História A Garota Dos Meus Sonhos - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags A Aposta, Colegial, Fanfic, Garota, Revelaçoes, Romance, Shoujo
Exibições 8
Palavras 585
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Gente, mil perdões por ficar esse HORROR de tempos sem postar. Acontece que eu estava sem meu celular e pra mexer no meu computar estava um Ó. Mas, graças a Deus eu tô de volta para postar um monte de caps.

Capítulo 13 - A garota dos meus sonhos...


Fanfic / Fanfiction A Garota Dos Meus Sonhos - Capítulo 13 - A garota dos meus sonhos...

A Garota dos Meus Sonhos. Nós nos apaixonaremos um dia, eu e você! Ainda não sei se nos conhecemos, mas sei que nos encontraremos algum dia em algum lugar. Certo dia eu realmente encontrei essa garota. Não a encontrei pelas estrelas, nem pelos mares, muito menos pensei em encontrá-la a luz do   pôr do sol. Eu esbarrei em seu olhar pelo destino, eu não a descobri por acaso. Inexplicável é a paixão que resplandece todos os dias que a vejo. Ingênuo, não notei sua domação sobre o meu pensamento. E a poucos tempos, ela já habitava em minha mente. Tudo surgiu com mais cor a partir do momento em que seus olhos brilharam no interior do céu, acalentando a minha alma e, fazendo emergir todo o sentimento desconhecido que eu provava naquele instante. Aquela garota, o que ela havia feito comigo? Que feitiço jogara sobre mim? Eu nada sabia responder. Apenas sabia que queria aquela garota, queria que fosse minha. Para sempre. A garota dos meus sonhos não tem os olhos mais lindos, não possui a voz mais melódica, não é a mais bonita de todas, mas ela tem o que nenhuma outra tem. O meu coração. Era ela, somente ela. 

[...]

Clássico de todos os dias, hoje seria um dia diferente. Eu deveria ser firme e forte com a minha decisão. Então para todo o caso, eu sabia o que queria. Peguei minhas chaves no balcão da cozinha com um ar determinado. Saí do carro olhando todos a minha direção, eu sempre fui popular entre todos. Principalmente com as garotas, que aparentam estar cada vez mais histéricas por mim. Na verdade, elas nem me conhecem verdadeiramente. Acham que o meu sorriso é genuíno e que sou o garoto mais sociável do mundo. Mas a verdade é que eu sou uma criança covarde que não sabe lidar com as situações. Avistei meus amigos na última mesa, eles estavam com algumas garotas desconhecidas. Decidi me aproximar para conversar com eles.

-E aí gente? -cheguei convidativo, atirando a mochila no chão.

-E aí, Pedrão? Como vai a aposta? -perguntou Caio, onde mesmo eu queria chegar. Sorri pensativo.

-Eu desisti, peixe.-ele pareceu me olhar pasmo por alguns segundos, sem acreditar verdadeiramente no que eu havia falado.

-Sem essa, cara. Você só pode estar brincando...-Caio balançou a cabeça rindo como seu eu houvesse contado alguma piada engraçada.

-Estou falando sério.-cruzei os braços, sério. E os olhares de Gabriel e Caio ficaram mais apreensivos.

-Espera camarada, não conseguiu traçá-la e está dando essa desculpa. Porque se for isso olha eu...-o interrompi.

-Não fala assim dela, idiota.-uma raiva enrubesceu, e naquele momento eu fiquei totalmente furioso.

-Ah, me parece que o Pedro tá apaixonadinho pela santa do pau oco. Me diz uma coisa, hein? Vocês curtem um fetiche com o crucifixo?-ele debochou arduamente, despendeu sua cabeça para trás pois seu riso começava a ficar descontrolado. Observei rostos fitando aquela cena, enxerguei o naufrágio da minha reputação. Naquele instante, meus punhos se ergueram, minhas veias saltaram e meu sangue ficou quente. Quando meus punhos estavam cerrados frente ao seu rosto, Isabella surgiu entre os parênteses da cena. Ela surgiu no meio de nós e de repente, me olhou com uma expressão indecifrável. Eu não sabia mais o que dizer, as palavras fugiram da minha boca.

-O que está acontecendo aqui?-ela perguntou, olhando para nós dois. E naquele momento, eu pude sentir totalmente o meu coração saindo pela boca. Observei o olhar de Caio rapidamente mudar. Eu temia o que estava por vir...

 

 


Notas Finais


Beijos de luz pra vocês!!! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...