História A filha de Negan - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler
Tags Negan, Twd
Visualizações 36
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Ficção, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite,
Desculpem a demora para postar.
Fiquei sem internet esses dias. Espero que gostem do capítulo.
Boa leitura!

Capítulo 26 - O aliado inesperado. Capítulo 26.


Todos ainda estavam em choque com o que havia ocorrido. A ultima pessoa que esperavam salvar o garoto apareceu na frente deles. Ainda ficaram um tempo em silencio até a morena falar.

         – Obrigada pai! – Anna falou

         – Não precisa me agradecer. – Ele respondeu. – É melhor conversarmos em outro local.

         – Ele tem razão. – Rick disse. – Vamos voltar para Alexandria.

         Eles foram para a comunidade juntos e chegaram sem dificuldades. Todos os moradores ficaram surpresos ao ver o vilão andando lado a lado com os líderes de Hilltop e Alexandria. Eles foram até a casa do xerife onde conversariam mais tranquilamente.

         – Antes que qualquer um me julgue, fiz o necessário. – O arqueiro disse. – E faria tudo de novo.

         – Não vamos te julgar Daryl. – Rick respondeu. – Sei os seus motivos e tenho que te agradecer pelo que fez. E a você também Negan, você não precisava aparecer para salvar o Carl e mesmo assim o fez.

         – Não precisa agradecer. – Negan disse. – Depois podemos voltar a nos odiar, mas agora temos um inimigo em comum. Contem-nos o que aconteceu.

         “Bem nós saímos daqui para dar uma volta e no caminho fomos cercados por uma horda que achávamos que eram errantes. Eles nos capturaram e fomos levados para um acampamento. Lá conhecemos a líder Alpha que contou sobre o seu plano de nos trocar para garantir que vocês não invadissem o território deles.

         Enquanto aguardávamos o resgate ficamos presos na barraca, mas pelo que observamos eles andam sempre cobertos pela pele dos Walker e fazem a pele do rosto dos mortos máscaras. Só vimos o rosto de Alpha e da filha dela que foi nossa guarda. Como eles andam disfarçados não consegui perceber quantos eles são.

         Conversei um pouco com Lydia, a filha da Alpha, pelo que ela nos contou eles vivem misturados com os errantes e não retiram as máscaras. Eles vivem como animais pegam o que querem, usam o que ou quem querem e sobrevivem assim.”

         – Deveríamos revidar o que aconteceu hoje. – Maggie comentou. – Já temos algumas informações sobre eles.

         – É melhor não. – Anna comentou. – Saímos agora de uma guerra e não precisamos entrar em outra.

         – Mas agora teríamos os Salvadores ao nosso lado. – Jesus ponderou. – Seria fácil agora.

         – Anna tem razão. – O xerife disse. – Vamos aguardar um pouco para ver o que eles farão.

         – Concordo com minha filha. – O vilão disse. – Bem e sabendo que você não virá comigo, Rick gostaria de pedir para vir visitar minha filha as vezes.

         – Tudo bem. – O xerife concordou. – Michonne você pode dar um rádio a ele. Vou comunicar as outras comunidades o que aconteceu hoje e vamos nos reunir para discutirmos sobre os Sussurradores.

         – Então eu irei agora. – Negan falou.

         Assim que ele deixou a sala todos ficaram em silencio pensando nos últimos acontecimentos. Eles haviam adquirido um aliado inesperado.

         – Podemos confiar nele. – Jesus perguntou.

         – Claro que não. – Anna respondeu. – Mas no momento não temos outra opção.

         – Ainda acho que deveríamos ataca-los. – Maggie falou.

         – Vamos esperar um pouco mais Grenne. – O arqueiro pediu. – Você está grávida é melhor esperar o bebê nascer antes de sair por ai atirando.

         – Falou o rei da paciência. – Maggie riu. – Vamos retornar a Hilltop e vou pedir ao médico que venha te ver.

         – Obrigada! – Anna disse. – Eu prefiro ficar um tempo sem sair de Alexandria mesmo.

         – Vamos descansar. – Rick disse. – Todos merecemos.       

         A noite já caia em Alexandria e a garota descansava tranquilamente na cama enquanto o arqueiro tomava banho. Agora tudo o que ela havia passado no ultimo dia era só um sonho ruim. Era incrível o poder que aquele lugar tinha. Ela começou a cantarolar, algo que não fazia a muito tempo.

 

“Carry on my wayward son

there'll be peace when you are done

Lay your weary head to rest

don't you cry no more

 

Carry on, you will always remember

Carry on, nothing equals the splendor

Now your life's no longer empty

Surely heaven waits for you”

 

– Eu não sabia que você cantava. – Daryl comentou saindo do banho de toalha. – Você nunca me contou.

– Já fazia muito tempo que eu não tinha razões para cantar. – Ela respondeu.

– E quais são as suas razões para cantar? – Ele perguntou.

– Você principalmente. – Anna disse. –Ninguém nunca fez uma loucura desse tamanho por mim. – Ela disse o beijando.

– Pena que não era você que escolhia o repertório da minha cela. – O arqueiro disse e depois retribuiu o beijo.

Ele se levantou para pegar a roupa e ela começou a cantarolar outra canção enquanto se levantava.

 

“We're on easy street

And it feels so sweet

Cause the world is bout a treat

When you're on easy street

And we're breaking out the good champagne

We're sitting pretty on the gravy train”

         – Você me paga! – Daryl correndo atrás dela.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Até o próximo capítulo!

P.s.: Eu sei que já disse isso, mas a primeira música me irritou muito na série!!
Músicas:
Easy Street – The Collapsable Hearts Club.
https://www.letras.mus.br/the-collapsable-hearts-club/easy-street/traducao.html
Carry On Wayward Son– Kansas.
https://www.letras.mus.br/kansas/20710/traducao.html


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...