História A filha do chefe (Imagine Taehyung BTS) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Visualizações 110
Palavras 1.537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá tia Ana brotando.
Oi Ana tudo bem?.
Tudo ótimo Ana, e contigo?.
Tudo também Ana.
Então, o que está fazendo Ana?.
Estou a beira da morte e você Ana?.
Também Ana, engraçado né?.
Não Ana vai dormir.
Aí Ana.
Oi pezoal.
Tudo pelesa?
Espero que siem.
Espero que gostem desse hot 🌚🌚🌚 ...
Boa leitura bjs

Capítulo 19 - Férias?!...


Fanfic / Fanfiction A filha do chefe (Imagine Taehyung BTS) - Capítulo 19 - Férias?!...

Acordei no dia seguinte e Tae não estava mais do meu lado, me levantei e fui até o banheiro. Fiz minhas higienes matinais. Coloquei um shorts jeans e uma blusa branca e fui até a cozinha, no caminho senti um cheiro muito bom, provavelmente seria café. Entrei na cozinha e meu namorado estava com um "Benquete" sobre a mesa, ele me olhou e sorriu.

Tae-Bom dia meu amor- Ele vem até mim e me dá um selinho- Vamos sente eu fiz café.

Sentei na cadeira ao lado dele e fiquei observando. Havia bolo de chocolate, torradas, sucos, omelete e cupcakes de chocolate (Autora-Meus preferidos bjs).

-Não pode ter sido você que fez isso-Falo e ele começa a rir.

Tae-Tem razão não fui eu... Eu até tentei fazer café, mas aí não deu certo, então liguei para uma padaria e pedi várias coisas.-Ele pisca pra mim, sorri como agradecimento e peguei um pedaço de bolo de chocolate.

-Uau isso é muito bom, obrigado amor- Faço um coração com as mãos e ele sorri- Te amo.

Tae-De nada, tudo pela minha princesa. Também te amo-Ele sorri fofo e me abraça de lado.

-Não vai comer?-Falo de boca cheia.

Tae-Eu já comi-Ele ri e seu celular toca-Vou atender. Amor é seu Tio.-Ele atende o celular e põe em viva-voz.

-Olá Tae, então... Eu queria avisar que vamos precisar ficar 1 mês "Parados" por conta do novo rumo que o grupo irá tomar, então, acho bom vocês tirarem um tempo viajando,  sei lá, vão se distrair. Avisamos já todas as fãs e elas gostaram da idéia então boas férias bbs-Começamos a comemorar e meu tio ri.

Tae-Ótimo perfeito-Ele fala todo alegre. Meu tio se despede e desliga a chamada.

-Vamos viajar!!-Falo batendo palmas.

Tae-Como assim vamos?  Menina, você tem sua faculdade-Ele fala cruzando os braços.

-Alôoou estamos quase em dezembro, já estamos perto das férias, essa é a última semana de aula-Estalo os dedos em sua cara e ele ri.-Bobo.

Tae-Boba.

-Chato.

Tae-Chata.

-Te odeio.

Tae-Te amo- Ele vem até mim e me abraça forte.

-Também te amo-Lhe dou um selinho demorado e sorrio.

Tae-Será que você passa de ano?-Ele fica me encarando.

-Claro que sim, sou inteligente- O olho com indiferença.

Tae-Pare de se "mostrar"-Ele ri.

-Me obrigue-Saio correndo pela casa e ele vai atrás para me "Pegar".

Acabo cansando e paro perto do sofá, me assusto com ele me pegando no colo, grito baixo e começo a rir.

-Viado-Falo não me dando pro conta do que havia falado. Logo me acordo e me arrependo.

Tae-Você quer ver?-Ele sorri de lado, fico em pé na sua frente.

 Enguli seco e ri  nervoso. 

-Isso não vai provar nada-O provoco e ele fica "bravo".

Tae-É mesmo?... Bom saber...- Ele fala calmo e me pega no colo me fazendo entrelaçar as pernas em sua cintura, ele me olha e me beija, calmo e cheio de desejo e paixão tudo misturado. Tae põe suas mãos em minha bunda e aperta forte, gemi baixinho e ele sorri entre o beijo. Separamos o beijo por segundos e ele me leva rapidamente até o quarto.

Chegando lá ele me joga na cama super "delicado", sorri sapeca, Tae parou entre minhas pernas e começa a beijar meu pescoço, minha pele já estava arrepiada. Estávamos com a respiração a mil e suados. Parecíamos dois adolescentes com os hormônios a flor da pele.

Tae-Você foi muito má sabia?-Ele fala rouco em meu ouvido, me fazendo arrepiar. Larguei um gemido e ele sorriu de lado. Tirou minha blusa junto com o sutiã, os jogando em qualquer canto do quarto. Sorri e fui até ele, só que quando fui tirar sua blusa ele assegura meus braços- Nada disso baby, hoje sou eu quem manda- Ele me dá um selinho e morde meu lábio inferior, umedeci os lábios e me deitei de pernas flechadas . Enquanto isso ele levanta e vai até sua cômoda e pega uma blusa. Provavelmente ele usaria como venda. 

Tae-Abra suas pernas princesa, você precisa ficar bem abertinha pois hoje eu só paro quando você gritar o mais alto que puder- Sua voz grossa e rouca me fez ficar mais exitada, minha calcinha provavelmente estaria encharcada. Ele vem até mim sorrindo safado e põe a "venda" sobre meus olhos, sorri nervoso. Ele deu um selinho e foi deixando solares sobre minha pele.

Senti sua respiração sobre meu pescoço, gemi baixinho e ele distribui beijos naquela região, deu um chupão alí que provavelmente mais tarde ficaria roxo. 

Foi descendo beijos em minha pele até que chegou aos meus seios, chegando lá gemi manhosa.

Tae-O que houve amor?-Ele sussurra em minha orelha e morde lóbulo.

-Não me machuque-Ouço risos baixos vindo dele.

Tae-Pode deixar pequena, jamais faria nada para você, você sabe muito bem disso-Ele beija minha bochecha e logo minha boca, iniciando um beijo calmo, logo Tae desce sua mão até minha coxa a apartando um pouco forte, coloquei minhas mãos em seus ombros arranhei de leve alí o fazendo  sorrir. Sua mão abre o ziper de meu shorts com rapidez, separamos o beijo por falta de ar e ele tira minha calcinha.

-T-Tae- Gemi ao sentir seu a dedos massageando minha intimidade.

Tae-Isso geme meu nome baby-Ele se posiciona sobre minhas pernas e sua respiração bate sobre minha intimidade, gemi baixinho.- Não controle seus gemidos, quero que os vizinhos ouçam o quanto você é maravilhosa.- Sorri sapeca.

Logo sinto sua língua passar por toda minha intimidade, gemi alto e sinto que Tae sorri.

Tae-Molhadinha-Ele fala e começa a fazer movimentos circulares com a língua, assegurei forte nos lençóis gemendo.

Logo sinto meu corpo estremecer avisando que meu ápice chegaria em breve, Tae penetra lentamente dois dedos em mim, fazendo movimentos lentos para me provocar.

Tae-Goze para o seu Daddy, quero sentir seu gostinho- Gemi com suas palavras provocantes. Logo sinto uma onda de calor passar sobre todo meu corpo, gemi alto e acabo gozando em seus dedos. Tae retira seus dedos de mim e tira minha venda- Olha- Ele pega e põe seus dedos em sua boca se forma extremamente sexy.

Gemi baixo com o ato e mordi os lábios. Logo ele se aproxima e me dá um beijo rápido para me fazer sentir meu próprio gosto.

Tae-Gostosa- Ele morde meus lábios. Não sei da onde tiro forças e troco de posição ficando em cima.

-Não é apenas você que manda hoje, deveria tomar mais cuidado Daddy sou perigosa-Sento em seu colo e rebolo fazendo nossas intimidades roçarem. Tae geme rouco e me aproximo de seu pescoço dando uma mordida.

Abri os botões de sua camisa lentamente, mostrando seu peitoral. Retirei sua camisa a jogando para qualquer canto, sorri ao sentir suas mãos em minha bunda. Desci um pouco e fiquei entre suas pernas retirando seu calção junto com sua cueca, seu membro pula para fora de tão duro que estava, sorri satisfeita. 

Tae-Mostre o que essa boquinha sabe fazer.-Lancei um olhar provocativo para ele e sorri de canto.

Peguei em seu membro e comecei a fazer movimentos de vai e vem, de vez rápido de vez lento. Minha provocação estava dando certo, Tae gemia rouco e abafado.

-Me peça para chupa-lo- Passo minha língua de leve em sua glande vermelha e inchada. Continuo movimentos lentos, sinto que ele já estava desistindo. Fiz movimentos circulares em sua glande fazendo Tae revira os olhos de prazer.

Tae-M-me chupe s/n-Ele fala manhoso. Sorri e passei minha língua por toda a extensão de seu pau, fazendo Tae gemer alto.

Abocanhei seu membro até aonde conseguia e comecei a chupa-lo, seus gemidos estavam altos e roucos. Seu membro pulsava em minha boca, logo ele pega em meus cabelos fazendo um rabo de cavalo desajeitado. Tae dita seus movimentos fundos. Às vezes eu me engasgava mas logo recuperava o fôlego e continuava.

Logo sua respiração acelera, aumento os movimentos pressionando minha boca.

Tae-Ah baby, ah eu não aguento... Que boquinha maravilhosa-Falando isso sinto um líquido quente descer sobre minha garganta. Ofegante Tae repete várias vezes "Eu te amo".

Logo ele inverte a posição ficando entre minhas pernas, sorri e ele posiciona seu membro em minha entrada, gemi baixinho.

Tae me penetra devagar, senti seu membro ir me rasgando, gemi alto ao sentir seu membro todo dentro de mim. Logo Tae inicia movimentos lentos e maravilhosos. Cravei minhas unhas em seus ombros gemendo.

Tae-Tão apertadinha-Ele fala com dificildade- Brasileirinha-Sorri safado e enrolei minhas pernas em sua cintura para senti-lo mais.

Suas estocadas estavam fundas e rápidas, estávamos gemendo em sincronia e suando. O puxei para um beijo para abafar os gemidos. 

Depois de algumas estocadas acabei chegando ao meu ápice gritei alto e Tae continuou suas estocadas até que chegou ao seu orgasmo. Senti seu líquido dentro de mim.

Tae deitou ao meu lado ofegante sorriu e me deu um selinho demorado. Ele bateu em suas coxas e sussurrou "senta".

O obedeci e sentei em seu colo, sem encaixar nossas intimidades rebolei fazendo nossas intimidades rocarem, gemi alto e me levantei um pouco. Peguei seu membro e encaixei em minha entrada. Comecei a rebolar em seu membro lentamente, logo Tae põe suas mãos em minha cintura para ir mais fundo.

Depois de várias estocadas chegamos ao nosso ápice , deitei do lado de Tae ofegante.

Tae-Me chame de viado mais vezes... Ufa, isso foi maravilhoso-Ele fala tentando recuperar o fôlego.

-Te amo-Falo ofegante, Tae me pega no colo e me leva até o banheiro.

Tomamos banho trocando apenas carícias, nos secamos e fomos até a cozinha. Liguei para uma pizzaria e pedi uma pizza. 

Passamos o resto do dia vendo filmes juntos e abraçados.

Continua... 



Notas Finais


Eu iria fazer mais mas meu Spirit fica só piscando T-T
COMENTE O QUE ACHOU AMO COMENTÁRIOS ME FAZEM CONTINUAR A CRIAR CAPÍTULOS!!
Espero que tenham gostado..
Até a próxima bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...