean- vamos comer .

Katy- os dois hambúrgueres de chedar com cebola são meus.

Dean- e os outros dois meus .

Nos todos começamos a nos divertir.

Foi a primeira vez em que nós realmente agiamos como uma familia de verdade.

Sem discussões ou brigas.

Apenas diversão e conversa.

Era um daqueles momentos pra se deixar registrado.

Afinal não é sempre que acontecem esses momentos em familia.

Bom nos somos os winchesters então a familia sempre vai ter esses problemas, mas nós não nos importamos contanto que estejamos juntos.

Fazemos de tudo uns pelos outro.

A nossa familia não esta no sangue e sim nos laços que nos formamos com aqueles que são importantes para nós, com quem nos queremos proteger.

Estar naquela mesa comendo e rindo com aqueles dois idiotas era ate que divertido.

Era naquele momento em que a gente se esquecia de tudo era naquele momento em que a gente era só como todas as familias.

Nos não nos preoculpavamos, nos somente nos divertiamos.

E era isso que era marcante na nossa família.

A dor de um é a dor do outro, a tristeza de um é a tristeza do outro e o sangue que corria nas veias era o mesmo.

Por isso nos não desistimos.

Por isso nós lutamos até o fim metendo porrada e mandando bala.

Dean p.o.v on

Ela disse matar.

Ela realmente mataria o cass.

Essas perguntas assombram a minha cabeça.

Mesmo ela voltando, ela não é a mesma.
Ela esta madura, porem esta mais fria.

Nos temos que trazer a doçura dela de volta

Algo esta errado desde que ela voltou.

E eu vou descobrir o que é .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...