História A garota dos cabelos de fogo - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags April, Grifinória, Harry Potter, Romance, Saga
Exibições 314
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Heeey!! Aqui estoy!

Sei que demorei, mas minha vida está dando uns compromissos importantes o que atrapalha nas postagens! Mas consegui pois é FDS

Boa leitura e Feliz dia dos professores para todos os professores!!

Kisses
*~*

Capítulo 26 - Cap 12: Gina Weasley?


Fanfic / Fanfiction A garota dos cabelos de fogo - Capítulo 26 - Cap 12: Gina Weasley?

POINT OF VIEW: Harry

- Como você morreu? - Perguntei, Murta aparentemente está interessada em mim, só que eu não tenho o menor interesse num fantasma, na verdade só quero ajudar a garota que eu gosto a voltar ao normal. 

Ela arregalou os olhos e começou a falar que éramos muito ousados e que iria falar só porque era uma garota muito boa, revirei os olhos, tão boa que está interessada num garoto décadas mais novo que ela, até que a mesma finalmente começou a contar o que aconteceu no dia de sua morte.

Vinte anos atrás, eu estava no salão principal quando uns garotos insuportáveis da Sonserina começaram a zombar de mim, dizendo que eu era feiosa, quatro-olhos...Sangue-Ruim..Ai eu corri até aqui e entrei na quinta cabine e fiquei chorando, quando ouvi uma voz dizer alguma coisa em outra língua, abri a porta, deixei meus óculos caírem e vi uma criatura horripilante de terríveis olhos amarelos...Ai eu morri

Ficamos em silêncio, era oficial. Ela foi atacada por ser nascida-trouxa e só morreu porque deixou seus óculos caírem, apenas um caso com mais azar que os outros. A olhei tristemente e sabia que Rony estava assim também, pois até essa pedra sente alguma coisa

- Sinto muito pela garota ruiva e pelo irmão dela - Murta terminou quase chorando - Eu sei como dói 

- Você sabe quem abriu, não? - Rony perguntou - Scott foi petrificado aqui, você deve ter visto a cena 

- Estava conversando com um quintanista legal da lufa-lufa na hora, sai voando ao ouvir gritos mas quando cheguei encontrei apenas ele naquele estado...Mas eu tenho quase certeza de que é uma garota a responsável - Franzi o cenho, Aragogue falara que foi Tom Riddle, porém Murta disse com tanta certeza. não sabia em quem acreditar.

*

Assim que saímos do banheiro, a voz de MacGonagall foi ouvida por todo o corredor, mas estávamos sozinhos. Ela mandou todos os alunos voltarem para nossas devidas comunais acompanhados pelos monitores e que os professores deveriam ir até o segundo andar. Logo tive certeza de que algo grave aconteceu.

Olhei para Rony, ele fez um "sim" com a cabeça e nós dois fomos até o segundo andar, quando chegamos vi MacGonagall com outros vários professores, entre eles Dumbledore. Havia uma frase na parede:

O CORPO DELA JAZERÁ NA CÂMERA SECRETA PARA SEMPRE 

- Ai meu Deus....- Ouvi Madame Pomfrey murmurar

- É oficial, amanhã a tarde mandaremos todos para suas casas, Hogwarts fechará as portas. - Engoli um seco, Hogwarts é meu lar, não pode fechar, se fechar nunca mais verei April. 

- Quem foi a garota? - Snape perguntou 

- Gina Weasley...- Arregalei os olhos

De repente tudo ficou claro, aparentemente April sabia que Gina iria ser petrificada, por isso que April escreveu o nome dela no bilhete, porém é estranho demais, não faz sentido. Como ela teria descoberto??

- O que perdi? - Lockhart apareceu do nada, o encarei, por que ele chegara tão atrasado?

- Uma aluna foi levada até a câmara

- E como professor de DCAT você vai atrás, já que disse que sabia a localização da câmara - Snape disse com um sorrisinho de lado, isso é brincadeira?Porque para ele parece ser!

-C-Claro - Lockhart concordou meio sem jeito - Vou arrumar as coisas para eu ir até lá imediatamente 

Assim que ele saiu, saímos de fininho por outro caminho até a sala de aula dele, chegamos lá e vimos que havia apenas uma luz acesa na sala dele, demos de ombros e subimos a escada, abrimos a porta e encontramos Lockhart arrumando suas..Malas? Mas que raios ele pretende fazer?Fugir?

- O que vai fazer? - Perguntei olhando todas as malas, a maioria das coisas já estavam guardadas nelas, ele não pode fugir e largar todos nesse estado 

- Infelizmente tenho um compromisso muito importante e...- Rony o interrompeu

- E minha irmã? - Ele perguntou exasperado 

- Foi muito azar, muito mesmo, ninguém se sente mais triste do que eu...- Peguei minha varinha e apontei para o mesmo, logo Rony fez o mesmo, se bem que a varinha dele não é muito confiável, mas não importa, Lockhart não pode sair da escola. 

- Você vai ajudar a gente! Eu...Acho que passamos várias vezes no local, e que a Murta sabia!

Fiz os dois correrem comigo até o banheiro, Rony foi fácil, já Lockhart...Complicadíssimo, ele gemia o tempo todo para deixarmos ele ir embora, mas não deixei, mesmo que ele fosse um peso morto. 

- Murta - Ela nos olhou, sorrindo de lado 

- Desvendou a charada, bebê? - Ela perguntou 

- Você sabia que a câmara é aqui? - Perguntei

- Por que ficou quieta? - Rony perguntou após eu terminar - Acabamos de sair daqui 

- Eu... - Ela olhou para baixo - É em uma das pias, não decorei qual 

Olhei para uma pia e passei a mão nela, quando estava tocando a torneira senti um símbolo estranho nela, olhei esse símbolo e vi que era o símbolo da Sonserina, claro!! É aqui!!

- Achei - Comentei 

- Fala alguma coisa em língua de cobra - Rony sugeriu quando dei uns passos para trás, sem sabe como abrir essa desgraça! E desculpe pelo palavrão, se é que isso conta como palavrão.

-Abra - Disse, para mim eu estava falando normal, mas sabia que não estava

As pias começaram a se separar e por fim um grande buraco apareceu, descobri a bela e nada perigosa entrada da câmara secreta. Os dois se aproximaram de mim, olhei para Lockhart, tendo um ideia que talvez seja péssima. 

- Vai - Ordenei, ele me olhou assustado

- O quê? - Antes que ele tentasse nos apresentar um monte de Contras para ele não ir, o empurrei com as duas mãos, fazendo ele gritar muito enquanto cai, se ele ficar vivo vai ser o maior azar de todos. - Aqui é bem sujo

Rony revirou os olhos e pulou, por fim engoli um seco e pulei. Era uma sensação boa, considerando que eu gosto da sensação de "voar". Mas quando caí foi ruim já que parecia que cai numa pele de cobra 

- É pele de cobra? - Assenti

Foi bem rápido, Lockhart fingiu desmaio, pegou a varinha de Rony e tentou apagar nossas memórias para ele sair como herói, só que com a varinha de Rony o feitiço foi pra ele, que saiu voando e fez um monte de pedras caírem entre a gente. 

Droga, agora eu estava sozinho. Mas por April, Hermione, Scott e Gina eu consigo. Tenho que conseguir


Notas Finais


O que acharam?Comentem, se quiserem

Parei de fazer o "No próximo" pois eu dou uns p*ta spoiler e faço vcs perderem a criatividade

Kisses
*3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...