História A girl... Right?! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Star vs. as Forças do Mal
Personagens Marco Diaz, Personagens Originais
Tags Tentativa De Comedia, Tomco, Yaoi
Exibições 77
Palavras 877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Bishounen, Comédia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii! Olha só quem não aguentou e postou antes da hora?
Entón, eu já tava com esse capítulo pronto e meus dedinhos estavam coçando pra postar. Eu não vou ter uma data certa pra postar, quando o capítulo ficar pronto, eu posto, blz?
Aproveitem '3'

Capítulo 2 - Capítulo 2 - Fim de festa desastroso


Fanfic / Fanfiction A girl... Right?! - Capítulo 2 - Capítulo 2 - Fim de festa desastroso


Estive extremamente nervoso durante essa semana. Não apenas pelo meu aniversário, mas também por que eu estava ansioso.

Estava hesitante em fazê-lo, mas acabei enviando um convite para Star. Temia que ela ignorasse, mas, conhecendo ela como eu conheço, ela não perderia uma festa. O mais estranho era que por algum motivo, não era o fato de Star ignorar meu convite e não vir que me incomodava, e sim o fato de não poder ver o Marco por causa disso.

Depois daquele dia em que nos divertimos juntos (n/a: friendenemies <3), eu ficava cada vez mais ansioso para vê-lo novamente. Quer dizer, eu enganei ele e tudo mais, mas realmente pensei que poderíamos nos tornar amigos, mesmo que estivéssemos "competindo" pelo amor de Star.

Era engraçado pensar nisso. Seríamos algo como "aminimigos".

Mas, o que realmente me incomodava era que eu andava pensando demais no garoto. Mais do que deveria.

--

Finalmente o grande dia. A festa estava impecável. As luzes, comida, bebidas, estavam ótimas e os convidados chegavam aos poucos. Já na metade da festa o salão estava lotado. Não conhecia muitas daquelas pessoas. Talvez fossem penetras, não importa. O ponto é que eu não tinha visto a Star e consequentemente o Marco também. Então estava sentado em um puff colorido enquanto bebia ponche, eu acho. Bom, provavelmente tinha álcool naquela mistura, e eu já me sentia meio tonto enquanto passeava os olhos pelo lugar.

Foi quando eu a vi. Tão linda.
Ela dançava sozinha, e eu não entendia como uma garota como aquela podia estar desacompanhada. Observei os movimentos que ela fazia encantado. Não sei exatamente quando eu levantei, mas no momento seguinte eu já estava atrás dela.

Quando eu falei com ela, chamando para uma dança, ela virou assustada, e pra mim foi como se a cena passasse em câmera lenta. Seus olhos pareciam confusos, e se arregalaram ao me ver. Percebi que ela tinha corado e parecia nervosa. Uma reação normal visto que eu estava realmente perto. Mas não havia o que fazer, eu não queria ficar longe.

- Então, aceita?
Repeti a pergunta, estranhamente sem me irritar com a demora em responder. Ela abria a boca e voltava a fechar como se não soubesse o que dizer. Era engraçado, pois parecia um peixe. Ela fez isso algumas vezes, até fixar seu olhar em um ponto atrás de mim e fez uma careta engraçada. Quando ia me virar pra ver o que era, ela segurou minha mão.

- C-claro, por que não?
A voz dela era fina, delicada. Sorri apertei a mão dela levemente. Ela deu um pulinho surpreso e corou ainda mais. Enlacei sua cintura e comecei a guiá-la pelo salão. Ironicamente, uma música lenta tocava. Ela parecia se atrapalhar vez ou outra, e eu não pude segurar uma risada divertida. Ela me encarou e se emburrou.

- Não vai dizer o seu nome?
Perguntei me dando conta de que não sabia sequer isso.

- Maya.
Respondeu automaticamente.
-E você é o Tom. Star me falou de você.

- Conhece a Star?

- Mais ou menos. Eu sou... uma amiga, e vim aqui com ela e a Cabeça de pônei. Elas me falaram de você e da sua personalidade explosiva.
Ela pareceu pensar um pouco e sorriu. Por algum motivo eu perdi o ar.
- Me disseram pra não me aproximar.

- E quem te disse isso?
Perguntei sorrindo também.

- O Marco.

Foi aí que eu lembrei dele. Estava tão ansioso para vê-lo, mas foi só falar com essa garota que esqueci de qualquer coisa.

- E ele veio?

- Isso importa?
Rebateu. Parecia irritada agora, bem pouco mas estava.
- Depois do que fez achei que não ia querer mais ver ele.

- Então você sabe. Foi ele quem te contou?

- Somos muito próximos.
Deu de ombros. E por algum motivo, eu fiquei extremamente irritado com a afirmação.

- Próximos quanto?
Apertei sua cintura mais forte. Ela corou e tentou se afastar.

- T-tenho que ir. Pode me soltar, por favor?

- Me responda.

- Não te interessa o quão somos próximos. Agora me solta.

- ME RESPONDA.
Perdi a paciência de vez. O que custava ela me responder?!

Em pouco tempo havia fogo espalhado pelo local, e todos gritavam e corriam tentando se salvar. Meu olhar focava na garota à minha frente, que me encarava de volta sem nenhum medo.

Na verdade, ela parecia estar prestes a me atacar.

Ótimo. Até nisso eles são parecidos.

Sim, não nego que ela é extremamente parecida com o Marco. Acho até que foi isso que me fez ficar tão interessado nela.

Okay, isso soou estranho até pra mim.

Eu não planejava atacar a garota, mas mesmo assim, senti um raio me atingindo e logo depois eu estava congelado e preso dentro de algo extremamente duro. Ah, detesto essa sensação de dejavú.

Dentro daquela coisa eu conseguia escutar os sons do lado de fora, mesmo estando abafados.

Vi a Star aparecer e puxar Maya pelo pulso, abrir um portal com a tesoura e ir embora, mesmo com alguns protestos da morena. Cabeça de pônei apareceu logo depois e entrou no portal com as duas. Os convidados foram indo embora e em pouco tempo estava tudo vazio.

Que bela maneira de uma festa acabar...


Notas Finais


<3 até (⌒ω⌒)ノ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...