História A Filha de Dracula - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Clã, Humanos, Romance, Vampiro
Exibições 37
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fantasia, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Mais um capítulo na visão do nosso querido Ian.

Boa leitura!

Capítulo 12 - Pov Ian


  A festa foi maravilhosa quando a Luna estava comigo, ela estava uma verdadeira deusa, com um vestido vermelho curto e colado que valorizava perfeitamente suas curvas, e o cabelo como se tivesse acabado de sair de uma foda..estava sexy pra caralho. Depois que ele foi embora o Paul chegou todo suado, tenho certeza que ele estava fodendo alguma garota, mas não falei nada.
-Cadê a Luna? -Pergunta ele pegando uma bebida.
-Ele acabou de ir embora. -Respondo eu sei vontade, queria ficar mais com ela.
-Mais que droga...-Resmunga Paul.
-Cara onde você tava, saiu e não voltou mais.
-A Regina cara. -Responde o mesmo. -Quando tava passando na frente do banheiro feminino com a bebidas ela me puxou pra dentro..e depois você sabe, não pude recusar uma gata daquelas. -Completa ele com um sorriso safado, Paul jamais recusa sexo, bem a Regina é gata, mas é um nojo, se acha a melhor do que todo mundo. Conversei um pouco com o Paul e foi embora, minha alegria acabou quando Luna foi embora. Não sei por que, mais essa garota me conquistou desde o dia que eu a atropelou sem querer.
  Tive que acordar cedo, estava sem vontade de ir pra escola, mas pensei que eu iria ver Luna e isso me deu forças, mais isso não me impediu de chegar atrasado. As duas primeiras aulas foram um saco pois não tinha aula com a Luna, mais tudo melhorou quando na terceira, ela estava gata demais naquele shortinho azul e aquela blusa branca, que colou de uma maneira provocante no seu corpo cheio de curvas, escuto os demais homens da nossa sala a elogiando e isso me irritou pra cacete. Quando ela olha pro lado  ela encontra eu e os caras.
-Iai Rapazes. - Diz ela quando chegou perto de nós, e da um beijo na bochecha de cada um de nós. Quando ela me beijou sinto um formigamento em todo o meu corpo.  Noto que eu e os caras não paramos de olhar para o seu corpo. - Ei meninos, meu rosto fica aqui encima.- Diz ela rindo e estalando os  dedos para chamar a  nossa atenção.
-Nós sabemos, e que olhar pra isso é melhor. -Responde Thomas  com um sorriso safado.
-Safado. -Respondo ela e bate de leve no seu ombro dele.
-Desculpa Luna pelo sumiço de ontem. -Diz Paul sério, pelo jeito ele se arrepende de verdade.
-Relaxa, me divertir bastante com o Ian..e Eu sei que você estava fodendo com algum garota. -Responde ela inocentemente. Paul a olha surpreso e nós comecamos a zoar com a cara dele. -O que foi?
-Nossa..jamais pensei em ouvir você falar assim. -Responde Paul rindo e ela comeca a rir com a gente.
-Tem tantas coisas que vocês não sabem sobre mim. -Respondo ela.
-Adoraria conhecer essas tantas coisas. -Diz Thomas todo safado, e  eu fico emburrado com o comentário dele.
-Quem sabe um dia. -Respondo ela com um sorriso malicioso.
-Como você já é do grupo, temos um convite. -Diz Paulo. - Vamos fazer uma espécie de comemoração na minha casa, beber a noite toda e fazer algumas brincadeiras e queremos que você vá lá. -Completa ele sorrindo, e nós concordamos. Adoraria me divertir de novo com ela, eu nunca pensei que um dia  eu iria querer estar tanto ao lado de uma garota.
-Claro. Tô dentro. -Responde ela e o professor nos chama para começar  a aula. Estou doido para que chegue logo o final de semana.
  O professor avisa que são as mulheres que iram começar a jogá e nos manda fazer 20 flexições, graças a Deus que eu estou acostumado a fazer esse tipo de coisa. A mulheres começam a forma dois grupos para jogar queimada, e o jogos começam. O jogo estava bastante cerrado até sobra apenas Luna e a Stephanie.
- Tá com medo gazela rosa. -Diz Luna provocando-a e os demais alunos começam a rir do que ela disso, pois Stephanie correr que nem uma pata tonta dos seus ataques.
-De você nunca, pensa que o Ian vai gostar de você sua puta, ele é meu ta ouvindo. -Responde ela irritada, e lança a bola na direção   de Luna, eu sempre soube que essa doida sempre foi afim de mim, a gente apenas ficou uma vez no primeiro ano, e agora ela acha que eu sou dela, quero ficar longe dessa maluca irritante. Nunca vi Luna ficar tão irritantes como agora, ele agarra a bola que foi lançada com uma habilidade incrível, como se aquilo fosse a coisa mais fácil possível, e menos de 3 segundo ela lança a bola na direção da Stephanie com uma velocidade, impossível alguém que não é profissional conseguir agarrar, nunca vi algo igual, Stephanie caí de costas por causa da força da bola e com as mãos no rosto gritando alto, percebo sua mão  estar sujar de sangue... Luna quebrou o seu nariz. As amigas da garota que estava no chão correm na direção dela para ajuda-lá, e todos os alunos que estavam assistindo olham estáticos para a cena, e eu sou um..nunca vi alguém jogar assim, exceto nas ligas profissionais. Luna olha sem ação com a mão na boca para a cena na sua frente, e de repente ela sai correndo do ginásio, e noto que ela estava com uma cara de dor. Não sei o motivo mais sinto a necessidade de ir atrás dela. Saio correndo na direção que ela saio, noto que está chovendo muito forte e relâmpiando, corro pelos corredores da escola procurando-a, aonde essa garota se meteu..quando eu entro em um corredor que fica perto do banheiro feminino noto Luna em pé no gramado no meio da chuva. Vou correndo até lá, não ligando para o fato de estar chovendo, só quero saber como ela estar, quando estou perto dela, ela se vira na minha direção, e sua cara não transmite mais dor.
-Você estar bem? Você saiu correndo de lá.-Digo eu ofegante quando chego perto dela.
-Estou bem agora..e que...sou sensível a sangue. -Responde ela, e noto que ela estar toda molhada por causa da chuva, mais ela não se importar com isso, sinto  um  aliviado tomar conta de mim quando escuto que ela estar bem. Ela me olha de uma forma intensa, e surge algo de repente na minha mente...eu faria qualquer coisa por essa garota.


Notas Finais


Ian com ciúmes muito fofo.
O que vocês acham que irá acontecer após esse encontro na chuva?

Beijinhos do anjo mecânico 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...