História A garota do blog - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Becky G, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags A Garota Do Blog, Blog
Visualizações 11
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


*espero que gostem

Capítulo 3 - 2


Fanfic / Fanfiction A garota do blog - Capítulo 3 - 2

JUSTIN BIEBER

 - JUSTIN- grita scooter entrando no meu camarim

- o que foi agora? Pergunto e volto a minha atenção por meu celular.

- você viu o que ‘’a garota do blog’’ escreveu sobre você? Pergunta scooter.

- garota do que? Franzo o cenho, não faço ideia do que ele esta dizendo.

- essa garota esta acabando com sua reputação- disse scooter com raiva – eu falei pra você não usar o casaco de pele.

- scooter eu não estou entendendo nada- digo

- deixa que eu te explico- disse- essa tal de garota do blog como todo mundo a chama, escreveu sobre você e não foi nada bom o que ele escreveu. É melhor você mesmo ler o que ela escreveu- disse e me entregando o celular. Leio o que ela escreveu sobre mim e fico sem reação nenhuma.

- mais que merda- digo furioso- quem ele pensa que é pra dizer uma coisa dessa sobre mim.- digo

- não sei justin, mas temos que toma cuidado com essa garota- disse

- quem é ela afinal scooter? Pergunto

- ela atende por nome de serena- disse e sai.

Era que me faltava essa tal de serena me julgando sem menos me conhecer. Eu entendo a mídia me crucificando por qualquer coisa que faço, mas essa serena que eu nem conheço já é demais. Passei a tarde toda ensaiando, ma não adiantou muito essa tal se serena  não sai da minha cabeça tinha algo nela que me intrigava. 

NATALI SPARKS

Acordei me arrumei e fui pra faculdade mas dessa vez Kelly tinha me esperado. Chegando na faculdade me despedi de Kelly  e fui pra minha sala.  Tive duas aulas do Sr Brown, que fez questão de aplica uma prova surpresa, solte minha que eu sempre dou uma revisada na matéria dele. Cheguei em casa já era 13:30h da tarde e fui logo toma meu banho, eu tinha prometido ir ao shopping com Kelly.

- nati que tal a gente ir numa baladinha no sábado? Pergunta Kelly entrando no quarto.

- não sei não, eu quero descansa nesse sábado- digo penteando meu cabelo.

- vai por favorzinho, eu quero tanto curti com minha amiga do coração- disse

- tudo bem você venceu, eu saio sábado com você- digo.

- você não vai se arrepende- disse toda alegre.

- eu espero que não- digo e ela sai do quarto.

Passamos a tarde toda no shopping, a noite eu fui por pub. Enquanto eu servia as bebidas fiquei conversando com Breno que estava ao meu lado desde a hora que cheguei.

- nati preciso de um conselho seu- disse bebendo seu uísque com gelo.

- diga quem sabe eu posso te ajuda- digo

- você conhece a melissa? Assinto- eu e ela estão saindo faz um mês e eu dou pensando em pedi-la em namoro- disse todo envergonhado.

-  e aonde eu entro nisso? Pergunto.

- quero sabe se é muito cedo pra eu a pedi em namoro? Pergunta

- se você gosta dela, que problema tem se você esta indo de pressa ou não- comento.

- é você esta certo- disse.

As vezes eu penso se vou encontra minha alma gêmea, se vou ser feliz como são os meus pais. eles são casado há quarenta anos e ainda são felizes e o que me impressionam é que eles não deixou a relação deles se gasta conforme o tempo foi passando, eles ainda tem aqueles romantizo todo deste o primeiro olhar ao inicio do namoro e isso eu acho lindo e romântico. Eu sou uma pessoa romântica, que gosta de ganha flores ate chocolate que não é muito minha praia, mas se eu recebesse eu ficaria feliz.

- me fez uma vodca por favor- sou tirada dos meus desaveio com um moreno lindo me olhando.

- claro- digo o entregando sua vodca.

- você é muito bonita pra ser bartener- disse.

- obrigado- agradeço pelo elogio.

- meu nome é Alfredo flores- estende a mão.

- Natali Sparks- aperto sua mão.

- prazer em lhe conhece, mas o que faz uma linda jovem trabalha num pub de bartener? Pergunta curioso, não sei por que mais fui com a cara dele.

- gosto de trabalhar aqui e preciso pagar minha faculdade de algum modo- respondo.

- faz faculdade de que? Pergunta bebendo sua bebida.

- estou no ultimo ano de jornalismo- digo orgulhosa.- e você estuda, trabalha? Pergunto

- trabalho com um amigo meu- disse- provavelmente já o conhece- disse e fico curiosa.

- conhece é? Levanto a sobrancelha direta.

- sim, seu nome é Justin Bieber – disse e eu reviro os olhos, eu já deveria sabe que ele era amigo do Bieber.

- hum- digo sem ta muito importância.

- você foi a única garota que eu disse ser amigo de justin bieber que não pulou em cima de mim e pediu pra conhecê-lo- disse

- não sou muito fã dele- digo naturalmente.

- então é uma hater- disse me olhando.

- não, eu só não sou fã- digo simples.

- gostei de você- disse- a gente pode sair qualquer dia desse? Disse esperando minha resposta.

- também goste de você Alfredo, você parece ser divertido- digo- se isso for um pedido pra sair, a minha resposta é sim- digo e ele sorri e que sorriso.

- você é das minhas, me passa seu numero pra gente marca diretinho- disse me dando seu celular, salvei meu numero no seu celular e ele fez o mesmo com o meu.

- prontinho, qualquer coisa eu te ligo, amei conversa com você nati- disse

- eu também Fred, posso de chama assim né? Pergunto e ele assente.

- claro, ate mais- disse se misturando na multidão.

Alfredo parece ser gente boa alem de ser muito bonito e charmoso. Assim que meu turno termina, volto pra casa cansada e com sono e pensa que daqui quatro horas eu vou ter que acorda pra ir na faculdade. Essa é minha rotina há um ano e meio e dou graça a deus que esse ano e meu ultimo ano da faculdade e não vou precisa acorda cedo. Chego em casa morta de cansada  e me jogo na cama e apago.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...