História A Forbidden Love - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Lily Collins, Ryan Butler
Personagens Justin Bieber, Lily Collins, Ryan Butler
Tags Confusões, Drama, Incesto, Justin Bieber, Lily Collins, Romance
Visualizações 121
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Notas finais, é urgente...

Boa leitura...

Capítulo 33 - Fatalidades.


Fanfic / Fanfiction A Forbidden Love - Capítulo 33 - Fatalidades.

Umas semanas depois...

Faltava menos de um mês para o meu casamento, eu estava ficando definitivamente, completamente maluca. Eu estava tão acelerada, tenho que arrumar tudo e só tenho Maikon para me ajudar.  Eu sei que era loucura fazer uma festa de casamento tão em cima da hora mas eu e Justin decidimos nos casar antes que comece aparecer minha barriga, que por acaso já está dando um "OLÁ".

Pelo menos agora eu tenho uns minutos de paz, sem Kath, mesmo eu amando muito ela, caraca, ela está numa fase horrível. Sem Justin, sem Maikon, sem incomodo, apenas eu e meu filho... Ou talvez seja cedo demais para comemorar... Ouço batidas em minha porta e automaticamente penso em pular da janela. Será que não pode se ficar em paz?

— Eu sei que está acordada, abra essa porta, tenho uma surpresa para você! — Ouço a voz de Maikon. Me levanto e abro a porta bufando.

 

— Mãe? — Não sabia como reagir, era ela mesmo ali? A mulher que me odiava a um mês atrás?

 

— Posso falar com você? — Ela perguntou. Sua voz estava tão fraca, ela parecia estar tão fraquinha.

 

— Claro... — Ela estava em uma cadeira de rodas então Maikon a colocou para dentro do quarto e logo saiu fechando a porta. — E então? — Me virei para ela.

 

— Eu queria primeiramente pedir desculpas.... — Nem deixei minha mãe acabar de falar, já fui logo a interrompendo.

 

— Eu não quero e nem você precisa me dar essas desculpas. Eu sei que fui um grande atrapalho em sua vida, eu sei que fui um erro, sinto muito por ter arruinado sua vida... — Respirei fundo. — Arruinado sua vida com o papai...

 

— Você não arruinou nada minha filha, eu que sou uma idiota, uma babaca... E sim... eu te devo milhares de desculpas, principalmente por não ser a mãe que você sempre mereceu ter. — Ela deixou uma lágrima escorrer pelo seu rosto. — Eu acabei com Christian... é... eu tive uma conversa com o Justin e Ryan e Aaron confirmarão tudo o que seu noivo disse... e minha filha, me desculpe por ter sido não injusta com você. eu sei que vocês não tem nenhum tipo de parentesco, foi idiotice, criancice, seja lá o que for... eu me arrependo, eu deveria ter te apoiado quando eu pude. Eu não vou me enganar e nem te enganar, eu sei que estou no fim da minha vida, eu estou morrendo.

 

— Não, não está... — Falei limpando as lágrimas que haviam escorrido de meu olho.

 

— Eu estou sim Chloe, eu estou com um câncer terminal, eu não quero me enganar. Talvez isso seja arrependimento de velho no final da vida mas saiba que isso é de coração. E quando eu soube que você estava grávida, você não sabe o quanto eu me arrependi de não estar ao seu lado nesse momento, e quando soube que você estava noiva? Meu Deus, foi a realização de um sonho mas mesmo assim fiquei mal, simplesmente porque não fiz parte dos momentos mais especiais da sua vida. Espero poder presenciar seu casamento, pelo menos isso... — Minha mãe me olhou nos olhos. — Você é tão linda, tão perfeita, tão meiga, tão forte. Você merece toda a felicidade do mundo, merece todo o amor que Justin ou qualquer outro cara possa lhe oferecer, você merece todas as coisas boas que estão acontecendo em sua vida e eu sei, do fundo do meu coração, que você será uma mãe melhor do que eu fui para você, eu sei que você dará tudo o amor do mundo para essa criança. Eu te admiro tanto Chloe, nunca te falei isso mas sim, eu te admiro, admiro sua garra e sua força. Você virou uma grande mulher, me surpreendeu e surpreendeu todos a sua volta. 

 

— Mãe...

 

— Eu te amo minha pequena, eu te amo muito... me perdoa por tudo... — Minha mãe falou caindo em lágrimas e eu não aguentei, acabei lhe acompanhando, me abaixei e me aproximei de sua cadeira e lá ficamos... chorando, juntas, abraçadas.

[...]

Minha mãe morreu semanas depois da nossa conversa, na UTI, quando seu coração que era feito de câncer parou seu corpo que também era feito de câncer. Foi um baque, nunca imaginei ter que passar por isso novamente, eu perdi minha mãe, uma das únicas coisas que eu tinha na minha vida... Eu e ela passamos por tantas coisas na vida. Esses dias mesmo eu estava me lembrando do dia que eu tive minha primeira noite de amor com o Justin, eu havia brigado com ela minutos antes. 

Já havíamos lhe enterrado, eu estava apenas observando sua lapide. 

— Ela sempre foi como uma mãe para mim... — Ouvi a voz de Justin e logo cai em lágrimas.

 

— A metade disso foi por nossa culpa Justin... — Me levantei com a cabeça abaixada.

 

— Não, não foi... Isso... isso foi apenas uma fatalidade da vida, não tivemos culpa de nada. A única coisa que fizemos foi nos amar Chloe, isso é errado? Isso é pecado?

 

— Esse amor só trouxe tragédia para nossas vidas...

 

— Essa criança que você está esperando é uma tragédia? Não esqueça  que ela é fruto desse amor. Chloe presta a atenção... — Justin falou pegando em meu braço. — Nada disso foi nossa culpa, ok? Nós nos amamos e a única coisa que fizemos foi lutar por esse amor. O que aconteceu com sua mãe foi uma grande fatalidade da vida, nada mais do que isso. Todos nós um dia iremos, basta aceitar. — Não conseguia parar de chorar, eu só queria sair dali. Me afastei do Justin e sai do cemitério sem rumo.

Quando fui ver já era 22h00, não me restava outra escolha a não ser ir para casa, minha casa e de Justin. 

[...]

Demorou mais ou menos uma hora para eu chegar, quando cheguei estava tudo apagado, andei pela casa e fui achar o Justin logo sentado na janela.

— Não vai pular né? — Perguntei.

 

— Não sei... Ainda irá se casar comigo?

 

— Com toda certeza do mundo. — Sorri e ele fez o mesmo. Justin saiu da janela e se aproximou de mim.

 

— Eu sinto muito Chloe... mesmo...

 

— Foi uma fatalidade da vida, todos nós um dia iremos e ela deixou muito claro antes de morrer que estava feliz pela gente e eu sei que independente de onde ela esteja, ela estará assistindo nossa vida e verá que será muito perfeita mesmo com nossas brigas. E eu prometi para mim, para Deus, para o universo, que eu serei uma mãe melhor do que ela foi para mim. — Falei e Justin me abraçou.

Um mês depois...

Está quase na hora de eu virar a esposa do Justin Drew Bieber, falta apenas algumas horas para mim ter o "Bieber" em meu nome. Quando que eu poderia imaginar isso? Pela primeira vez as coisas estão dando certo para mim e para ele, espero que continue assim...

Meu vestido é magnifico, Maikon está me maquiando, me produzindo para o melhor dia da minha vida. Minha barriga já está um pouco maior do que eu imaginava. Meu Deus, como o tempo passa...


Notas Finais


Cara... eu estou mega chateada porque tenho a leve impressão que vocês me abandonaram, cade meus leitores que comentavam? Que interagiam? Sinto tanta falta disso... Poxa, a fanfic está acabando e no cap passado que eu postei teve apenas dois comentários? Caraca... Mas enfim... espero que estejam gostando...

Reta final... Sei que o cap foi pequeno mas o próximo será até grande demais então...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...