História A Grande verdade - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 1
Palavras 593
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente, essa história eu estou fazendo com muito carinho pois a Camila é um alter-ego de mim, e esta história, faz uma representação de como eu me senti quando eu entrei em uma nova escola, espero que gostem. ^^

Capítulo 1 - No ônibus


Ansiedade era o que não me faltava naquele momento.Não havia dormido muito bem a noite por causa disso, que agora vejo que não era pra tanto daquela animação tola minha.

Bom, meu nome é Camila, tenho 14 anos e bem, mudei de escola junto com a minha amiga Isabela, uma garota no qual eu admirava muito.Quer saber o motivo de eu não admira-la tanto mais? Bom, então senta aí no sofá, cama ou sei lá onde você esteja nesse momento.Só se acomode pois a história que eu vou te contar é longa.Na minha experiencia, isso é novo, nunca havia passado por isso antes. Tudo isso começou exatamente no dia 09 de fevereiro, exatamente um dia antes da minha ansiedade acabar. O motivo? Eu tinha. Eu iria frequentar um colégio novo, no qual eu não esperava nada de ruim.Apenas notas boas, felicidades, garotos e o que mais importava de todos:AMIZADE. Coisa que eu sabia que me custaria esforço e tempo para conseguir. Na minha outra escola, foi diferente, no começo, fui uma garota tímida, mas depois, com um tempo, fui mostrando a minha verdadeira personalidade:Uma garota extrovertida que gostaria apenas de ter amizade de todos. Se você acha que eu ainda sou aquela garota extrovertida de antes está enganado.Mudei para não parecer uma completa ridícula perto deles.Tentei ser um pouco do que eu era antes para eles verem como sou de verdade.Mas eles não gostaram.Sempre gritavam comigo, por eu pensar de mais nas coisas, ou até mesmo me ignoravam, por eu ser muito distraída. Mas chega de enrolação, vamos começar.

*BZZ* *BZZ* -Era finalmente o som do despertador, hora de acordar. Naquele dia o que mais me importava era sair da cama e ir pra escola.Tudo parecia novo, tudo parecia diferente e divertido.Levantei da cama o mais rápido possível para não me atrasar. Tomei banho, escovei os dentes, penteei meus cabelos e tomei café. Após das tais tarefas, me sentei no sofá com a mochila em meus braços, esperei dar o horário de pegar o ônibus. Passou-se um tempinho e finalmente o horário mais esperado por mim havia chegado.Dei um beijo em meus pais, e segui rumo ao ponto de ônibus: Eu me sentia nervosa e com frio na barriga nada melhorava. Eu só esperava ter amigos e rever minha amiga Isabela, no qual eu sentia orgulho de ter sua amizade.

Finalmente, o ônibus chegou. Na estreita janela, vi a garota no qual não via a meses e que eu queria correr para dar um abraço.Mas não exitei e entrei no ônibus tentando ser normal. Assim que entrei, o pessoal era tão diferentes, eram tão mais velhos, até senti vergonha de estar ali com eles.Mas bem, avistei Isabela de longe e corri para sentar em seu lado. Assim que sentei e olhei em seu olho e sorri, vi que ela não havia se importado muito.Um sorriso falso e meio desengonçado ocupava seu rosto de forma preocupante.Naquele momento estranhei, mas logo deixei para lá, afinal, a animação não me deixava ficar triste. Mas tudo mudou quando eu fui falar com ela sobre a nova escola, ela olhou para mim e revirou os olhos de fato que depois ignorou completamente e não respondeu.Eu, a tonta, com saudade dela e com amor, tentei dar um abraço nela, mas logo, ela tentou se soltar do meu abraço dizendo:

-Pare eu não gosto muito de abraços, principalmente se for com algo que não gosto.

Eu me afastei dizendo:

-Sinto muito, é que eu estava com saudade de você amiga.

Então ela apenas revirou os olhos novamente e me ignorou.


Notas Finais


Vou continuar esta história outra hora, espero que tenham gostado, um beijão!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...