História A filha de Severo Snape - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Severo Snape
Tags Descoberta, Elizabeth Prince, Severo Snape
Exibições 127
Palavras 1.234
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi! Aqui está mais um capítulo! Espero que gostem....
* talvez demore para eu postar outro, pq estou terminando de escrever, mas vou tentar agilizar!

Capítulo 28 - Capitulo 28


Fico lá olhando ele sair. Ele não precisava ser tão grosso, fico chateada com ele. Mal cheguei e ele já faz isso comigo. Eu já imaginava que ele não seria um fofo, mas não precisa ser tão grosso.
Arrumo minhas roupas no guarda-roupa, e tomo um banho, coloco uma saia preta com uma blusinha Rosinha. 
Olho no relógio, já era 12:45, assumo que já estava com fome, mas eu não iria ir incomodar o Snape só para dizer que estava com fome! Resolvo ir explorar a casa. Eu entro num quarto ao lado do meu, ele tinha uma cama, é um simples guarda roupa, parecia um quarto de visitas. Entro em outro quarto, era lindo, parecia uma biblioteca, tinha muitas estantes recheadas de livros, tinha um sofá bem confortável, e tinha uma estante só com fotos. Vou até lá, e vejo que tinha uma foto de uma mulher, estava escrito atrás da foto que era Eileen Prince, era a mesma mulher que eu vi aquele dia que eu estava procurando sobre o meu sobrenome, vejo fotos de Snape mais novo, em nenhuma ele estava sorrindo, até que eu pauso minha visão na foto dele com uma mulher linda, de cabelos morenos, com uma pele impecável e um sorriso divino. Snape estava sorrindo nessa foto, ele estava abraçado com a tal mulher. Eu fico imaginando se essa seria a minha mãe, pego a foto e vejo atrás dela. Estava escrito " um amor verdadeiro- McNair e Snape" era meu sobrenome, MacNair, viro a foto para ver a mulher novamente, com certeza ela era minha mãe, passo meu dedo no rosto dela, e me bate uma saudade, mesmo que eu não conheci ela, me dá uma sensação boa, uma sensação de conforto, ela me passou alegria, eu nunca tinha visto minha mãe antes, ainda mais junto com meu pai, que estava sorrindo. Fico apreciando a foto, até que a porta abre com uma certa violência. Era Snape, posso jurar que ele não estava com a cara mais amigável.
- Ah! Mas é claro que você não podia ficar quieta no seu canto!- ele diz entrando, eu ainda estava segurando a foto.
- Eu só quis conhecer a casa!
- Mas eu não te falei para você ficar no seu quarto!
- Você não especificou! Só falou para eu não te incomodar!
- Não venha dar uma de espertinho comigo.....
- Eu não estou dando... Só não sei porque você está tão irritado!
- Eu não estou irritado! Só... Só... O almoço está pronto!- ele diz desistindo.
- Ok! Eu já vou !
- O que você está vendo aí?- ele pergunta intrigado
- Nada! - digo colocando a foto no lugar e saindo, ignorando ele. Em vez de ir até a cozinha vou para meu quarto, onde fecho a porta. Ele em uns instantes, abre a porta do quarto
- Eu não te falei que o almoço está pronto?
- Falou... Mas eu não estou com fome!- digo me deitando na cama.
- Como assim não está com fome?!
- Não estando.... Eu só quero ficar aqui e descansar!
- Nada disso!- ele diz me puxando da cama- Eu não quero nenhuma pessoa passando mal depois porque ficou de frescura para comer!
- Eu não estou de frescura! Eu só não quero comer! 
- Mas eu estou falando para você comer!
- Mas eu não quero!
Digo e nós dois ficamos se encarando por um tempo.
- Ok! Não coma! - diz ele bufando e sai do quarto.
Mas que homem irritante. Custa ele ser mais legal?! Já estou me arrependendo de ter vindo para cá! Já no primeiro dia ele está assim, imagina nos outros, estou vendo que vai ser umas férias bem estressantes. Eu fico andando para lá e para cá, com minha barriga roncando de fome..... Apesar de eu estar brava com ele, não deveria ter recusado comida, comida não é uma coisa que você simplesmente recusa... Mas eu tive que fazer! Para ele aprender a me tratar bem'!

POV SNAPE
Já fazia mais ou menos umas 3 horas que eu chamei Elizabeth para almoçar! Mas ela simplesmente não quis e ficou de frescura! Apesar que eu acho que ela se revoltou comigo por ser um pouco grosso.... Mas ela sabe que eu sou assim! Então nem tinha o porque de tudo isso... Fico no meu escritório/laboratório, fazendo algumas poções.... Passam mais 2 horas, e Elizabeth não comeu nada até agora! Aff... Eu já estava preocupado com ela! Vou até a cozinha peço para minha elfa preparar uma bandeja com comida, e levo para o quarto dela, eu bato na porta, e entro, ele estava virada de lado, e não queria me olhar. 
- Elizabeth....- digo meio nervoso- Eu trouxe sua comida....
- Eu não quero!- diz ela como um resmungo
- Mas você não comeu nada o dia inteiro!- digo e ela não me responde...- Olha... Você já deve até estar enjoada de tantas desculpas que eu já te dei.... E olha que eu não peço desculpas para qualquer um ...- digo me sentando em sua cama- Você tem que me entender.... 
- Como assim te entender?- diz ela baixinho
- Se você olhasse para mim talvez ficaria mais fácil de te explicar!- digo meio rígido, ela depois de um tempo senta e olha para mim, com uma certa dificuldade mas olha- Essa casa não me traz muitas boas lembranças....
- Não?! Porque?
- Bom.... Eu passei muito tempo aqui com sua mãe... Sabe?... Então... Eu não costumo vir aqui!
- Não costuma?! Mas onde você ficar então?
- Eu costumo ficar na casa da minha mãe, e ... - ela me interrompe
- Você tem uma mãe?!- ela pergunta, mas soa como se fosse uma criança de três anos me perguntando
- Ué! Mas é claro.... Todos têm uma mãe!- digo como se fosse a coisa mais óbvia do mundo, e é.
- Não, eu sei... Mas é que... Ah sei lá....
- Bom... Eu costumo ficar lá ... Mas como ela estava viajando eu vim para minha casa.... 
- Espera?! Ela está viva?! 
- Esta porque?! - digo arqueando a sobrancelha, sem perceber é claro.
- Eu já volto!- diz ela saindo do quarto correndo, e em uns segundos a mesma volta ofegante, segurando um papel na mão.
- Essa é sua mãe?!- pergunta ela mostrando a foto para mim
- Sim... Mas como?! Como você sabe?!
- Eu vi as fotos na biblioteca! 
- Curiosa....- digo sério
- Mas tem um porém! Eu lembro que no dia em que eu estava na biblioteca pesquisando sobre meu sobrenome Prince, você foi lá e tirou o livro da minha mão, com uma certa agressividade, e eu estava lendo sobre ela...-ela diz como se fosse uma detetive
- Mas é claro! Você estava falando sobre minha mãe! O que mais queria?!
- Então... Nessa época você não sabia que era meu pai?!
- Não! - digo irritado, não gostava que tocassem nesse assunto.
- Então tipo ela é minha avó?
- Então tipo sim... Ela é sua avó! Agora para de falar e come logo essa comida antes que esfrie! - digo me levantando.
- Ok ok! 
- E quando terminar me avise!- digo saindo mas ela me chama 
- Professor! Eu posso conhecê-la ?- ela pergunta com brilhos nos olhos
- Quem?!
- Sua mãe....
- Talvez! - digo e saio.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Comentem! Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...