História A Garota Errada - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags A Garota Errada, Camren, Fifth Harmony, Larry, One Direction
Exibições 3.711
Palavras 2.534
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI OI OI OI OI!!!!
#HAPPYCAMRENDAY

Capítulo 27 - O juntar.


Fanfic / Fanfiction A Garota Errada - Capítulo 27 - O juntar.

[a/n: FELIZ CAMRENDAY!!!!!!!!!!!!!! 4 anos sendo iludida mas ainda estou aqui firme e forte. Capitulizinho para comemorar.]

 

Narrador pov

Contar para as pessoas mais importantes de sua vida que está saindo com alguém é algo grande demais para ser levado na brincadeira, essa simples atitude pode ou tornar tudo magicamente mais perfeito ou arruinar totalmente quaisquer que fossem as suas chances desse tal relacionamento dar certo. 

Vários fatores influenciam na hora de ver se um relacionamento vai dar certo e um deles com toda certeza é ter a "benção" de seus amigos e parentes. Bem, nossas protagonistas ainda não haviam dado um nome explicativo para a relação que estavam tendo então a parte dos parentes seria precipitada demais, porém já passara da hora do que quer que estivessem tendo ser contado para seus amigos. Elas não tinham como evitar isso.

 

- Como vai fazer isso? - Pergunta Camila enquanto veste suas calças pela manha, no quarto o de Lauren, que estava no banheiro secando os cabelos.

- Que? - Pergunta por não conseguir ouvir devido ao secador de cabelos.

- Como vai fazer isso? - Fala mais alto dessa vez.

- Que?

- Droga. - Camila diz enfiando os tênis sem amarrar, logo rumando para o no banheiro com Lauren; a artista entrou sentou-se no vaso sanitário para amarrar os calçados enquanto a outra secava os cabelos se olhando no espelho. - Perguntei: como vai fazer isso?

- Fazer o que? - Pergunta claramente confusa.

- Contar aos seus amigos. - Explica-se enquanto amarra os tênis.

- Tem alguma maneira específica além de chegar e contar? - Pergunta Lauren.

- Não, digo, sei lá. - Suspira. - Pretende contar o que a eles?

- Contar que estou saindo com você, simples assim.

- Está bem, mas vai contar o que? - Lauren ri da insistência da mais nova.

- Camila, porque essas perguntas? - Pergunta após desligar o secador e guarda-lo no armário embaixo da pia.

- Como assim? - Dá de ombros.

- Até parece que vai pedir permissão ao papa. - Brinca.

- Não é isso. É só, sei lá... - Respira fundo.

- Só sei lá? - Lauren abaixa-se ficando mais na altura de olhar de Camila; apoiando as mãos nos joelhos da artista.

- Não quero que seus amigos pensem que sou uma esquisita que você trocava mensagens.

- Você é uma esquisita que eu trocava mensagens. - Lauren dá risadas e Camila revira os olhos.

- Idiota, você me entendeu. - Nega, mas deixa um sorriso escapar.

- Hey, relaxa, okay? - Diz após respirar fundo.

- Você me dizendo isso é quase hilário. - Olha nos olhos de Lauren. - É idiota eu estar nervosa?

- Eu nem entendo porque está nervosa, não é como se fossemos todos nos conhecer hoje... Bem tecnicamente, todos nós já meio que nos conhecemos. - Diz Lauren perdendo-se em seu raciocino. - Bem, a questão é que, não tem com o que se preocupar.

- Lauren, você é mais velha, seus amigos são mais velhos, vocês são mais adultos. Você tem até um aspirador de pó, eu, literalmente, varro a minha poeira para debaixo do tapete. - Lauren ri. - Não ri, não é piada.

- Ninguém liga para o que você faz com a sua poeira. - Brinca mas Camila não ri; segura o queixo da artista na ponta de seus dedos. - Eles vão gostar de você.

- Como sabe?

- Porque eu meio que gosto de você. - Camila sorri.

- Meio que gosta? - Diz levantando as sobrancelhas, entrando novamente eu seu clima brincalhão.

- Só meio que gosto, então não se ache. - Lauren deixou um beijo no nariz de Camila. - Agora vamos porque eu tenho aula em trinta minutos.

- Espera, que horas são? - Pergunta puxando o pulso de Lauren para olhar as horas. - Meu Deus, estou atrasada pro café da manhã. - Levanta e sai correndo pelo quarto de Lauren enquanto juntava suas coisas; Lauren vai atrás tranquila. - Eu tenho que ir.

- Você precisa... - Camila interrompe a fala de Lauren dando-lhe um rápido beijo nos lábios.

- Nos falamos mais tarde, boa sorte com seus amigos. - Sai correndo deixando Lauren sozinha.

- ... Comprar um relógio. - Lauren dá de ombros falando sozinha antes de ir terminar de se arrumar.

 

**

 

Camila adentrou a cafeteria de sempre meio as pressas já que queria ter tempo de conversar com ambos os amigos antes de que tivessem de ir para suas aulas, ela iria contar ali mesmo.

 

- Oi, oi, oi. - Diz Camila sentando-se a mesa da cafeteria, com seus dois melhores amigos. - Desculpem o atraso.

- Desde quando ela se desculpa? - Pergunta Harry para Dinah.

- Não sei, ela anda tão educada ultimamente que até parece outra. - Responde Dinah.

- Vou perguntar só uma vez dama, quem é você e o que fez com a Karla? - Pergunta Harry apontando uma rosquinha para a artista.

- Uou, uou! Calma cowboy, abaixa o donut. - Camila ri assim como o amigo. - O que pediram?

- Rosquinhas e panquecas, ah e suco de laranja que eles estão demorando uma vida para trazer. - Responde Dinah, claramente impaciente.

- Oba, tava querendo panquecas hoje. - Diz Camila já atacando.

- Bem, queria aproveitar a nossa linda tradição da amizade para expor algo. - Diz Harry.

- Por favor não quero ver foto de nenhuma pinta que você tem na bunda, de novo. - Diz Dinah.

- Relaxa aí, ninguém além de uma pessoa vai ver essa bundinha por um longo tempo. - Fala deixando-as confusas.

- O que isso quer dizer? - Pergunta Camila enquanto comia suas panquecas; ambas olhavam curiosas para o garota cabeludo.

- Eu estou oficialmente fora do mercado. - Gesticula com as mãos.

- UKE? - Pergunta Camila após tossir algumas vezes, se engasgando.

- Meu Deus, dá água pra ela. - Diz Dinah enquanto Harry dá água para artista; que logo estava bem. - Harry explica isso melhor.

- Louis e eu estamos saindo a um tempo já, vocês sabem. Ontem tivemos um jantar bem bonitinho lá em casa e agora estamos namorando. É oficial, não sou mais encalhado.

- Harry, eu estou tão feliz por você. - Abraçou de leve o amigo. - Vai ser ótimo ter o Louis no grupinho.

- É, adoramos ele, é comédia pura. - Diz Camila. - Se você está feliz, eu estou feliz.

- Obrigada meninas. - Diz Harry.

- Eu tenho uma coisa pra dizer também. - Diz Camila.

- Ta bom, mas diz logo que eu tenho aula daqui a pouco. - Diz Dinah já se levantando e arrumando suas bolsas e matérias.

- Okay. - Respira fundo, deixando de lado os talheres. - Eu estou saindo com alguém também. - Dinah sentou-se novamente sem nem pensar; ambos Dinah e Harry possuíam bocas abertas e olhares espantados. - Esse é o momento que vocês dizem que estão felizes por mim e blá, blá, blá. - Sorri nervosa.

- Quando isso aconteceu? - Pergunta Harry catatônico.

- Eu sabia, eu sabia, eu sabia! - Diz Dinah finalmente confirmando o que vinha pensando. - Quem é? E como isso aconteceu?

- Pensei que tinha aula? - Pergunta Camila ao ver a amiga se fazer confortável em seu assento.

- Esquece a aula. - Gesticula com as mãos. - Conta.

- Conta tudo nos mínimos detalhes. - Diz Harry.

- Okay, tudo começou meses atrás lá quando eu enviei aquela mensagem errada...

 

Enquanto Camila explicava para seus amigos como havia chegado nesse relacionamento com Lauren, a nossa arquiteta havia passado a manhã toda fazendo o que era treinada para fazer: arquitetar. Porém ela não estava arquitetando nenhum prédio ou casa mas sim uma maneira de abrir-se com seus amigos sobre estar saindo com alguém.

Todos já sabemos que essa nossa protagonista em questão não é muito boa quando o assunto é falar sério sobre seus sentimentos ou sobre coisas profundas, ela tende a guardar para si então em sua mente, essa conversa seria um total desastre.

 

- Oi pensativa. - Diz Louis ao pé do ouvido de Lauren.

- Você viajou amiga. - Diz Lucy.

- Desculpa, eu estava só pensando... - Lauren e seus três amigos estavam almoçando juntos. - Okay, eu preciso falar algo. - Solta a frase do nada interrompendo o papo dos amigos. - Sei que estamos aqui para comemorar Louis estar namorando mas eu preciso contar uma coisa. - As mãos da garota suavam de nervoso.

- Meu Deus mulher você está mais pálida que o normal. - Comenta Louis.

- Eu não achei que isso fosse possível. - Diz Veronica bebendo de seu vinho.

- Vero, seja legal com a amiguinha. - Brinca Lucy antes de voltar-se para Lauren. - Querida, você está bem?

- Estou, só não estou acostumada a conversar sobre essas coisas. Faz tanto tempo que não preciso conversar sobre essas coisas... - Diz enquanto seca as palmas das mãos nos seus jeans, por de baixo da mesa.

- Que "coisas" pra ser mais específica? - Pergunta Lucy.

- Eu estou saindo com alguém. - Solta na lata, sem mais delongas. 

- Deus ouviu minhas preces, olha que achei que ele tinha até me colocado no mute. - Diz Veronica.

- Mimi, isso é sério? - Pergunta Louis. - Porque se estiver brincando eu vou te bater, na verdade não vou porque seria crime...

- E porque ela acabaria com você. - Complementa Veronica.

- Por isso também. - Riram fazendo Lauren se sentir mais a vontade com a situação.

- Relaxa e nos conta com quem é. - Diz Louis.

- É muito estranho conversar sobre isso, a última vez que tive de falar sobre alguém foi a quatro anos atrás. - Respira fundo. - Bem, lembram da garota que mandou mensagem errada para mim alguns meses? - Assentiram. - É com ela.

- Ah não Lauren, não to querendo desmerecer relacionamentos a distancia porque acho que quem consegue é muito bravo, mas você anda precisando de mais do que sexo virtual.

- Não, esse é que é o caso. - Diz Lauren. - Ela mora aqui, na verdade estuda em Columbia também.

- Mentira? Isso é uma baita de uma sorte. - Diz sua melhor amiga, incrédula.

- E na verdade vocês já conhecem ela. - Continua Lauren; Louis sorriu na hora.

- Claro, como eu não adivinhei antes? - Diz o garoto estalando os dedos no ar.

- Adivinhou o que? - Pergunta Lucy confusa.

- A sua Camila, é a Camila do Hazz.

- Peraí, deixa eu ver se eu entendi, o seu namorado namora a mina que a Lauren está pegando? - Pergunta Veronica confusa.

- Não, idiota. - Diz Louis.

- Claro, a melhor amiga do Harry. - Diz Louis, percebendo também.

- Só eu que estou perdida aqui? - Diz Veronica levantando a mão como uma criança no meio dos amigos; Lauren resolve explicar.

- Lembra a garota da boate que você me fez beber todas para que eu tivesse coragem de ir falar com ela? Aquela que estava com o Harry e Dinah?

- Sim. - Diz Veronica ainda confusa, mesmo que menos.

- Então, ela é a Camila. - Conclui Lauren.

- Puta que pariu Jauregui, você foi de 0 a 100 na escala de peguete hot agora.

- Como é que é? - Pergunta Lucy para a namorada; franzindo as sobrancelhas.

- Você é 1000 mil, amor. - Corrige-se fazendo todos a mesa rir.

- Aham. - Lucy ri. - Você está bem com ela? - Pergunta para Lauren.

- Estou sim, já nos conhecemos por mensagem faz bastante tempo então eu não sinto como se estivesse iniciando um relacionamento com alguém desconhecido. Não tem toda aquela tensão, me sinto confortável e feliz.

- Então estou feliz que tenha encontrado alguém que te faz bem Lauren. - Ambas sorriram.

- Eu também. - Louis sorri. - Eu te disse que essa garota ia mudar sua vida se deixasse a mente aberta e, vejamos, eu estava certo.

- Você sempre está. - Diz Lauren apoiando a cabeça no ombro do amigo sentado ao seu lado.

- Então espera. - Interrompe Veronica, que ainda estava tentando entender a situação. - A garota com quem você você trocava mensagens estava bem aqui em baixo de nossos narizes esse tempo todo?

- Pois é. - Diz Lauren bebendo sua limonada de canudinho. - Cruzamos com ela milhares de vezes. - Veronica solta uma risada nasal.

- Cara, o destino não brinca em serviço. 

- E as coisas estão mudando. - Comenta Louis.

- Para melhor. - Diz Veronica, ela então comenta levanta sua taça. - Um brinde, as boas mudanças. - E todos a seguem no brinde.

 

O resto do dia havia sido ocupado para ambas as garotas, Lauren passou a tarde trabalhando em seus projetos de fim de semestre e Camila teve de assistir algumas palestras.

Agora era fim de tarde e Camila estava sentada em um dos bancos em frente a estatua alta metter, desenhando aquela grande biblioteca. Ela adorava como a luz do sol iluminava o prédio enquanto se ia embora; e mesmo que a artista e Lauren não estivessem juntas a muito tempo, ainda sim, nossa arquiteta já sabia as coisas que Camila adorava fazer.

 

- Isso está lindo. - Diz Lauren surgindo atrás do banco em que Camila estava sentada, comentando sobre o desenho que a outra fazia em seu caderno de rabiscos.

- Por Deus Lauren, me assustou. - Diz levando a mão ao peito.

- Sou tão feia assim? - Faz a volta sentando-se ao lado da artista, enquanto a mesma deixava seu caderno de rabiscos ao lado sobre o banco.

- Idiota. - Diz rindo.

- Aqui. - Lhe entrega um dos copos de café que tinha em suas mãos. - É chocolate quente.

- Muito obrigada. - Camila pega seu copo. - Pensei que não nos veríamos mais hoje. - Diz após beber de seu achocolatado.

- Surpresa. - Bebe de seu café.

- Como sabia onde eu tava?

- Sou boa com palpites e probabilidades.

- Incrível como você transforma tudo em matemática. - Riram. - Você contou?

- Contei sim. - As garotas encaram o prédio a frente. - E você?

- Também. - Ambas sorriram ainda sem se olhar. - E agora?

 

A resposta de Lauren foi simples e sem usar de nenhuma palavra, ela apenas passou um dos braços ao redor de Camila trazendo-a para mais perto de si. Então ambas ficaram em silêncio enquanto observavam o dia acabar enquanto que para elas, as coisas só estavam começando. 

O destino pode até ter traçado as linhas para as nossas protagonistas mas quem andou a estrada mesmo que lentamente, foram elas. Mas agora que tudo está as claras, eu lhes pergunto: o que acontece quando duas estradas são transformadas em uma só? Não sei vocês, mas eu imagino muito congestionamento á frente...

 

"Tem gente que chega e muda os planos da gente, e que faz a nossa vida caminhar pra frente... - Nosso Santo Bateu by Matheus e Kauan"

 


Notas Finais


Todos sabem de camren, agora é juntas os caminhos e rezar para que tudo siga bem...

ps: sorry se fiquei afastada um tempo mas é que andei bem ocupada mas não vou ficar aqui falando dos meus problems pra vocês né kkkkk Enfim, desculpa gente e obrigada por serem compreensivos.

twitte.com/linhocas ou #agefic lá no twitter.

Beijos, Lina


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...