História "A garota que não sorri" - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance
Exibições 33
Palavras 402
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá! Quando eu escrevi esse capítulo ficou muito grande, e se eu postasse tudo hoje, a fanfic iria acabar neste capítulo. Então eu dividi em algumas partes e por isso vão ter as mesmas imagens e o mesmo título

Capítulo 9 - Mourning


Fanfic / Fanfiction "A garota que não sorri" - Capítulo 9 - Mourning

 

Acordo e já percebo minha presença no hospital. Vejo também que estou respirando com a ajuda de aparelhos, suspiro e olho para o lado.

-Ei! -Sorriu simpático. Nem parece que por trás disso existe um assassino

-Por que está aqui? -Tirei o aparelho que auxiliava minha respiração e falei com dificuldade -Você vai pegar um travesseiro e me matar... Como nas novelas?  -Coloquei o aparelho novamente 

-Não! -Paul respondeu -Assim que você caiu desmaiada no chão, eu fui lá. Liguei para o hospital e agora você está aqui

-Então... -Tirei novamente aquilo. -Você me ajudou?

-Sim

-O-obrigada -Sinto meu ar acabando e imediatamente coloco aquela "troça"

Realmente fiquei impressionado com Paul, mas mesmo com toda a gentileza do mundo eu ainda vou sentir raiva dele, e ele vai pegar pelo o que fez

-Eu tenho que resolver umas coisas -Paul disse se levantando da cadeira ao meu lado -Você fica aí sozinha? -Balancei a cabeça

Olho ao redor, estou viva só por causa do aparelho. Me sinto presa, presa em um mundo que eu odeio. De repente a porta se abre, era Matt

-Matthew? -Tirei aquela coisa pela milésima vez -Como soube que eu estava aqui? -Coloquei de novo 

-Isso não importa. Por que não me disse que tinha uma doença grave? Você não podia esconder isso de mim! -Tirei o aparelho

-Podia sim. Você não precisava saber -Meu ar estava acabando -Tranque a porta

-Por quê? 

-Tranque a porta... -Repeti e ele fez o que eu pedi -Não queria que... -Pausei -Soubesse, se não ficaria preocupado

-Por que sua fala está arrastada?

-P-porque -Tentei respirar -Não tenho ar 

-Coloque isso!

-Não... Eu não quero. Ter que vir no hospital praticamente todo dia é horrível! Se e-eu morrer nada disso irá acontecer

-Não faça isso

A cada segundo me sentia mais fraca. Já está na minha hora

Matthew's POV 

-Por favor, Volta!! -Gritava inutilmente, até ouvir o barulho do aparelho cardíaco, Angel já estava morta 

A porta estava trancada mas conseguia ouvir os enfermeiros batendo sem parar. Começo a chorar, não queria que ela se fosse, não agora, não deste jeito.

-Ela morreu! -Falou -Irei sentir falta dela

-Por que ela não me disse? -Não respondeu -Eu ainda não acredito

-Eu também não. -Ela se levanta- Preciso ir. Qualquer notícia eu arranjo um jeito e te aviso -Falou limpando as lágrimas 

-Ok

Fico um curto tempo lá e depois vou embora

[...]


Notas Finais


Ficou pequeno né? Vou tentar postar mais um hoje. Até o próximo! 👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...