História A Garota Roubada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 20
Palavras 648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oiuu 😍

Capítulo 1 - 1


Isabella ansiava que a campainha da escola tocasse. Aquela aula de francês era bastante cansativa para a pobre garota de 16anos. Isa estava bastante feliz, pois era sexta-feira e este, era o fim de semana de ficar em casa do seu pai. Ter pais divorciados não ajudou muito a garota fazendo-a fugir de casa em certas alturas. A sua mãe já a levara bastantes vezes ao psicólogo para tentar evitar uma nova fuga. Mal tocou, Isabella juntou o seu material rapidamente, ela já ía em direção à porta quando a sua professora a chamou:
-Isabella!
A garota bufou e virou-se para encarar a jovem e chata professora:
-Diga.
-Apanhei-te várias vezes distraída. -pausa -Bom, mas desta vez passa. Não tens fugido de casa pois não?
O problema era todos os professores perguntarem pela vida pessoal da garota, ela não gostava de falar sobre as suas fugas.
-Não -falou a garota baixando a cabeça
-Tens tido mais alguma complicação com as tuas crises de asma?
Isabella não entendia a razão pela qual os professores perguntavam-lhe certos assuntos. A garota não gostava de falar sobre a sua vida ou os seus problemas, ela achava desconfortável esse tipo de situação.
-Não, eu tenho andado bem.
A razão pelo qual todo o mundo se preocupa com a garota era porque: Tem os pais separados; foge de casa regularmente ; tem problemas pulmonares ; já se tentou matar ; corta-se regularmente .... Entre outros problemas.
-Já sabes, se necessitares de alguma coisa, podes sempre contar comigo.
-Obrigada -respondeu a garota com um sorriso timido
-Eu sou uma boa ouvinte querida.
Isabella estava a tentar despachar a sua professora, mas sem sucesso.
-Eu tenho de ir para casa. Ainda tenho que fazer a minha mala para ir para casa do meu pai.
-Ah! - falou a professora colocando as mãos nos ombros da garota - Vai lá então. Não quero que te atrases por minha causa.
A professora depositou um beijo nas bochechas de Isabella e a garota sempre conseguiu sair da sala. Durante o caminho até ao portão, a garota limpava a cara com a mão para verificar se o batom vermelho da professora não tinha ficado marcado na sua bochecha.
-Isabella! - Chamou Beatriz. Beatriz é a melhor amiga da Isabella. Ela deve ser a única pessoa que sabe dos medos todos de Isabella.
-Sim - falou Isabella indo na direção da amiga.
-Já ias para casa sem me dizer nada, sua estúpida! - falou Bia a fazer beicinho.
-Achas? Claro que não sua otária!
As duas garotas uniram-se num abraço. Um fim-de-semana separadas era muito tempo para as duas amigas. Beatriz era sempre a garota que ajudava Isabella nas suas fugas malucas. Apesar de tudo, Bia, sabia que a sua amiga sempre retornaria a casa.
-Traz-me um presente! - reclamou Bia
-Miga, eu só vou para uma casinha de praia com a família do meu pai, não vou para nenhum shopping! O que queres?
-Sla! Nem que tragas uma conchinha mini! Eu vou guarda-la para sempre!
As duas garotas voltaram a abraçar-se.
-Tenho mesmo de ir vaca!
-Tá sua vadia!
As garotas fizeram um comprimento estranho de despedida com as mãos.
Isabella afastava-se com a mochila às costas. Com os fones nos ouvidos e o celular no bolso pensava como encararia a família do seu pai. Ela já esteve muitas vezes com a esposa do seu pai ou com a sua meia irmã mas todas vezes que sabia que ia vê-las, a garota sentia sempre um frio na barriga. Talvez por ela achar que tinha que fazer boa figura perante a nova mulher da vida do seu pai.
Isabella estava perdida nos seus pensamentos quando sentiu um pano húmido em frente ao seu nariz e boca. Isabella só percebeu que este tinha um cheiro bastante forte, talvez fosse alcoól. Depois disso, a garota sentiu os seus olhos e pernas a falharem.


Notas Finais


✍(´ω`●)
E pronto esse é o primeiro capitulo.
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...