História A garota dos Vampiros - Capítulo 87


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Jenna Sommers, Jeremy Gilbert, John Gilbert II, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Matt Donovan, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore
Visualizações 109
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Beijao para AnaBeatriz04 ❤❤❤

Capítulo 87 - Sozinha...


Foi uma viajem bem tranquila, se considerar que eu tentava a todo instante fingir que Klaus não estava ali, híbrido maldito que destruiu a minha vida.

Mas esquecendo todo o odio, depois de longas horas eu estava na nao tão pacata Mystic Falls, mal sabia eu dos pesadelos que me aguardavam. Depois de mais uma discussão com Klaus, tudo o que eu queria era ir para casa, queria ver Elena , o único vestígio de família que me restara por aqui, consegui que me deixassem em casa. Eu precisava de um tempo para me entregar ao que me restara de sentimento.

Elena não estava em casa como eu já esperava, mas assim que Fechei a porta me isolando dos olhares dos irmãos preocupados que me observavam do carro, eu senti; e como desejei não ter sentido, quantas vezes uma pessoa que eu amava havia me recebido ali naquela mesma sala, a sensação de voltar e ser forte depois da morte de meus pais, e depois que perdemos a Jenna, dividiamos o mesmo luto com Rick, o mais perto que tive de um pai dentro desse ano conturbado, como tudo isso podia ter acontecido? E agora o que eu era? Um ser imortal, que sentiria isso para sempre. Sequei as lagrimas que saíram sem permissão, havia uma pessoa que estava passando pelo mesmo problema que eu, e agora ela teria que saber que ao menos estaríamos juntas para sempre.

Subi ao meu quarto tentando ignorar todo o vazio e silêncio, por um lado era ate um pouco de sorte a casa estar em meu nome e dos meus irmaos, me troquei rapidamente, quase desesperada para sair dali, com tudo terminado, finalmente pude sair.

Caminhei ate a casa dos Salvatore, sem pressa, só pensando e sentindo o frio gélido da madrugada em minha pele, uma garota de 17 anos deveria temer, mas agora eu era quase indestrutível, como eles reagiriam a minha transformação? Com certeza ficariam muito irritados até poderem entender que foi necessário, mas e depois? Sera que eu seria bem aceita? Ou me tratariam como uma pirralha?

Pensamentos, pensamentos, o caminho se passou quase imperceptível, e logo eu estava ali, em frente a conhecida mansão.

Toquei a campainha e esperei, sera que me atenderiam? Eu devia ter ligado antes...

Stefan abre a porta, e ficou em silencio por alguns segundos ao me ver 

-Oi Stefan - digo sorrindo, tentando parecer natural, seria mais difícil explicar minha situação do que eu esperava

-O-oi... - ele estava sem reação - Entra...

Ele diz abrindo espaço para mim.

-Espero não estar atrapalhando Stefan, eu sei que esta tarde, mas é que acabei de chegar - digo entrando na casa e andando na frente de Stefan

-Nicole... - ouvi meu nome, não sendo chamado, era mais uma surpresa

-Caroline? - ela estava em pé, no meio da sala - To atrapalhando? - pergunto à Stefan

Stefan encarava Caroline com uma expressão muito séria.

-Na verdade não! - Caroline responde - Você andou sumida... - seu tom de voz não era normal

-Eu quero falar com a Elena, podem chamar ela pra mim? - peço me sentando no sofá

Os dois se entre olham por alguns segundos

-Nicole, me conta, onde você esteve? - Caroline pergunta fingindo não escutar meu pedido

-Estava resolvendo questões pessoais... Não é me intrometendo, mas o que você esta fazendo aqui a essa hora?

-Eu sei que você sabe de muito, então talvez ate posso ajudar se você souber a verdade... Eu sou uma vampira agora e o Stefan esta me ajudando...

-E você diz assim para qualquer pessoa? - pergunto descrente

-Você não é qualquer pessoa não é verdade? - ela da um sorriso nervoso.

-Bom você não é a única que tem novidades então - encarei Stefan - Eu... - dei de ombros

-Você não esta falando serio! - se a expressão de Stefan era séria antes, não sei descrever o que era agora

-Foi preciso, e é uma longa historia, então se puder chamar a Elena...

-Nicole, - Caroline me chama cautelosa - Você é uma vampira recém criada, assim como eu, e ... Eu sei bem como você sente as coisas, mas você tem que ser forte.

-Tenho que ser forte? Como assim? O que foi que aconteceu? 

-Elena e Damon... Eles foram embora da cidade, sem dar explicações, ela ficou muito mal e...

-E aquele idiota usou a influência que tem sobre ela pra fingir que ia ficar tudo bem! Eu não acredito nisso. Para onde ela foi? - eu estava muito irritada

-Nós não sabemos Nicole. - Stefan responde

-Eu não acredito! - digo saindo como um vulto pela porta

Ela deveria ter deixado alguma pista em casa, ate tentei ligar em seu celular e do Damon, sem nenhum sucesso. Corri para casa, e em alguns poucos minutos avistei a minha casa, as lagrimas se faziam presentes mas eu não lutaria contra elas, não perderia minha irmã assim. 

Chegando em casa, acabo me chocando com alguém, a visão embaçada causou o pequeno desastre com a pessoa que estava parada em minha porta, senti apenas as maos fortes me segurarem

-Nicole? - reconheço a voz de Klaus - Eu queria falar com você.

Me solto dele sem responder, entro em minha casa e ele vem atrás

-O que você quer? Seja rápido. - paro de costas para ele, não deixaria que me visse assim.

-Vou ser direto. 

-Por favor. - respondo friamente

-Nicole, por que você mudou em relação a mim depois da transformação?

-Não sei do que esta falando

Sinto sua aproximação.

-Você sentia algo por mim, eu sei que sentia, mas agora, quero saber o que mudou.

Eu não acredito que ele estava fazendo isso, não estava na hora, o encarei permitindo que visse meu rosto molhado

-E mais uma vez Klaus Mikaelson só pensa em si mesmo não é? Eu estou passando por um problema que você me causou...

-Você não pode ficar me culpando para sempre por isso Nicole!

-Não Klaus! Eu deveria sim, mas não estou, você causou tudo, mas para de pensar só em você por um segundo... Eu perdi tudo, estou completamente sozinha agora, e tudo por causa daquela droga de ligação que a Elena tem com o Damon! 

-Ligação? 

-É! Tudo porque ele a transformou, é como se ela sentisse a obrigação de fazer tudo o que ele pede.

-Como isso funciona? 

Revirei os olhos

-Ela sentia algo por ele e ele a transformou

-Não pensei que isso pudesse realmente acontecer...

-E agora ela foi embora com ele, e ninguém sabe onde estão... - digo me afundando no sofá

-Nicole... Ela vai voltar... - balanço a cabeça negativamente, ele se abaixa em minha frente olhando em meus olhos - Eu prometo, Nicole, eu prometo, eu vou fazer de tudo para encontra-la.

O encarei sem dizer nada.

-Não me deixa aqui sozinha... - peço de cabeça baixa

-Eu vou ficar aqui com você. - ele se levanta e se aconchega ao meu lado, não era como se eu sentisse o mesmo que antes, mas não suportaria ficar só, e como ele prometera, eu sabia que ele me ajudaria.


Notas Finais


Segundo capitulo hoje em U.u
O que estão achando? A Nicki sofre tanto não e? 😟


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...