História A Good day to Die (2° temporada) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Creepypastas, Filhos Dos Creepypasta, Hentai, Yaoi, Yuri
Exibições 38
Palavras 323
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 5 - Especial de Natal / Parte II



-J-Jared...-Sussurrei. 


Sangue saia pelo seu nariz.

Senti minhas bochechas esquentando, muito mesmo. 


O olhei. 

Ele se sentou a minha frente e começou a desamarrar o lacinho vermelho. 

E desamarrou dos meus pés também. 

O olhei, ele estava vermelho. 


-P-Pode ir...-Sorriu.


Fui até ele Engatinhando. 

Ele engoliu seco.


-Sabe, já que Charlie me deu de presente para você...Você pode fazer tudo o que quiser comigo...-Da onde eu tirei coragem para dizer isso?!

-A-Acho melhor não...-Disse.


Dei de ombros e levantei da cama. 

Peguei minha calça do chão, logo, foi tão rápido, eu me via em cima de sua escrivaninha. 

Eu o olhei e ele foi até meu ouvido.


-Mudei de idéia. -Sussurrou roucamente.


Logo, ele me beijou, pediu passagem com sua língua e eu cedi.

Ele começou a passar a mão sobre minhas coxas. 

Logo após me beijar, ele vai para o meu pescoço, mordendo e chupando.


-Você é minha...só minha...-Disse. 


Ele começou a apalpar meus peitos, eu escondi meu rosto em seu pescoço. 

Nisso, eu acabei abrindo mais minhas pernas. 


-Não vamos fazer na escrivaninha, né? -pergunto. 


Ele me olha e me dá um sorriso e chupa meu pescoço. 


-Claro que...-ele foi interrompido por alguém batendo na porta. 

-Quem é? -Perguntou. 


Eu entrelacei minhas pernas em sua cintura e ele me apertou mais ainda, me fazendo sentir sua ereção. 


-Então Jared...podemos conversar? -Perguntou, era a voz de meu pai. 


Eu desgrudei de Jared logo pegando minhas roupas no chão e indo para o banheiro, assim fechando a porta. 

---


Os dois começaram a conversar e não paravam mais, era sobre meu pai dando sermão sobre o topp e a cueca feminina. 


-Chame Izumi, ela deve estar no quarto dela, e hora do jantar.-Falou por fim. 

Assim que ouvi a porta batendo eu sai do banheiro.

-Por que se escondeu? -perguntou.

-Papai poderia matar-lo, vamos comer. -Falei. 

-E enquanto a isso? -Apontou para o volume em sua calça. 


Fui até seu ouvido. 


-Use as mãos, depois eu lhe recompenso.-Sussurrei e sorri. 

Logo sai do quarto. 







FIM



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...