História A Garota dos Olhos Azuis I - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Emily Rudd, Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Bellatrix Lestrange, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Harry Potter, Hermione Granger, Lord Voldemort, Neville Longbottom, Personagens Originais, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black
Tags Alyson, Alyson Black, Black, Harry Potter, Jessie, Jessie Malfoy, Remus Lupin, Sirius Black
Exibições 201
Palavras 999
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Capítulo tenebroso, mas tem muitas surpresas e uma profecia....

Capítulo 14 - Invasão II


Fanfic / Fanfiction A Garota dos Olhos Azuis I - Capítulo 14 - Invasão II

Narrando: Autora 

Os barulhos que eram escutados eram  ensurdecedores. Por todos os lados do grande salão, as pessoas lançavam feitiços bravamente. Os alunos batalhavam com coragem, já os comensais por diversão.

Aquela hora da batalha, vários aurores se encontravam no local protegendo os estudantes e derrubando comensais.

Harry, Rony, Hermione e Gina batalharam sem descanso, sem parar, contra os sonserinos,  que soltavam altas gargalhadas cínicas contra seus adversários. Harry é Rony tinham alguns cortes leves na perna e em seu rosto, fora isso, estavam ótimos. Já Hermione tinha um corte grande no quadril e um pequeno arranhão em sua bochecha direita. Gina, se encontrava com sua perna sangrando e seu braço esquerdo com um corte profundo, porém,  lutava com todas as suas forças.

Aria se encontrava batalhando ao lado da professora sprout e de Neville Longbottom , seu amigo, contra comensais  perto da mesa Corvina. Jessie Malfoy estava desmaidada, sendo amparada pelo professor FlitWick.

Mas de todos os seus amigos, Alyson era a mais machucada. Seus cortes pelo corpo eram profundos, estava com falta de ar, mas mesmo assim, depois de seu desmaio, ela se levantou em um pulo, apanhou sua varinha que tinha sido lançada abaixo da mesa da sonserina e recomeçou a batalhar contra os comensais.

Ao longe, ninguém havia percebido, mas aquele que não-deve-ser-nomeado havia entrado no local, e se divertia com a cena de todos sangrando e lutando.

Ele caminhou a passos lentos e demorados até uma garota. Mas não qualquer uma. Alyson Black. Que lançava desesperadamente todos os feitiços que vinham em sua mente, acertando-os com precisão em seus alvos. O Lord das trevas admirava a garota, mas sua presença já não era tão despercebida. Muitos Alunos e Comensais o observavam, temendo suas ações a seguir.

Alguns professores já haviam reparado na presença de Voldemort ,  já os comensais e sonserinos admiravam o lorde.

A Única batalha que ainda continuava era a de Alyson e de dois comensais. Todos do salão olhavam com medo para Você-sabe-quem. Menos Harry, Hermione, Rony, Dumbledore ,os professores alguns Aurores.

Sem ninguém, nem mesmo Dumbledore ter percebido, Voldemort fez um movimento rápido,  fazendo uma barreira invisível se formar entre ele, os dois comensais e Alyson. Nem a mesma havia percebido,  mas derrepente ela voltou sua atenção para ele.

-Olá... Como a Senhorita está ?  - Perguntou ele, sua voz fria e gélida a alguns segundos atrás

-Acho que essa pergunta é muito idiota de sua parte- A garota de olhos acizentados Repondeu-o, agora o olhando com a varinha em mãos. Todos do salão ficaram surpresos com a resposta de Aly, já que ela estava em frente ao Lord das Trevas. 

Os aurores tentavam de todos os modos quebrar a barreira, mas era impossível. Alguns Comensais tentavam, sem sucesso, aparatar. Todos dentro do salão, observavam a garota de 15 anos, de cabelos castanhos escuros e olhos acizentados conversar calmamente com Voldemort ,  o bruxo mais temido.

-Se lembra de dois anos atrás? - Peguntou ele, com seu sorriso cínico em seu rosto - Quando um... amigo meu lhe visitou? 

Alyson  não respondeu, mas ela sabia do que se tratava. Da noite que ela fugiu de casa. Alyson nunca esqueceria daquela noite. Ficaria marcada para sempre em sua memória. Como, a quase morte de seu pai, e a morte de sua mãe.

-Quem silencia concente. Você lembra-se do que ele lhe disse aquela noite? - Perguntou ele, agora olhando nos olhos azuis da garota, que tinham um esquisito brilho nos mesmos. Alyson encarou-o, vendo seus olhos vermelho-sangue.

-E se sim, o que lhe importa? - Perguntou ela, a raiva era transparecida em sua voz. Seus amigos, Seu tio, Remo, Dumbledore e muitos outros prestavama atenção Na conversa, pois eles sabiam, que se tratava do dia em que Alyson fugiu.

-Esse dia chegou - Ele falou,  ficando a menos de 1 metro de distância de Alyson. Mas ela, diferente dele, apontava a varinha firmimente para o Homem a sua frente, sem expressão alguma. 

-Saiba que eu nunca irei para o seu lado, nem que o inferno Congele - Repondeu Alyson Friamente - Ficarei ao lado daqueles que eu amo.

-Entendo, mas saiba que esta escolhendo o lado errado... - Começou elê,  mas ela o interrompeu 

-Cabe a mim escolher o meu lado

-Perfeito, se assim deseja, Crucio- Disse ele ,  Apontando a varinha para ela. Mas diferente do que qualquer um podia esperar, Alyson não caiu no chão, não Gritou, a única coisa que todos virão, foi uma pequena lágrima escorrer pela sua pele macia. Seus olhos demonstravam dor e angústia, mas raiva era o que mais dominava seus olhos. Isso era perceptível, mas seu corpo estava parado,  Aly não mexia se quer um músculo. Após 30 segundos a dor sumiu. Ela encarou Voldemort, que estava surpreso. Olho no Olho. Vermelho no Azul. Raiva e angústia na surpresa e desprezo.

-Como...? - Começou ele, mas na conseguiu terminar

-Saiba, que eu nunca mudarei o meu lado.  Eu posso morrer, mas morrerei por aqueles que eu amo, morrerei, lutando. - Sussurou a Garota, foi apenas um sussuro, mas sua voz ecoou  por todo o salão principal.

-Certo, mas saiba.... "Três delês voltaram, aquela que tem o poder para ajudar "O Eleito" , sofrerá muito até chegar a hora. Cada um daqueles que se levantara, a dor vira, e apenas "a eleita" saberá ajudar. Ninguém saberá, mas ela, tem poderes desconhecidos, raros mas conhecidos. Se perguntar ,  nunca saberá,  se souber basta perguntar. 

Ninguém sabia o que dizer. A Profecia, só Alyson a ouvirá, e todos do salão observavam atentamente tudo. Voldemort e seus comensais aparataram. O escudo que estava em volta de Alyson e O Lord ,  se desmanchou. Mas antes de qualquer coisa, Alyson,  Simplesmente,  desmaiou.

Todos os pensamentos estavam a tona, todas as células do seu corpo estavam estavam movimentos rápidos, seu sangue corria por sua gurias veias, adrenalina era alta, mas aquela simples profecia, fez seu mundo parar, por quê ela havia entendido a profecia. "O Eleito" era Harry, seu melhor amigo. Já " A eleita" , que ajudará o eleito, era ninguém mais ninguém menos que ela.

Ela era "A Eleita"









Notas Finais


Fatos aqui:

A Profecia eu inventei beleza?

"Três deles voltaram..." Gente, viu dar spoiler, Três mortos voltaram!

Comentem sobre quem vocês acham que serão os 3 mortos.

Bye bye
LCP1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...