História A filha de samantha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 7
Palavras 2.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Saga, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nada a declara

Capítulo 1 - Minha mãe


Fanfic / Fanfiction A filha de samantha - Capítulo 1 - Minha mãe

Minha mãe era uma Vampira ela era uma das mais antigas o nome dela era Samantha todos em seul a conhecia tipo conhecia ela por lendas tipo muito conhecida quando dava meia-noite nem tinha não tinha ninguém na rua pois todos tinham muito medo delaMeia-noite é de exatamente a hora que eu podia sair do meu esconderijo não estava dando mais todo mundo tinha até medo de passar por lá porque era  muito perto da floresta Meu nome é Gabrielly tenho 19 anos sou novinha ainda já minha mãe tem 30 mil anos. Tenho mais três irmãos ele se chama o yago(ele é o mais velho)yan (ele e o do meio)ai vem eu depois vem minha irma ela e a mais nova ysabelly Não tenho irmãos por ser uma vampira Ninguém chega perto de mim tem os meus cabelos ruivos já o Iago e os outros têm os cabelos negros sou brasileira vim do Rio(Irônico uma Vampira do Rio de Janeiro kkk legal)Já meu pai ele é brasileiro ele se chama John mas ele não nasceu Vampiro ele foi transformado para casar com minha mãe Não sei como ele conseguiu minha mãe disse que ser transformado é muito ruim senti muita dor e eu não desejaria isso para ninguém

Um dia estavam em cima de uma árvore pensando tinha um caderno que eu escrevi tudo o que eu sentia conseguia fazer poesia e  histórias mas ainda era ma Vi um menino que parecia ter a mesma idade que eu Meus pemsamentos eram frios mas a hora que eu vi ele cê tornaram queintes   acho que na hora eu gostei dele parasecia uma pessoa especial Na hora ele resmungava sozinho Engraçado eu também faço isso Ele falava consigo mesmo 

Kook-não sei porque minha mãe me trata desse jeito não sou mais um bebê Ela tem medo que eu vá pela Floresta a escola e bem mais perto  para cortar um caminho aí não sou mais um bebê não aguento mais um mas ainda assim acho que minha mãe é a melhor pessoa do mundo então vou parar de reclamar e andar por aqui mesmo o que tem

Comecei a pensar Ele não sabia o que tinha ali dentro (minha mãe) por isso ela  não gostava que ele ia por ali De repente Escuta minha mãe  atraindo aquele garoto para Floresta 

???-Socorro socorro mi ajuda 

Sabia oq ela estava tentando  Transformá-lo em um Vampiro também ou senão só matar ele e Sugar todo sangue eu tinha  Dois porderes de descobrir oq ia  acontecer com uma pessoa no futuro e o outro di correr Muito rápido 

Gaby-mae nao fais isso

Samantha-filha me chama de omma e outra vc nem conhese ele 

Gaby-mae oq vc vai fase com ele 

Samatha- omma filha transformalo em vanpiro 

Gaby-mae ele nao vai aguentar 

Samantha-filha omma nao sei que ele vai aguentar

Gaby-mae nao ele nao vai aguentar 

Samantha-filha e a ultima vez queeu vo fala omma o m m a sera que e tao dificil 

Gaby-omma nao faiz isso Na hora que eu falei isso ele entrou na floresta e viu a gente Nessa hora Minha mãe vendeu para mim e falou que não daria mais porque ele tinha visto a gente então tinha música transformado em vampiro Então falei para ela deixar comigo vejo ele Até o Beco E transformei ele lá Vi ele se entristecer mas ele persebeu que eu estava triste al fazer aquilo . 

Gaby off 

Kook on 

Tinha 19 anos e minha mãe ainda me tratava como um bebê não acredito hoje de manhã ela me chamou de novo de biscoito Já falei pra ela parar de me chamar e você quando tava aqui em casa ela falou para mim não passar pela Floresta Porque la tinha vanpiros fala serio vanpiros e historia pra decha criança com medo Não sei porque minha mãe me trata desse jeito não sou mais um bebê ela tem medo que eu vá pela Floresta A escola é bem mais perto para cortar caminho aí eu não sou mais um bebê não aguento mais ainda assim acho que minha mãe é a melhor pessoa do mundo então vou parar de reclamar e andar por aqui mesmo o que  Tem

Socoro socoro socoro Vejo um vulto em direção a floresta e resolvi Ver o que era porque tá adimito so muito curioso Mesmo sentindo medo fui e vi duas árvores tampado meu caminho foi quando passei por Duas árvores e vejo duas vampiras conversamos resolvi ficar bem quetinho na minha até que uma Aranha Pousou em meu ombro eu fiquei com medo e comecei a gritar e fui em direção as duas vampiras elas me viram e lembrei quem elas eram ol melhor uma delas Vi em um livro de lendas antigo Que a ruiva De olhos verdes Com uma tatuagem de borboleta no braço Era uma Vampira antiga chamada Samantha E a outra era mais bonita ainda com mais ou menos a mesma característica Cabelos ruivos e olhos verdes Mas com o corpo definido A Samanta parecia mesmo uma coreana Mas aquela outra garota era Linda demais pelo menos ate ela mi leva para um beco escuro so tinha uma luz so era a unica lanpada que estava assesa ela chego mais perdo de mim falou uma palavra que eu nao conhecia nao era coreana "descupa" essa era a palavra nao a conhesia Ela veio pra cima de mim e me deu uma mordida no pescoço A dor é tão forte que desse uma lagrima O rosto dela não consigo esquecer era de Tristeza por tá me transformando em um monstro A sua mãe a Samantha mandou

Acho que se fosse por ela não teria me transformado e ao contrário tinha me deixado eu ir Sinto que não vai ser Só essa vez que nos encontramos Eu sei que vamos ser  amigos já que agora somos a mesma coisa

Kook off 

Gaby on 

 

Hhbvbnbjjbjb

Não acredito a minha mãe fez mesmo eu transformar aquele menino em vampiro realmente achei ele muito bonito Realmente gostei dele sei que vamos se ver mais porque agora posso falar com ele porque  ele é mesma coisa que eu e não vou mais ficar sozinha sinto que ele vai me consolar quando estiver triste e vamos ser amigos Sei que o amor é uma coisa que não acontece muito com vampiros mas comigo logo de primeira aconteceu Fui embora do Brasil quando tinha um mês então pareceu muito uma brasileira Queria ter ficado lá porque aí teria arrumado mais amigos do que na Coreia porque sei falar o idioma deles mas não sou fluente Minha mãe chegou com uma notícia mais ou menos boa que eu ia começar a estudar em uma escola nova de Vampiros lobisomens e outros bichos Místicos e fantasmas coisas assim estranhas Fiquei feliz e ao mesmo tempo triste porque não sabia se kook ia estudar la também Ele era meu conhecido mas eu estava me importando um pouco mais com ele Aff de novo não já me apaixonei eles não foi muito bom não sofri demais como ser uma vampira não consegui namorar só conseguir transformar ele em vampiro do mesmo jeito do de kook mas na verdade deu errado ele conseguiu ficar totalmente com outra pessoa Fiquei muito triste nAté que vi uma visão do Futuro ele estava em umaEm uma Baladaesse dia porque não sabia O que Ia acontecer se eu ia me apaixonar por ele ou se só formos amigos Queria me encontrar com Junco mas não fazia ideia onde é que ele estava Até que viu uma visão do presente porque sabia ver a do Futuro também ( eu so foda kk parei )Vi que ele estava no bar bebendo alguma coisa ele ainda não sabia que humanos sentir um gosto de pinga Vampiro só sentir um gosto de sangueEle podia beber o que quiser mas ele ia saber quando sentir o gosto de sangue porque ainda transformação dele não estava completo então resolvi ir trazer ele para a masao 

Estava com um vestido preto rasgado nas costas com bastante decote E levei minha arma preferida  (é só pra ter certeza que ninguém ia tentar me matar foto da capa)Sei que não era para mim ter ido lá Mas fui porque estava com dó dele terminar de se transformar na frente de pessoas humanas e iam  tentar matá-lo Mas fui ajudar (claro sou uma pessoa otima kk sokenao)Sei que a culpa é minha de ele ser assim mas sentia muita pena dele porque não foi minha culpa minha mãe é muito Perseguidora se eu não tivesse ela ia atrás dele ia ser bem mais pior então resolvi fazer logo de uma vez se fosse por mim tinha deixado ele mas como não foi tive que transformá-lo também Para mim foi uma coisa muito triste fazer isso com uma pessoa humana nasceu com esse problema tinha que morrer com esse problema não passar para os outros É a pior coisa do mundo você não pode ser amigos não pode ter amores paixões não pode ter exatamente nada por isso que vivo em cima daquela Bendita arvore escrevendo poesias mas não de amor e sim de tristeza quando uma pessoa se sente muito mal ela escreve coisas assim eu me sentir Desse jeito todo dia quem sabe kook nao me salvado Saudável do sentido figurado tipo falar comigo mais vezes e eu não precisar escrever em um caderno porque eu sinto cada mês eu tinha um caderno novoNão aguentava mais isso era muito chato viver sozinha na escuridão da floresta todos nem passavam perto porque tanto medo Eu sei que eu era descendente de um monstro terrível mas por dentro lá no fundo profundo do fundo do fundo ela era uma boa pessoa Ela já tinha sido boa uma vez ela era igual eu espero nunca ficar igual ela mas ela me contou uma história terrível o Drácula era meu vô ele era muito poderoso a mãe da minha mãe Viveu pouco tempo mais ou menos 18 mil anos Minha mãe me contava a sua história quando eu era pequena

Flashback

Eu era apenas uma garotinha meu pai era o Drácula como sempre um Vampiro muito poderoso todos o conhecia e tinha muito medo dele Humanos naquela época não gostavam de Vampiros achavam que era uma maldição ser um Vampiro vivíamos escondido tentando esconder esse nosso lado da família Mas eu não gostava de escondê-lo porque era uma coisa muito interessante era legal ser vampiro ter poderes Muito bom até que um dia eu estava deitada na minha cama quando a minha mãe me chamou me pegou no colo tinha apenas 3 anos de idade eu ainda me lembro como se fosse ontem me pegou no colo e saiu correndo porque não tinha mais tempo de ficar ali todos Descobriram que a gente era descendente de vampiro e que meu pai era o Drácula ele tinha muito medo muito medo da gente então resolveram pegar tudo contra Vampiro E correram atrás da gente minha mãe corria devagar mesmo sendo vampira eu era que correr mais rápido então consegui chegar em um abrigo o castelo dife  era o pior lugar do mundo Meu pai chegou logo atrás mas a minha mãe ficou para trás por ser metade vampiro e metade humana não conseguiu correr mais que 10 km Pegaram ela Amarraram ela em uma estaca de madeira E botaram Fogo Em volta dela foi ali que minha mãe morreu queimada Depois de uns anos voltei para aquela cidade terrível e vi  os ossos da minha mãe em uma estaca de madeira e tava morrendo de saudade dela pois não tinha mais visto ela desde os 3 anos de idade Foi aí que comecei a ter raiva de mãe e todos os que eu encontro na floresta pego ou transforma em vampiro ou se não mato porque são presas fáceis

Flashback off

Gaby on 

Mesmo que minha mãe tinha raiva de humanos ela conheceu meu pai que era um humano ela disse que ele era muito bom em escolher estilos e que era muito bom para ser vampiro Ele era mais rápido da sua turma então minha mãe começou a perseguir até que um dia ele viu ela pela primeira vez foi tipo amor à primeira vista ele começou a gostar dela e pediu para transformar em vampiro Ela disse que não iria pois aquilo era uma maldição e não teria coragem de desejar isso para ninguém Ele implorou entrou até que ela mordeu e ele se tornou Vampiro também E até hoje viver felizes queria isso para mim também Único amigo que eu tenho é aquela árvore estúpida que fica sempre lá que sempre estou em cima E por isso mesmo queria encontrar já fui chegando lá no bairro onde ele estava vi ele sentado Todos me olharam como se eu fosse uma desconhecida estava com uma capa preta por cima de toda minha roupa toquei nele E puxei ele até lá fora até o mesmo beco Como voltou a transformação logo quando puxei ele

Kook-O que você está fazendo Já não basta ter me dado a pior coisa do mundo não posso mais ver minha mãe só por ter feito isso comigo Na hora que ele disse isso Eu me senti muito mal e comecei a chorar e disse 

CONTINUA.....













Notas Finais


Nada a declara


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...