História A garota que você deixou para trás. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Melissa Hastings, Peter Hastings, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Veronica Hastings, Wren Kingston
Tags Pll, Spencer Hastings, Spoby, Toby Cavanaugh
Exibições 81
Palavras 974
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Eu vou te encontrar


Fanfic / Fanfiction A garota que você deixou para trás. - Capítulo 18 - Eu vou te encontrar

Spencer.

Quando abri a porta e vi que era o Lorenzo, sabia que não havia nenhuma boa notícia a minha espera. Respirei fundo e perguntei.

Spencer: Onde está Toby? Você sabe. Diz Lorenzo pelo amor de Deus.

Ele perguntou se tinha alguém comigo. Então realmente a notícia não seria a melhor, havia medo em seu olhar.
Seus olhos estavam vermelhos, meu Deus por favor não seja o que eu estou pensando... Não iria suportar perder meu Toby. Insistia para que ele me dissesse logo, estava desesperada e com raiva. Emily, que estava ao meu lado fez a mesma pergunta. Então ele conseguiu falar.

Lorenzo: Encontramos a caminhonete de Toby na fronteira de Rosewood. Em chamas, tinha duas pessoas dentro. Tudo no leva a crer que era Toby e Yvonne.

A dor era mais forte do que eu conseguiria aguentar. Choro, desesperadamente. Com Yvonne? Como assim? Não posso acreditar nisso ele não fugiria... e ele morreu? É mentira não consigo acreditar isso é muito para mim.
Começo a pedir que Lorenzo fale a  verdade, a raiva me toma e começo a bater nele.
Ele para me conter me abraça e só consigo chorar.
Meu coração havia sido dilacerado. Desta vez eu não via como me recompor estava destruída e nunca mais seria a mesma.
Isso é mentira. Tem que ser.

Algumas horas depois.

Todos estavam reunidos ainda na casa de Spencer e Toby. Ezra havia ligado para o pais dela, Alison consolava Emily que questionava que não era o amigo, ele nunca faria isso. Todos não conseguiam parar de se preocupar com Spencer. Ela havia entrado em choque como da ultima vez, ... E na verdade ela so pensava em como faria para encontrá-lo dessa vez. Ela sabia que era mentira.

Ária: Spencer amiga, a gente está aqui contigo. Você tem Collins e Serena não se entregue...

Ezra: Deixe com sua dor Ária, nada do que dissermos vai mudar o que ela está sentindo.

Emily: não era Toby naquele carro. Eu sei, não era.

Lorenzo: Os exames de DNA confirmaram que era Toby... ele sussurra para que apenas Emily pudesse ouvir.

Spencer: vão embora.

Hanna: o quê? Não

Caleb: Spencer não a deixaremos sozinha.

Spencer: Eu já estou sozinha não notam ? Meu marido morreu fugindo com outra... E desta vez não é A que esta por trás. Eu estou sozinha. Toda vez que tentamos ficar juntos algo nos separa, não somos predestinados como ele vivia a falar.

Emily: Ele não faria isso Spencer, calma.

Spencer: ELE MORREU,.MORREU E ME DEIXOU SÓ... VÃO EMBORA E NÃO VOLTEM. AGORA... VÃO!!!
fala exaltada seus pais acabará de entrar e presencia a cena.

Verônica: Filha não faça isso com seus amigos eles querem te ajudar a passar por isso.

Peter: Calma Spencer, nesse momento você não pode ficar só.

Verônica: você tem um bebezinho para proteger filha, esse que está na sua barriga e que esta sentindo tudo isso. E tem Collins filha, ele vai precisar que você seja forte para mantê-lo seguro...

Spencer senta ao chão com as mãos na cabeça. Mais uma vez ela desaba... os pais correm para ajudá-la e ela os empurra.

Verônica: Precisamos chamar um psicólogo ou terapeuta eu não sei o que fazer, o que falar... diz Verônica em lágrimas .

Peter: Essa situação vai ser difícil, mas não vamos desistir Verônica.

Verônica: então chamamos um médico para ver o bebê, ela tá abalada. Isso faz mau para o nosso neto.

Spencer continuava a chorar de joelhos no chão... ela sussurrava o nome do seu amado.

Spencer: Toby, não pode ser. Toby, por favor...

As suas amigas não aguentavam vê-la naquela situação Ária, Emily, Alison e Hanna estavam em lágrimas. Spencer mal as deixavam falar...

Lorenzo vai até ela...

Lorenzo: O que você precisa? Me diga que vou atrás. Eu estou aqui para você e seus filhos e sempre que quiser me terá a sua disposição Toby... Toby era meu melhor amigo e vocês são a família dele. Cuidarei de vocês para sempre.

Ele a levanta. Limpa seu rosto.

Spencer: Agradeço suas palavras. Mas, preciso de paz. Preciso assimilar o que houve. Achar uma maneira de contar ao meu filho... quero que todos saiam. Preciso avisar a família Cavanaugh e providenciar o que for necessário para fazer um enterro descente.

Lorenzo: eu tiro todos daqui com uma condição. Que eu fique. Ficarei em silêncio e só irei auxiliar se me pedir.

Spencer: Ok.

Lorenzo chama todos para fora, estava uma noite fria, provável que fosse chover.

Lorenzo: Ela quer paz, podem ir avisarei se qualquer coisa acontecer.

Caleb: Você vai ficar? Por quê?

Alison: Ele é uma ótima pessoa só quer ajudar.

Emily: era um dos melhores amigos de Toby.

Verônica: Não posso deixá-la só. Ela é minha bebê.

Peter: voltaremos quando ela estiver melhor.

Verônica: Não Peter. Disse que não.

Peter: enquanto ela descansa, reflete cuidamos do funeral Verônica. Precisamos poupar ela de outra dor.

Spencer: Não, eu cuidarei disso. Preciso fazer isso. E minha responsabilidade. Não sou mais nenhuma adolescente.
Spencer falava com frieza que assustava a todos.

Lorenzo: Eu a ajudarei se ela pedir.

Spencer: Vão e não se preocupem.
Faltava menos de uma hora para amanhecer.

Verônica: fica bem filha. Me liga por favor.

Spencer: Ligo em breve.

Ela entra sem olhar para trás,  todos entram e seus carros para irem embora.

— já comeu alguma coisa Spencer.

— Você disse que iria ficar em silêncio.

— Preciso saber se comeu.

— Não sou sua responsabilidade.
Ela entra no quarto. Toma um banho e tenta dormir sem sucesso, então levanta e vai para a janela observar a chuva.

Seu irmãozinho está seguro só resta nós duas. Mamãe vai achar seu papai Serena e o tio Lorenzo vai ajudar, ele não precisa saber nem aele, nem ninguém isso é jogo para um!

Espero que ele esteja bem onde estiver.












Notas Finais


Gente estou sem notebook, então há alguns erros que só posso corrigir quando ele sair da assistência.
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...