História A garota dos cabelos de fogo - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags April, Grifinória, Harry Potter, Romance, Saga
Exibições 243
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aqui estoy!!

Demorei?Demorei! Por que?Provas trimestrais...Acho que me ferrei em Ciências e ficarei de final....Mas tirando isso estou bem

Boa leitura

Kisses
*3*

Capítulo 39 - Cap 11: Vira-tempo!


Fanfic / Fanfiction A garota dos cabelos de fogo - Capítulo 39 - Cap 11: Vira-tempo!

Remo e Hermione apontavam a varinha para Pedro enquanto Sirius e Harry carregavam Rony que estava com a perna machucada demais para andar. Caso esteja se perguntando, eu não estou de mãos atadas enquanto eles fazem tudo. Eu estou levitando Snape com minha varinha, afinal não somos cruéis ao ponto de deixá-lo sozinho ali. Saímos da casa dos gritos, Sirius foi ver o castelo de Hogwarts enquanto Rony, eu e Hermione nos sentamos no chão, Harry olhou pra Sirius e foi até eles. Os dois começaram a conversar.

POINT OF VIEW: Harry

- Faz anos que não entro aqui, deu saudades - Assenti, na verdade fazia dias pois ele invadiu o salão comunal da Grifinória e quase matou Pedro, mas resolvi deixar esse detalhe para lá - Ela parece muito a Lilian

- O que? - Perguntei ao ouvir aquilo, estava tão concentrado no castelo que me surpreendi com o comentário, mas quem é parecida com minha mãe - April, Harry. Ela é um tanto quanto parecida com sua mãe

- Fisicamente, sim - Concordei - Mas na atitude, não sei 

- Na atitude elas são bem diferentes, Lilian já teria preparado uma poção para a perna de Rony, nos repreenderia pelo Snape e socaria Pedro - Ri, era bom saber como minha mãe agiria nessas situações, eu acho. Não faria nenhuma diferença mas... é bom saber mais sobre eles. 

- April o mataria se isso não lhe deixasse como culpado, diria que está com preguiça de arrumar a perna dele e que Madame Pomfrey pode fazer isso, além de que ela bateu a cabeça de Snape três vezes para garantir alguns galos - Sirius riu com o comentário, talvez por elas serem diferentes, mas senti que envolvia mais alguma coisa

- Você gosta dela - Ao ouvir o comentário, senti meu rosto esquentar muito - E ela de você - Olhei para a direção dos meus amigos e vi Rony mostrando a língua para ela, que revirou os olhos, me virei para Sirius e respondi

- É....Acho que gosta 

- Sabe...- Ele começou, parecia que iria mudar de assunto - Quando eu for inocentado, se quiser, eu vou arrumar uma casa legal e se quiser pode deixar de morar com seus tios - Arregalei os olhos, eu estava escutando isso mesmo?

- Deixá-los para sempre?? - Perguntei, ele assentiu - É claro que quero

- HARRY!! - Me virei bruscamente ao ouvir o berro de April, ela apontou para a lua e de repente eu vi um problema enorme na nossa frente...A Lua cheia.

POINT OF VIEW: April

Sirius veio correndo até Lupin e o segurou, perguntando se ele tinha tomado a poção e que ele era mais forte que aquilo e devia resistir, não deu muito certo esse discurso motivacional pois Lupin até uivou para a lua. 

Pedro pegou a varinha de Remo porém eu e Harry apontamos a varinha para ele, que sorriu ironicamente, fez um tchau e se transformou num rato, correndo para longe. Hermione tentou nos segurar porém eu consegui me soltar e comecei a correr até ele. As vezes batia em algum galho mas mesmo assim continuei a correr, até que de repente não havia mais ninguém ali!! Onde raios ele havia ido parar? 

- Onde está rato imundo? - Perguntei cantarolando, será que esse maldito conseguiu me despistar??Não pode ser, eu tenho que conseguir pegá-lo, pelo Harry

- Estupefaça - Virei a cabeça de lado ao ouvir o feitiço, mas só deu tempo de gritar ao ver a luz prateada vir na minha direção. Me senti sendo jogada para longe, por fim bati a cabeça em alguma coisa dura, provavelmente uma pedra, e desmaiei. 

*

Acordei lentamente, com a cabeça latejando de dor, me virei e vi Hermione e Harry conversando com Rony que estava sentado em sua maca.

- O que aconteceu? - Perguntei lentamente, atraindo atenção de todos eles. Harry correu até mim e me abraçou, fazendo minha cabeça doer um pouco mais - Ai....

- Você foi encontrada desacordada na floresta, com a cabeça encostada numa pedra, achamos que você estava lutando com Pedro e acabou batendo na pedra - Neguei levemente com a cabeça - O que foi que ele fez??? - Harry parecia pronto para matar Pedro a qualquer momento 

- Eu lembro de estar correndo atrás dele, quando de repente não via mais ele, simplesmente havia desaparecido!! Aí alguém lançou um estupefaça em mim, provavelmente ele que estava escondido em alguma moita....Depois eu bati em alguma coia, na pedra!! - Disse me lembrando que bati numa coisa dura - Ai eu apaguei....- Eles assentiram

De repente, as portas foram abertas e Dumbledore apareceu, Harry junto com Hermione e começou a dizer que Sirius era inocente e que Pedro Pettigrew estava vivo e era o culpado. Pensei que Dumbledore diria que eles estavam alucinando mas na verdade ele acreditou, porém disse que poucos acreditariam na nossa palavra.

Quando pensei que isso não poderia ficar mais estranho, Dumbledore olhou para Hermione e disse três coisas: Que Sirius estava na torre Norte, que se tudo desse certo duas vidas inocentes seriam poupadas e que três voltas bastavam. Por fim, ele saiu tão calmamente que eu pensei que havia parado num hospital psiquiátrico.

- Ele é doido ou coisa do tipo? - Perguntei 

- Eu entendi o que ele quer dizer - Hermione tirou um cordão do pescoço, que continha uma ampulheta no centro. Franzi o cenho e quando ela colocou o cordão nela e em Harry, tentei me levantar porém ele me segurou ali, dizendo que eu estava fraca para qualquer coisa que eles iam fazer. 

Por fim, ela deu três voltas no objeto, que começou a girar e no final fez eles desaparecerem!! Como isso é possível??Alguns Segundos depois, eles apareceram na nossa frente de novo. Harry se sentou na minha maca porém eu encolhi os pés, assustada.

- Que raios foi isso?? - Perguntei - Eu estou maluca, é isso??Eu bati a cabeça e vim parar num hospício!!

- Isso é um vira-tempo!! - Hermione explicou, rindo um pouco - Ele faz a gente voltar no tempo! É assim que tenho assistido todas as aulas. Salvamos Sirius e o Bicuço!! 

- Eu estava certo!! - Rony exclamou - Você estava mesmo em dois lugares ao mesmo tempo!!

*

- Pensei que não ia melhorar tão cedo!! Como é que você vai numa floresta e bate a cabeça numa pedra? - Ri com o comentário de Draco 

- Longa história, mas eu to viva e bem de saúde!! Pronto para perder na corrida até o salão principal!

- Nunca, Martinez - Ri, ele só me chamava assim quando estávamos competindo por alguma coisa, tipo quem chegar primeiro no salão principal!

Infelizmente, ele venceu a corrida. Mas a Grifinória ganhou a taça das casas, por isso estou super-feliz! Ele vencue a batalha, eu venci a guerra!! 

FIM DO LIVRO 3


Notas Finais


Até logo

Kisses
*3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...