História A Good day to Die (2° temporada) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Creepypastas, Filhos Dos Creepypasta, Hentai, Yaoi, Yuri
Exibições 63
Palavras 510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Boa Leitura!

Capítulo 4 - " G-Gomen...Nasai..."


Fanfic / Fanfiction A Good day to Die (2° temporada) - Capítulo 4 - " G-Gomen...Nasai..."

Sai por último da sala seguindo os meninos.
Estava escolhendo cuidadosamente minhas palavras.
Jared e James, estavam a minha frente, um conversando com Yuki e outro com Dean.

Jared e James são filhos de Jeffrey.
Ayato estava ao meu lado.
Falando algo que eu não ouvi.
Rezei para não ser uma pergunta.

Nos sentamos na mesa.
Olhei para cada um deles.
Yuki, é calmo de mais para fazer algo do gênero.
Jared, meu principal suspeito como seu irmão, James.
Dean, estou em dúvida.
Suspirei.

-Meninos, preciso perguntar algo muito sério. -Eu disse.

Eles me olharam.

-Quem foi que mudou o horário do meu despertador? - Pergunto.

Todos se entreolharam.
Balançaram a cabeça negativamente.
Eu me levanto.

-Aonde vai? -Jared perguntou.
-Andar por aí. -Eu disse.

Pov.Izumi off
Pov.Jared on

Izumi saiu andando.
Izumi, Izumi.
Ela é linda,Admito que já tive vários sonhos pervertidos com ela.
Mas ela apenas me vê como amigo.
E para falar a verdade, fui eu que mudei o despertador dela por pura raiva e ciumes.
Eu, sou filho do Jeff the Killer e todas me querem, por que ela, tem que ser diferente?
Bufei.

-Foi você, não foi? -Yuki perguntou me olhando.

Dei uma risada baixa.

-Ela está chateada agora. -James disse meio triste.

Ao contrário de mim, James é muito dócil com as pessoas.
Já eu, sou mais violento e arrogante. (Autora: já até imagino para quem puxou. )
James odeia ver Izumi triste, pois Izumi era tipo uma irmã para ele.

-Preciso dizer uma coisa.-Yuki disse.
-Então diga. -Ayato falou.
-Estou namorando a Lana Gray.

Ficamos um bom tempo olhando para ele e começamos a rir.
Todos olharam para nós.

-G-Gomen...Nasai...-Disse Ayato em meio de risos.

Parei de rir por alguns instantes.

-Achei que era sério igual ao Tio Masky e o Tio Slendy, mas pelo visto é bom de piadas. -Eu disse.
-Mas é sério. -Ele nos fitava sério.

Izumi vai ficar arrasada.

Pov.Jared off
Pov. Izumi on

Olhei para o céu.
Graças a deus quebrei o despertador.

-O que essa coisa faz aqui? -Lana gray perguntou olhando com cara de nojo para mim, ela não cansa?
-E o que a prostituta de bar barato faz aqui? -Pergunto no mesmo tom.
-Pelo menos, Yuki me quer. -Ela disse empinando o nariz.

Coloquei a mão na boca e comecei a rir.
Logo, acabei caindo no chão e começando a rir mais.
Logo me sentei dando leves risadas e limpei meu olho que estava lacrimejando.

-Que ótima piada, não sabia que era tão engraçada.-Completei.
-Mas é a verdade. -Ela disse.

Senti um aperto em meu coração.

-Desculpe, preciso ir, sei que disse isso apenas para me magoar, mas desde o 6° ano não tenho mais sentimentos por ele.

Sai daquele lugar.
Logo, eu entrei no corredor, não há ninguém aqui.
Então desabei, lágrimas gordas saíram de meus olhos.
O que o Yuki vê nela?

Eu preciso me acalmar.
Fui até minha sala.
Lá havia uma tesoura.
Procurei uma das amigas de Lana.
Quando eu achar-la, irei descontar toda minha raiva nela.
Dei um sorriso sádico.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...