História A garota zuada - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Colegial, Drama, Justin Bieber, Originais, Romance
Visualizações 72
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá leitores, primeiramente eu queria me desculpar pela demora, mas é que eu fiquei sem internt por uns dias e também teve a falta de ideias.
Segundo eu queria agradecer pelos favoritos, obrigado a vocês que estão curtindo e comentando os capítulos.
Terceiro eu vou tentar postar mais capítulos e também vou capricharíamos mas ideias.
Obrigado e boa leitura para vocês 😘

Capítulo 15 - Capítulo 15


Acordei com a luz do sol me encomodando. Pisquei algumas vezes antes de abrir os olhos, assim que abri olhei em volta e cenas da noite de ontem vieram à minha mente, sorri com isso e olhei para o anel que o Justin me deu, mas não vi ele no quarto. Levantei, vesti minha calcinha e a blusa do Justin. Fui até o banheiro e passei água no rosto. Voltei para o quarto e desci para procurar Justin. Senti um cheiro de panquecas na escada e sorri ao imaginar a cena do Justin cozinhando. Cheguei na cozinha e vi a mesa sendo posta por ele, que estava apenas de cueca 

-Bom dia- sorri tímida e ele se virou sorrindo 

-Bom dia- veio até mim, me deu um selinho e me olhou de cima a baixo me fazendo corar e dá um sorrisinho sem graça- Ta com fome?- sorrindo de lado 

-Estou- me sentei com ele

Justin nos serviu. Dei a primeira garfada

-Nossa Justin, onde você aprendeu a cozinhar?- aquilo estava muito bom

-Minha mãe me ensinou a fazer algumas coisas, mas nem todas saíram tão boas- soltou um riso e voltou a comer. O café estava ótimo, mas aí eu me lembrei do meu pai

-Merda- Justin me olhou confuso- O que vou dizer para os meus pais?

-Eu liguei para a sua mãe e ela disse que vai falar com o seu pai, dizendo que você passou a noite na casa da Brianna- deu de ombros e levou os pratos para a pia 

-Minha mãe não disse nada?- perguntei com os olhos arregalados

-Não- sorriu para mim- Já disse que você fica linda com a minha blusa?- perguntou chegando mais perto 

-Não- estava mais vermelha que um tomate. Justin soltou um riso e me deu beijo

-Eu te machuquei ontem?- perguntou com seus braços a minha volta 

-Não, você foi super carinhoso- sorri e fiquei na ponta dos pés para lhe dá um selinho 

-Que bom- sorriu e me puxou para um beijo- Vamos nos arrumar, vou te levar para casa

-Já?- fiz bico- Queria ficar mais tempo com você- falei manhosa

-Prometo passar muito tempo com você, mas realmente tenho que te levar antes que seu pai comece a desconfiar de algo- sorriu e me deu um selinho 

Concordei e nós subimos. Eu vesti a minha roupa de ontem. Nós arrumamos tudo e fomos embora. No caminho fui pensando em como tudo está indo bem, parece até um conto de fadas. Nem nos meus sonhos mais loucos eu iria imaginar que o Bad boy do colégio iria me pedir em namoro. Justin está sendo muito carinhoso comigo e é tão bom estar com ele. Flashs da noite anterior vieram à minha cabeça e eu corei sorrindo feito boba. Foi tudo mágico. Nem me dei conta quando Justin parou o carro perto da minha casa, não podia parar na porta por causa do meu pai

-Te vejo amanhã Little Girl- me deu um selinho e eu sorri tímida para ele 

-Até amanhã Justin- sorri e sai do carro 

Acenei para ele e Justin saiu, sorrindo com o carro. Alguns passos e eu já estava manhã porta de casa. Entrei e vi meu pai na sala, com cara de poucos amigos 

-Onde você estava Lúcia Collins?- perguntou bravo, mas com um tom calmo 

-Estava na casa da Bry, passei a noite lá. A mamãe deixou- estava um pouco nervosa, mas não iria demonstrar isso 

Ele me olhou com o maxilar travado e saiu, pisando forte. Escutei a porta do seu escritório bater com força me fazendo arrepiar

-Mãe?- chamei e ela disse que estava na cozinha. Fui até lá e vi ela fazendo o almoço

-Eu sinto muito, mas é que o seu pai não é um homem fácil- sorriu de lado 

-Tudo bem- sorri e abracei ela- O que tem para o almoço 

-Bolo de carne- sorriu 

-Legal, vou subir para tomar um banho e depois venho almoçar- ela concordou e eu subi para o meu quarto

Fechei a porta e fui direto para o banheiro. Tirei a roupa e joguei no cesto de roupa suja. Entrei no box sentido a água gelada entrar em contato com o meu corpo me fazendo arrepiar. Relaxei os musculos e tomei o meu banho tranquila. Sai do box e me enrolei em uma toalha, voltei para o quarto e escolhi uma roupa para ficar em casa. Vesti uma lingerie, penteei o cabelo e vesti a roupa. Deixei a toalha no banheiro e fui até a cozinha para comer algo 

(...)

O dormindo voou, agora estou na cama pronta para dormir. Me aconcheguei nos lençóis e relaxei o corpo sobre o colchão macio. Senti algo vibrar em perto do travesseiro e ver ser uma mensagem 

“Espero que sonhe comigo. Boa noite Little Girl 

Justin”

Sorri no escuro do meu quarto e respondi:

“Vou sonhar meu amor. Boa noite

Lúcia”

Desliguei o celular e me deitei no travesseiro de novo. Olhei o anel na minha mão e sorri só de pensar em ver o Justin amanhã, adormeci em meio aos meus pensamentos 

Acordei com o som irritante do despertador, me levantei e fui ao banheiro, fiz minhas higienes, tirei meu pijama e tomei um banho gelado para despertar. Sai enrolada em uma toalha e fui até o meu closet escolher uma roupa, escolhi uma calça jeans clara, uma blusa de frio preta de botão e uma regata com um nome de uma banda. Vesti uma lingerie azul marinho e depois vesti a roupa. Penteei o cabelo e desci para comer algo. Deu tempo de comer alguma coisa antes de ir para o colégio. Depois de escovar os dentes escutei uma buzina, deduzi ser as meninas. Desci e fui até a porta, tranquei e assim que me virei vi uma lamborghini branca, conheço esse carro em qualquer lugar, era Justin 

-O que faz aqui?- perguntei sorrindo 

-Vim buscar minha namorada, não posso?- sorriu divertido- Entra aí- estava corada. Entrei em seu carro e ele cantou pneu até o colégio

Mandei uma mensagem para as meninas avisando que não precisa passar na minha casa hoje. Não demorou e nós já estávamos na frente do colégio, Justin corre muito. Saímos e os olhares de todos pairavam sobre nós dois. Justin veio para o meu lado e passou o braço sobre os meus ombros

-Justin tá todo mundo olhando- falei corada 

-E daí?- sorriu e nós começamos a cominhar em direção aos nossos amigos 

Todos olhavam para nós e cochichavam algumas coisas, as líderes nos olhavam com invejam, os meninos do time nos olhavam confusos 

-Olha aí o mais novo casal- Chris disse assim que chegamos ao encontro deles, que estavam perto do armário da Bry

-Eu sabia que vocês iam acabar namorando- Ryan disse- Parabéns- sorriu, me deu abraço e fez um toque com o Justin 

-Isso aí amiga- Bry e Val me abraçaram forte 

Ficamos conversando e rindo um pouco, mas logo tivemos que ir para as nossas salas. Me despedi dos meninos e Justin me deu um selinho rápido. Eu e as meninas fomos para a sala. Nós sentamos no meio da sala e esperamos o professor chegar 

(...)

As três primeiras aulas voaram e eu agradeci mentalmente por isso. Nós seguimos caminho para o refeitório e enfrentamos a fila para pegar o almoço. Depois de escolhermos algo fomos sentar com os meninos

-Eu odeio essa fila- Val reclama 

-Calma gata, daqui a pouco vamos vazar desse colégio- Chaz sorriu para ela 

Justin estava do meu lado conversando com o Ryan e com um braço sobre os meus ombros 

-O jogo é nessa sexta e o treinador vai botar pra foder nos treinos- Ryan disse pendendo a cabeça para trás 

-Vai valer a pena, ganhar daqueles otarios do Delawcut- Justin disse dando um gole no seu refrigerante 

-Nós vamos ganhar por que somos os fodões porra- Chris se animou 

Rimos da sua empolgação 

-Vocês vão para o jogo meninas?- Chaz perguntou 

-Claro que vamos- Bry disse animada olhando para o Ryan, que lhe deu uma piscadela

Passamos o almoço todo rindo e conversando sobre o jogo que o colégio tanto espera 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...