História A Fucking Troublemaker - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Castiel, Debrah, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Viktor Chavalier
Tags Amor Doce, Bangtan Boys (bts), Comedia, Drama
Exibições 11
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Céu e inferno... juntos!


Fanfic / Fanfiction A Fucking Troublemaker - Capítulo 5 - Céu e inferno... juntos!

- O que é isso que vocês estão falando? – perguntou o ser que só agora fui reparar que era lindamente fofo e fazia umas expressões engraças enquanto falava.

- Estão falando em outra língua V. - outro de pele bem branquinha que também é tudo de bom o respondeu. Perae o nome do cara é ‘V’?

- Então elas não podem nos entender? – questionou um que parecia seduzir sem nem mesmo perceber. To numa vã cheia de olhinhos puxados lindos, socorro!

- Elas não nos entendem Simon? – e esse agora que falou tinha um sorriso de derreter corações.

Mas que intimidade é essa com meu titio? Ele não permite ser chamado pelo nome por quase ninguém! Não gostei disso!

- Sim! – exclamei antes que meu tio os respondesse – Entendo muito bem o que falam. – e todos olharam pra mim meio constrangidos.

Ooh! – exclamaram todos em uníssono, ate mesmo os que não tinham se pronunciado ainda.

E de repente a vã parou. Olhei pela janela e vi que chegamos em frente a um grande prédio com vidraças espelhadas em quase todo o seu redor e na entrada havia escrito em coreano Big Hit Entertainment.

Então essa é a gravadora que o velhote comprou! Tenho que admitir que o safado é ótimo em fechar bons negócios.

- Certo, crianças chegamos! Tirarei todas as duvidas de vocês lá dentro. Vamos? – meu tio falou de forma tão carismática com os meninos que quase não o reconheci.

Mas é um falso mesmo viu!

Quando fomos sair seguranças abriram as portas e só ai que eu fui perceber o fuzuê que estava ali de pessoas gritando as mesmas coisas do aeroporto. Fomos saindo sendo rodeados pelos seguranças para que ninguém ali nos esmagasse ou coisa pior e vi vários fleches serem direcionados a mim quase me cegando, como assim cara? Tem fotógrafos profissionais aqui daqueles estilo paparazzi também, mas não to entendendo porque tão tirando fotos minhas.

Agora eu saquei a parada! Os maravilindos que estão conosco são famosos cantores que chegaram de viagem hoje, por isso o aeroporto tava daquele jeito. Mas a questão é, se estão com meu tio significa que são eles o boy group ao qual serei responsável? Porque se for realmente eles, sinto que vou estar no paraíso e inferno ao mesmo tempo!

Com muito custo entramos no prédio e pegamos um elevador ate o penúltimo andar, todos espremidos nessa merda de cubículo.

Ai minha fobia! Pelo menos to rodeada de gente bonita!

Estou encoxando um fofinho aqui que provavelmente não esta achando nada legal, porque não para de se remexer, mas juro que não é culpa minha, Effy esta atrás de mim me empurrando pra não encostar num um gato bochechudo que tem covinhas lindas. Essa garota parece que tem nojo de homem!

Um bip foi feito anunciando que tínhamos chegado ao andar. Amem senhor! Não aquentava mais o silêncio constrangedor que reinava ali.

Saímos rapidamente e seguimos para uma sala grande que continha no meio uma mesa com varias cadeiras de rodinhas a seu redor, na parede uma TV 52 polegadas estava ligada e nela mostrava momentos importantes envolvendo a gravadora, mas o que mais chamava a atenção era a vidraça que cobria uma parede inteira dando uma vista privilegiada de Seol.

Uuh sala de reunião, que chic!  

- Sentem-se, por favor. – pediu meu tio e assim fizemos.

- Certo! Agora irei explicar tudo a vocês... primeiramente quero lhes apresentar sua... bom... – olhou para Effy, que estava do meu lado atenta a tudo, e pensou um pouco - ... suas ajudantes particulares e responsáveis por vocês Jacklyn minha sobrinha – senti uma leve entonação de raiva nesse ‘sobrinha’. - e sua amiga Effy – apontando respectivamente para cada uma de nos.

Puta a merda então é isso mesmo, vou ser empregada desses caras? Quero dizer, eu e Effy né?! Coitada sobrou ate pra ela que não tem nada a ver com isso.

 

 


Notas Finais


Mais um pra vocês! <3
Obg por ler...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...