História A Filha do Homem De Ferro - Capítulo 22


Escrita por: ~

Exibições 13
Palavras 1.537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente desculpa a demora e que eu tava sem net😅E esse capítulo ta muito louco!Se vocês não gostarem ou acharem nada ave me digam nos comentários por que ai eu coloco o outro;é que me bateu a loca e escrevi esse ai...enfim tomara que gostem....Ah e desculpem algum erro....

Capítulo 22 - O Mercenário chegou!!


-Amor por favor eu juro que depois que passar tudo isso a gente tranza ok?.digo com medo dela ficar brava.
-Tá bom seu chato,vou dormir!diz com cara de brava e se deitando na cama.
    Apenas me deito agarrado a ela e pego no sono em instantes.Acordo e não a vejo me dá um medo temporaneo então pego meu celular e tinha uma mensagem.
"Estou na empresa tive que vir resolver um problema urgente,não demoro."
    Vou confessar fiquei bravo por uns minutos,mas logo passou,vou pra cozinha e faço café,depois disso tomo um banho eu vou ver TV olho no celular e eram nove horas e nada dela,então outra mensagem chega.
"Desculpe amor mas tive que vir a Nova York resolver alguns problemas,mas até a noite eu chego em casa,desculpe".
    Uma raiva sobe e quase quebro o celular,mas retomo a calma e logo vem o medo de novo oque será que aconteceu?.Por que a Rebeka teve que ir pra lá?E se ela encontra o Stark?.Meu coração batia a mil so de pensar nisso.
~Pov Rebeka on~
   Depois de passar horas naquele bendito avião eu finalmente cheguei e fui ao encontro dele e ele estava insuportavelmente chato.
-Você demorou pra caralho,tava tranzando com alguém?.diz totalmente arrogante minha vontade era de da na cara dele.
  -Cala boca,se não eu volto e te deixo ai sem ninguém seu otário!digo cruzando os braços.
-Ui como ela ta brava,não foi assim que eu te deixei semana passada!diz com um tom de sarcasmo na voz.
-Você tem que ser tão idiota o tempo todo?Eu to rezando pra essa criança não ser que nem você!digo dando um sorriso e a noite em que eu tranzei  com ele veio a mente,não eu não trai o capitão eu tranzei com ele quando a gente deu um tempo,antes de vir para Paris.
-Porque,por que você queria um filho exemplar de um herói justo,não de um mercenário qualquer?Aposto que eu tranzei melhor que ele!diz com um tom meio que de raiva e de mágoa na voz.
  -Cala boca WADE não é isso,eu não quero que ela(o) seja idiota que nem você que não tem noção do perigo!digo ja sem paciência e com as mãos na cabeça.
  -Ta ta desculpa,e que eu acho injusto eu não poder estar presente na vida do meu filho(a) por causa de um herói de merda!diz com uma certa razão eu só não sabia como contar pro capitão.
-Eu sei wade e eu vou contar quando eu voltar prometo,mas agora por favor vamos fazer oque viemos fazer?.digo com uma dor no coração so de imaginar a reação do capitao quando souber.
-Ok vamos logo com isso não quero encontrar o bosta do stark!diz e eu apenas concordo e saímos.
     O caminho todo eu fui quieta sem falar nada apenas pensando no que dizer pro capitão,mas mudando de assunto o wade tinha feito sei lá oque mas só sei que deu certo como sei?O rosto dele estava bem melhor,não queria perguntar o por que não queria ouvir uma explicação com mortes e mais mortes,enfim chegamos.
-Não acredito que eu vou entrar aqui!diz enquanto olhava o local todo.
-Wade por favor não fala nada apenas cala a boca é pra ser rápido!digo ja entrando no lugar e já dou de cara com a natasha.
-Oque ele ta fazendo aqui Rebeka?.diz meio que "Ui eu que mando aqui".
-Nada do que te interesse romanoff agora cadê a minha filha,quero ir embora logo!digo enquanto vejo o wade rir e aquilo sinceramente irritou ela.
-Eu estou aqui mãe e vamos logo não quero passar mais nenhum minuto aqui e minha missão de ajudar as pessoas já foi cumprida mesmo!.diz enquanto me abraça e olha pro wade.
  -Iguazinha ao pai que desperdício de beleza que merda em Rebeka!diz dando um sorriso e recebeu um olhar fuzilante da Caroline.
-Quem é você mesmo?.pergunta super seria.
-Longa história depois eu te conto quero sair o mais rápido possível desse lugar,seu pai não sabe que eu vim buscar você!digo dando um enorme sorriso que infelizmente e interrompido pelas palavras do wade.
   -Não é só isso que ele não sabe minha querida!diz me tirando do sério e eu acabo dando um soco nele.
-Porra wade cala boca!digo com as mãos na cabeça e vendo ele rir de tudo.
-Você é forte até e por que me odeia? Eu te amo e não estou mentindo !diz me olhando no fundo dos olhos.
-Não não  começa wade,não faz isso você sabe que eu não consigo.digo mais calma.
-Oque diabos está acontecendo aqui em?.pergunta muito mais muito confusa mesmo,ótimo agora a Caroline vai me odiar.
-Eu ou você fala?pergunta como se eu fosse deixar ele falar.
-Filha eu to grávida de novo,mas....o pai é ele e não o Steve,eu não o trai em nenhum momento,foi quando nós demos um tempo pra pensar depois de tudo oque aconteceu e em uma noite eu encontrei ele e você sabe oque rolou!digo de cabeca baixa e segurando as lágrimas.
-Ei mãe eu acredito em você,não se culpe você não o traio, só estou preocupada na reação do meu pai em saber que o pai do seu filho e o deadpol.diz apontando pro wade que fica com uma cara de tipo"Uou a menina certinha me conhece".
-Olha so a menina certinha sabe quem eu sou,cuidado o capitão pode não gostar disso.diz meio que tentando irrita-lá mas não deu certo.
-Sim eu sei quem você é,estava me fazendo de desentendida quando perguntei.diz rindo.
-Uou parece que você não é tão justa como seu pai que surpresa,ela não saio que nem o herói de merda que o pai dela é!diz rindo e tirando sarro dela.
-Wade cala a porra da boca!digo o sufocando com os meus poderes.
-Calma ai amor eu tava brincando!diz ja quase sem fôlego,mas eu paro pelos pedidos incessantes da Caroline.
-Ok agora vamos embora por favor?diz Caroline enquanto caminha.
  Passamos horas naquele bendito avião de novo,já eram dez da noite quando finalmente chegamos e fomos direto pra minha casa e a reação do Steve ao ver wade não foi muito legal.
~pov Rebeka off~
-PAIII que saudade!grita Caroline enquanto corre  e o abraça.
-Também estava meu amor,creio que agora você vai ficar com a gente?.pergunta sem tirar os olhos de wade.
-Sim eu vou te amo viu!diz sem parar de abraça-lo.
-Amor vai lá guardar as suas coisas eu preciso conversar com o seu pai!digo olhando fixamente pro Steve e ela apenas o solta e sobe.
-Oque ele ta fazendo aqui Rebeka?!diz se virando e indo pra sala.
-Steve ele é o pai do meu filho não você!então eu o vejo parar no meio do caminho e escuto o wade falar baixinho"uuuu" eu apenas o olho.
-Ele é oque?Não não é você ta mentindo!diz praticamente gritando e com raiva de mim.
-Foi na noite em que você brigou comigo e nós demos um tempo eu etava arrasada e so queria esquecer a briga e tudo oque você falou então eu saí e fiz oque fiz,desculpe não ter te contado antes e que eu estava com medo da sua reação!digo ja de cabeça baixa e o wade apenas coloca sua mão em meu ombro,aquilo já bastava.
-Rebeka por que não me contou céus!Não vou mentir estou furioso com você por isso,mas como vou te culpar se o culpado fui eu,eu te disse coisas horríveis naquele dia e te peço desculpas e peço um tempo pra eu me acostumar com isso e com a ideia de viver com ele junto,eu vou ajudar a cria-la(o) como se fosse minha,só te peço tempo!diz com as mãos no rosto e parecia estar segurando as lágrimas.
-Perai "viver com ele junto"?.digo meio que já sabendo a resposta.
-Sim não vou tirar o direito dele criar e estar presente na vida dela(o),afinal ele e o pai!diz enquanto subia pro quarto da Caroline.
-Sempre justo e forte ele nunca para?!diz meio sarcástico.
-Wade!digo tentando repreende-lo mas minha voz já era de choro e não adiantou nada ele apenas me olhou e me abraçou.
    No começo foi difícil eles brigavam por tudo,mas conforme os meses foram passando eles foram se acertando e começaram a se dar bem oque era muito estranho,mas era bom e a Caroline aceitou tudo numa boa e convivia bem com eles.
 Rebeka já estava com 9 meses e a sua barriga estava enorme.Steve esbanjava alegria e wade mais ainda afinal ia ser pai de uma menina e Steve considerava aquela criança como sua filha de sangue mesmo sabendo que era de wade.
    Rebeka começou a sentir as dores e foi levada às pressas pro hospital,Wade so queria ver sua pequena e quando a viu pela primeira vez não aguentou e chorou uma coisa rara no caso do wade,Steve também se emocionou afinal ela também era sua filha.
-Ela é linda amor!diz Steve todo bobo e Alegre.
-É eu tenho que concordar com você capitãozinho!diz dando um sorriso e Steve também ri.
-A genética neh!digo rindo.
-Qual o nome da minha pequena mercenária?.diz wade e é reprovado pelo Steve.
  -Mercenária não wade céus ele piro!diz entre risos eles estavao se dando bem por inquanto.
  -É Harley!digo enquanto eu vejo os dois rirem e se sentarem ao meu lado.


Notas Finais


Vamos ver como será daqui pra frente....
Até a próxima😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...