História Love Dangerous - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Exibições 98
Palavras 2.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OIIE TUDO BEM ?
Boa Leitura

Capítulo 3 - Agora ela tem alma de Pipa Avoada


Fanfic / Fanfiction Love Dangerous - Capítulo 3 - Agora ela tem alma de Pipa Avoada

 

Chego em casa e tiro meu vestido, tomo um banho , boto uma blusa larga e deito. Vejo os comentários da ultima frase que postei e sorrio . Pois o tanto de comentários só sobe, e não somente da escola . De outras escolas, cidades.. As vezes país. Eu sorrio satisfeita e boto meu celular na mesinha que fica ao lado de minha cama , pego o carregador e boto o celular , que é um Iphone 6 plus , minha mãe manda esse tipo de coisa, ela mora na França , com meu irmão e meu Padrasto , meu pai me abandonou , e minha mãe fez quase a mesma coisa, meu irmão foi semana passada pra lá, exames médicos . Qual caso ? Depressão. Sua ultima namorada morreu. Ok , é um assunto meio bad . Deito de lado e abraço um urso de pelúcia , dormindo assim .

Acordo e são 5:35 da manhã.

- What a hell ? – Pergunto para mim mesma. Pois meu celular desperta as seis horas . Então tomo um banho rápido, faço chapinha e boto uma blusa preta escrita algumas palavras, uma calça jeans e uma bota preta e pego meu celular . Desço e ouço uma ligação da minha vó. –

- Jeremy vai voltar ? Ótimo, Katerina está com saudades dele.Que ? Vocês vão voltar ? Lanna não desligue em minha cara. Quando ? Quê ? Você nem se importa em preparar sua filha ? Vai desligar ? Claro , está muito ocupada pouco se fodendo pro seus filhos . Eu ? Eu ensinando palavrão ? Não é você que berra com eles pelo TELEFONE ? – Perguntou e deu o ‘’ Chamada encerrada –

- What a hell ?- Pergunto a ela –

- Katerina ? – Ela se vira – Seus pais e Jeremy vão voltar. E você vai morar com eles, eu não entendi , mas acho que eles vão vir morar aqui.

- Não. Eu não quero que eles voltem , por favor, Vih – Digo –

- Eu .. Eu não posso impedir eles, Kat. Eles têm sua guarda, podem te levar para a França se eu tentar impedir. – Ela diz – Eles são seus pais

- Os pais são os que criam , dão atenção e amor. Eles nunca nos deram NADA disso. Você não entende ? Eu sei que ela é sua filha, mas eu gostaria de não ser filha dessa Vadia. – Digo e pego minha mochila –

- Katerina !  Volte aqui, Kate !  - Ela diz e eu não dou atenção . Saio e bato a porta , vou até o colégio , a esse horário não têm ninguém . Então entro na biblioteca e vou para a ultima fileira, lá contem uma revista. Deixo onde está , sento sentindo a parede gelada em minhas costas, do meu lado têm duas prateleiras cheias de livros. Não vêm ninguém na biblioteca esse horário , então abraço minhas pernas e começo a chorar . –

Castiel Collins *

- Droga ! Que merda ! Para quê ? Vadia. Você nem é presente na minha vida, agora chega querendo mandar nessa porra ? Eu vou . Mas não é porque você mandou. É para eu me livrar do Viado e da Vadia. Minha madrinha me deu meu nome, e ela foi escolhida como madrinha pela minha vó. Sabe por quê ? Porque vocês não tinham tempo para me dar o nome , só ficou aqui o tempo que estava grávida. O nome durante a gravidez não quis dar. Eu ODEIO vocês.- Digo e saio de casa com a minha mochila preta nas costas e meu celular no bolso , uns 50 reais e duas passagens para Las Vegas. Então vou até a escola e lembro de ter deixado minha revista na Biblioteca . Guardo meus materiais e vou direto a Biblioteca, silenciosamente pro Nathaniel não perceber que estou aqui, se não depois vai encher meu saco. Vou até a primeira estante, então escuto um barulho na ultima estante

- Merda. Não estou sozinho aqui , pode ser o demônio vindo me levar pro inferno , ou chamado de sala de aula. – Pensei.

Vou até essa mesma estante, e.. KATERINA ? Ela está abraçada aos seus joelhos e de cabeça baixa.  Vou até ela e pego minha revista. –

- Er.. Tudo bem ? – Pergunto .-

- Que porra você fez , Castiel ? Desde quando se importa ? – Penso –

- I’m fine . – Ela diz –

- Olha, eu só estou aqui porque meus pais me obrigaram a vir mais cedo , minha mãe é uma Vadia e meu pai um viadinho fresco. Dá para me contar o que aconteceu , Por favor, Senhorita Katerina ? – Pergunto –

- Minha mãe, a Vadia sem noção. Me teve, me deixou aqui , e foi para a França, teve meu irmão e voltou para a França. E só liga para reclamar do Boletim . E adivinha quem está voltando para a cidade ? Exatamente a Vadia sem noção. E ela volta hoje , fui criada pela minha Vó. Eu só queria fugir daqui. Que merda ! – Ela diz –

- Hm.. Sim. Ei , levanta essa cabeça . – Dou a mão pra ela para ela subir –

- Por que está sendo gentil ? – Ela perguntou se levantando –

- Problemas semelhantes.- Digo –

- Obrigada. – Ela diz e sai da biblioteca –

Katerina Graham *

Saio da biblioteca e vou até o banheiro , lavo o rosto e seco . Vou para o clube de luta , boto o uniforme de Educação Física e pego aquele ‘’ Saco ‘’ e boto as luvas, começo a ‘’ bater ‘’ nele .

- Vadia ! Sem sal. – Sussurro enquanto bato no saco . Então vejo que tenho compania . Lysandre e Castiel – O que estão fazendo aqui ?

- Observando seu showzinho de raiva. – Castiel diz com um sorriso sarcástico –

- E você Lysandre ?- Pergunto para Lysandre que estava sentado na Arquibancada, escrevendo em seu bloco –

- Ficando excitado. – Castiel diz com um sorriso irônico , fazendo eu e Lysandre corar –

- Eu estou aqui pois estava procurando algum lugar vazio , e como só tinha você .. Achei que não haveria problema. Então Castiel chegou. – Ele diz –

- N-Não precisa se explicar. É o Castiel que deveria por fazer esse tipo de piada. Conheci Lysandre ontem. – Digo –

- Inocentee.. – Castiel cantarolou indo embora. –

- Me desculpe pelo comportamento do Castiel. Ele expressa sua raiva e ciúmes por piadinhas sem graça. – Lysandre diz – Eu acredito que seja ciúmes .

- Ciúmes ? Acredito em raiva mesmo. – Digo – Lysandre, eu vou ir me trocar. Depois falo com você, ok ? –

- Já disse que não sou.. Ok. – Ele diz e eu vou me trocar –

Eu lavo meu rosto , pois suei um pouco, e boto a roupa que eu vim . Vou até o clube novamente. E então Castiel arrastou Lysandre para fora do clube. Então eu balanço a cabeça negativamente e subo até a sala da Secretaria da Diretora. Fica no terceiro andar.

- Senhorita Graham Bennett.- A secretária fala –

- Só Katerina. – Digo –

- Ok. O que faz aqui ? Pensei que não botava o terror nas aulas. – Ela diz –

- Não, não é isso. Na verdade, eu nem sei o porquê de estar aqui. – Eu digo –

- Ah sim. – Ela diz – Vou ver se a diretora está ocupada. Então poderá entrar na sala. – Ela diz pegando o telefone e discando o numero – Senhora Diretora, senhorita Bennett está aqui , ela pode entrar em sua sala ? Ok.  Pode entrar Senhorita.

Ela diz e eu rezo antes de entrar. Brincadeiras a parte, entro e sento na cadeira, ela está virada de costas, olhando a paisagem de um quadro.

- Senhora ? – Pergunto –

- Sim , Bennett. – Ela diz –

- Vou ser direta. Por que me chamou ? – Pergunto –

- Jeremy irá voltar ? – Ela pergunta –

- Sim , diretora. Ele vai voltar. – Digo –

- E seus pais . Você gosta deles ? – Perguntou –

- Não se preocupe comigo, Scarlat. – Digo – Eu não tenho mais 9 anos. Aprendi a lidar com a Ausência deles. Afinal , eles nem botaram o nome em mim. Eu aprendi a se importar com quem se importa comigo. E se ela vir aqui , diga que só entregará o Boletim para minha Vó. Pois foi ela que me matriculou. Muito obrigada, Mrs Scarlat .- Digo e desço as escadas. Vou para a sala já que já bateu o sinal, entro e sento em minha carteira fazendo o professor se virar, pois estava de frente para o quadro passando conteúdo –

- Senhorita Bennett, qual o motivo do atraso ? – Ele perguntou –

- A Mrs Scarlat me chamou . – Digo –

- Ah sim. E o que queria ?- Perguntou –

- Assunto pessoal meu. – Digo –

- Tipo.. Ela vai te levar pro puteiro hoje ? –  Ambre perguntou , ela é sobrinha da Mrs Scarlat. –

- Não , mas vai te buscar lá. – Eu digo e todos berram ‘’ WOOOW ‘’,então sorri vitoriosa para ela – Pois as vadias passam a noite toda no puteiro dando o cu .

- Depois dessa eu me jogava na parede e fingia ser lagartixa, Ambre. Ops, você já é uma. – Armin diz fazendo todos rirem e alguns ‘’ WOOW ‘’ então o professor cansou de pedir silêncio e saiu da sala –

- VAI COM DEUS , PSÔR ! – Eu e Caroline, outra amiga minha, dizemos –

- LENA ! – Digo e abraço ela –

Castiel Collins *

- ELENAA  – Berra a Iris –

- Rala daqui Iris, ela é só MINHA amiga. MINHA BFF. MINHA IRMÃ. E tu ELENA, ARRUMA TUAS AMIGUINHA QUERIDA. – Digo – TU MORRE.

- Ok. – Elena diz rindo e Kat volta pro lugar, pega o celular e digita algo , chegando uma notificação no meu celular . E chegou no dela também –

@EscritoraAnônima :

‘’ Agora ela tem alma de pipa avoada, e coração de Margerita gelada. ‘’

 @Collins : Onde você está na sala ?

@EscritoraAnônima : Bem perto de você.

Todos olham pra perto de mim , olham pra Kat, mas ela estava lendo um livro encima de sua mesa , - Como quase todos estavam - então olhou para mim e sorriu -

- O que foi par de olhos azuis ? – Perguntou ela –

- Nada, estou procurando a Escritora Anônima. Por acaso você seria ela ?- Eu pergunto e ela cora –

- Claro que não , está louco ? – Perguntou ela –

- Só estou perguntando , para que ficar tão nervosa ? – Vou até ela e seguro seu queixo – Por acaso está mentindo ?

- Não tenho o porquê. E você ? Está mentindo ? – Ela diz entrando no meu jogo –

- Uau , super shippo. – Elena diz –

- CALA A BOCA , ELENA . – Dizemos em coro –

- Não respondeu minha pergunta, Collins. – Ela diz –

- Tenho o por quê ? – Digo e volto para minha mesa . – Acho que não.

- Nunca se sabe. Eu sei quem é a Escritora, pode ser qualquer um dessa sala.- Ela diz então bate o sinal pro Recreio , Uau. Ficamos 2 aulas conversando sobre isso ? Então quando ela ia saindo e todos já tinham saído.

Katerina *

Ele me botou contra a parede me fazendo olhar diretamente pros seus olhos hipnotizantes azuis.

- Quem é a Escritora ? – Perguntou ele –

- E-Eu não sei . – Digo –

- Me fale a verdade. – Ele se aproxima de minha boca

Castiel Collins

 Ela ia me dar um tapa , mas eu não senti ela tocando em mim, ela me fez cair. –

- Eu já disse que eu não sei. – Ela diz com uma voz de raiva, que eu nunca tinha ouvido antes e sai da sala. Então liberaram a gente, os professores faltaram. Aleluia. Na verdade, eles estão aprontando algo . Vou para o meu Apartamento , e meus pais não estão. Aleluia. Pego comida e levo pro quarto, tranco a porta e boto no Netflix. –

Eu penso no que a Kat fez hoje. Seria.. Magia ?

- Claro que não , Castiel. A vida não é um conto de fadas, não existe magia. – Pensei . –

Estou com dor na região de bateu no chão. Que merda foi essa ?


Notas Finais


a Kat da Fanfic é a Katerina Graham
Link : http://kingoftheflatscreen.com/wp-content/uploads/2014/09/tdv-kat-graham2.jpg
O Castiel da Fanfic é o Ian Somerhalder
Link : https://66.media.tumblr.com/5ab778b57db413453b5a912be0c2c0e9/tumblr_o4zb3f0P1D1tki0g5o1_500.gif
OBRIGADA POR LEREM ATÉ AQUI !
AMO VCS !
Comentem para eu saber o que acharam e para me deixar feliz <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...