História A garota do bordel - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Visualizações 9
Palavras 572
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Capitulo final


 Rafaela começou no novo trabalho e Tommy estava cheio de shows para realizar e por isso mal tinha tempo para ela mas quando tinha um tempo ligava ou mandava mensagens.
 - Saudades de você aqui comigo. Quando você volta? 
 - Eu tenho só mais dois shows e depois estarei livre. Também estou morrendo de saudades. Quero muito te abraçar e beijar novamente..
 - Também. Amor, tenho que desligar. Beijo. 
 - Beijo.
 Tommy era um músico focado mas não via a hora de voltar para os braços da amada e sempre que falava com ela, ele tinha mais ânimo para tocar.
 Rafaela, por sua vez, estava indo muito bem no supermercado e também sonhava com ele todas as noites. No dia que Tommy voltará para casa, ela estará o esperando.
 - Que horas você chega? Porque eu tenho que me programar no serviço para estar em casa quando chegar.
 - Devo chegar á tarde, depois das quatro horas.
 - Ok. Eu vou trabalhar pela manhã e depois eu te espero.
 - Ta'. Tchau. Beijo, amor.
 - Tchau. Beijo.
 Rafaela trabalhou pela manhã e á tarde ficou em casa. Não via a hora de vê - lo de novo. Logo a porta se abriu e ela correu para abraçá - lo e enchê - lo de beijinhos.
 - Calma aí. Eu também estava com saudades mas estou morto de cansado.
 - imagino. Você quer que eu prepare seu banho ou quer comer algo?
 - Eu quero tomar banho com você. E depois a gente come.
 - Ok. Então vamos.
 Rafaela o ajudou a se livrar daquelas roupas e também tirou a dela e logo entraram no box do banheiro e abriu o chuveiro deixando a água escorrer por ambos os corpos. Daí ela começou a esfregá - lo e depois foi a vez dele fazer o mesmo.  
 Logo ela começou a passar a mão no membro dele e ele a olhava com desejo. Ele a puxou com uma mão na cintura ficando colados e deram um longo beijo. Acabaram transando ali mesmo com a água a molhá - los.
 Depois, Tommy estava ainda um pouco cansado,  ainda mais depois do que fizeram, que acabou dormindo.
 Rafaela estava muito feliz com a recepção calorosa que tiveram no banho que também ficou deitada ao lado dele e, devagar desceu até a sala para que ele pudesse descansar sossegado.
 Mais tarde ele acordou e foi até a cozinha onde tinha um lanche e um copo de suco á espera dele. 
 - Oi. Vejo que acordou. Preparei esse lanche delicioso para você. Como demorou para descer eu já comi o meu.
 - Tudo bem. Eu precisava mesmo dormir. E você? Vai dormir aqui comigo está noite ou vai voltar para a pensão? 
 - Eu posso ficar com você esta noite mas amanhã eu tenho que ir lá pegar umas coisas porque tenho que trabalhar no período da tarde/ noite.
 - Por que não se muda logo para cá? Já tem um tempo que estamos juntos.
 - Mas você mal pára em casa...
 - Melhor. Eu saberia que alguém cuida daqui e eu fico mais tranquilo de saber que está aqui.
 - Tá bom. Logo eu trago minhas coisas para cá. Vem aqui, me beija.
 Um tempo depois, Rafaela e Tommy estavam morando juntos e felizes. Ele continuava com os shows e ela no supermercado e sempre que ficavam dias separados, eles matavam a saudade da melhor forma possível.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...