História A garota de óculos •| Imagine Kim Taehyung |• - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Kim Taehyung
Visualizações 716
Palavras 1.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ai jesus...meu core <3
Gentee, 40 favoritos, 500 e tralalá de visualizações, e os comentarios... aaahhh kkkk vcs arrasam nos comentarios, Jesus. Em fim, muito obrigada mesmoo!!
Como eu percebi que fui maldosa com vocês, e qie ficaram bem curiosos (foi minha intenção 🌚) eu voltei mais cedo. EEEEEEEE!!
espero que gostem, até la embaixo💕 ^3^

Capítulo 8 - A verdade.


Fanfic / Fanfiction A garota de óculos •| Imagine Kim Taehyung |• - Capítulo 8 - A verdade.


POV. TAEHYUNG 


Eu já  estava esperando a ____fazia mais de dez minutos, e ela não aparecia. Comecei a achar estranho, então  liguei pra ela, e a ligação deu na caixa postal.  Tá... agora eu to ficando preocupado, será  que aconteceu alguma coisa com ela ?

Entrei na escola e fui procurá-la, passei pelo outro lado do corredor e  de loge vi  nossa sala, e a porta estava fechada e as luzes estavam apagandas, então  deduzi que ela já havia saído.  Fui no jardim, no refeitorio, na quadra, e até  nos banheiros, e nada. Ela não  estava em lugar nenhum. Imaginei que ela já  tinha ido pra casa, então  segui caminho em direção  ao portão.  

Quando estava no corredor das salas de aula, comecei a ouvir alguns gritos. Conforme eu ia andando, e me aproximando, os sons ficavam cada vez mais altos e nítido.  

Finalmente percebo que é  a voz da ____ E rapidamente só  me vem uma coisa à cabeça:  Jimin.

Eu saí  correndo feito um louco pelo corredor, abrindo cada porta, procurando de onde vinha o som. Finalmente descubro de onde vinha  e percebo que já  havia passado por aqui antes, era a nossa propria sala,DROGA!

 Abri a porta já  com raiva, e me deparo com essa cena.

O jimin segurando a ___ no chão, ela estava só  de roupas íntimas, e ele apenas de calça. 

A ____ gritava coisas e se debatia, tentando se soltar. Seu rosto estava praticamente todo vormelho e molhado, de tanto que ela chorava. 

Fui pra cima do jimin, tenho certeza que a raiva era nítida em mim. Eu o puxei por trás, tirando-o de cima da ____, que logo correu para o canto da parede, e o jogando no chão, comecei a dar vários  socos nele, que também  me acertou alguns, mas poucos. Eu estava tão alterado, que não  conseguia nem sentir dor ou saber o que estava fazendo. Parei apenas quando o mesmo estava desacordado. Então  fui até  a _____.

Ela ainda estava gritando, estava encolhida  no canto da parede da sala, com as mãos  na cabeça. Enquanto eu batia no jimin, ela chorava, e gritava coisas, que no momento não percebi nem o que eram. Me aproximei dela, e pude entender nitidamente.

- PARAA, PARAAA, PARA COM ISSO!! VÃO  EMBORAA SAIAM DAQUI!!  EU NÃO  QUERO! NÃO  QUERO!! POR FAVOR! VÃO  EMBORA, PAREM, PAREM.... EU NÃO  QUERO ESCUTAR, NÃO  QUERO NÃO  QUERO NÃO  QUEROO!! - ela gritava colocando as mãos nos ouvidos. Seu corpo inteiro tremia - EU NÃO  QUERO OUVIR VOCÊS!! NÃO  FALEM COMIGO! PAREM PAREM! VÃO  EMBORA, ME DEIXEM EM PAZ!! SAIAM! SAIA DAQUI! EU NÃO  QUERO, NÃO  QUERO QUE TOQUE EM MIM!! VÁ  EMBORA! VÁ  EMBORAA!! - ela começou a chorar mais ainda.

Eu me aproximei dela e me ajoelhei em sua frente a chamando.

- (S/N)!! - balancei seus ombros -  (S/N) OLHA PRA MIM! - falei segurando seu rosto, fazendo um rapido contato visual com ela. 

Ela me encarou com um olhar vazio. Naquele momento, tudo que pude ver em seus olhos foi medo... 

Ela abaixou novamente o olhar e enterrou as mãos em seus cabelos, os puxando com força. Ela se movia pra frente e pra trás enquanto respirava profundamente e com dificuldade. Logo ela voltou a gritar.

- ME DEIXA EM PAZ... POR FAVOR... POR FAVOR ME DEIXA EM PAZ! 

- calma ____! - falei segurando suas mãos e as mesmas tremiam. Ela começou a apertar minhas mãos  com força, e as puxar - sou eu, Taehyung...

Ela solta minhas mãos e agarra suas pernas, juntando-as com seu corpo.

- NÃO  ME MACHUQUE, POR FAVOR, NÃO  FAÇA ISSO, EU NÃO  QUERO SENTIR OUTRA VEZ... - do que ela está  falando? Com assim, outra vez?...

- calma____ - eu novamente seguro seu rosto e a olho nos olhos - eu não  vou te machucar, eu prometo - digo a envolvendo em um abraço, a apertando com força.

Assim que eu a abracei, sua respiração  aumentou ainda mais a velocidade, e pude sentir o mesmo de seus batimentos cardiacos. Ela se debateu e me empurrou com força, e eu a soltei. Ela se levantou, iria correr, mas antes que desse o primeiro passo, ela pôs a mão na cabeça e começou a cambalear, anunciando que estava prestes a desmaiar. Eu rapidamente levantei e a segurei antes que caísse  no chão. 

Eu a observei por uns instantes. Seu rosto estava vermelho e molhado pelas lágrimas, enquanto o corpo, suado e quente. Ela ainda respirava profunda e pausadamente, imagino que tenha deamaiado por falta de ar.

Eu a deitei em meu colo e a vesti  com suas roupas novamente. A carreguei, peguei minha coisas e as dela, e saí  da sala. Deixei o jimin lá  mesmo,  ele merecia até  mais do que isso.

(...)


Eu a trouxe pra casa. Entrei e a coloquei deitada na cama de seu quarto, ela já  estava mais calma, respirava normalmente, e estava menos vermelha agora. Peguei uma poltrona que tinha em seu quarto, e posicionei ao lado da cama, me sentei e fiquei ali com ela, vendo-a dormir. 

Fiquei pensando em tudo que vi hoje. Definitivamente, essa não  era  a (S/n) que eu conheço... ela está  realmente passando por algo difícil...o jeito que ela gritava, a forma como estava se comportando, agindo como se... houvessem mais pessoas na sala...  ela parecia até  mesmo não  saber quem eu era... O seu olhar.... aquele era um olhar vazio...preenchido apenas por solidão. Um olhar de alguém que... está  perdido...

Recostei minha cabeça na poltrona e fiquei ali ao seu lado... apenas esperando ela acordar.

Adormeci...

(...)


Acordei com o ela  se mexendo na cama. Abri os olhos e ela estava sentada na cama, de costas pra mim...

- Você... viu tudo não  foi... - ela perguntou ainda de costas.

- sim....Te trouxe pra cá..

- obrigada..........sabe.. - ela se virou, ficando de lado pra mim, encarando o chão - acho que te devo explicações não  é ?...

Eu apenas a olhei, mantendo o silêncio como resposta.

- pois bem - ela agora me olha nos olhos - .... sabe tae...voce... lembra do dia em que nos conhecemos, e... você me  perguntou por que que eu usava oculos se eles não  tinham grau... - ela os tirou do rosto e os encarou por um segundo, logo voltando seu olhar novamente a mim. 

Está  na hora de você  saber a verdade sobre eles...






Notas Finais


Scrr senhor,
É AGORAAAAA
Aaahh... até o próximo pessoinhas!! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...