História A Garota Possessiva - Capítulo 24


Escrita por: ~

Visualizações 36
Palavras 2.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Capítulo 23


Sofia Carson's POV.

Resolvo ir até um bar,beber talvez  e esquecer o assunto do Justin. Seria bem melhor.

Assim que chego no bar vejo Zayn sentado conversando com o barman ele sorria como nunca.

Vejo seu olhar parar em mim e com um sinal ele me chama para perto dele.

- Tudo bem Sofia?- Perguntou  Zayn.

- Ah... Eu estou bem,obrigada.- Respondi olhando para os lados.

- Você está estranha Sofia eu te conheço.- Ele insistiu.

- Eu estou bem porra só quero beber.- Falei alto e o barman logo em seguida pegou um copo de whisky.

- Muito obrigada.- Falei ao barman piscando.

- Para de piscar pro barman Sofia.- Zayn falou bufando. Revirei os olhos.

- Por que eu deveria?.- Perguntei franzi o cenho.

- Porque isso me deixa extremamente estressado.- respondeu óbvio.

- E o que você fez comigo me traindo? Me deixou como Zayn?.- Perguntei o encarando mudando incompletamente de assunto e eu havia tomado uns quatros copos.

- Sofia... - suspirou. - É passado, quem vive de passado é museu.- respondeu com um sorriso sínico. - E eu me arrependo entendeu? - disse ele.

- Hey, enche mais um.- Pedi ao barman ignorando totalmente a presença dele ao meu lado.

- Sofia, você já bebeu de mais.- Zayn falou me encarando.

- Me deixa porra.- Respondi de saco cheio.

Vi Zayn sair do bar e eu fiquei sentada bebendo, eu realmente queria esquecer o babaca do Justin, mas isso é impossível.

Vi dois caras se aproximarem de mim.

- Ei gatinha.- Um falou.

- Que porra é essa?.- Perguntei já irritada. Já basta o Zayn encher o saco e agora vem dois caras. 

- Moh Gatinha...- começou. - Essa ai é uma fera bro... É assim que gosto.- O outro falou vindo em minha direção.

- Kenny,essa é toda sua.- Um deles falou e eu fechei a cara. Mas que merda, não tenho cara de troféu pra ser entrega de mão em mão.

- Acha que eu sou um objeto babaca?.- Perguntei me levantando e jogando a bebida na cara de um.

Pude ver ele fecha a mão como se fosse me dar um soco e eu apenas o encarei esperando que viesse.

- Se você é homem, me bate desgraçado.-  Gritei batendo na mesa. 

Zayn Malik's POV.

Eu sai da boate muito puto, Sofia estava insuportável, mas ainda era minha.

Ouvi gritos de dentro do bar e resolvi entrar novamente.

Quando entrei, vi uns caras querendo bater em Sofia e imediatamente corri e acertei um soco na cara de um.

- Se manda otário.- Gritei.

- Sai dai babaca.- Um deles falou e meu sangue ferveu.

Antes que eu pensasse em acertar um novo soco na cara do desgraçado,um deles me segurou por trás e o outro me deu um soco.

Pude ver Sofia vir até nós e sacar uma arma, eu congelei na hora e ela soltou um sorriso maléfico.

- Larga ele filho da puta.- Sofia falou apontando a arma.

Na mesma hora os caras me largaram assustados e correram.

- Sofia...- soltei um alívio.-  Você evoluiu.- Falei rindo, logo ela guardou a arma.

- Eu ando preparada querido.- Ela respondeu irônica.

Eu estava morrendo de vontade de beija-la, eu tinha que fazer isso, ela é a fonte de energia que preciso.

Sofia Carson's POV.

Vi Zayn pensativo e resolvi perguntar. 

- No que tanto pensa?- Perguntei curiosa. É a bebida está fazendo efeito mais tenho consciência.

- Em você.- Ele respondeu e eu estremeci. Droga.

Ele olhou em meus olhos profundamente  e se inclinou rapidamente em minha direção. Fiquei  paralisada, meu coração acelerou.

Pude sentir os lábios de Zayn tocarem os meus e lentamente ele envolveu sua mão direita em meu pescoços e antes que o beijo começasse ele sussurra em meu ouvido.

- Eu ainda te amo Sofia.

Antes que eu pudesse falar algo, sua língua abre caminho entre meus lábios. Eu o beijo mesmo com meu pensamento em  Justin eu não consigo resistir e o correspondo.

Ele termina o beijo e se levanta.

Zayn sai me deixando sozinha no bar. E eu ainda continuo paralisada pensando no que acabou de acontecer e eu resolvo pedir um táxi e ir para casa.

Cheguei e logo subi para tomar um banho, relaxar e me acalmar ,meus pensamentos estavam em Justin e em Zayn ao mesmo tempo. Eu estava confusa de mais e a bebida está me deixando enjoada.

Ouvi alguém bater na porta, me enrolei na toalha e fui atender. Me surpreendi ao ver Zayn parado na frente da porta me olhando de cima a baixo.

- O-o-o que faz aqui?- perguntei gaguejando.

- Ah,vim dar boa noite.-Ele respondeu me olhando. Isso só pode ser uma brincadeira.

Antes que eu fechasse a porta ele a empurrou e me jogou contra a parede envolveu suas mãos em minha cintura, eu estava definitivamente sem  fôlego.

A toalha na qual eu estava enrolada começa a descer. Zayn começa a me beijar selvagemente e eu o correspondo arranhando suas costas e ouço um gemido sair de seus lábios.

- S-Sofia.- Ele susurra.

Ouvimos alguém bater na porta e imediatamente ele me solta.

- Sofia, está ai?.- Cam chamou.

- A-a-ah.... Estou sim maninho, eu estou descansando.- Falei tentando voltar ao normal.

Zayn me olha sorrindo malicioso e seus olhos descem até meus seios que eu faço questão de cubrir rapidamente com a toalha. E então meu irmão sai. 

- Zayn...- suspirei. - Nós não dev...- Falei mas logo fui interrompida.

- Sei que você me ama e me quer Sofia.- Ele fala sorrindo malicioso.- Tanto quanto eu te quero agora nesse exato momento. 

- Zayn eu não posso...- Falei novamente fechando os olhos e logo abri. 

- Sofia, o esqueça.- Zayn falou cruzando os braços.

- Não Zayn, não.- falei com raiva. - Se veio pra fazer graça eu sugiro que vá embora. - falei o encarando. Zayn estava pouco distante de mim mais eu estava encarando ele mordendo os lábios. 

Eu não conseguia resistir, Zayn  era incrivelmente gostoso.

Fui em sua direção rapidamente e a puxei para mim lhe dando um beijo cheio de desejo. Logo em seguida joguei na cama e ele me encarou sapeca.

Subi em seu colo e rebolei fazendo com que ele ficasse excitado. 

- Porra Sofia.- gemeu. 

- O que?-  Perguntei me fazendo de desentendida.

- Nada.- Ele respondeu me olhando e logo me puxou para me beijar.

Senti suas mãos tocarem o bico dos meus seios e os amaciando lentamente , em seguida ele colocou a boca em um deles e eu acabei soltando um gemido.

Cada vez ele apertava mais e isso fez com que eu puxasse seu cabelo.

- Z-zayn... Ooh... Porra,eu não tranquei a porta.- tentei o alertar.

- Que se foda. - Falou ele cheio de desejo. - Eu te amo Sofia.- Ele sussurrou em meu ouvido, em seguida depositou um beijo em meu pescoço.

Justin Bieber's POV.

Eu estava quase chegando na casa dos pais de Sofia, eu mal podia esperar para beija-la e fazer uma supresa. Mas logo os pensamentos me invadiu. Por que ela me bloqueou? Perguntei para mim mesmo.

Estava um trânsito enorme e provavelmente eu chegaria lá apenas de noite, mas me tranquilizei, eu estaria com Sofia.

- Eu a amo porra.- Falei alto.

4 horas depois.

Finalmente eu estava em frente a casa dela.

Toquei a campainha e vi uma senhora muito bonita por sinal me atender.

- O que deseja?.- Ela perguntou.

- Ahh... Sofia está?.- Perguntei curioso. – Sou Justin, ela deve ter falado de mim a vocês. - sorri sem jeito.

- Ah.. Sim Justin entre, Sofia falou muito de você, sou Phoebe,a mãe dela.- A mulher falou alegre.

- Eu fico feliz em saber, eu estava morrendo de saudades dela.- disse tentando suar simpático.

- Justin,bro.- Ouvi Cameron me chamar.

- Oow... E ai bro.- Respondi com um sorriso.- Sofia está aonde?- Perguntei.

- Bom,ela falou que estava descansando, mas pode subir,ela vai acordar rapidinho com você.- Cameron respondeu soltando um sorriso malicioso. Dei uma risada. Garoto pervertido.

- Sobe as escadas e entre na terceira porta, a direita.- Dona Phoebe falou simpática. Assenti e fui em direção as escadas como Phobe falou e encontrei a terceira porta direita.

Eu estava tão feliz ,eu iria reencontrar Sofia, porra.

Eu peguei uma caixinha com um anel em meu bolso e abri a porta do quarto. E tive uma surpresa. Me paralisei por completo vendo uma cena que eu jamais esperei em toda a minha vida.

Sofia estava com um cara, totalmente nua se beijando.

- QUE PORRA É ESSA SOFIA?.- Gritei e ela logo deu um pulo assustada e se cobriu imediato.

- J-Justin.- Ela respondeu.

O desgraçado  me encarou sorrindo e minha vontade era arrebenta-lo.

- Eu confiei em você caralho.- Falei colocando o rosto entre as mãos. Tentei me controlar. Mas era impossível. Senti um vazio tão enorme. Uma tristeza, raiva. Tudo junto. 

- Justin por favor, não é o que parec...- Sofia falou,mas eu a interrompi.

- Não quero suas explicações porra, agora quem  fala sou eu.- Gritei e ela me olhou assustada.

- Não grita com ela babaca.- O filho da puta falou e meu sangue ferveu.

- CALA BOCA DESGRAÇADO.- Gritei. - EU TO FALANDO COM ELA E NÃO COM VOCÊ. 

Vi ele se encolher. E então olhei para a Sofia que estava começando a chorar, dei um olhar tão, mas tão frio para ela e ela chega engoliu em seco.

- Porra Sofia, você já foi traída e sabe como é a porra da sensação...- comecei.- Como é dolorido..- falei colocando a mão no peito. -  E você fez a mesma coisa que esse desgraçado fez com você.- Falei tentando me acalmar.

- Justin, você que começou. Não venha ser a vítima .- Ela gritou e fiquei sem entender. E então ela continuou. - Você estava com uma vagabunda, Olivia, na sua casa, estava com ela porra.- Ela falou já com lágrimas descendo pelo rosto. 

- Você endoidou Sofia, Olivia tentou,mas eu a empurrei, porque achei que fosse sério nosso namoro.- Respondi fraco de mais.

- Eu..eu não sabia Justin.- Ela falou vindo em minha direção.

- NÃO ENCOSTA EM MIM DESGRAÇADA.- Gritei e pude ver Phoebe e Cameron subindo as escadas.- Não toque suas mãos sujas em mim. Você nunca pensa Sofia. Nunca pensa. - falei rude.

- O que aconteceu?.- Phoebe e Cameron perguntaram ao mesmo tempo assustados.

- Ouvimos gritos e nos assustamos.- falou Cameron.

-  Pergunta pra sua irmã.- Respondi olhando para a Sofia frio e logo joguei a caixinha com a aliança no chão. 

- Você destruiu tudo Sofia.- Essas foram minhas ultimas palavras.

Desci as escadas correndo e fui direto para meu carro, eu não conseguia enxergar direito por conta das lágrimas em meus olhos.

Sofia correu até mim e segurou meu braço, eu a joguei no chão e entrei em meu  carro.

- Acabou Sofia.- Gritei antes de dar partida com o carro.

Pude ver pelo retrovisor Sofia gritar meu nome,mas não liguei,eu estava magoado de mais.

Fui para hotel que estava vago naquela cidade.

Sofia Carson's POV.

- Porra, o que eu fiz.- Gritei alto em desespero,e Cameron correu até mim.

- O que aconteceu Sofia?.- Ele perguntou assustado. Mamãe estava parada confusa não sabendo de nada do que estava acontecendo.

- Eu o trai.- Respondi enxugando as lágrimas que insistiam em cair.

- Porra Sofia.- Cameron falou grilado. 

Zayn veio até mim tentando me acalmar, mas logo lançei um olhar duro para ele. E então ele sai de perto de mim em segundo. 

- Sai daqui. - sussurrei. 

- Não. Eu não vou te deixar nessa situação.- Falou ele tentando soar preocupado. 

- Sai daqui. - repeti grossa. E então meu irmão olhou para ele e ele finalmente saiu dali. 

- Sofia, vem... Vamos subir.- Ele falou, me levando para dentro de casa. Logo um sentimento de desespero invadiu dentro de mim e logo comecei a chorar.

- O que eu fiz porra,o que eu fiz...-  Falei tentando me soltar dos braços do Cameron, mas eu estava fraca de mais para tentar sair.

- Vamos dormir Sofia, você precisa descansar.- Ele falou acariciando-o meus cabelos. E logo entrei em casa e ele me levou até meu quarto.

Fiz o que ele falou e fui para a cama, meu coração estava rompido. Meu irmão é o que eu mais tenho na vida. Ele é a minha calma.

Eu não conseguia dormir Justin invadia meus pensamentos. 

Vi uma caixinha preta jogada no chão, levantei e peguei logo abrindo e eu me surpreendi havia uma aliança e um bilhete.

Sofia ,você é razão pela qual eu estou mudando, eu te amo mais do que tudo aceita ser oficialmente minha namorada?

Terminei de ler e lágrimas desciam cada vez mais e meu coração estava apertado, mas eu não poderia fazer nada. A única coisa que devo fazer é dormir e esquecer que seja alguns minutos os problemas. Então eu dormir.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...