História A girl that i saved - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Norminah, Trolly, Vercy
Exibições 331
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Cap 13



P.O.V Lauren.

              Era começo de ano, eu ia fazer 23 e Camila 15, é seu primeiro ano no ensino médio e o meu primeiro ano de formada, eu já estava em um cargo maior na empresa, meus horários já eram bem mais vagos, eu trabalhava as oito, tinha uma folga de uma hora perto do horário do almoço e saia cinco horas. Perfeito!
     

Camila continuava com o esquema de estudos, entrava sete horas no colégio e saia às seis, mas agora ela passava a maior parte da noite estudando e eu ficava entediada sem nada pra fazer na maior parte do tempo.
   

 O nosso despertador tocou às seis da manhã, como Camila demora mais no banho ela o toma primeiro, eu vou pro guarda roupa e pego uma blusa social com uma saia e um terninho, eu particularmente odeio me vestir desse jeito tão sério, mas não é como se desse pra ir de jeans e casaco pro trabalho.
     

Começo a fazer o café e Camila sai do banheiro já vestida, ela assume o meu posto na cozinha e eu vou tomar um banho rápido e me vestir no banheiro, como sempre.
     

Vejo que o café já está pronto, então terminamos de nos arrumar e vamos pra cozinha comer, eu sorrio olhando pra ela... Tão linda.. Todos os dias eu temo que alguém chegue e a peça em namoro... e ela aceite, afinal o que eu poderia fazer caso isso acontecesse?
     

Minha cara deve ter ficado um pouco triste pois ela franziu as sobrancelhas e pegou na minha mão preocupada, aquele simples gesto mandou uma descarga elétrica por todo o meu corpo.
   

 -Hey Laur, tudo bem? - perguntou com seus olhinhos castanhos brilhando em preocupação pra mim,  eu engoli em seco antes de lhe responder.
     

-Tudo sim pequena, vamos? - Afastei minha mão da sua a vi ficar mais triste, eu não sabia porque, eu tentei a reconfortar, apenas tirei minha mão da sua, eu só sabia que meu peito doeu naquela hora.
     

Entrei no nosso quarto e peguei minha pasta, Camila entrou logo em seguida e pegou sua mochila. Ainda estávamos naquele clima esquisito que eu odiava.
     

Quando ela ia saindo do quarto eu segurei seu braço fracamente, ela se virou e me olhou com os olhos um pouco marejados.
   

 Aquilo me quebrou.
   

 -Que foi pequena? - perguntei me aproximando.
   

 -N-nada - ela disse limpando uma lágrima que descia no seu rosto.
   

 A puxei pra mim e rodeei meus braços em sua cintura, ela deitou sua cabeça no meu ombro e eu apertei seu corpo mais contra o meu quando senti meu terno se molhar.
     

-Hey.. eu não sei porque está chorando.. mas se foi algo que eu fiz ou disse por favor me perdoe - eu disse e beijei sua cabeça.
     

Camz abraçou meu pescoço e olhou pra mim, levei uma das minhas mãos pro seu rosto e limpei delicadamente suas lágrimas, logo depois dei um beijo em sua bochecha a fazendo sorrir.
   

 -Você fica linda sorrindo sabia disso? - eu nem sei como isso saiu da minha boca, só notei o que estava dizendo quando terminei a frase.
     

Ela sorriu largamente e eu corei, logo depois baguncei seu cabelo pra descontrair.
     -Vamos, se não a gente se atrasa. 
     Peguei  mochila do seu ombro e entrelacei nossos dedos, eu sabia que ela estava contendo um sorriso, já eu estava super feliz pois era em momentos como aquele que eu podia fingir que essa garota é minha.

     Parei o carro em frente ao seu colégio, Camila me deu um beijo na bochecha e saiu logo em seguida. Eu fiquei com o carro parado lá até que ela passasse do portão, eu sei que tenho que seguir em frente, a gente nunca daria certo no final das contas, mas isso é simplesmente algo que eu não consigo fazer.
   

 Acelerei até a empresa, fiquei pensando no que aconteceu naquela manhã, ela chorou, camila chorou! E não foi igual às vezes que ela ralava o joelho no parquinho, será que aconteceu algo no colégio? Provavelmente não, ela me conta tudo, não conta?
     

E se fui eu? Não... Eu não fiz nada, fiz? ai devo ter sido muito rude tirando a mão dela, ah Lauren, ela só estava preocupada! droga! Vou recompensar isso hoje.
     

Estacionei o carro e desci indo pro meu pequeno escritório, fiquei um bom tempo vendo os novos projetos da empresa e treinando a minha apresentação para a estrutura de uma nova sede.
     

Quando eu estava arrumando a minha pasta pra ir almoçar Alexa, a outra arquiteta da empresa, entra na sala.
   

 -Uh.. Hey. - falei colocando a pasta com alça no ombro.
   

 -Acabaram de me informar que a gente vai trabalhar juntas na nova sede, ordens da direção - ela falou ajeitando sua bolsa no ombro - então... A gente pode ver isso em um almoço?
     

-Vai fazer algo agora? - perguntei e ela negou com a cabeça - então vamos. - Alexa sorriu um pouco sem graça e me acompanhou.
   

 Durante o almoço a gente apenas falou sobre o projeto, combinamos dela ir amanhã durante a tarde pro meu apartamento pra começar a colocar tudo no papel.

     P.O.V. Camila.

     A aula foi cansativa como sempre, não consegui me concentrar em muita coisa durante o dia, tudo sempre ia pra Lauren, às vezes ela parece tão distante e quando tento me aproximar ela recua, assim como fez no café hoje.
   

 Eu estava esperando ela junto com Dinah, Ally, elas estavam falando de como o Austin está a fim de mim, mesmo sabendo de quem eu gosto de verdade.
   

 -Mila não olha agora, mas a sua heroína ta vindo pra cá. - disse Dinah.
     

-A lauren!? - assim que terminei a frase senti duas mãos cobrirem meus olhos e sua cabeça se apoiar no meu ombro.
   

 -Ah meninas não acabem com a minha surpresa- ela tirou as mãos dos meus olhos e repousou na minha cintura- vamos camz? - perguntou olhando pra mim e me dando um beijo na bochecha.
   

 -Vamos! - segurei na sua mão e me despedi das meninas -aconteceu alguma coisa? Você nunca vem me pegar dentro do pátio..
     

-Nada, eu só quero me desculpar por hoje de manhã - quando eu ia falar alguma coisa ela me interrompe - preciso sim, vem
     Lauren me puxou pela mão e fizemos aquele caminho bem conhecido por nós.
     

-O parquinho? sério? - perguntei rindo.
   

 -Yep, eu tava com vontade de tomar sorvete - ela fala sorrindo me olhando - você quer? Tem sabor banana.
     

Eu concordo com a cabeça e vamos de mãos dadas até a pequena sorveteria.
     

Lauren se sujou toda de sorvete de chocolate e eu limpei seu rosto com o guardanapo, ela sorriu envergonhada e saímos da loja.
     

Em casa eu mandei ela tomar banho pra terminar de se limpar enquanto eu fazia pipoca e escolhia um filme, assim que ela saiu do banheiro de pijama eu peguei o meu e entrei.
     

Assistimos o filme entre brincadeiras, eu estava amando todo o seu carinho comigo e ela nunca pareceu tão.. feliz.
   

 -ok.. vamos dormir porque amanhã eu tenho escola e você tem trabalho - eu disse e ela se levantou desligando a televisão.
     

Eu já estava deitada na cama quando senti o colchão afundar perto de mim.
   

 -Lauren? -perguntei sonolenta.
   

 -Eu..
     

-O que voc- ela me interrompe.
   

 -Posso dormir com você hoje? - me pergunta e eu sorrio a abraçando, respirei fundo sentido o seu cheiro de sabonete e adormeci.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...