História A Filha do WInchester - Capítulo 33


Escrita por: ~ e ~criadora-fanfic

Postado
Categorias Supernatural, Teen Wolf
Personagens Alex Jones (Annie Jones), Allison Argent, Castiel, Claire Novak, Dean Winchester, Derek Hale, Isaac Lahey, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Peter Hale, Sam Winchester, Scott McCall
Tags Drama, Romance
Exibições 367
Palavras 1.038
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Ficção, Lemon, Magia, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Volteeeeeeei, sentiram a minha falta???
Eu sei que meio sumi, mas volteeei <3
Mais uma coisa, reescrevi uma fanfic, poderiam dar uma olhadinha?
https://spiritfanfics.com/historia/opostos-se-atraem-6743517
Agradeço já!

Capítulo 33 - Sou problema que trazo para vocês


Fanfic / Fanfiction A Filha do WInchester - Capítulo 33 - Sou problema que trazo para vocês

     POV. Charlotte Mary WInchester.

-Então está dizendo que seu pai engravidou sua melhor amiga?-Castiel parecia confuso.-Mas como?

-Ah você sabe como.-Eu estava constragida demais para falar sobre isso.-Então, falando de Deus. Como assim, Ele me deixou algo?O que é?

-Não sei se você consegue aguentar mais coisas que deve saber.-Castiel suspirou preocupado.

-Tente.-Falei curiosa, dobrei minhas pernas para oiuvir o que ele ia dizer.

-Certo...Você sabe que seu pai...Lucifer, quero dizer...ele era o arcanjo mais belo, certo?-Assenti mais uma vez.-Ele tinha poderes especiais...poderes angelicais...quando ele foi expulso, os poderes dele também era mais malicioso. Quando Lucifer foi expulso, Deus deu uma ideia...ele te desenhou, te deixou dois poderes, um de angelical, outro do seu pai. Acredite, não é apenas um poder que Deus criou para você, sim o genetica. Seu pai era anrcanjo, ele ainda tem aquele poderes angelicais, se misturou com os mais diabolicos. Nosso pai tinha certeza que você será a única chance disso. Você aguentaria esses dois poderes poderosos, acreditamos que você é uma dividida do bem e do mal. A sua raiva...você só sente raiva, peso dos ombros, tem sede de vingança sim, mas também é uma boa pessoa. O que é muito dificil para todos nós porque muitos dos anjos e demonios temem você.

-Sério? Não entendo. Eu sou apenas uma menina que não aprendi a controlar os poderes e sou adolescente de tpm.-Falei confusa.

-O que é Tpm?-Castiel perguntou, revirei os olhos.

-Deixa para lá. Como assim? Sou a única chance?-Perguntei mais confusa.

-Eu tenho teoria. Você pode separar a guerra entre anjos e demoinios.-Castiel engoliu em seco.-Então, não sei você mas eu e meus irmãos mantivemos uma promessa a Deus. Prometemos a ele que protegeria você de qualquer coisa. Já que os demonios estão te seguindo, votando você para ser rainha do Inferno.

-Então...-Era mesmo muita informação. Eu estava nervosa e palida, me sentia pessima por saber que eu era a única arma.-Tenho muitos fãs do céu e inferno. Isso é ótimo!

-Eu falei que era muita coisa. Como dizendo, lembra que eu fui até lá em casa e contei a vocês sobre Abbadon e Quemos destruir o céu e inferno?-Castiel perguntou, assenti com a cabeça.-Eu falei aquilo porquê, na verdade, eu estava falando com você. Eu sabia que era você o tempo todo.

Fiquei com choque. Castiel sabia que eu era filha do Lucifer o tempo todo e nunca me contou nada.

-Você...-Ele me interrompeu.

-Eu disse aquilo porque você era a única chance contra a Abbadon.

-Lucifer dizia a mesma coisa.-Eu disse com raiva, me levantei onde sentava na pedra.-Por que as pessoas que gosto sempre esconde coisas de mim?

-Porque estamos protegendo você, Chloe. Protegendo você de coisas ruins.-Ele levantou e se aproximou de mim.

-Ou me protegendo porque eu serei uma vilã? É isso? Eu serei aquela pessoa que todos temem?-Perguntei quase chorando.

-Não, não. Claro que não.-Ele parecia desesperado, engoliu em seco.-A verdade é que você não sabe controlar seus poderes, por isso deveriamos temer....Chloe, sua raiva e sua arma!

 

(...)

Já era meio madrugada, andei muito na floresta até chegar na minha casa, me abracei a mim mesma. Achei bem estranho as luzes dentro de casa, pelo visto da janela, estar acesas. Logo entrei dentro por causa do frio e encontrei meu pai conversando com Lydia na mesa, quando eles me viu. Se levantaram rapido.

-Onde você estava?-Meu pai perguntou, dei de ombros.

-Andando por ai.-Respondi tirando o casaco.

-Estava na casa do Isaac?-Ele parecia serio, eu meio me irritei.

-Não. Conversando com Cass, satisfeito?-Perguntei sem olhá-lo por causa da Lydia no lado dele.

-Até ele apareceu para você, não mais para mim?-Ele parecia feliz.-Ele não está mais apaixonado por mim.

-Olá.-Cass apareceu no ar, Dean parou de se animar.-Como vai?

A casa se silênciou, meu pai suspirou.

-Estamos bem...na verdade precisamos conversar com você sobre...

-Meu irmão? Sim. Mas não temos o que conversar.-Falei irritada.

-Pelo amor de Deus para de ser chata!

-Nasci chata!

-Nasceu nada...tem que aceitar...

-Aceitar que teremos uma familia? Papai, você sabe que não posso. Eu sempre sou o problema que trazo para vocês.

-Do que está falando?

-DROGA, ESTOU TENTANDO PROTEGER VOCÊS!-Gritei com os olhos cheios de lágrimas.-Eles sabem...se eles descobrir que...que esse bebê é a única fraqueza. Eles...

-EIi, calma..-Meu pai me aproximnou.-Você não é um problema, você é minha filha. Eu te amo, mas eu prometo que nunca vou deixar nada de ruim acontecer com você.

Percebi que eu nunca vou contar a ele que eu seria uma pessoa ruim,ou...boa.

-Não sei....eu nunca deveria existir.

-Pare de ser dramatica, pelo amor....Eu posso ter outro filho, mas isso não vai mudar o que sinto por você, garota. Sou seu pai, sempre serei. Não importa se você também é a filha do Lucifer, se você é um tipo de coisa, sempre vou te amar. Ouviu?

-Sabe que não vou aceitar esse bebê.-Eu disse, me afastando e subindo para o quarto.

POV.Narradora.

Scott finalmente encontrou a Kira. A garota estava sentada encostada na parede, comendo um saduiche. Ele apenas sentou no lado dela, sorriu levemente. Kira não sorriu de volta, apenas abaixou a cabeça.

-Eu não quero falar sobre isso.-Ela disse, parecia bem abalada sobre o que aconteceu. Scott assentiu, ergueu o livro em suas mãos.

-Quer falar sobre a prova de sexta? O professor tira todas as equeções do livro.

Ela suspirou, colocou o saduiche de volta no pratinho. Ela se virou para o Scott.

-Está com o seu celular?-Scott assentiu.-Eu vou te mostrar algo que ninguém nunca viu antes. Ninguém exceto Barrow.-Ela suspirou.-Tira uma foto de mim. E use o Flash.

Scott não pensou duas vezes, ele tirou fotos com Flash ligado como a Kira havia dito. Ele arregalou os olhos, havia algo em volta da garota na foto, parecia um tipo de energia envolvia seu corpo ou espirito.

-Nossa.-Foi o que ele conseguiu dizer.

-Pois é.

-O que é isso?-Scott perguntou frazindo a testa.

-Eu não sei. Começou aparecer alguns meses atrás. Só acontece quando o Flash está ligado. E...eu não sei como, mas Barrow sabia disso. Ele usou meu próprio celular para tirar fotos minhas. -Kira falou séria.

-Por isso você pediu ele de volta.

-Se alguém ver aquelas fotos...

-Precisamos pegar ele de volta.

 

 

 

 

 


Notas Finais


https://spiritfanfics.com/historia/opostos-se-atraem-6743517
Gostaram??
O próximo cap será sobre a festa no loft do Derek hahahahaha <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...