História A garota de Sasuke Uchiha - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Naruto, Sasuke Uchiha
Visualizações 37
Palavras 3.791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Por favor comentem me ajudem a divulgar a fanfic... Isso é importante para mim, e espero que gostem e me desculpem pela demora.

Capítulo 3 - Sétimo hokage


Fanfic / Fanfiction A garota de Sasuke Uchiha - Capítulo 3 - Sétimo hokage

"Eu nunca entendi o sentido de viver até encontrar ele." - Dostoiévski

Arredores de Konoha- 2:48 PM.

Point of View Mellanie Sakizuki

Senti alguém me sacudir levemente e depois mais uma vez me mexi um pouco e senti algo estranho, não abri meus olhos, porém, obviamente eu não estava em meu quarto. Parecia que eu estava deitada no chão. Abri meus olhos tentando me acostumar com a claridade, quando me acostumei olhei ao meu redor e vi que estava em um lugar estranho.

Conheço esse lugar sei que sim, olhei para minha frente rapidamente e lá estava ele, sua capa preta estava jogada por cima de seus ombros fechada apenas por um botão na frente a deixando um pouco aberta na lateral direita do seu corpo, seu cabelo grande cobria seu olho em que estava o rinnegan. Ele estava como estivera sempre, sua postura imponente e fria me olhando.

Levantei do chão rápido e recuei um pouco, olhei ao meu redor assustada, eu só poderia estar sonhando mais uma vez, só que dessa vez parecia ser real, parecia que eu realmente estava ali com ele. Não poderia ser.

Aqui estou eu em mais uma peça da minha mente, senti a brisa do vento bater contra minha pele fazendo tudo parecer ainda mais real, ele parecia real demais.

- Poderia me dizer o que faz aqui na floresta sozinha? - Sua voz soou me fazendo olha-lo rapidamente. Senti minha garganta fechar e meus olhos começarem a arder, meu corpo começar a tremer desesperadamente, senti a primeira lágrima escorrer e logo outras vieram, eu queria tocá-lo, queria abraça-lo.

Sasuke franziu a testa para mim, talvez tentando entender o que se passava.

- Eu não irei te machucar - Sua voz soou de novo só que agora de uma maneira menos fria. Olhei ao meu redor mais uma vez tentando entender, isso não podia ser real, eu não poderia estar de fato na frente de Sasuke Uchiha, senti meu corpo tremer de novo só que dessa vez mais forte, se eu desse mais um passo cairia.

Mas eu não poderia continuar parada, mesmo sendo um sonho eu tinha que ir até ele e tocá-lo. Andei até o mesmo e parei centímetros a sua frente, ele ia recuar, porém, fui mais rápida e toquei seu rosto, sua pele era macia e gelada, eu não poderia estar de fato tocando. Parecia tão real.

- Sa- Sasuke... - Sussurrei, não poderia ser real, eu estava sonhando ou havia finalmente morrido e estava em meu paraíso.

Sasuke Uchiha estava na minha frente e eu estava o tocando, porém, não durou muito o moreno há minha frente foi rápido e se afastou de mim fazendo assim com que meu braço caísse na lateral de meu corpo. Eu continuava olhando para frente, porém, ele já não estava mais ali, olhei rápido ao meu redor e vi que o mesmo agora estava parado atrás de mim.

- Olhe, eu cuido da aldeia da folha, se você foi sequestrada posso levá-la de volta - Falou me avaliando talvez procurando algum tipo de ferimento, porém, eu não estava ferida.

Eu estava fora do meu mundo.

Não podia ser real, eu realmente estava frente a frente com Sasuke Uchiha? O homem que me fizera perder noites de sono, que me fizera chorar por noites e noites, que estava me matando pouco a pouco? Não,isso tudo é apenas um sonho que eu logo acordarei.

- Você fala? - O mesmo perguntou derrepente me fazendo perceber que eu não havia lhe respondido.

Respirei fundo e fechei os olhos com força os abrindo logo em seguida. Eu esperava acordar e perceber tinha sido apenas um sonho, mas Sasuke continuava em minha frente esperando uma resposta.

- E- eu n- não sou d-daqui - Respondi, minha voz saiu baixa e um pouco esganiçada fazendo assim com que eu gagueja-se.

- É você não me pareceu ser mesmo da aldeia - Falou de um modo frio me avaliando. - De onde é então? - Perguntou voltando a olhar para meu rosto.

Eu não estava sonhando, eu realmente estava frente a frente com Sasuke Uchiha, tudo é totalmente real. Mas como? Como vim parar dentro de um anime?

- N-Naruto - Falei e mais uma vez minha voz saiu como um sussurro.

Sasuke deu um passo a frente e me olhando.

- Você falou Naruto? - Perguntou franzindo a testa para mim fazendo a assim um pequeno V se forma na mesma.

Uma brisa leve bateu fazendo assim com que a franja que cobria seu lado esquerdo do rosto se mexesse para o lado oposto mostrando seu rinnegan e seu rosto completo. Pude constatar que ele era bem mais bonito pessoalmente, seu rosto estava um pouco mais fino desde da última vez em que o vi. Respirei fundo e prendi o ar por alguns estantes e o liberei depois.

Eu não estava acordando, se estivesse sonhando eu já deveria ter acordado, porém nada, eu continuava ali em frente a Sasuke Uchiha, totalmente tremu-la.

- Sim, me leve até Naruto, por favor. - Consegui pedir sem que minha voz soasse totalmente tremu-la.

Sasuke me olhava desconfiado e sem entender. Como poderia? Nem eu mesma estava.

- Por favor - Pedi mais uma vez.

Depois de um tempo apenas me olhando, o mesmo suspirou e acenou com a cabeça.

- Hn, me siga - O mesmo falou e começou a caminhar e eu me obriguei a fazer o mesmo me concertando ao máximo para manter minhas pernas firmes.

Minha cabeça doía e meu peito parecia que iria ser esmagado a qualquer momento, meu coração estava batendo tão rápido que eu poderia jurar que Sasuke poderia ouvir de onde estava. Assim que passamos pelos portões da aldeia senti meu coração afundar dentro de mim, me obriguei a parar e observar tudo, eu não poderia acreditar que estava de fato dentro do meu anime favorito e que o homem que amo estava a minha frente.

Respirei fundo e continue a andar, porém, agora eu já não tremia tanto, mas ainda sim era visível meu nervosismo. Me apressei em andar mais rápido já que eu não sabia o caminho para chegar na torre do hokage e parei ao lado de Sasuke. Pude ver o mesmo apenas me olhar de canto e depois voltar a olhar para frente. Andávamos em silêncio, ele quieto e frio como sempre forá e eu com medo de falar algo e acordar. 

Estávamos andando há um certo tempo quando percebi que enquanto andávamos as pessoas nos olhavam, umas eram tão indiscretas que nem se importavam que nos ouvissemos o que falavam.

    - É ele? - Ouvi uma pergunta para um homem ao seu lado que apenas acenou possivelmente com a cabeça.

   - Eu não achei que ele voltaria - Sussurrou de volta.

  - Quem é a garota ao lado dele, você sabe? - Outra pessoa mais a frente perguntou para um feirante que vendia frutas.

O homem negou com a cabeça e logo depois falou.

   - Será que é a mulher dele?

A mulher a sua frente apenas arregalou os olhos minimamente em espanto.

  - Se for já estava na hora, ele não poderia continuar a viver assim, já faz cinco anos. - Falou.

Franzi a testa.

O que ela quis dizer com aquilo? Sasuke é casado com Saruka-chan. Por quê todos estavam supondo que eu sou a mulher dele? Olhei para Sasuke ao meu lado e o mesmo continha uma expressão fria e distante em seu rosto como se não estivesse ouvindo nada ao seu redor. Suspirei e apertei o pequeno anel no meu dedo.

  Flashback 6 anos atrás

   - Querida? - Ouvi vovó me chamar de algum lugar da casa.

Levantei da minha cama repousando o notebook em minha escrivaninha e fui até a mesma a encontrando sentada em sua cama.

  - Sim vovó.

Vovó apenas me olhou e sorriu logo depois bateu com sua mão no chão ao seu lado indicando para que eu me sentasse ao seu lado e assim fiz.

  - Quero lhe dar isso de presente. - Ela falou e me estendeu uma pequena caixinha azul com um S cravado no mesmo.

A olhei sem entender e depois para caixa em minha mão, vovó apenas acenou com a cabeça indicando que eu poderia abrir. Abri a pequena caixa e dentro da mesma tinha um anel pequeno com uma pequena pedra na cor ônix e na mesma estava entalhada um SH. Franzi a testa e olhei para vovó buscando uma resposta.

Vovó apenas respirou fundo e sorriu. 

  - Achei que fosse querer, você gostando dele, não poderia deixar você sem esse anel. Eu entendo, se ele é a parte boa que você quer que seja, se é ele que mais ama então corra atrás dele, corra atrás desse seu sonho, não importa o quão louco ele pareça ser. - Falou. E então eu entendi, o SH significa Sasuke Uchiha e vovó acreditava em mim, acreditava no meu amor.

Sorri para vovó e coloquei o anel em meu dedo. Eu jamais o tiraria. 

Konoha presente.

  - Chegamos - A voz de Sasuke soou me tirando do meu pequeno transe indiciando que havíamos chegado a torre do hokage.

Olhei para Sasuke ao meu lado e o mesmo apenas começou a subir a pequena escada e eu comecei a fazer o mesmo e em poucos minutos estavamos em frente a sala do hokage Naruto.

Respirei fundo e prendi o ar assim que Sasuke abriu a porta sem nem mesmo bater. Naruto encontrava-se sentado em sua cadeira olhando alguns papéis mais logo sua atenção fora para a gente. Naruto que antes tinha uma expressão agora estava em total espanto.

    - Sa-Sasuke- kun - Falou como se não pudesse acreditar que Sasuke estava de fato em sua frente.

  - Naruto - Sasuke pronunciou seu nome friamente e então deu um passo a frente. - Encontrei essa garota aos  arredores da vila, pediu para que lhe trouxe até você.

Naruto que antes olhava para Sasuke agora tinha seu olhar repousando em mim, me olhando sem entender.

Apertei mais o anel em minha meu dedo e girei para baixo escondendo as iniciais de Sasuke e caminhei até Naruto parando em sua frente.

  - Hokage Naruto, gostaria de falar com o senhor. - Falei, meu corpo tremia mais uma vez e meus olhos ardiam, porém, dessa vez eu não choraria. - A sós.

Naruto hokage me olhou e depois olhou para Sasuke, eu podia ver em seu olhar que ele estava com medo de pedir para que Sasuke saísse, temia algo porém eu não conseguia entender. O que ele poderia temer tanto? Por fim, Naruto apenas assentiu com a cabeça e Sasuke saiu.

  Point Of View Naruto Uzumaki sétimo hokage.

Eu não poderia acreditar que Sasuke estava na minha frente, depois de todo esse tempo ele havia retornado. Olhei para o mesmo em choque, tentando assimilar, ele estava do mesmo jeito que a cinco anos atrás, porém agora ele estava um pouco mais magro e seu cabelo um pouco mais curto, mas ainda sim seu cabelo cobria metade do seu rosto.

   - Naruto - Sasuke pronunciou meu nome depois de um tempo - Eu encontrei essa garota aos arredores da vila, ela me pediu para que lhe trouxe até você. - Falou.

Meu olhar foi desviado para uma garota ao seu lado me fazendo ficar ainda mais surpreso. Ela parecia Sakura-Chan, porém, tinha os cabelo mais cumpridos, tão grandes que eu poderia jurar que encostavam no chão se ela curva-se só um pouquinho sua cabeça para trás, seu rosto era mais fino e seus olhos eram de uma cor estranha. Ela poderia até parecer a Saruka-chan, mas assim que você a olhava direito via que não era. A garota me olhava assustada e seu nervosismo poderia ser notado.

  - Hokage Naruto, gostarei de falar com o senhor - Sua voz soou embargada como se estivesse segurando o choro - A sós - Falou mais firme.

Era como estar vendo um fantasma, sua aparência com Saruka-chan era extraordinária.

Olhei para Sasuke-Kun, se eu o mandasse embora talvez ele jamais voltasse, mas de nada adiantaria se eu quisesse que ele ficasse, Sasuke-Kun não é do tipo que faz a vontade dos outros, ele seguia suas próprias regras e eu nada poderia fazer quanto a isso, não iniciaria uma guerra para mantê-lo aqui.  Respirei fundo e assenti com a cabeça indicando que ele poderia sair e assim fez, em questão de segundos ele já não estava mais na sala.

A garota há minha frente relaxou, como se estivesse aliviada por ele já não está ali.

  - O que deseja comigo? - Me obriguei a perguntar, se ela conseguiu fazer com que Sasuke voltasse apenas para trazê-la até a mim então era algo sério.

A garota a minha frente começou a tremer e eu pude jurar que ela cairia, respirou fundo diversas vezes antes de finalmente abrir a boca para falar. 

   -  Eu não sei como dizer isso sem parecer louca - Falou tão baixo que se eu estivesse um passo atrás eu não ouviria.

Franzi a testa.

  - Apenas diga - Falei a incentivando a continuar. Não poderia negar estava curioso para saber o que a garota que fez Sasuke Uchiha voltar tinha para me falar.  

A garota apenas assentiu.

  - Eu não quero parecer louca, porém, não sei há quem mais recorrer. E e-eu não sou daqui - Falou.

Frazi a testa sem entender o que ela falava.

   - Não sou do seu mundo. - Falou me fazendo a olhar sem entender ainda mais. - Eu não sei como ou por qual motivo vim parar aqui, porém não sou daqui, venho de um lugar tão distante.

A garota a minha frente moveu- se dando um passo para frente fazendo com que seu cabelo escorre-se para o lado e então eu pude ver uma  marca. Eu conhecia a marca, mas não poderia ser, aquilo é apenas uma lenda, não poderia ser real. Ou poderia? Onde ela havia conseguido aquela marca? Ela não poderia saber dela, somente eu e os outros Hokages que antecederam antes de mim sabiam e mesmo assim nem nós tínhamos permissão de falar sobre isso com condição de pena de morte, ela só saberia se ela fosse a escolhida, mas ainda assim achei que era apenas uma lenda.

Ela não poderia ser real.

De milênio em milênio a árvore do chakra morria para poder renascer e assim se tornar imortal, nosso poder vinha dela, porém, antes de morrer ela escolhia uma pessoa para depositar todo seu poder e quando a pessoa morresse seu poder voltava para árvore do chakra. Mas eu nunca achei que fosse real, só sabíamos dessa história porque a um milênio atrás o escolhido da árvore resolveu se revoltar contra todos os países, queria ser imortal, queria mas os fundadores do mundo se juntaram e conseguiram o impedir e então depois disso a árvore colocou uma marca para que pudéssemos identificar seu escolhido e assim ficarmos de olho no mesmo. Porém, por acontecer tão raramente isso acabou apenas se tornando uma lenda passada de hokage para hokage. Mas aqui estava a escolhida da árvore me provando que tudo era totalmente verdade.

Caminhei em sua direção rapidamente e afastei seu cabelo mais para o lado e desci um pouco mais a gola do seu vestido apenas para constatar que realmente era a marca da árvore.

Mas agora o que eu faria com a garota? Eu não poderia tranca-la, eu iria contra meus princípios, eu não poderia fazer o mesmo que fizeram comigo.

Respirei fundo me afastando dela e me virei para olhar a paisagem. Eu também não poderia que ela tentasse o que Katarum tentará a um milênio atrás.

   - H-hokage Naruto, me ajude. - A garota falou me fazendo virar para ela.

Ela sabia o significava? Mas como? Ela não poderia, se ela soubesse então alguém havia quebrado o selo.

  - Então você sabe? - Perguntei.

A garota me olhou confusa e suas lágrimas que ela tanto estava segurando começaram a escorrer.

  - Eu não sei como vir parar aqui, não sou desse mundo - Repetiu.

  - Por quê diz isso? - Perguntei.

Ela respirou fundo diversas vezes e pude notar seu nervosismo quando a mesma apertou seus lábios formando uma linha reta.

  - Eu sou de um mundo onde você é apenas um desenho - Falou.

Olhei para ela é minha vontade de rir foi maior fazendo assim com que eu risse alto. De onde essa garota viera? Será que é louca?

   - Que besteira está falando - Falei quando finalmente minha crise de risos parou.

   - Eu posso provar. - Falou me fazendo a olhar duvidoso.

A menina a minha frente apenas caminhou parando ainda mais perto de mim e me olhou nos olhos.

  - Você nunca disse a ninguém, mas eu sei porque vi você pensar nisso, vi você sentir, vi você crescer eu sei tudo em relação a você Naruto Uzumaki sétimo hokage, você sempre pensou no Iruka sensei como um pai. - Falou. - E se isso ainda sim não bastar posso lembrá-lo de quando se transformou no Sasuke apenas beijar a Sakura, porém não conseguiu e nós sabemos o porque. Eu assisti você, no meu mundo você é apenas um desenho.

Eu não poderia acreditar no que ela acabará de dizer, porém, somente eu sabia daquilo eu nunca havia contatando há ninguém.

Olhei para ela chocado, ela realmente estava falando a verdade.

  - C- como isso é possível? - Perguntei em total espanto.

  - Eu não sei, é isso que quero saber por isso estou aqui, estou pedindo sua ajuda. Por favor - Falou e nessa hora pude notar seu desespero, seu medo e sua dor.

A garota parecia meu reflexo de quando era criança, ela estava acuada  e com medo de fizesse algo com ela.  O que eu faria agora? Como a ajudaria?

   - Eu acredito em você, irei lhe ajudar é uma promessa. - Falei.

Eu não deixaria que ninguém soubesse de sua existência, da existência de seu poder. Não poderia deixar ninguém a machucar.

  - Qual seu nome? - Perguntei

Pude ver a garota me avaliar talvez pesando se poderia confiar em mim de fato.

  - Mellanie Sakizuki - Falou baixinho.

Nome diferente, nunca tinha ouvido antes.

  - Seu nome é bem diferente. - Falei.

  - Não, no meu mundo é normal, há tantas por ai - Falou.

Apenas assenti.

Respirei fundo e fechei meus olhos momentâneamente apenas para pensar melhor. Ela não podia ficar solta por ai sem proteção, se descobrisse dela poderiam querer levá-la é uma guerra começar de novo e eu não poderia deixar acontecer e também não poderia tranca-la e esperar com que ela morresse.

Sasuke-kun

Abri meus olhos rapidamente, olhei para garota a minha gente pedindo para que ela não saísse da minha sala. Corri para fora da mesma, eu tinha encontar Sasuke-kun, somente ele poderia proteger ela, afinal se eu começasse a andar com ela para todos os lados irá ser a mesma coisa do que anunciar tudo, Sasuke-kun era o único que poderia proteger ela sem chamar a atenção. Parei bruscamente quando vi o mesmo sentado em um degrau da escada.

  - Eu sabia que viria até a mim - Falou.

  - Sasuke-kun - Falei.

Ele não ousou me olhar, apenas continuou a encarar o vazio a sua frente.

  - Você viu como ela se parece com a Sakura? Conseguiu ver isso? Não me diga que cheguei ao ponto de estar louco - Falou, sua voz soou diferente e embargada, mas ele não poderia estar chorando ou poderia? Não, Sasuke Uchiha nunca chorava.

   - Sa-Sasuke-kun - Falei.

Cinco anos já havia se passado desde da morta de Sakura e Sarada, porém, todos nós ainda sentíamos a dor, ela ainda estava ali para nós lembrar e com Sasuke não poderia ser diferente, por mais que ele se fizesse de durão eu sabia que ele não havia superado ainda e provavelmente nunca superaria. Sakura e Sarada havia morrido quando as levaram para poder atrair Sasuke para uma armadilha porém ele chegou tarde demais, ele nunca se perdoou desde de então se culpa e por mais que todos nós soubéssemos que não havia nada que ele poderia fazer para salva-las, não era assim que ele pensava.

   - Você tem que seguir em frente meu amigo, elas não iram querer te ver assim, pense nelas, faça isso por elas. - Falei tocando em seu ombro para tentar transmitir algum conforto.

   - E você acha que eu não sei? Se Sakura estivesse aqui provavelmente já teria me afundado com um soco - Sorriu sem vida - Mas diga Naruto, sei que não veio para falar delas.

Suspirei e apertei mais minha mão em seu ombro e o soltei.

  - Você tem razão, vim para falar que está na hora de você voltar e agora você tem uma missão - Falei.

Sasuke se levantou e me olhou e apenas negou.

  - Não, eu não tenho, não sou mais da AMBU, você sabe disso e eu não voltarei.

  - Sasuke-kun, você precisa voltar - Falei e respirei fundo - Aquela garota que você trouxe, ela tem a marca. - Falei.

Sasuke-Kun que antes tinha uma expressão fria e séria agora tinha os olhos levemente arregalados em total espanto. 

  - I-isso é impossível, Naruto - Falou e sacudiu a cabeça como se quisesse não pensar naquilo.

  - Não, não é Sasuke-Kun, já faz um milênio - Falei.

   - Quando Kakashi nos contou achei que fosse apenas uma lenda.

- Eu também, mas ela tem a marca no pescoço exatamente como no desenho - Falei lembrando da pequena rosa morta - Ela é a escolhida e temos que mantê-la segura e nós somos os únicos que sabemos disso, se eu for andar para cima e para baixo com a garota isso chamará a atenção e então todos vão querer saber porque o Hokage está protegendo ela. Você além de ser o único que sabe e o único forte o suficiente para protegê-la.

Sasuke sorriu e negou fazendo um gesto com a cabeça.

  - Não, você sabe que não posso ficar. - Falou.

  - Sasuke-Kun, você tem que ficar, precisamos proteger a vila e se souberem dela podem querer levá-la para usar como uma arma. A garota está com o todo o poder da árvore do chakra, ela pode destruir o mundo - Sussurrei a última parte temendo que alguém houvesse escutado.

Sasuke passou sua mão no rosto e deixou com que sua expressão de cansaço ficasse evidente. Parecia que dormir a dias, talvez semanas.

  - Por favor, pense na Sakura, na Sarada. Ela queria ser hokage, ela não iria deixar nada acontecer com kohona. - Falei.

  - Tudo bem, mas isso será por pouco tempo, somente até você achar uma solução para isso e não demore. - Falou se dando por vencido.

Assenti com a cabeça.

  - Obrigada, tentarei ser o mais rápido possível. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...