História A Grande Profecia - Parte 2 - Capítulo 59


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas dos Kane, H2O, Meninas Sereias, Magnus Chase e os Deuses de Asgard, Once Upon a Time, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos, Winx Club
Personagens Afrodite, Amós Kane, Annabeth Chase, Apollo, Bloom, Capitão Killian "Gancho" Jones, Carter Kane, Cleo Sertori, Darcy, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Gilbert, Emma Swan, Eros (Cupid), Hades, Henry Mills, Icy, Jason Grace, Magnus Chase, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Neal Cassidy (Baelfire), Nico di Angelo, Percy Jackson, Personagens Originais, Peter Pan, Piper Mclean, Quíron, Regina Mills (Rainha Malvada), Rikki Chadwick, Sadie Kane, Silena Beauregard, Sr. Gold (Rumplestiltskin), Stella, Stormy, Thalia Grace, Valtor, Wendy Darling, Zeus
Tags Anúbis, Bela, Bruno Norgaard, Chase, Kane, Macri Mattos, Margaard, Mistério, Percy Jackson, Wes, Wesbela
Exibições 28
Palavras 2.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey!
Voltei e já vou responder vocês, mas então muito obg por tudo!
To com preguiça, era para ter postado ontem, mas eu não estava bem...mas hj to melhor, quer dizer melhorando ainda enfim Isabela com novo cabelo para abrilhantar!
Boa leitura!
PS Eu ri muito enquanto tava escrevendo o final desse cap, espero que vocês achem graça tbm sla até lá embaixo!

Capítulo 59 - Good Vibes


Fanfic / Fanfiction A Grande Profecia - Parte 2 - Capítulo 59 - Good Vibes

09/12/13 – Segunda – 10:20

Instituto Santa Barbara – Cabo Frio

POV Wes Mattos

Resumindo o que aconteceu nesses dias foi que resolvemos tudo que faltava. Fabian já tem sua memória de volta, igual a Anúbis e Marcella. Amón e Rá foram derrotados. Ajudamos Apofis e Gaia para isso. Fizemos a peça e tiramos 10. A Marcella parece estar mais serena quanto a tudo igual a Isabela. As duas não se desgrudam um minuto se quer.

Ah é...eu e Bels estamos mais felizes do que nunca! Não posso dizer o mesmo sobre Norgaard e Cella. Ela ainda não perdoou ele por tudo. E ela tem andado muito com o PH de novo. Carol, que teve a memória apagada. Descobrimos que ela é de um reino chamado Voltare e que as Trix a tiraram de seus pais quando nasceu e esse reino está acabado, ninguém sobreviveu. A memória dela foi apagada e assim estamos no controle sobre ela, porque a qualquer momento tudo poderá retornar e ela ficará pior. Foi o que vovó disse já que ela e vovô já estão 100% bem.

Os reinos de Ashtown e Neinths estão intactos e todos foram presos. Sobre o problema que tem a ver com o Tennyson, também foi resolvido. O problema Tóquio, as meninas já voltaram ao normal, deixando de ser Mew Mew. Peter Pan sumiu, ninguém sabe dele. Igual a Eros que desapareceu rapidamente, ninguém, ninguém mesmo sabe dele. Nerissa foi presa novamente junto com Phobos. LAMOS despareceu também. Pelo menos estamos tendo tempo e tranquilidade, mesmo que seja pouca, para terminar a escola. Tudo está nos eixos novamente.

Estava acabando de fazer a última prova de Matemática. Marcella saiu da cadeira e andou até o professor entregando a prova.

O professor olhou para a prova dela e depois para ela. – Vai entregar assim Mattos?

- Se estou entregando ao senhor desse jeito. – Ela deu de ombros dando as costas para ele.

Estranhei o comportamento dela. Não era mais a Marcella serena de antes, era uma mais fria.

- Sabe que ficará com zero. – O professor elevou o tom de voz surpreendendo a todos.

Melissa me olhou perguntando com o olhar o que tinha acontecido. Gaby fazia a mesma coisa, igual ao resto dos nossos amigos, exceto um. Pedro Henrique. Ele nem se importou, sendo que ele é que mais conhece ela, tirando eu. “Marcella não faria isso nunca! Ela preza pela nota boa e desse jeito ela sabe muito bem que assim não passará. Ela quer passar ou não?”

Ela virou risonha para o professor. – Eu sei muito bem a nota que vou tirar professor. Até mais! – Acenou e saiu da sala.

“Nem tudo está nos eixos novamente. Tem algo muito errado com ela.” Acabei minha prova e entreguei rapidamente indo atrás dela. Desci as escadas e vi ela no celular com alguém.

- Eu sei, estou ferrando ela cada vez mais. – Ela ria andando até a biblioteca.

“Ferrando ela? Ferrando quem? Do que ela está falando?” Andei devagar ficando atrás dela.

- Pai eu sei muito bem como agir! – Ela soou firme se virando dando de cara comigo. – Depois te ligo paizinho beijos! – Desligou. – Hey Wes, como foi na prova? – Ela sorriu.

- Acho que fui bem, diferente de você. Porque entregou a prova tão rápido e nem se importou com a nota? – Perguntei logo.

- Lógico que eu me importei com a nota priminho lindo que amo tanto! – Ela me abraçou. Me desvencilhei dela já cansado dessa “Marcella Paz e Amor” que instaurou nela há semanas. – O que foi? Você não me ama nem como prima? – Riu mais um pouco.

- Lógico que eu te amo como prima. É que você mudou...de novo.

- Mudar faz bem, sabia Wes? – Ela abriu a porta da biblioteca. – Você vem?

- Não, eu tenho que dá uma ligadinha para o Fabian.

- Então ta, manda um beijo para ele. – Disse e entrou na biblioteca fechando a porta em seguida.

- Essa Marcella Good Vibes está estranho, não? – Gaby disse ao meu lado me assustando.

Virei para ela. – Primeiro: Que susto! Não surge assim do nada não, sério. – Pedi e ela riu. – Segundo: Está muito estranho.

- Será que é ela mesma Wes? – Perguntou pensativa.

- Acho que sim, você lembra do que ela conversou com a gente logo que tudo foi resolvido?

- Sim. – Respondeu e tudo voltou a minha mente.

Estávamos em Neinths numa sala de reunião. Toda a família e pessoas de Magix estavam lá, mas ela só foi falar isso depois quando só restou eu, Gaby, Carol, Sibele, Penne Barbian que é irmã da Gaby, Ravier que é irmão de uma princesa de Linphea, Brandon, Henry, Matt, Sky, Carter, Hórus, Anúbis, Sadie, os trigêmeos, Henrique e Melanie.

- O que você quer falar Macri? – Anúbis perguntou ansioso quebrando o silêncio instaurado.

Ela andou ficando na frente de todos. – Então eu to tentando mudar de postura. Vamos dizer que vou tentar ser mais “Good Vibes”. – Ela fez aspas com as mãos.

- Good Vibes? – Brandon estranhou.

- Sim, vou tentar me importar comigo mesma em primeiro lugar. Depois vou pensar em vocês. Não posso ficar levando tudo nas costas, eu preciso de um tempo só para mim.

- Ok Macri. – Anúbis falou quebrando novamente o silêncio.

Todos estavam meio espantados e surpresos com a atitude dela.

Ela sorriu demonstrando que estava tranquila quanto a nossa reação. – Obrigada por entenderem.

- Wesllen! – Isabela estalou os dedos na frente do meu rosto me despertando.

- Bels quando você...pera porque você está aqui? – Estranhei.

Ela me deu um selinho após sorriu. – Vim para comemorarmos nosso aniversário de um mês bobinho.

Me virei a procura de Gaby, mas ela não estava mais ali. – Já um mês? – Me surpreendi.

- Sim, como passou rápido. – Ela avançou em meus lábios.

Retribui o beijo e quando tive consciência já estávamos num quarto e ela tinha me jogado na cama.

- Bels a gente deveria

Ela tirou sua blusa me dando total visão de seu sutiã de renda preto. – Deveríamos ficar aqui o resto do dia, o que acha?

- Acho ótimo! – Puxei ela para o meu colo e a beijei.

 

09/12/13 – Segunda – 11:20

Castelo de Ashtown - Ashtown

POV Brandon Mattos

Essas semanas foram estranhas. Macri virou Good Vibes, isso já é para lá de estranho. Descobrimos que Ravier é príncipe de Linphea e Penne princesa de Primrose. Os pais dele eram criados leais dos pais que acabaram morrendo numa guerra, só a mãe do Rav. Porque o  pai dele e da irmã é Morfeu mesmo. Os pais da Penne e da Gaby infelizmente não sobreviveram a maldição. Por falar em maldição...a maldição que estava em Primrose foi quebrada pelas irmãs Primrose junto com a Macri.

O filme já foi gravado com sucesso, com a participação até da Gabriela. Eu voltei para a Stella, era o melhor a se fazer. Tudo está tranquilo novamente. Valtor, Lord Darkar, Trix estão presos em Ômega, uma dimensão que é uma prisão, só os piores vão para lá.

Mas sabe quando você tem a sensação que tudo vai dá errado ou pior já está errado? Eu estou com essa sensação há semanas e é angustiante. Ravier sumiu há 5 dias, disse que estava ocupado com Linphea já que ele vai ser rei. Mas eu acho que não foi só por isso.

- Braaaaand! – Stella me despertou.

- Sim meu amor. – Falei focando nela que estava com um vestido vermelho longo.

- O que achou? – Ela girou devagar.

- Lindo. – Dei um sorriso forçado.

Ela me olhou com uma cara reprovadora. – Só lindo? Brand eu quero arrasar! É para a pré-estreia do nosso filme meu amor, eu tenho que arrasar!

- Você está arrasando meu amor!

Ela suspirou e se viu no espelho mais uma vez. – Porque você continua distante? – Perguntou me fitando através do espelho. – Nós combinamos que íamos voltar e dessa vez direito.

- Eu sei e estamos voltando. – Me levantei do pufe.

- Não do jeito que eu quero. – Ela soou baixo se virando para mim.

- Nem sempre será do seu jeito senhora controladora. – Sorri a pegando pela mão e girando-a.

Ela riu. – Não me chame assim Brand. Eu não sou controladora. – Me fitou segurando a risada. – Ta, talvez um pouquinho. – Riu.

- Pouquinho. – Ri acompanhando ela.

- Então Stella qual você vai levar? – A vendedora perguntou sorridente.

Nos separamos.

- Esse mesmo, Valerie. – Ela disse e se virou para mim. – Me espera. – Assim foi se destrocar.

- Ela é uma garota de sorte. – Valerie comentou pensativa.

Me virei para ela. – Porque tanta sorte assim?

Ela ficou surpresa. – Hã...bem só em ter você ao lado dela, é bastante sorte vossa alteza.

- Não precisa dessa formalidade toda Valerie, te conheço há anos. – Respondi de uma forma amigável.

- Eu sei Brandon, mas é que

- É que nada, só me chame de Brandon. – Interrompi ela.

- Ta ok. – A mesma deu um sorriso tímido sem dentes. – Ashtown está se recuperando bem depois dos ataques? Se não quiser falar sobre eu entendo perfeitamente! – Disse rapidamente.

- Acho que sim, ando meio distraído. – Contei a ela.

Ela me fitou com suas orbes verdes. – Distraído com que?

- Acho que com o próprio filme, sabe o lançamento ser na sexta. – Desconversei.

Stella saiu do provador com seu vestido azul marinho de gola junto com sua pixie Amore que vinha voando na frente dela.

- Esses vestidos ficaram lindos em você Stella. – Amore falou.

- Awn obrigada Amore. – Stella agradeceu e me fitou. – Valerie pode embrulhar, vou me dá de presente. Amo fazer isso! – Riu assim que Valerie saiu com o vestido em mãos. – E sua roupa Brand, já está pronta?

- Já sim Stella. – Respondi.

- Vamos tomar um milk-shake? – Ela perguntou após sairmos com uma sacola cheia de roupas da loja.

- Pode ser.

 

09/12/13 – Segunda – 11:50

Academia Yancy – Nova York

POV Bruno Norgaard

Essas semanas foram as mais estranhas que eu já tive, e olha que já aconteceu muita coisa estranha na minha vida. Eu sei que muitos podem estar me odiando, mas o que eu to fazendo é por ela. Pela Macri. Aquilo dela virar good vibes e ficar mais próxima do Dowich, terminando o que a gente tinha, nunca desceu. Cada vez mais eu sonho com ela em perigo, até Peter Pan apareceu nos meus sonhos. Sendo que ele sumiu igual a Eros. Eu só queria achar ela, a verdadeira Macri Mattos.

- Amor! – Sam estalou os dedos em frente ao meu rosto me despertando.

Me virei para ela. – Que foi meu amor?

- Você aí...parado, olhando para o nada. O que meu Norgaardzito tem? – Perguntou envolvendo meu pescoço com os seus braços me olhando nos olhos, as chamas dançavam sobre os seus.

- Nada, só estou pensando na prova. – Dei um selinho nela.

- Senhorita Williams e senhor Norgaard nada de demonstração de afeto na sala de aula! – O professor de Química nos advertiu.

Sam se separou de mim. – Desculpe professor. – Disse ao se sentar na carteira a minha frente.

- Vocês estão juntos mesmo? – Davi cochichou ao meu lado.

Me virei para ele e tive vontade de negar com a cabeça, mas ao invés disso fiz isso. – Claro que estamos, que pergunta é essa Kane?

Ele chegou mais perto. – Pensei que você amasse a Macri. – Soou baixo.

- Eu amo. – Soei baixo focando no elemento que estava no fogo, já que estávamos no laboratório de Química.

- Porque voltou para ela? – Davi me fitava.

- Isso já mudou de cor? – Perguntei mudando de assunto assim que notei que Sam nos fitava de cenho franzido.

- Ainda não Norgaard. – Davi respondeu entendendo o motivo da mudança de assunto. Ele pegou seu caderno e leu. – Só daqui há um minuto, se der certo, vai se transformar em arco-íris. Mas se der errado, vai explodir. – Ele me fitou com os olhos arregalados. – Isso ta certo, né?

Ri abafado. – Acho que sim, qualquer coisa a gente se teletransporta.

- Você lembra o que Odin e até seu pai nos falou?

- Sim, não podemos usar nossos poderes pertos dos mortais em Midgard. – Falei relembrando da regra número um para vir para cá, Midgard, ou seja, a Terra. – Por falar em pai, você já falou com o seu?

- Ainda não, meus avós estão tentando localizá-lo.

- Amós sumiu? – Perguntei surpreso.

- Não, quer dizer...eu não sei. – Ele soou baixo.

- Então tem algo acontecendo? – Perguntei no mesmo tom que ele.

- Não sei. Mas essa mistura não era para ficar dessa cor. – Davi olhava espantado para o tubo de ensaio que estava no fogo de cor roxa.

- Vai explodir! – Gritei.

E o que aconteceu a seguir foi um alvoroço só. Todos correndo para fora da sala gritando, alguém apertou o alarme de incêndio, springles foram acionados molhando a todos. E o resto dos alunos da escola saíram correndo para fora desesperados! Só tem um detalhe nem eu, nem o Davi, Rhuan e Dylan conseguimos sair da sala e nem se teletransportar.

- Porque a Sam conseguiu sair e a gente não? – Dylan perguntou pensativo.

- É culpa de vocês dois disso explodir e a gente não – Rhuan falava agitado, mas parou e pensou um pouco. – Porque não conseguimos nos teletransportar?

- Alguém está nos prendendo aqui, mas quem? – Davi perguntou.

- Acho que isso não vai explodir. – Concluí indo para perto do experimento.

- Cuidado Norgaard, você não sabe - Davi falava, mas nessa hora eu toquei no tubo de ensaio me fazendo ser jogado contra a parede. – Eu falei para ter cuidado! – Disse ao me ajudar a levantar junto com os outros.

- Ta, foi mal. – Falei olhando para o tubo de ensaio que agora saía uma luz roxa bem forte dele batendo no teto.

- O que vamos fazer? Estamos bloqueados! – Dylan ficou mais agitado.

Eu olhava para o tubo que aos poucos saía a luz roxa se transformando em alguém, ou melhor três alguéns.

- Não pode ser. – Falei pausadamente vendo PH, Macri, de cabelo loiro, e Isabela, de cabelo platinado, apagados no chão.


Notas Finais


Ai ai Macri, Isabela e Pedro voltando a vida normal...não vai prestar skjsksj
Quem será que fez isso? E como assim tem duas Macris, PHs e Isabelas?
Eitcha só no próximo, até lá meu amores <3
Beijoss*
Macri


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...