História A garota do trem - Camren - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Norminah, Trolly
Visualizações 1.137
Palavras 3.462
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hello, espero que gostem, e aguardo TODOS que lerem, nos comentários sz não façam essa desfeita, é importante para a continuidade da fanfic e não custa nada além de alguns segundos do seu tempo. boa leitura!

Capítulo 30 - 4 meses


Fanfic / Fanfiction A garota do trem - Camren - Capítulo 30 - 4 meses

Lauren havia acordado fazia alguns minutos, mas estava hipnotizada pela visão do lindo anjo ao seu lado na cama, Camila, que dormia tranquilamente, observava seu peito subir e descer, mostrando o quanto a respiração dela estava calma. suas pernas estavam juntas as da latina, por terem dormido de conchinha. queria acordá-la para a consulta, mas como ainda faltava uma hora, resolveu deixar ela dormir mais um pouco, e continuar observando o quanto ela era ainda mais linda pela manhã. acariciou com cuidado os cabelos longos dela, e tocou seu ombro com a ponta dos dedos. Camila era como um presente dado pela vida a Lauren, mesmo que ela estivesse ali, perto, é como se tudo fosse irreal, porque estava tudo tão perfeito, seu coração estava alegre, a solidão se afastou, a latina estava dando-lhe carinho e afeto, e aos poucos se entregando.

depois de alguns minutos, Camila abriu os olhos, bocejou e virou para Lauren, vendo o par de olhos cor de esmeralda, fitando-a tão atentamente, e melhor ainda foi acordar e ver o sorriso lindo dela, a forma que seus cabelos estavam bagunçados, e os bicos de seus seios marcavam a camiseta. é, ela prestou atenção nisso. também nos lábios carnudos e rosados.

— bom dia

— bom dia lolo, você acordou a muito tempo?

— já faz um tempinho

— porque não me chamou?

— estava muito bom velando o seu sono, você dorme de uma forma tão bonitinha, colocando o braço em baixo do rosto, e até faz um bico as vezes, quando se mexe, isso é adorável — ela ficou vermelha

— eu preciso acordar antes... porque também quero te ver dormindo

— isso quer dizer que vai dormir pertinho de mim de novo?

— uh, talvez um dia sim e outro não

— por mim seria todos os dias

beijou o queixo dela e depois o pescoço

— eu amo o cheiro natural da sua pele

— está me deixando arrepiada lolo

— tá, tudo bem, vou parar, a gente precisa de um banho pra irmos a consulta, está animada?

— muito, finalmente o sexo do neném

— da princesa

piscou pra ela e levantou da cama, o shortinho apertado valorizava as coxas sinuosas que ela tinha.

— eu vou junto, economizamos tempo e não chegamos atrasadas no consultório

— o-o que? você quer ir tomar banho c-comigo?

— não me entenda mal por favor, eu não estou com malícia ok? se não se sentir a vontade tudo bem, eu posso esperar

— tudo bem, você pode vir

entrou no banheiro e se olhou no espelho, já ficando um pouco nervosa. sentiu a presença de Camila atrás dela. a garota tirou as roupas, ficando apenas de calcinha

— você vai tomar banho assim, de roupas?

Lauren se virou, procurando olhar nos olhos dela, focar neles e não no corpo da latina.

— uh, não, eu vou tirar

— ajudo você

Camila se livrou da blusa dela e do sutiã, deixou o estado de nervos da Jauregui ainda mais afetado. já despida e usando também apenas uma calcinha, a garota nem disfarçou o olhar, pra ela era tudo novo e ela não tinha vergonha de querer explorar, mesmo já tendo vistos os belos seios de Lauren, pareciam que tinha um imã lá, não conseguia parar de olhar, e ela tinha uma barriga linda também, a marca do corte não fez diferença alguma.

— você é tão linda

Sorriu e se aproximou dela. Deslizou a ponta dos dedos pela clavícula de Lauren e foi para os ombros. Ela engoliu em seco quando sentiu as mãos quentes da latina em sua pele.

— eu posso pedir uma coisa?

— se eu puder realizar... pode sim

— há algo que eu gostaria de tentar— encarou os lábios dela e depois os seios

— o que quer tentar?

Ela apenas se aproximou e o corpo de Lauren ficou contra a parede. Os lábios dela roçaram nos seus, antes de descer para o pescoço, distribuindo beijos naquela região. Lauren estava sem ação, apenas deixou que ela fizesse o que estava com vontade. A boca foi descendo para o vale entre os seios dela, onde beijou delicadamente, Lauren suspirou, não conseguiu evitar. Os lábios curiosos de Camila se arrastaram pela parte lateral dos seios da professora, ela deslizou a língua naquela região e a Jauregui mordeu o lábio com força, quando a língua quente e úmida dela tocou o bico rosado, Lauren não aguento, enfiou seus dedos por entre as madeixas castanhas da latina, sem colocar força, e pressionou a boca dela contra seu seio.

Pov Lauren

Quando senti os lábios de Camila degustarem da minha pele, eu senti um calor em meu centro. De forma ainda tímida sua língua serpenteava por meu mamilo, deslizando lentamente e chupando devagar, eu fechei os olhos e controlei a respiração, se ela queria me excitar, estava funcionando direitinho. Sua língua aveludada pressionava o bico rosado do meu seio e eu senti os pelinhos dos meus braços se arrepiarem, e meu corpo vibrou ainda mais, quando ela agarrou a minha cintura com firmeza. Senti a umidade entre minhas pernas, joguei a cabeça para trás quando ela chupou com mais força e acariciou o outro seio com a mão, seu polegar estimulando meu mamilo, e eu sentindo meu corpo querendo gritar por mais, por mais toques de Camila, por mais de sua boca em minha pele. Ela parecia uma felina faminta,  e quando passou para o outro seios, chupou ele enquanto acariciava com as mãos, sua língua movimentando-se rapidamente, causando em mim uma excitação forte, droga, eu não tinha sexo a tempos, e ela estava me levando ao delírio apenas fazendo aquilo. Suas mãos tocaram a minha barriga e eu a contrai, ela dedilhou as regiões da minha barriga. Eu sentia a umidade praticamente escorrer em meio as minhas pernas, eu queria tanto que ela tocasse ali, e me sentisse, visse o estado que estava me deixando. Fui largando o cabelo dela devagar e acariciei seus olhos, olhei para baixo, tendo a visão dela com a boca no meu seio, e sentindo as vibrações causadas por sua língua ardentemente quente em meu mamilo. E quando eu vi que não ia aguentar, que iria gozar caso ela não parasse, fui afastando ela devagar.  Eu estava ofegante, era impossível não ficar, e ela estava da mesma forma e me olhou fixamente, seus olhos castanhos em uma tonalidade diferente, me via com desejo, me via de um jeito que nunca viu antes. Ela passou a língua no lábio inferior, umedecendo-o e eu me aproximei para beijá-la de forma intensa, sentindo sua língua invadir a minha boca, explorando, tirando-me o ar. Quando nos afastamos eu liguei o chuveiro.

— acho que estamos atrasadas

— não quer falar sobre isso?

— você apenas está descobrindo coisas Camz, não se preocupe, e eu deixei você ir em frente

— eu fui ruim?

— pra você ter uma noção, eu poderia passar o resto da minha vida com você me chupando daquele jeito, não reclamaria. Então não, você  não foi nada ruim, para uma aprendiz se saiu bem até demais. Agora vem cá, me deixa olhar pra esses olhos castanhos lindos, porque não posso ter concentração com seu corpo quase nu na minha frente

Camila riu e envolveu seus braços em volta do pescoço dela. Lauren então deixou a água morninha do chuveiro molhá-las.

***

Lauren estacionou o carro em frente a clínica, parecia mais nervosa do que Camila, para a consulta.

— até parece que eu quem estou grávida, ai lembro que não posso engravidar. Precisamos ir logo porque estamos atrasadas

— acho que aquele banho juntas deve ter influenciado nesse nosso atraso

— com certeza sim, mas valeu a pena

Entrelaçou sua mão a de Camila, esperando dela uma reação negativa, mas felizmente ela não demonstrou isso, sorriu para Lauren e segurou firme em sua mão. Quando estava perto do consultório deram de cara com Chris. a primeira coisa que ele fez foi checar Camila, e a segunda foi franzir a testa ao ver as duas de mãos dadas.

— uh. Estão atrasadas

— eu sei maninho, houve um imprevisto, desculpe, ainda pode atende-la? estamos ansiosas para saber o sexo do neném

— claro, mas posso ter um minuto com você primeiro?

— claro. Senta ai Camz, eu já volto

— tudo bem

Ela sentou em uma das cadeiras que tinha no local, e Chris puxou Lauren para um pouco distante da latina.

— está surtando?

— porque diz isso?

— falou que ela era só sua amiga

— as coisas mudaram

— eu queria a garota Lauren

— sinto muito, ela não é parquinho de diversões

— não é e você vai se divertir com ela?

Lauren segurou no colarinho dele

— olha, você me respeita, sabe muito bem que odeio brigar, mas estou com ela porque nós duas queremos, e porque eu a amo

— você o que?

— isso mesmo que ouviu, eu amo ela, e depois desse tempo todo eu finalmente consegui fazer com que ela me visse com outros olhos, além do que apenas amigas

— pode se machucar nessa, ela é mais jovem, você já está falando ‘’’NÓS estamos ansiosas para saber o sexo do neném’’ e se um dia ela quiser ir embora? Se ela perceber que foi apenas um lance e que ela gosta de homens? Como vai ser? Se você se apegar a ela demais e a essa criança que está por vir vi ser pior

— apenas não se meta na minha vida Chris, eu não me meto na sua, ela fez 18 anos, e mesmo que não tivesse feito são as nossas escolhas, de mais ninguém. Agora se me dé licença, eu vou fazer companhia a ela, se quiser posso mudar de doutor

— calma, tudo bem, me desculpa, eu só não quero que se machuque

— está apenas frustrado porque viu que não vai ganhar a garota

— eu tenho uma fila atrás de mim, isso não me afetou em nada

— ótimo, porque Camila é minha

Piscou para ele e se aproximou dela.

— tudo bem? Vocês pareciam estarem brigando

— estamos bem, só um papinho de irmãos mesmo

— senhorita Cabello, pronta para saber o sexo do seu bebê?

Chris perguntou abrindo a porta do escritório

— sim, estou

Segurou na mão de Lauren e elas entraram juntas. Fizeram o mesmo processo da ultima vez, Camila se deitou, Chris mexeu na máquina e colocou o gel na região do útero e começou a mover o transdutor até começar a se formar uma imagem na tela.

— estou começando a focalizar o seu bebê. bom, no quarto mês de gestação, marca o início do segundo trimestre, os enjoos geralmente acabam, assim como as oscilações de humor e as vertigens

— graças a Deus, não aguentava mais ter que ficar correndo para o banheiro vomitar

 — agora com 4 meses, fará com que você se sinta mais disposta e faça as suas atividades com mais tranquilidade. Entretanto, com o crescimento da barriga, também é provável que tenha que ir mais vezes ao banheiro, vai sentir muita vontade de fazer xixi, e pode começar a ter um pouco mais de dificuldade para dormir. Aqui está.

A imagem ficou em boa qualidade na tela, ela e Lauren assim que olharam, sentiram os olhos lacrimejarem.

— nessa fase as orelhinhas já estão no lugar, e o rostinho está cada vez mais formado. Os pulmões já estão formados e o bebê começa a simular os movimentos da respiração. Apesar de ainda não conseguir abrir os olhos, ela já tem as pálpebras, e por isso já tem sensibilidade a luz. A audição dela está começando a se desenvolver também, ela já poderá ouvir o seu coração bater senhorita Cabello

Ela estava com um sorriso no rosto e lágrimas nos olhos, Lauren não estava diferente.

— no próximo mês ela já começará a prestar atenção nos sons externos, na voz da mãe principalmente, ela pode começara mexer no 5 mês com mais frequência, mas há possibilidade dela mexer no 4 também, mesmo que você sinta isso de leve. Ela já tem ele tem cerca de 12 cm da cabeça ao bumbum e pesa cerca de 100 gramas

— ela?

Chris moveu o transdutor e deu um pouco nas perninhas pequenas do feto.

— ausência do órgão genital masculino, você terá uma menina

— eu sabia — Lauren disse com a voz um pouco falha, estava emocionada, feliz e nervosa, Camila passou a mão nos olhos, limpando as lágrimas

— Rosie, minha pequena Rosie

Sussurrou olhando para a tela e sorrindo.

***

Depois que Camila levantou e parou de chorar, abraçou Lauren.

— está me devendo uma dança mocinha

— como sabia?

— eu só senti, mesmo que ela não esteja dentro de mim

Chris fez um som com a garganta, atraindo a atenção de ambas

— é importante que continue com a alimentação saudável. Ah e tem algo que é bom ressaltar, o sexo na gravidez, ele tem alguns benefícios

Lauren ficou da cor de um pimentão e só faltou voar em Chris e bater nele. Camila ruborizou também.

— além de melhorar a qualidade do sono, baixa a pressão arterial, melhora o orgasmo, porque o aumento do fluxo sanguíneo intensifica o desejo sexual e o corpo fica mais sensível ao toque.  Acelera a recuperação no pós parto, acelera na dilatação, reduz a hipertensão arterial, dentre outros fatores.

— a gente já entendeu Chris, não precisa mais dizer coisas... já disse muito

— bom, eu como médico quero o melhor para minha paciente, tinha que mencionar isso — piscou para a Jauregui — até a próxima consulta

Camila saiu na frente, morrendo de vergonha. Lauren ficou por uns instantes,

— palhaço!

— o que foi? Tudo que eu disse ali era verdade, então aproveita, faz muito sexo com ela que vai fazer bem tanto pra ela, quanto para o bebê, gozar é revigorante minha irmãzinha

— você é um pamonha mesmo, deixou a Camz com vergonha

— eu só quis incentivar — deu de ombros

Lauren saiu atrás dela que já estava esperando encostada no carro. Vieram em silêncio,  Camila ficou quieta desde o que Chris disse. Lembrou do que fez mais cedo, tinha sido tão bom, mas ainda tinha tantos medos e inseguranças.

Ao chegarem, Lauren se livrou dos saltos que usavam e Camila foi direto para o banheiro tomar um banho.

— já volto, esse líquido gelado ainda está na minha barriga

— tudo bem, vou ficar aqui vendo TV

Sentou no tapete, encostando as costas no sofá.

Camila tomou um banho rápido e em menos de 15 minutos estava de volta. Sentou no sofá observando Lauren concentrada em um filme que passava.

— Rosie...

Disse enquanto acariciava sua barriga e com a outra mão acariciou os cabelos de Lauren.

— vou ser mãe de uma menininha, ainda estou sem acreditar, tudo ainda parece surreal para mim, antes eu só tinha terminado o ensino médio e pensava em uma faculdade, mas os planos de Guilherme de um casamento arranjado ia estragar tudo. Então aconteceu de eu ficar grávida, e nossa, é uma sensação tão incrível! Eu sei que no começo eu não desejei essa neném, mas agora, eu a amo mais que tudo, como posso amar tanto alguém que ainda não vi nem o rostinho? — sorriu — eu sou capaz de protege-la com a minha vida

Lauren encostou a cabeça na coxa dela e fechou os olhos, recebendo a carícia em seus cabelos.

— eu queria um dia poder sentir isso que está sentindo agora, mas infelizmente...

— não fica assim, ela vai te amar muito, eu tenho certeza disso

— eu já a amo

Virou de frente pra ela, ficando de joelhos entre as pernas da latina. Acariciou a barriga dela e deu um beijo, as mãos de Camila faziam um carinho contínuo em seus cabelos.

— é bom saber que ela vai ter você também

— sempre que precisar. Sua barriga está linda, tão redondinha — beijou novamente

Camila afastou um pouco para baixo, deixando Lauren mais perto. Pegou as mãos dela e colocou sob suas coxas. Ela fitou os olhos castanhos, tentando entender o enigma que tinha neles. Ela não disse nada, apenas acompanhou com o olhar o movimento das mãos dela acariciando sua coxa. Havia colocado um shortinho de baby doll folgadinho, era mais confortável.

— Lauren...

— sim?

— tira....

— o-o seu short? — ela assentiu com a cabeça

Mesmo nervosa, Lauren puxou o short devagar, fazendo-o escorregar pelas coxas, e depois pelo restante das pernas de Camila.  Ela usava uma calcinha que parecia um shortinho, eram renda um pouco transparente, e contrastava com a cintura bem feita de Camila. Era a visão do paraíso para Lauren, mas ela não sabia se podia ir em frente, mas teve sua resposta. A latina enroscou as duas pernas nela, puxando o corpo mais para frente. Camila não sabia direito o que estava fazendo, só ansiava ser tocada ali, ou enlouqueceria. Colocou a mão de Lauren sobre a renda, encorajando-a, e mordeu o lábio. A respiração da Jauregui já demonstrava seu nervosismo. Ela tirou a peça intima com cuidado e viu a nudez da latina. Os olhos verdes observou cada detalhe dela, o quanto ela era lisinha em seu intimo, tanto quanto era em suas coxas e barriga. O olhar dela era uma súplica para que Lauren sentisse-a. o corpo inteiro dela reagiu ao olhar de Camila, e seus lábios foram de encontro as coxas dela, distribuindo beijos de cima a baixo enquanto acariciava com suas mãos. Ela apoiou a cabeça no encosto do sofá, enquanto Lauren afastou devagar as pernas dela, percebendo a timidez de Camila.

— tem certeza?

— tenho, eu só quer sentir sua boca em mim, eu estou com essa vontade desde aquele nosso banho juntas, mas eu não quis dizer, eu tive vergonha

— não deveria ter

Beijou um pouco mais para cima e abriu um pouco mais as pernas dela, e como estava de joelhos, ficou entre elas. Prendeu o cabelo e fitou os olhos da garota, ela estava segura do que queria.

— me faça ter um orgasmo Lauren — acariciou o rosto dela

Não teve mais escapatória, a professora mergulhou nas chamas que emanavam do seu corpo e do de Camila, sua boca beijou-a em seu sexo, como se beijasse seus lábios, a língua pairando de forma circular pela região sensível, a latina remexeu-se um pouco no sofá  e suspirou.  Lauren puxou ela mais para frente e tomou-a para si, sua boca faminta de desejo. Passou a pontinha da língua pelo clitóris rígido, pulsante. Passava a língua dando leves pinceladas para logo em seguida sugar levemente,vendo Camila ficar arrepiada.

— aah

Ouviu ela gemer pela primeira vez, não aguentava aquele incomodo em seu sexo, e precisava de um alivio, alivio esse que a boca da Jauregui estava suprindo com maestria. O corpo da latina reagia a pressão da boca dela em sua intimidade completamente molhada, ela moveu o quadril e rebolou contra a boca dela, Lauren tateou seus quadris e depois as coxas. Beijou o sexo de Camila que pulsava a sua frente, mostrando o quanto ela estava rendida. Camila gemeu mais alto quando sentiu a língua de Lauren dentro dela.

— Ohh... uhm

Nunca havia sentido aquilo antes, aquele calor descomunal, a pressão em seu ventre, uma espécie de corrente elétrica por todo o corpo, as chamas da excitação, nunca havia ficado tão excitada daquela forma, e sentia algo forte querendo expandir-se, era seu corpo querendo atingir o nível máximo, era a boca carnuda e quente de Lauren conduzindo-a para um orgasmo. Quando ela tirou a língua da fenda apertada da latina e chupou sua carne pulsante novamente, foi o que restava para o ápice. Ela estremeceu e foi tomada por uma leve fraqueza quando o orgasmo lhe atingiu fortemente. Seu coração estava disparado, assim como o de Lauren. Camila gozou sob seus lábios, e a professora não deixou de prova-la por completo, ela deslizou a língua de baixo para cima, sentindo o gosto feminino de Camila.

A garota ainda ofegante abriu os olhos, viu quando Lauren passou o polegar sob o lábio inferior, tirando qualquer vestígio do liquido quente derramado por Camila. Não queria falar nada, só queria beijá-la. puxou Lauren, fazendo ela se levantar, e sentar ao seu lado no sofá. Colocou rapidamente a calcinha e virou para ela, acariciou o rosto e beijou o queixo, para depois beijar os lábios e chupar a língua aveludada que antes estava lhe tirando a sanidade. Não tinha mais volta, estava entregue a Lauren, e só pensava em se entregar cada vez mais com o passar dos dias, confiava nela, e sentia-se realizada naquele momento.


Notas Finais


espero que tenham gostado, xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...