História "A garota que não sorri" - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance
Exibições 41
Palavras 500
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá! Eu disse que não iria demorar 😉

Capítulo 8 - "No"


Fanfic / Fanfiction "A garota que não sorri" - Capítulo 8 - "No"

 

Hoje eu vou para a escola, mesmo sem estar com vontade

~Quebra de tempo~

Agora começa a aula de história, que no meu ponto de vista é a mais chata.

Alguém bate na porta. Todos os alunos compareceram. Quem será?

-Entre -O professor falou 

-Licença professor -O diretor? -Ontem um de seus alunos foi até minha sala e disse que o senhor estava me chamando. Era uma brincadeira de mal gosto

-E quem era o aluno? -Perguntou o professor 

-Matthew. Ele está?

-Sim. Matthew, posso saber porquê fez isso?

-Não -Matthew respondeu rápido 

-Me respondeu? -O professor parecia bravo 

-Não 

-É só isso que sabe falar?

-Não

-Matthew -O diretor entrou na conversa -Vamos para a diretoria 

-Não -Falou bem baixinho

-Disse algo?

-Não

~Quebra de tempo~

Matthew volta para a sala como se nada tivesse acontecido 

-Ei Matt -Falei -O que aconteceu? 

-Nada de mais -Respondeu -Só recebi um monte de sermão 

-O que foi fazer na diretoria?

-Pegar seu endereço para saber porque você faltou

-Então esse é os "seus pulos"? -Riu

-Fiquem quietos! -O professor grita

~Hora da saída~ 

Acabo de guardar meu material e vou para fora. Lá vejo Matthew conversando com uns garotos. Novos amigos?
O mesmo me vê e corre até mim

-Quer sair comigo? -Perguntou 

-S-sair?

-É, sair

-Quando? -Perguntei

-Hoje, agora

-Para onde?

-Sei lá, vamos andar até chegarmos em um lugar. Se o seu padrasto ficar bra- O interrompo 

-O Paul não manda em mim. Se ele quiser gritar com alguém, ele que grite com as paredes

-Então, vamos?

-Partiu! -Falei

Saímos andando até um certo ponto. Quando nos olhamos e começamos a correr, foi muito bom, parecia que quando eu corria eu estava livre.

Paramos quando chegamos em um lugar onde tinha uma pedra (Tipo uma montanha, sabe?) enorme

-Vamos subir? -Perguntou Matthew

-Claro que não! Não vou morrer agora. Quer dizer...

-Não tenha medo. Não vai acontecer nada com você, eu não vou deixar

-Mas.. É muito alto

-Não é tão alto. Confie em mim -Estendeu a mão 

-Mas eu não sou essas pessoas que escalam

-Minha mão está cansando! -Pego em sua mão 

-Feliz?

-Sim, muito -Piscou

Tiramos as mochilas, pego novamente em sua mão e começamos a subir. Onde estou me metendo?
Quando chegamos ao topo da pedra, nos sentamos

-Dá para ver tudo daqui! -Falou Matt

-Sim, daqui tudo fica bem menor 

-Gostou?

-Sim!

~Quebra de tempo~ 

Chego em casa e vejo a figura de Paul furioso

-Sabe que horas?! -Paul faz a pergunta e eu não respondo -São 13:30, e você sai da escola às 12:00

-Eu não devo satisfação da minha vida para um assassino!

-Por favor, me perdoe por tudo e principalmente por matar sua mãe

-Nunca. Um dia eu ainda vou arranjar provas e te pôr na Cadeia!

Vou para o meu quarto e fico mexendo no Twitter. Até então tudo bem, tirando a intensa falta de ar.
Tento gritar por ajuda mas minha voz não saía 

Novamente tudo fica escuro

[...]


Notas Finais


Tchau 👋, e até o próximo 😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...