História A Força Desse Amor - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias Turma da Mônica Jovem
Personagens Agnes, Aninha, Carmem, Cascão, Cascuda, Cebola, Denise, Do Contra, Dorinha, Irene, Magali, Maria Cebolinha, Marina, Mônica, Nimbus, Penha, Quim, Sofia, Titi, Toni, Xaveco
Tags Cascao, Casgali, Cebola, Cebonica, Magali, Monica, Tmj
Exibições 75
Palavras 3.808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola!! 😍 Demorei? Me desculpeee!! Haha ><
Ai está mais um capitulo frito com muito carinho e amor 😍 Espero de coração que gostem!

Capítulo 65 - Menos Orgulho E Mais Amor!


Fanfic / Fanfiction A Força Desse Amor - Capítulo 65 - Menos Orgulho E Mais Amor!


Cascão e Magali  estavam saindo da sala das estátuas rapidamente para descobrirem onde Cebola havia se metido. Depois de passarem quase pelo castelo todo, chegaram em mais um dos corredores... 

- Não adianta.. Ele não tá no castelo.. - Disse Magali olhando ao redor. 

- Tô ficando preocupado... E o pior que já está escuro la fora, parece que aqui escurece mais rápido. 

- Pra falar a verdade não estou sentindo nada de estranho, acho que ele não está em perigo e... - Magali, mais a frente estava prestes a virar mais um corredor,  Quando DC surge do nada lhe atacando...

- HÁ!! - O rapaz chega pulando feito um ninja e com a mão esticada pronto para um golpe bem no rosto de Magali. 

- AAAAHHHH - Por um bom reflexo a moça se abaixa fazendo o golpe atingir uma das portas de madeira do corredor, a rachando

CREEC

- Qualé DC ta maluco? - Cascão na hora ferve de raiva entrando na frente de Magali enfrentando o "amigo"

- Quem pensa que é para falar assim conosco? - DC no mesmo momento se regenera em vários dele mesmo - Onde está nosso líder? - Dizem eles juntos em posição de ataque. 

- Ai caraca, o que tá rolando aqui vey?  

- Gente o que aconteceu? Ouvimos a Magali gritar e... - Denise,  Xaveco e DC aparecem vindo de uma das portas do corredor e se deparam com o lugar cheio de DC em posição ninja de ataque. 

- EEITA OLHA SÓ QUANTO "EU"!! - Os olhos do DC brilharam no mesmo instante ao ver o corredor com mais ou menos uns 20 DC'S. 

- Aqui jaz nosso lider!! - Disse um dos clones apontando para onde DC estava - Curve-se perante nós ó soberano!! - Disse ele vendo o verdadeiro DC se curvar. 

- Ah louca... Até os clones do DC são pirados na batata ships - Disse Denise cruzando os braços. 

- Eu tenho irmãos gêmeos ninjas que maneiro!! 

- Eu não ficaria tão feliz assim se fosse você... Em questão de aparência e nome, eles são iguaizinhos, por tanto, você não é mais único - Ela sorria de forma maliciosa. 

- Essa não, você tem razão!... Isso quer dizer que existem vários c-como eu? ...  NÃAAAAO!!! NÃO POSSO ACEITAR ESSA CALAMIDADE!!!!! VOCÊS TEM QUE FAZER ALGUMA COISA!! SAIAM DAQUI NINJAS MANEIROS! 

Nikki aparece e com seu poder de fada, faz surgir uma grande frigideira em suas mãos o nocauteando. 

TOIM

CAPLOFT - DC cai no chão com a língua pra fora. E com sua queda, cada um dos clones voltam para o corpo de DC. 

- Olha só! Eles voltaram pro DC que bizarro! - Disse Cascão. 

- Affee só assim pra calar a matraca desse bofe contrariado, muito obrigada viu mona! 

- Mas gente, o que foi isso? Todos esses Do contras,  de onde saíram? - Disse Magali. 

- Ah fofa, pelo visto saíram do DC, deve ser efeito daquela pipoca divosa, já que aqui nada é normal!

- Sería se vocês parassem quietos um pouco!! - Disse Luna aparecendo no corredor. 

- Ah tia! Nem vem..  Culpa da pipoca pão com ovo que ele comeu, eu tentei impedir mas ele nunca me escuta. - Disse Denise olhando as unhas. 

- Pelo jeito vou ter que destruir essa máquina pra não dar mais problema! E amanhã encontraremos com os grandes magos e treinadores da magia para que possam nos explicar esses efeitos colaterais em vocês...  E quanto você Magali, começaremos nosso treinamento e controle de magia amanhã mesmo... Por isso peço que descansem. 

- Er... Rainha..  Nosso amigo sumiu, não conseguimos encontra-lo - Disse Magali. 

- Só achamos essa mochila aqui pelo corredor.. Com certeza é dele. - Xaveco diz deixando a mochila no chão. 

- E desculpe, mas não vou dormir aqui esperando que o careca se dê mal, ele pode estar precisando da gente... - Cascão ia saindo do corredor. 

- Não posso permitir que saiam agora! - Disse Luna criando uma barreira de fogo impedindo Cascão de passar- Com essa escuridão as criaturas da floresta sombria podem estar a solta.. É muito perigoso, mandarei buscas para que o encontrem, não se preocupem, vão achá-lo. Por favor, vão para os quartos, descansem e deixem isso com a gente! 

- Ela tem razão Cascão, pode ser perigoso, vamos esperar amanhecer e amanha mesmo vamos atrás dele. - Desse Magali segurando a mão do sujinho. 



--- Na Pequena Casinha Da Floresta Sombria ---

- Prontinho fia, uma pena que só temo um quarto e oceis tem que drumi na sala. - Liliam arrumava o travesseiro num dos colchões num canto da sala, enquanto no outro canto Alberto arrumava o outro colchão 

- Não tem problema, obrigada pela hospitalidade - Disse Mônica sorrindo. 

- Os dois colchão de sortero já tão bem posto... - Disse Alberto. - Ainda bem que temo esse podê de fazê aparece certos objetos, senão nois tava frito, quando chegamo aqui num tinha era nada hahaha

- Verdade, nesse caso foi bem útil, né meu veio? Ah, mas oceis só não pode drumi com essa ropa toda mordida e rasgada! 

Mônica usava uma calça legging preta até a panturrilha, uma regata azul com detalhes dourados, all star azul e ainda usava a jaqueta jeans do Cebola por cima. Porém estava toda encardida por ter caido no chão da floresta lutando contra aquele cachorro. 
Cebola vestia uma camiseta polo branca, calça jeans escura e tênis preto. E claro, as mordidas dos lobos por toda a blusa, fora as manchas de sangue. 

- Vou dar um jeitinho nisso agorinha. 

- Muié, cê sabe que não é muito boa nesse feitiço...

- Ué meu veio, fui eu quem fez a fantasia de monstro dos zoi vermelho pra assusta as visita e ocê num recramô, num deu pobrema nium! - No mesmo momento Liliam ao fazer o feitiço as roupas de Mônica e Cebola se tornam novinhas porém bem menores,  como se fossem roupas de crianças. 

- Ta vendo, é disso que eu to falano - Disse Alberto. 

- Carma, foi só um pobreminha... 

Depois de passarem por várias trocas de roupas bizarras como monstros, palhaços e roupas que usavam na infância, finalmente ficaram com a atual limpa e sem nenhum rasgo. 

- Finarmente! - Gritou Alberto. 

- Como a magia é prática né - Disse Cebola ironicamente já cansado de ficar em pé esperando a magica dar certo. 

- Ô..  Por isso nois ama magia... Bão.. Como sabem aqui não tem luiz como tem na terra doceis, por isso deixamos sempre a lareira acesa para apenas aluminar a sala. Espero que decansem e amanhã iremo para o reino de Luna, enfrentá o grande pobrema... - Disse Liliam

- Não esquentem, vai dar tudo certo! - Mônica sorriu os deixando mais tranquilos. 

- Se explicarem o que aconteceu, Luna vai entender. - Disse Cebola se preparando para deitar.

- Esperamo que sim, bão já vamo indu drumam bem! - Liliam e Alberto vão para o quarto que ficava no andar de cima. Apesar da casa ser pequena, tinha dois andares. 

Depois que Liliam e Alberto foram dormir, lá estavam os dois na sala, deitados bem distantes, separados pelos poucos moveis que ali havia... e em total silêncio...
Cebola estava deitado de costas de braços cruzados no canto esquerdo da sala e não conseguia pregar os olhos, tentava de todo jeito se revirando no colchão mas nada adiantava... 
Mônica, do lado direito da sala, da mesma forma não conseguia dormir, mas permanecia parada.

- Dá pra parar de fazer barulho? - Disse a moça de modo ríspido. 

- Não to fazendo nada, só tô me mexendo, é crime é?

- Quando alguém ta querendo dormir, é!

- Desculpe atrapalhar seu sono dona da verdade...

- A culpa não é minha se você gosta de trancar as pessoas pra que elas não fizessem o que querem! Aliás imagino que Magali deva estar chateada por eu ter "desistido" - Disse ela fazendo as aspas com as mãos -  ...de ajudar minha melhor amiga!! Por culpa de quem? Acho que não preciso dizer né... 

- Não vou ficar me arrastando e pedindo desculpas zilhões de vezes, já fiz isso.. E tive meus motivos.

- Já imaginou se todo mundo resolvesse trancar as outras pessoas às impedindo de serem livres, por seus motivos pessoais? Pois é, Toni fez isso comigo né... A única diferença é que ele me... - Mônica ao dizer aquilo é interrompida rapidamente. 

- O que? Mô-Mônica eu não acredito que você ta me comparando com esse sujeito!! Eu ia pedir pra te soltarem! Não ia te deixar ali pra sempre! Era só no tempo de sairmos de lá!...Falando desse jeito parece que nem me conhece! Talvez nem me conheça mesmo! Pelo visto pra você também sou um delinquente! Muito obrigado! 

- Er... N-não foi isso que eu quis...

- E só pra te informar... Eu fiz isso pra te proteger!! Não queria que viesse pra cá pra sofrer mais uma vez!! A troco de quê eu te trancaria por mal? Eu quase... A GENTE quase perdeu você!! Qual parte disso você ainda não entendeu?! - Cebola disse deixando a moça em silêncio por um tempo... Mônica até chegou a se arrepender por ter falado daquela forma com ele, estava começando a entender que não devia ter sido fácil para seus amigos quase perdê-la assim, e se arrependeu ainda mais por ter o comparado com Toni que era um monstro e jamais se compararia ao amor de sua vida. Ela arrependida e ainda orgulhosa, logo volta a falar de modo mais suave.

- M-mas não é dessa forma que você vai me proteger... Me trancando... Não deixando eu ajudar meus amigos...

- Se você ao menos deixasse eu te ajudar sem ser orgulhosa pelo menos uma vez na vida!! Se me ouvisse mais, e confiasse mais em mim quando eu digo que alguém não é confiável... Se pelo menos você deixasse eu fazer do modo certo... - Cebola disse deixando o silêncio no ar novamente,  dessa vez Mônica ficou sem resposta, até porque tudo o que ele disse era verdade, ela era orgulhosa demais pra admitir qualquer coisa e se está errada teriam sempre que provar pra ela que está errada... E mesmo ele tendo feito aquilo, ele reconheceu seu erro, e fez aquilo na melhor das intenções... Não era certo ela ficar o condenando para sempre. Ela começava a pensar se teria que mudar... 
A moça se calou completamente durante muitos minutos, pensando nas coisas que havia dito e na forma que havia dito, mas logo decidiu deixar o orgulho de lado e rezou para que ele não estivesse dormido...

- Me... Me.. D-desculpa?... - Mônica quebra os longos minutos de silêncio dizendo com a voz fraca. 

- O que? - Cebola achou ter ouvido coisa, era raro Mônica se desculpar assim numa briga. Ela chegou a se desculpar no karaokê mas foi diferente, tiveram que provar algo pra ela pra que ela se desculpasse... Mas ela nunca pediu desculpas depois de ouvir algo da boca dele.

- Me desculpa!! -  Mônica dizia se sentando no colchão dobrando os joelhos enquanto ele ainda estava deitado de costas pra ela, se sentindo magoado -  Isso... isso tudo é muito novo pra mim, eu tentei ser uma garota normal, eu tava mesmo com muito medo de enfrentar qualquer coisa depois do que passei, mas não posso mais ser assim!! Não gosto de ser fraca, não quero ser fraca, tô com medo, mas quero infrentá-los, quero voltar a defender vocês!! Eu entendo que você queira me... me p-proteger mas... Não aguento ficar sem fazer nada, sem poder ajudar! Eu tenho que enfrentar esses medos idiotas que nunca tive e que agora ficam me assombrando!!!!- Mônica dizia chorando com a cabeça entre os joelhos, fechando as mãos de raiva por sentir aquilo. Cebola se levanta e se aproxima sentando-se ao lado da moça. 

- Você continua sendo forte pra mim... - Disse ele fazendo ela levantar a cabeça e o olhar com os olhos lacrimejados - Acha que passar por tudo aquilo e ainda sobreviver foi tarefa fácil? 

- É mas... Esse tipo de força não adianta! Fora que tive sorte... Quero voltar a ter a minha força física! Achei que poderia viver sem ela, mas não ta fácil pra mim! Odeio ser assim! Quero voltar a enfrentar os perigos pra proteger a Magá, o Cas... E você... 

- Mas você já fez isso! Você me salvou daquele lobo! E não precisou de força alguma... Eu que queria poder fazer algo assim por você, te tirei daquele lugar que Toni te levou mas... Mesmo assim não cheguei antes dele te... - Cebola abaixa a cabeça respirando fundo. 

- Sei que te ajudei com o lobo, mas fiz isso sentindo medo... Por isso quero minha força de volta pra acabar logo com essa guerra sem parecer medrosa! Como era antes! Fora que gosto de ser assim, gosto de proteger vocês, já que  são tudo pra mim e pensar em perdê-los me deixa louca! Tenho muito medo de ficar sozinha... Tenho medo de perder cada um de vocês!!! - Mônica ao dizer cada palavra, sem perceber o abraçava forte com os olhos fechados, franzindo o cenho como se quisesse que aquele medo e angústia que sentia, fosse logo embora. Cebola por um momento fica sem reação recebendo o abraço. Mas logo interrompe aquele silêncio a abraçando de volta. 

- Você não vai nos perder!! Magali é uma bruxa poderosa, pode fazer coisas incríveis, só tem que aprender a se controlar. O Cascão é rápido, se nem a chuva é veloz o bastante pra pegar ele, então ninguém consegue haha - Disse ele a fazendo sorrir e desfazendo o abraço. 

- É verdade... Mas e você? 

- Ah eu... Na hora penso numa forma de escapar... Só quero que saiba que somos unidos, e essa união é mais forte do que qualquer força física. Sua força é importante, mas com ela ou sem ela lutaremos pra estarmos juntos, não importa onde seja! Você vai voltar a ser a antiga Mônica, não vamos deixar sua identidade ir embora... Por isso vamos pegar o cristal, acabar com a festa da Penha e do Toni, e tudo vai voltar a ser o que era antes, nada nem ninguém vai conseguir separar a gente...- Disse ele secando as lágrimas da moça a vendo sorrir. 

- Mas er... Vo-você me desculpa pelo o que falei? Jamais quis te comparar com o Toni, até porque sei que você jamais seria capaz disso... Aquilo que eu disse foi uma besteira, eu sempre falo o que não devo quando estou nervosa e.... - Mônica dizia levando as mãos ao rosto, voltando a chorar demonstrando seu arrependimento. 

- Não esquenta... sei que você não disse por mal... - Disse ele sorrindo de canto - E não precisa chorar por isso, sabe que não suporto te ver chorar - Disse ele secando as lágrimas dela, enquanto ela se aproximava com os olhos fechados sentindo seu toque em seu rosto, mas ele logo interrompe o momento - Er... É melhor eu voltar lá pro outro lado da sala, vou te deixar dormir, você deve estar cansada. - Disse ele ao se levantar. Ele não queria beija-la mais sem estarem namorando, apesar de ter essa vontade e a amar muito, ia parecer que ele queria se aproveitar da situação, já que já não se controlou uma vez e acabou a beijando quando não era pra ser, e não deu tão certo... Por isso preferiu fazer diferente e se levantar, apesar de tudo não se sentia mais magoado e ficou feliz por ela ter se arrependido. 

- Espera!! - Mônica levanta e o abraça forte - Prometo tentar mudar, sei que por muitas vezes sou ignorante com você... E... V-você.. Você não merece isso!! Obrigada, por apesar de tudo, continuar me apoiando... - Mônica demonstrava na sua voz a dificuldade de deixar seu orgulho de lado ao dizer aquilo, mas ao sentir o abraço forte dele, fez com que tudo se tornasse mais fácil. 

- Sempre Mônica, sempre! - Cebola beija sua testa, finalmente voltam aos seus colchões, já desculpados e com a conciência leve, puderam dormir tranquilamente. 



---- Nos Corredores Do Castelo ----

- Não consigo dormir... - Magali dizia sozinha, caminhando a passos lentos pelos corredores escuros do castelo, que estava meio iluminado pela luz da lua passando pelas grandes janelas do local. 

- Eu também não... - Cascão aparece fechando uma das portas do corredor. - Ainda mais com o DC que depois de tomar uma frigideirada na cabeça não para de rosnar feito cachorro.

- O que? Rosnar? 

- Exatamente, ao invés de roncar ele rosna... ta pior que eu pô, assim não dá! Eu que sou o profissional do ronco!! Eu que não posso permitir que as pessoas durmam! - Dizia ele se aproximando da moça. 

- Hahaha Só o DC mesmo, pelo visto aquele lá já deve estar até sonhando. 

- Mas e você minha linda, porque ainda ta acordada? Deveria descansar, vai ter um grande dia amanhã... - Dizia ele a olhando e colocando uma mecha dos cabelos soltos da moça pra trás. 

- Acho que é por isso... Não sei se estou preparada nem pra treinar essa magia, apesar de querer ajudar as pessoas dessa forma, nunca tive muita vocação pra ser heroína. - Magali dizia indo em direção a uma grande varanda onde havia um banquinho, como aqueles de praças. 

- Isso não é verdade! Você não sabe, mas existe uma grande super heroína dentro de você, tipo Cosmo Guerreiro, Capitão Refungo em versão feminina. 

- Hahahaha ah claro! - Dizia ela hironicamente se sentando no banquinho junto dele. - Olha só! Como o céu daqui é lindo!!

A lua estava cheia e bem iluminada, o céu totalmente limpo e cheio de estrelas. Era uma noite magnifica e aparentemente bem romântica. Magali observava o ceu com brilho nos olhos e continuou...

- Olhando essa lua, fico pensando... como ela pode ser mais poderosa que o sol, que é tão grande, forte e quente?  Já a lua parece tão frágil e menor no meio desse universo todo!...  Como que no mundo da magia a lua é considerada mais forte como Luna havia nos explicado? 

- Não sei nada desses bang de magia ai, mas de uma coisa eu sei... Assim como você..  A lua é frágil, linda e meiga por fora, mas esconde um poder dentro de si inigualável! Se bobear tu é mais poderosa que a Mônica forte parça... 

- Cascão! hahaha... - A moça ri empurrando de leve o namorado e depois o abraça de lado - Não me importo se sou poderosa ou não mas... Eu só... Tenho medo de fracassar sabe,  é muita responsabilidade... 

- Jamais tenha medo de fracassar! Juntos vamos acabar com aquele bruxo tosco, pegar o cristal pra Mô e tudo vai ficar bem... 

- Só fico decepcionada com a Mônica por ter desistido assim, sem me falar nada, simplesmente decidiu não vir... - Magali desfaz o abraço e lhe olha com tristeza - Ela nunca fez isso! Logo num dos momentos mais importantes e complicados pra mim, ela me abandona... Fico pensando se ela dá o mesmo valor de amizade que dou pra ela...- Magali dizia franzindo o cenho e cruzando os braços olhando o luar com tristeza. 

- Eu acho que tem dedo do careca nisso tudo viu... 

- Como assim? - Ela volta a olhá-lo. 

- Não sei... Mas ele tava estranho quando viemos pra cá... Quieto demais... 

- É.. Talvez tenha razão.. E agora ele é outro que some! 

- E não fique chateada com ela, é sua melhor amiga! Vocês se adoram e sempre foram unidas... Você mesmo disse que ela nunca fez isso, não tire conclusões apressadas por algo que ela tá fazendo uma só vez, até porque não deve estar sendo fácil pra Mônica passar por esses problemas. Vocês duas estão numa fase difícil... Uma descobre poder, a outra perde poder... Mas olha... - Ele pega em suas mãos e a olha nos olhos - Você não está sozinha, eu estarei sempre aqui, até mesmo se a Mônica for embora, até se o careca sumir também. Eu não vou te abandonar, sou seu amigo e seu namorado, eu te amo e não vou te deixar sozinha, mesmo você sendo poderosa, ainda sim, não deixarei nunca, nunca, nunca de te proteger.. Vou estar SEMPRE aqui! 

- Eu te amo! - Ela ouvia tudo com lágrimas nos olhos o vendo se aproximar lentamente para finalmente darem um grande beijo cheio de paixão e amor. Nesse momento a luz da lua pareceu ficar ainda mais forte, iluminando os dois.

- Olha! - Magali logo percebe parando o beijo - A lua ta ainda mais forte que linda!!- Magali ao apontar para a lua sem querer acaba fazendo surgir fogos de artifício brilhantes e coloridos no céu - Opa.. Acho que fui eu... - Disse ela escondendo as mãos. 

- Ah ficou da hora hahahha

- É só que vai acabar acordando todo mundo Cascão! - Dizia ela preocupada se aproximando da sacada, olhando as casinhas das vilas a baixo um pouco distantes do castelo. 

- VAAI CURINTIA!! - Gritou Cascão se aproximando também enquanto os fogos continuavam

- Hahahaha Cascão que isso ta doido? - Dizia ela rindo - Agora que acordou todo mundo mesmo hahaha

- Força do hábito pô, uma vez curintia,  sempre curintia hahaha

- Só você mesmo

- E só você pra me fazer tão feliz!! - Ele se aproxima da moça a beijando novamente enquanto os fogos e a lua os iluminavam. 



POV TREVAS
Eca, humanos são mesmo asquerosos, piores do que essas fadinhas por ai... Mas logo isso tudo terá fim! 
E essa Magali parece ser pior do que eu pensava! A lua está ainda mais forte e iluminada com a presença dela ali, feliz e apaixonada. Ela realmente tem muito poder... Segundo o mestre, o bruxo não escolhe servir a lua, e sim a lua que escolhe servir ao bruxo. Quando a lua se entrega a um de seus bruxos, é porque o mesmo tem grande poder e influência sobre ela... Nem mesmo o mestre consegue ilumina-la tanto assim. 
Mas o que me intrigou ainda mais foi esse cara falando sobre cristal... Se for o cristal que estou pensando eles estão perdidos. Nunca conseguiriam pegá-lo é impossível!
De qualquer forma... Mestre precisa saber disso... E claro.. Saber que a grande Magali já está presente no reino, porém com medo de fracassar hahaha, mas é exatamente isso que vai acontecer!


Trevas que estava transformado em coruja numa das árvores próximo a varanda observando os dois, desce e volta a sua forma favorita de pitbull, retornando rapidamente para a floresta sombria. 


Notas Finais


Finalmente uma briga de Mônica e Cebola que acabou bem \o/ Mônica está sacando que ficar o provocando cada vez que algo dá errado não é lá uma coisa boa... Ele também percebendo seu erro pediu perdão ... E dessa vez, perdões sem que ninguem provasse nada, apenas pelo sentimento bom de perdoar...
Enquanto isso Cascão e Maga ficaram num momento fofis demais <3 😍😍 Não tem como não amar esses dois!

Vejo vocês na próxima <3 Obrigada a todos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...